Estresse piora a “qualidade” da mãe

Por , em 12.10.2011

Uma mulher com um filho de poucos meses deve estar atenta para evitar muitos problemas no ambiente que podem afetar o bebê. Mas uma pesquisa da Universidade de Rochester (Nova Iorque, EUA) afirma que a maior ameaça não está no exterior, mas dentro de casa: uma mãe precisa evitar o estresse pessoal se quiser ter uma boa interação com a criança.

Os resultados foram aferidos na prática. Após um estudo com 153 mães de bebês entre 17 e 19 meses de idade, os pesquisadores notavam que níveis elevados de depressão, via de regra, eram acompanhados de queda no tratamento amoroso com os pequenos. Atitudes como hostilidade, comentários degradantes, tom de voz raivoso e toques menos gentis foram observados em mães estressadas.

Estresse, como explicam os pesquisadores, não está apenas na mente: ele reflete claramente no corpo como um todo. Isso ficou comprovado após os testes, que usaram um monitor cardíaco para verificar que os batimentos sobrem imediatamente após o início de uma situação estressante entre mãe e bebê, mesmo antes da mulher começar a apresentar os sintomas. Mesmo depois que a situação acaba, os batimentos continuam intensos por um bom tempo.

E os pesquisadores ainda explicam que esse é um problema, digamos, das classes mais altas. Mulheres que vivem em situação de pobreza, ou em lugares com alto índice de criminalidade, também foram testadas. Nestas, se verificou pouca ou nenhuma alteração física nas situações estressantes com crianças. A teoria dos pesquisadores, para isso, é que a vida destas mães está permanentemente cercada de ameaças e situações estressantes, ou seja: elas estão sempre de sobressalto. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Mario:

    outrora a mulher era dona de casa,simples , hoje é dona da empresa,do carro,do apartamento, do dinheiro,da necessidade de lazer, de namorar, ir a festa, viajar, bebêr . . . este mundo moderno vai acabar com a gente, e tome extresse.

  • feio:

    Estresse piora qualquer pessoa.

  • Pablo Melo:

    Informações Interessantes.

Deixe seu comentário!