Esse projeto do Uber quer colocar carros voadores nas cidades

Por , em 29.10.2016

A companhia Uber continua querendo revolucionar a área do transporte privado urbano. Seu novo projeto é com certeza mais ousado que as caronas pagas requisitadas via aplicativos: trazer carros que voam para passageiros até 2026.

A multinacional norte-americana publicou um documento recentemente delineando seus planos para o “Uber Elevate”, uma rede de aeronaves elétricas.

Conhecidas como aeronaves VTOL – abreviação de “Vertical Take-Off and Landing”, ou “Decolagem e Aterrissagem Vertical”, elas seriam usadas para encurtar o tempo de deslocamento nas cidades, transformando uma viagem de duas horas em uma de 15 minutos.

Embora estes tipos de aeronaves de descolagem vertical possam parecer semelhantes aos helicópteros, o Uber argumenta que os aviões teriam vantagens importantes sobre estes: como são elétricos, teriam zero emissões, além de serem significativamente menos ruidosos.

2026

O Uber não quer construir aeronaves, mas sim reunir várias empresas privadas e governamentais para lidar com as questões mais amplas de tornar esse projeto uma realidade.

Os veículos seriam capazes de viajar a cerca de 240 km/h por até 160 quilômetros, levando diversos passageiros, incluindo o piloto.

Enquanto os primeiros veículos devem estar prontos até 2021, a data de inauguração do serviço é estimada em 2026.

VTOL

Os militares já utilizam tecnologia VTOL em suas aeronaves. Os aviões sobem como helicópteros, mas ainda são capazes de voar em altas velocidades.

Veja como funciona:

elevate-uber

Vantagens

Segundo o Uber, o projeto terá “vantagens de custo significativas” em relação a outros modos de resolução de problemas de transporte, como a construção de novas estradas, pontes ou túneis.

A empresa sugere que estacionamentos e helipontos poderiam ser reaproveitados para ser usado como “vertipods” para decolar os aviões.

Uma vez que eles não precisam seguir rotas pré-determinadas, isso ajudaria a evitar congestionamentos e melhorar o tempo de deslocamento.

O Uber também acredita que os aviões um dia serão menos caros de se usar do que possuir um carro.

Muita gente na briga

O Uber não é a única empresa de tecnologia pensando em aeronaves para uso no trânsito cotidiano.

Larry Page, CEO da Alphabet, companhia-mãe do Google, está supostamente investindo em uma empresa chamada Zee.Aero, que também quer construir um “carro voador” que pode decolar e pousar verticalmente sem necessidade de uma pista.

A Airbus é outra que tem planos para voar um protótipo em tamanho real antes do final de 2017. [BusinessInsider]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

  • Wanderson Campos:

    Já tem prototipo funcional desde 2000, mas como cientista falou, só vai pegar quando o GPS for 100% confiavel, para nao ser preciso brevê…

Deixe seu comentário!