Excesso de água ou desidratação: o que é mais mortal?

Por , em 28.03.2012

Sempre ouvimos que devemos nos manter constantemente hidratos, principalmente quando praticamos exercícios ou no verão. Mas quando bebemos água em excesso, podemos desenvolver uma perigosa, mas pouco conhecida condição chamada de hiponatremia. Ela acontece quando há pouca concentração de sódio no sangue, levando a confusão mental, perda de consciência e convulsões.

A desidratação acontece quando o conteúdo de água no corpo é menor do que o normal, aumentando a concentração de sais e açúcar. Mas de acordo com muitos especialistas, milhares de pessoas – em especial maratonistas e esportistas de provas longas – podem estar colocando a saúde em risco ao tomar líquido demais.

O professor da Universidade de Cape Town, Timothy Noakes, que estuda o assunto há décadas, afirma que o perigo de desidratação durante exercícios longos vem sendo muito exagerado, resultando em um aumento de casos de hiponatremia associada ao exercício. Ele alerta aos corredores que o consumo exagerado de água ou bebidas esportivas antes, durante ou após o exercício pode levar a um fim potencialmente fatal.

“Não há uma única menção na literatura médica de que a desidratação foi a causa direta de alguma morte em uma maratona”, comenta Noakes. “Mas a hiponatremia resultou em pelo menos 12 mortes entre esse tipo de atleta. E já foram documentados 1.600 casos no mundo”.

Muitos corredores sentem que precisam beber água sempre que podem, mesmo que não estejam com tanta sede, com medo de se desidratar, afirma o cardiologista Sanjay Sharma. Os maratonistas são o principal alvo, já que são necessárias cerca de quatro horas de “bebedeira” em excesso para causar uma hiponatremia.

A discussão sobre a quantidade certa de água durante um exercício ainda gera controvérsias. Alguns especialistas dizem que só se deve beber quanto se tem sede, enquanto outros dizem que os esportistas devem treinar para que consigam beber sempre um pouco mais do que o corpo pede.

Uma dica para aqueles que correm maratonas é se pesar antes e depois da prova. O esperado é que se perca dois por cento do peso corporal; se você estiver pesando o mesmo, você bebeu líquidos demais. E sempre atentar para os sinais corporais, como tontura, vômitos, náusea e dores de cabeça. Esses podem ser os primeiros sinais de uma possível hiponatremia. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

23 comentários

  • Mitch Mckenna:

    Pode ser interessante por um ponto, afinal tudo que é em excesso faz mal.E água em excesso pode sobrecarregar os rins (coisa que a “reportagem” não falou.

    Mas muito dificilmente, salvo em caso de afogamento, alguém beberia água em excesso. O ser humano não consegue nem cumprir a meta de beber dois litros d`água por dia. Logo, uma matéria como esta pode provocar um medo desnecessário. Duas horas sem beber água já dá uma dor de cabeça, entupimento das fossas nasais, secura na boca. No caso de atletas pode ser que algum possa estar exagerando, mas convém ver com seu médico. Pois muitos desmaiam exatamente por esqueceram de levar sua garrafa d´água. Não creio que uma pessoa que corra por horas numa maratona, suando o tempo todo, consiga beber tanta água assim a ponto de fazer-lhe mal e até morte. Afinal, ele está gastando esta água.

    Enfim, achei alarmante e incompleta, pois falta fontes e dados precisos. E para o ser humano comum, sedentário não é útil. Eis que o mesmo fica horas sem tomar água e quando toma bebe dois a três copos de uma vez, ao invés de distribuir pelo dia.

    • Marne Dulinski:

      Gostei muito de seu comentário, sério, responsável e inteligente!
      Agora lanço a pergunta: Fui orientado em função de um tratamento para hepatite,(que felizmente já curei) a tomar 2 litros de água por dia no mínimo; mas como devo considerar os líquidos que tomo, como café(vários de 350ml.) chás idem,leite, e outros líquidos que estão nos alimentos.
      Fica muito difícil de absorver tanta água. No caso, devo considerar todos líquidos ou só a água?

    • Rodrigo Cezar Batista:

      Pode parecer que isso é algo raro como pessoas que não são esportistas, mas já li sobre vários casos de competições de recordes de quem bebe mais água ou outras bebidas, onde já houve mortes, no caso de maratonistas e atletas que perdem muita água durante o exercício o problema é agravado, pois o corpo reage à perda de água diminuindo a “taxa” de processamento de água no sangue, por exemplo: se o rim de uma pessoa hidratada processa no máximo 1 litro por hora, em estado de desidratação vai processar 100 ou 200 ml p/hora, para que a perda pela urina seja mínima, sobrando mais água no sangue e aí o atleta ingere 1 litro que com certeza vai sobrecarregar o sangue e as células.

  • Gil Cleber:

    É claro que o excesso de água é mais grave do que a desidratação: vítimas de naufrágio que o digam!

  • João Paulo:

    Por isso, só bebe cerveja!

  • Flor de Lis:

    A matéria é interessante; eu desconhecia a hiponatremia. Tenho cálculos renais e durante uma crise forte fui orientada pelo médico a beber muita água, bastante mesmo; e me lancei nesta empreitada, mas confesso que não fui feliz…tanta água me fez passar mal.

  • Roberto:

    Pode ser que esta venha a ser outra verdade que um dia voltará a ser mentira, mas será que as pessoas (tirando aquelas que bebem por esporte) desconhecem seus limites tanto assim?

    • Bruno Ávila:

      Creio que esta “verdade” seja sempre uma verdade. Toda substância em excesso, sem exceção, faz mal a saúde. Desde água à refrigerantes, por exemplo. Ou seja, tudo que é demais, passa!

  • João:

    Quando bebemos muita agua os rins a eliminam sim Lisandro,e junto também vai o Sal, por isso que os remedios para abaixar a pressão fazem a pessoa urinar, a maioria das pessoas quase não bebe agua, 3 litros por dia não é muito não , principalmente se levarmos em conta que ingerimos muito mais Sal em nossa comida do que realmente precisamos.

    • Elias:

      Na verdade alguns remédios para pressão contém princípios ativos que são diuréticos, como a hidroclorotiazida.

  • Et Valdo:

    Matéria incompleta! O que faz o excesso de água no corpo? Cria girinos no estômago? Não explica. Não comprova nada. Queremos matérias mais exatas para podermos conferir ou acreditar. Falar por falar… é até anti-ético.

    • Saulo:

      Essa matéria aponta uma consequência negativa do excesso de água no corpo humano. Se quisermos irmos além, uma das coisas que podemos fazer é pesquisar um pouco mais na internet, pois dificilmente haverá somente uma fonte de informações com tudo o que se deseja!

    • Elias:

      “O que faz o excesso de água no corpo?”

      “…quando bebemos água em excesso, podemos desenvolver uma perigosa, mas pouco conhecida condição chamada de hiponatremia. Ela acontece quando há pouca concentração de sódio no sangue, levando a confusão mental, perda de consciência e convulsões.”

  • Yuken Master:

    Sempre desconfiei disso.
    Pelo fato de tomar muita agua,sinto algumas nauseas.

  • Linus:

    Parece que o pessoal acha que isso foi descoberto agora… Excesso de água intoxica, basta perguntar para seu médico.

    Na verdade, tudo em excesso faz mal.

  • João da cruz:

    De tudo ja houvi falar da a´gua, até que ela lava até, a lingua desta gente mas,que faz mal o uso essecivel não era bem divulgado na midia, com mais esta fico bastante convicente com a descobérta do manuzeio da mesma e que, daqui prá frente estaremos mais informados na destresa deste asunto, tão inovador.

    • jose ajosilaudof eliciano mendes:

      essa para mim é nova, não sabia que excesso dagua causava tamto mal, eu tomava bastante ate para melhorar a dicção, agora vou ficar mais atento.

  • ney:

    eu adoro aguá,bebo muito durante o dia,pensava que estava fazendo o certo,acho que é por isso que me sinto sempre parecendo um balão,parece que vou explodir.Vou diminuir,emagrecer nada!!!

  • Guilherme:

    para a americana Jennifer Strange, que em 2007 morreu após um concurso para ver que aguentava beber mais água, foi.

  • Andhros:

    É verdade sim, já tive esses sintomas, desconfio que abaixa a pressão também. E foi bem dito: “Sempre atentar para os sinais corporais, como tontura, vômitos, náusea e dores de cabeça”. É justamente durante o esporte ou academia, quando se bebe muita água de uma vez. É improvável que aconteça com quem bebe mais água, porém em intervalos maiores, pois os rins, neste caso, conseguiriam acompanhar.

  • Alexandre:

    Que tal uma pitada de Sal?

    • Andhros:

      Neste caso tem as bebidas isotônicas como o Gatorade. Mas é pra quem precisa, ou quer, repor muita água de uma vez.

  • João Alberto da Silva Frota:

    Esse tema é muito contraditório, acho que é necessário mais estudos. Mas concordo que se deve beber água nos momentos que se está com sede.Eu bebo bastante água que varia diacordo com a intencidade da atividade física que eu estiver realizado, pois transpiro muito e chego a beber mais de dois litros dependendo da hora do dia e das condições climáticas.
    Muito boa informação e afirmo que já passei mau por sede que por excesso de água e que uma amiga perdeu a função renal por quase não beber água.

Deixe seu comentário!