Game of Thrones: um novo vício!

Por , em 13.06.2011

Um novo vício chamado: Game of Thrones!

Preciso confessar meu último vício – Game of Thrones, o seriado que está passando na HBO. Baseado em uma série chamada “As crônicas de gelo e de fogo”, de George R.R. Martin, que começou a ser publicada em 1996, é uma história ambientada em uma era distante, de cavaleiros, damas e criaturas místicas.

Devo admitir que sempre fico com um pé atrás com essas histórias que tem uma vibe meio Senhor dos Anéis demais. Mas Martin trouxe uma nova mistura – é como se Bernard Cornwell (de as Crônicas Saxônicas, as Crônicas de Sharpe, Stonehenge e mais vários livros) encontrasse Tolkien. Talvez com um pouco mais de realismo.

Gostei tanto da série que logo fui atrás do livro. E vários colegas meus já disseram que a leitura é completamente viciante. Vou começar a ler e logo vou postar minhas impressões gerais. Mas hoje queria perguntar se algum de vocês leu os livros ou está acompanhando a série. O que vocês estão achando? A Veja.com publicou recentemente uma crítica que dizia que Martin chega a ser melhor do que Tolkien. Vocês acham que isso confere ou que é um absurdo?

Deixem suas opiniões nos comentários!

P.S: você também pode gostar desses artigos:

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

36 comentários

  • André:

    Por muitas coisas Game of Thrones é uma das melhores séries. Para os apaixonados da Era Medieval, é muito recomendavel, vão adorar.

  • Cenystro:

    Estou lendo o livro primeiro
    cara é maravilhoso
    vale a pena indico

  • Vinicius Gabriel:

    po, eu to assistindo e eh mto legal. Nao da pa compara com Tolkien, pq embora seja em ambientes medievais parecidos, sao completamente diferentes, por game of thrones se tratar de algo mais como uma novela. eh mto real e apreensivo

  • Line:

    Meu vicio também *-* é muito interessante a história e vc fica na expectativa de saber o q’ vai acontecer com os personagens.
    Adorei saber que os responsaveis desse site maginifico tmb ‘tão ligados nessa série muito massa *-* e sim é realmente viciante, eu vi a propaganda e já disse “eu vou assistir” e não consigo mais parar *–*
    E claro,achei mt legal de sua parte pedir nossa opinião e tals!

  • Orgulho Guaxnyn:

    Primeiro: nenhum é melhor que o outro. A comparação é bem pior que simplesmente absurda, tal qual seria comparar a Bíblia Sagrada e Código da Vinci – e ainda dizer que Código da Vinci é uma melhor obra em todos aspectos – terrível, não acham? Terrível, ingênua, patética e humilhante como qualquer obra do gênero comparada à obra de Tollkien: “Arda”. O senhor dos anéis foi um “mero” conto que se passou no fim da terceira era do sol. Isso mesmo: O senhor dos Anéis é apenas uma historia que se passa no mundo que se tornou o que é hoje, segundo Tolkien chamado de Arda (O sistema solar ou simplesmente o planeta Terra). Portanto, Arda é a obra em questão quando se trata de Tolkien – pelo que vi: a “Veja” foi insanamente falha com a crítica, pois a critica tem âmbito de massacrar a saga O senhor dos anéis e a reputação do Autor, e venerar Martin – mas, escutem bem: as proporções que a critica toma para os menos leigos do assunto é a perda de interesse por toda obra “Martiniana”. A repugnância ao legado de Martin só deixa de existir visualizando que: “Crônicas de Fogo e Gelo” propõe algo diferente de O senhor dos Anéis: O veredicto de qualquer critica é esse.

  • Lord:

    To curtindo paks…

    Mas devo confessar q a morte do Ned me desanimou um pouco..

    • Laion:

      Afe Spoiler –‘

  • Ed Maysa:

    Acho que, entre Tolkien e R.R. Martin, sabe quem sai ganhando? Nós! rsrs
    Nós, leitores, que ainda amamos sentir um livro entre as mãos, e devorá-lo, sem pena, rsrs. Amigos, Li Tolkien, inclusive outros livros que não a trilogia do Senhor dos Anéis, e acho sua obra uma maravilha. Martin, entretanto, tem sido uma paixão. Tem um quê de vício, sim. Li todos os livros em português disponíveis, e estou lendo o terceiro, Fúria de Espadas, em espanhol, pois ainda não achei por aqui. Gente, não há por que comparar, são dois estilos diferentes, para gostos diferentes. Amei o primeiro, adoro o segundo com paixão, sem desmerecer nenhum. Vejam que foram escritos em épocas diferentes,Tolkien terminou o 1º livro da trilogia entre 1937 e 1949, escrevendo inclusive durante a Guerra.
    A saga de martin é mais atual, foi iniciada em 1996,
    isso explica o contexto. Mas nada explica a magia…

  • Crítico:

    O Hype Geek pega todo o lixo do HypeScience e coloca num lugar só. Todas as postagens boas do Hype Science não vem para cá, só as ruins que vem.

  • Amigo:

    Excelente e surpreendente série. Não se apeguem aos personagens… Senão você vai querer cortar suas pernas por querer ser o Tyrion.

    hahhahaha!

  • Amigo:

    Olha, eu preciso dizer uma coisa para vocês… Eu sei que eu vou ser linchado por isso, mas eu acho George Martin muito superior a Tolkien. Não é por nada nã, eu sei que Tolkien foi muito importante no desenvolvimento dessa cultura e tudo mais, só que senhor dos anéis tem uma história tão simples e sem criatividade, é só uma sequência de acontecimentos tão previsíveis… George Martin é extremamente superior a ele.

  • ligia Carvalho:

    Maravilhoso ou não, daqui a 50 anos vai estar esquecido.A obra de Tolkien é eterna.

  • Thiago Simões:

    Comparar J.R.R. Tolkien com George R.R. Martin é totalmente leviano. Ambos são exímios escritores, porém de épocas e universos diferentes. Tolkien criou toda uma cultura, com idiomas, alfabetos, lendas e origens de criação de um mundo, ele foi pioneiro nisso e sempre estará acima de qualquer outro mesmo posteriormente. Martin também é um excelente escritor, mas existem também outros no mesmo nível como Robert Jordan e Brandon Sanderson, praticamente desconhecidos no Brasil e um sucesso de vendas nos EUA. Uma coisa que sempre vejo em todos eles é a tal “comparação” com Tolkien que críticos adoram fazer… se tentam todos se comparar a Tolkien, logo Tolkien seria melhor, não?

  • Vinicius:

    É impossível comparar George e Tolkien. Tolkien tenta nos mostrar um mundo mágico, trabalhando bastante a cultura e a mitologia. George, entretanto, procura mostrar algo mais realista; tenta nos retirar das fantasias onde o bem e o mal são características distintas.
    Ambos são ótimos autores, e a preferência irá variar para cada pessoa. Ler Tolkien é algo mais cansativo, porém é possível quase “ver” os locais onde os personagens se encontram. Ler George é mais rápido e mais fácil, porém há uma perda nos detalhes (que pode ser uma coisa boa).

  • Evandro:

    Comparar algum escritor ao Tolkien é loucura. Tolkien criou um mundo, um universo, criou IDIOMAS, e todos com lógica linguistica incriveis, até fonemas, mapas… criou não só uma fantasia, uma éstória épica incrivel que mesmo 1 geração após ter sido escrita continua fazendo sucesso… mas criou toda uma estrutura para as raças, personalidades, uma herança histórica, caracteristicas e hábitos simplesmente incriveis! É quase inimaginável alguem ter bolado tanta coisa, tanto detalhe. Como os hobbits, os ents.

    Além disso sua história não é menos “realista”. Na verdade ele quis fazer uma critica a sociedade e a valores desta, representando-as por categorias. Toda a realidade, todos os homens, são representados pelas caracteristicas que se vê em muitos personagens das várias raças. Além disso, conceituou valores cristãos, e a luta entre o bem e o mal, e idéias católicas sobre petinencia, purgatório, inferno e redenção. E ao mesmo tempo, usando de uma linguagem MORAL, mas muito moral. Do qual não teve que apelar para sexo, homossexualismo, entre tantos outros…

    Estou ainda para ver essa novidade que todos falam. Mas pessoas mais criticas que leram. Falaram que é de certa forma é plagio do Senhor dos Anéis; mas o cara só adaptou mais a linguagem, enredo e colocou coisas (que vocês chamam de “realista”) que chamam mais a atenção hoje, e vendem melhor.

    Tolkien levou décadas, quase a vida toda, para fazer tal obra de arte, com propósitos articos, literários, ideológicos, religiosos entre outros. George R. R. Martin, apenas um épico com muita aventura, tensão, adrenalina, conflitos, triangulos amorosos… para vender. (como Hollywood)

  • Diana:

    Eu prefiro bem mais “Pillars of the Earth”, os Pilares da Terra, que também é uma saga medieval, só que sem elementos fantásticos, muito mais realista.

  • Brenno:

    Cara, eu estou vendo a serie ainda, mas pretendo assistir ao livro. Mas uma coisa eu acho, a serie esta boa demaais. a ultima cena do ultimo episodio, o 9, foi simplesmente sensacional. Caaraca, eu to amando a serie!

  • Alex:

    Lendo os comentários pensei em uma comparação, me corrijam se estou errado.

    Tolkien = Iron Maiden
    Cornwell = Black Sabbath
    Martin = AC/DC

    93

  • Marcos:

    Estou no 2º volume, e é bem melhor que o Tolkien. No Senhor dos Anéis o filme é inegavelmente melhor que o livro (raríssimo), já na série da HBO, o livro ganha, inclusive pela falha da HBO em dublar e legendar ao mesmo tempo (péssimo).
    Só tem um senão no livro: as descrições das roupas. Parece que estou lendo uma revista de modas. Muitos detalhes, pelo menos pro meu gosto.

  • PPP:

    Uma pena que o terceiro livro aqui no Brasil só saia em setembro 🙁

  • Lili:

    Não vi a série, mas o livro é muito bom…

    Quanto a comparação entre George e Tolkien, acho que a semelhança fica somente na ficção épica. Achei estilos bastante diferentes de história.

    Tolkien é bastante fantasioso, suas histórias tem uma distinção maior entre bem e mau. Seres muito puros e outros completamente perversos.

    George é mais realista, sua leitura é mais pesada, trata mais da personalidade do homem.

    Mas adoro os dois…

  • Garcia Junior:

    Excelente e surpreendente série. Não se apeguem aos personagens…

  • Ladislau Neto:

    Quem não ler o livro primeiro, perdeu a vida, só digo isso.
    Comparar Martim com Tolkien é um problema. Nunca li Tolkien.
    Mas posso dizer que a obra de Martim é possivelmente o que de melhor li em minha vida.

  • anderson:

    Os dois sao otimos, Tolkien e George, mas tambem de dimensões muito diferentes pra dizer quem é melhor que o outro. Ja li os livros de Tolkien e to começando as Cronicas do gelo e fogo

  • Jerah del Valle:

    Sabem, um amigo meu me recomendou a serie e como o tenho em muito bom conceito, acabei por baixar alguns episodios e assistir.

    Bem, a conclusao que cheguei e que OU eu sou um cara muito critico ( e chato ), o que nao e nada impossivel, ou a serie nao tem rigorosamente NADA DEMAIS.

    Alias, as cenas ( desnecessarias ) de “sexo pra excitar dona-de-casa” chegam a ser ridiculas.

    Ja, sobre os livros, nao sei. Talvez, esse meu amigo ( e muita gente ) esteja a se “deixar levar” pelo material literario e se empolgando demais com uma serie que, para mim, pareceu completamente insipida.

  • Marcelo Ribeiro:

    Estou viciado também. O fim do 7ºep foi alucinante e ali fiquei realmente preso.

  • Ozzy:

    estou fissurado nesta série tambem… excelente visão das brigas politicas na idade medieval, é claro q se passa em um universo ficticio, mas um pouco baseado na nossa era medieval, com um minimo de fantasia… mas a contrução dos reinos, povos, personagens, mto boa…
    aquele povo do outro lado do continente me lembra muito os Hunos… achei bem interessante!!!

    • J.j:

      Eu acho que os Dothraki,são uma mistura de hunos com mongóis e partos.Todas essas tres civilizações montavam cavalos usando arcos e flechas.

  • Gray:

    Melhor que Tokien não é… Senhor dos Anéis é muito mais completa, da história aos pequenos detalhes… Provavelmente quem escreveu isso só deve ter assistido ao filme, que foi meia boca

    Mas Game of Thrones é bom e vale a pena!

  • eduardo:

    Eu tb acompanho e, por enquanto, estou gostando da série… confesso q estou evitando me viciar com seriados hj em dia… depois do trauma q foi Lost… kkkkk….

    A série é muito bem formulada… séria… e os atores são excelentes… estou me acostumando ainda com os nomes dos personagens…
    Mas, apesar disso tudo ainda falta uma coisa essencial pra esse tipo de série: ação…
    Acho GoT meio parado… com certeza mais pra frente teremos as esperadas batalhas… mas será q vai demorar pra acontecer?

    • J.j:

      Se vc viu até o fim a primeira temporada.Viu que foi como a serie Roma da HBO não houve uma batalha seria,como todos esperavam em AGOT.Tipo só vemos o Tyrion indo e caindo na batalha e o pai dele num cavalo no fim num campo de batalha cheio de mortos e Robb Stark voltando com armadura e um grupo de cavaleiros de dentro de uma floresta com o Jaime Lannister preso e dizendo que venceram a batalha.Como Roma a batalha foi apenas sugestiva ou ficou em aberto,foi superficial,só para dizer que houve A batalha do Bosque dos Murmurios,acho que é esse o nome.

  • Marcos:

    Acompanho desde o primeiro episódio. Muito boa a série 🙂

  • Alex:

    Conheci o Game of Thrones no blog do Rafael Draccon, e só comecei a acompanhar a trama pela série da HBO.

    Virei fã já nos primeiros episódios. Ela é incrível. Bem como foi dito anteriormente, Martin juntou Tolkien e Cornwell em uma série fantástica que prende a atenção do início ao fim.

    Eu não diria que Martin seja melhor que Tolkien, acho que ele reinventou a literatura fantástica, de uma maneira brilhante. Mas sem dúvida Martin é ótimo.

    Este mês ganhei o primeiro livro e estou adorando, é viciante mesmo, e logo que terminar este comprarei o segundo.

    Para aqueles que pretendem ler o livro ou assistir à série, deixo um conselho. Não se apeguem aos personagens.

  • CarlosMKF:

    meio absurdo meio realismo
    tanto serie quanto livro são bons.
    como grande fan não me atrevo a dizer qual melhor.

    mas preferi o livro mais a naun é ruim.

    • CarlosMKF:

      mas em relação a tolkien fico em duvida qual melhor

      mas acho que em game of thrones daria para ser melhor, por isso prefiro tolkien.

  • Lucas Vinícius:

    Estou vendo a série e estou curtindo pra caramba.
    Também já comprei os dois livros que já saíram no Brasil. Não comecei a ler, mas pretendo em breve começar.
    Agora resta saber quando chegarão ao Brasil o terceiro, quarto e quinto livros. E saber do autor se ele realmente vai fazer o sexto e o sétimo como prometido.

Deixe seu comentário!