Foto espacial: um close em uma mancha solar

Era um dia calmo na superfície do Sol – o que não quer dizer que tudo estava parado por lá, como é possível ver nessa imagem. Retratada aqui está a grande mancha solar AR9169.

Mostradas em ultravioleta, as áreas escuras são mais frias que, mesmo assim, têm temperaturas de milhares de graus Celsius. O gás que você vê fluindo para fora da mancha tem temperatura estimada de um milhão de graus Celsius.

A razão de temperaturas tão altas é desconhecida, mas suspeita-se que seja relacionada às mudanças no campo magnético que canalizam o plasma solar. [Nasa]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

8 respostas para “Foto espacial: um close em uma mancha solar”

  1. Isso significa que as manchas solaes voltaram! Isso é, de certa forma, bom, porque elas criam um campo magnético em torno do Sol e nos protege (os planetas) dos raios cósmicos. Mas, por outro lado é ruim tbm pq a atividade solar alta pode danificar nossos satéllites e causar a corrosão de nossa atmosfera, como aconteceu com Vênus, fazendo com que ele perdesse sua água; e coitados dos astronautas que estão fora do campo magnético da Terra, vão sofrer um bocado!!!

Deixe uma resposta