Ficar sentado pode te matar de 7 formas diferentes

Muitas pesquisas feitas nos últimos anos apontam que ficar sentado durante muitas horas por dia pode ser prejudicial para sua saúde. Nas palavras de Shaunacy Ferro, “sentar é o novo cigarro”, menos o lobby poderoso em volta do produto.

E a pior notícia é que aumentar o tempo de exercícios não compensa o tempo que você fica sentado – as probabilidades são as mesmas para quem se exercita e quem não se exercita.

Veja aqui as maneiras com que o sedentarismo, principalmente no local de trabalho, pode te matar:

7. Doenças crônicas

doenca cardiaca engracado

Uma pesquisa feita em fevereiro de 2013 com 63.048 homens australianos de meia idade apontou que quem fica sentado mais de quatro horas por dia tem uma probabilidade significativamente maior de ter uma doença crônica, como hipertensão, doenças cardíacas e câncer.

E o estudo apontou que não importa o índice de massa corporal ou a quantidade de exercícios feita. Além disso, quem fica sentado seis horas por dia tem maior probabilidade de ter diabetes, uma descoberta que confirma o resultado de outros estudos.

6. Redução da expectativa de vida

expectativa de vida

Um estudo publicado em julho de 2012 apontou que reduzir o tempo excessivo sentado para menos de três horas por dia aumentaria a expectativa de vida em dois anos.

Além disso, reduzir o tempo em frente à TV para menos de duas horas por dia aumenta a expectativa de vida em 1,4 anos (em comparação, o hábito de fumar diminui a expectativa de vida em 2,5 anos para homens e 1,8 anos para mulheres).

O estudo estimou que um adulto típico gasta 55% do seu dia fazendo algo sedentário, mas também aponta que os altos níveis de sedentarismo autorrelatados podem ser conservativos. Não é fácil lembrar todo o tempo que você ficou sentado durante o dia, uma vez que não é uma atividade específica de um comportamento, como assistir TV.

5. Doenças renais

doenca renal hemodialise

Quem senta por menos tempo tem menos chances de ter alguma doença renal crônica, e isto não se altera se você acrescentar na equação pessoas que controlam seu índice de massa corporal ou atividade física.

Foi o que descobriu uma análise publicada em outubro de 2012, que estudou relatos de 6.379 pessoas com idade entre 40 e 75 anos.

O efeito foi mais profundo entre as mulheres: ao diminuir o tempo sentadas de um dia inteiro para três horas, elas diminuíram o risco em mais de 30%. Entre os homens, a diminuição do risco de doença renal caiu 15%.

4. Saúde mental prejudicada

saude mental

Ficar sentado também é prejudicial para a mente. Um estudo relacionando o comportamento sedentário e o bem-estar mental apontou que ficar sentado por razões não ocupacionais, como assistir TV, dirigir um automóvel ou usar o computador, está associado a problemas de saúde mental entre as mulheres.

O estudo que foi publicado em abril de 2012 usando dados de quase 3.500 pessoas também apontou que os homens só eram prejudicados mentalmente pelo tempo gasto em frente do computador.

3. Obesidade e Síndrome Metabólica

diet

Pessoas obesas ficam sentadas mais tempo que pessoas magras. Um estudo publicado em novembro de 2009 apontou que este tempo a mais é de 2,5 horas, em média, e está associado à síndrome metabólica, uma combinação de fatores como obesidade abdominal, baixos níveis do “bom colesterol”, hipertensão, níveis elevados de triglicerídeos ou hiperglicemia, que juntos aumentam os riscos de doenças mais sérias, como doenças cardíacas, derrames e diabetes.

Este resultado foi confirmado por outro estudo publicado no ano passado, que mostra que pessoas que são sedentárias por mais tempo tem 73% mais chances de ter síndrome metabólica.

Em 2005, um grupo de pesquisadores estimou que a redução do tempo de TV e computador para menos de uma hora por dia poderia reduzir a prevalência de síndrome metabólica entre adultos nos Estados Unidos de 30% a 35%.

2. Morte por câncer colorretal

Colon cancer, artwork

Mesmo que você seja diagnosticado com câncer, o sedentarismo pode ser sua causa de morte. Um estudo publicado em janeiro de 2013 descobriu que tanto antes quanto depois de ser diagnosticado com câncer colorretal, ficar mais tempo sentado durante os momentos de lazer significa maiores chances de morrer.

O estudo monitorou os hábitos de mais de 2.000 pacientes de câncer colorretal por até 16 anos depois do diagnóstico. Os que levavam uma vida mais ativa tinham 28% menos chances de morrer do que os que se exercitavam menos. Os que passavam sentados seis horas tinham 36% mais chances de morrer do que os que ficavam sentados menos de três horas por dia.

1. Morte por todas as causas – e mais cedo

funeral morto

Um estudo monitorou 200.000 australianos com mais de 45 anos, e descobriu que não importa a idade, sexo ou índice corporal, ficar sentado aumenta os riscos de mortalidade por todas as causas.

Pessoas que ficam sentadas mais de 11 horas por dia tem risco 40% maior de morrer em 3 anos. O risco de morrer era muito menor para pessoas que faziam exercícios durante cinco horas por semana, ou mais, mas ainda assim era insuficiente para escapar da armadilha fatal da cadeira. Hora de comprar uma mesa para ficar em pé. [PopSci]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

14 respostas para “Ficar sentado pode te matar de 7 formas diferentes”

  1. Então ficaremos deitados,pois sei que a maioria dos usuários desta página,não resiste em passar um bom tempo em frente ao computador nas horas de folga,e nas horas de trabalho também.Portanto troquemos as cadeiras por camas estreitas,para que assim não desperdicemos a nossa alegria

  2. Gostei! O estudo sugere que devemos ser mais ativos o tempo todo.
    Por exemplo, não é legal ficar duas horas na academia por dia e depois passar 14 horas sentado. Fomos feitos para ação e movimento.

    Quanto a estudar e trabalhar, acho que lembrar de se levantar com frequência e circular pelo ambiente já resolve o problema. Alongar-se, sacudir, mudar de lugar. O que não pode é ficar estático na cadeira.

  3. Então os estudos como ficam?

    Quem estuda durante meses todos os dias 10 horas por dia sentado pra concurso públicos terá problemas. Então a solução e o melhor modo de se obter conhecimento e um futuro digno na verdade reserva uma série de problemas futuros.

    Sei la se isso for realmente verdade, vale a pena o sacrificio.
    Mas acredito que dependendo da forma que o faça e da cadeira utilizada isso praticamente inexiste ainda mais acompanhado de exercicios regularmente e boa alimentação.

  4. A oitava maneira diferente de ser morto mais cedo e mesmo desfrutando de plena saúde, é ficar lendo essas predições não tão científicas assim como pode parecer.Será que podemos generalizar a n. 1, que monitorou australianos que ficam sentados? Será que é a mesma coisa com todas as raças? Não vi a inclusão relevante do “tipo, material e forma da cadeira onde se assenta!”. Será que, se fizerem uma estatística de qual a proporção em que morrem as pessoas que “estão acordadas” e as que “estão dormindo”. Aí, se morrerem mais pessoas acordadas do que dormindo, vão recomendar diminuir a vigília e esticar a dormideira? Tem mais coisas mantando por câncer do que simplesmente ficar sentado por que tempo for. O aprofundamento nessa ótica de leitura dá pano pra manga… ah, isso dá. Obgdo.

    • Realmente não achei lógica nesta matéria, e gostei do seu comentário. Se fosse assim, eu já estaria morto pois fico pelo menos 5 horas por dia no computador… rs

Deixe uma resposta