Fumando maconha você combate a dor, mas não da maneira que se imagina

Por , em 7.01.2013

Existem pessoas que sentem dor constantemente e não há remédio, fisioterapia ou atendimento psicológico que ajude a amenizar o problema.

É possível combater a dor fumando maconha?

Nesse cenário, o uso medicinal da maconha aparece como uma alternativa, porém ainda se sabe pouco sobre sua verdadeira eficácia no combate a dor. Para trazer mais informações para a discussão, um grupo de pesquisadores da Universidade de Oxford (Inglaterra) testou os efeitos da maconha (mais precisamente do THC, seu componente psicoativo) em voluntários e concluiu: a substância pode ajudar, mas isso depende muito do organismo da pessoa.

No estudo, 12 voluntários foram testados com combinações de quatro substâncias diferentes (um tablete de 15 mg de THC; um placebo; um creme de 1% de capsaicina, que causa dor e sensação de queimadura; e um creme sem efeito) e monitorados via ressonância magnética. “Pedimos aos participantes que contassem a intensidade e o desagrado da dor: quanto queimava e quanto os incomodava”, explica o médico Michael Lee. “Nós descobrimos que, com o THC, em geral as pessoas não relataram qualquer mudança na sensação de queimadura, mas a dor as incomodou menos”.

Embora o efeito seja significativo, houve uma grande variação de resposta entre os voluntários: dos 12, apenas seis relataram ter ficado consideravelmente menos incomodados com a dor – diferença analisada também por meio de ressonância magnética.

O THC provocou reações em duas estruturas do cérebro dos voluntários: o córtex cingulado anterior (ligado aos aspectos emocionais da dor) e a amídala direita (afetada pela dor). O que mais chamou a atenção dos pesquisadores, contudo, foi a influência da ligação entre a amídala direita e a área sensório-motora primária do cérebro sobre os efeitos do THC – o que sugere que, em certo grau, o efeito da substância pode ser previsto.

Mesmo intrigantes, os resultados ainda não são suficientes para comprovar, com segurança, os benefícios do uso da maconha no combate a dor. “Entender os efeitos da cannabis em situações clínicas, ou na qualidade de vida daqueles que sofrem com dores crônicas, demanda pesquisas em pacientes durante longos períodos”, explica Lee.[Eurekalert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!