Este caramujo é tão hardcore que foi batizado com o nome de um rockeiro

Por , em 22.12.2014

Todo professor sabe que não é tarefa fácil capturar e prender a atenção de seus alunos, que normalmente estão mais interessados em qualquer outra coisa – de seus celulares à cortina da sala. Por isso, Shannon Johnson, pesquisadora do Instituto de Pesquisa Monterey Bay Aquarium, descobriu que, quando conversava com jovens sobre caracóis do mar, era mais eficaz se pulasse a descrição técnica e os chamasse de “caracóis punk rock”.

“Sua casca é totalmente coberta de espinhos”, explica a cientista. “E, na verdade, estes espinhos são, por sua vez, totalmente cobertos de bactérias brancas”.

Esses caramujos da pesada vivem a milhares de metros de profundidade, aglomerados em torno das bocas de chaminés de fontes hidrotermais – o tipo de lugar que poderia sobreviver ao apocalíptico “erro nuclear” citado no álbum “London Calling”, do The Clash. “Eles vivem em um veneno quente e ácido, basicamente, por isso são muito hardcore”.

caramujo

Levando tudo isso em conta, Johnson e seus colegas decidiram batizar o molusco espetado e amante do ácido Alviniconcha strummeri, em homenagem ao falecido Joe Strummer, vocalista do The Clash. A pesquisadora conta que o músico não foi apenas um dos fundadores do movimento punk, mas também uma espécie de ambientalista. “Ele começou uma fundação para o plantio de árvores em todo o mundo. Ele era um cara legal”, afirma. A fundação é a Future Forests.

Strummer não é o único grande nome da música com um animal homônimo. Um lêmure peludo de Madagascar tem o nome de John Cleese – o Avahi cleesei. Um sapo da Amazônia que emite um som estridente semelhante a um morcego foi nomeado por causa de Ozzy Osbourne – o Dendropsophus ozzyi.

Além disso, cada um dos Ramones tem a sua própria trilobite (artrópodes característicos do Paleozóico, conhecidos apenas por registro fóssil) e há uma vespa parasita que homenageia Shakira – os cientistas que descobriram a vespa faz com que as lagartas que parasita se contorçam, lembrando a dança energética da colombiana. [NPR]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!