Google exibe anúncios por sexo e idade

Por , em 19.09.2008

O Google agora permite que seus anunciantes exibam anúncios por idade e sexo do internauta, maximizando as chances de venda.

Sem dúvida você percebeu propagandas do Google aqui no HypeScience. Blocos de propaganda como este aqui ao lado ou aquele ali acima (logo abaixo do título deste artigo) permitem a subsistência desse site e de muitos outros pelo mundo.

Não são os links patrocinados que você no buscador do buscador que dão ao Google a maior parte da receita deste colosso da internet, mas sim estes anúncios da “rede de conteúdo”. A rede de conteúdo é formada por centenas de milhares, talvez milhões de sites espalhados pelo globo, em todos os idiomas, inclusive do nosso.

O Google saiu na frente com os anúncios contextuais. Isso é, se você entra em uma página que fale sobre dieta, por exemplo, verá anúncios relacionados a este assunto. Pode não parecer muito, mas os anúncios são muito mais interessantes para os visitantes quando são contextualizados, pois isso maximiza drasticamente a chance do anúncio ser clicado.

O pioneirismo do Google — como se o sistema de contextualização não fosse suficiente — agora permite que os anunciantes exibam anúncios de acordo com o sexo e idade do internauta. Esse é o sonho de todo publicitário com produtos destinados a grupos demográficos específicos. Assim também será possível orientar publicidade para grupos específicos e ocultar dos grupos que não ofereceriam um bom retorno do investimento.

Mas como é que o Google sabe se você é homem ou mulher e inclusive a sua idade? Através da sua conta Gmail, é claro, que dá acesso a diversos serviços do Google. Uma vez que você entra no Gmail você passa a navegar identificado, e todo o site que você visite (e tenha anúncios do Google) poderá adequar as propagandas para seus gostos e preferências.

No futuro é possível que o Google consiga inferir nos seus hábitos de consumo a partir dos seus padrões de navegação (que tipo de conteúdo costuma acessar, que palavras pesquisa no buscador) e deduzir qual é o anúncio que interessaria você com a ajuda de inteligência artificial. Com os dados detalhados do seu perfil do Orkut é possível saber ainda mais sobre o que você gostaria de comprar. Alguns sites do Google como o Blogger também aceitam o OpenID, uma identificação de cadastros de várias origens diferentes, o que ampliaria ainda mais o espectro de informações que o Google tem sobre você e o que você gosta.

Larry Page, co-fundador do Google, costuma dizer que, se possível, “mostraria somente um anúncio; o anúncio perfeito”. E parece que deram mais um passo em direção a este propósito.

Abaixo segue o texto redigido dentro do site do programa do Google Adwords, para os anunciantes:

Agora, os lances demográficos estão disponíveis em determinados sites da rede de conteúdo do Google

Os lances demográficos ajudam você a exibir os seus anúncios para segmentos específicos de sexo e idade em alguns sites da rede de conteúdo do Google, dando a você mais controle sobre quem é o seu público-alvo e um maior controle sobre o desempenho dos seus anúncios com esses públicos.

Há duas maneiras de usar os lances demográficos. Primeiramente, você pode modificar os seus lances para um segmento específico de público-alvo, como aumentar o seu lance para homens e outras pessoas entre 18 e 24 anos de idade. Em segundo lugar, você pode evitar que determinados grupos demográficos vejam os seus anúncios se não atenderem suas exigências de ROI (retorno do investimento).

Gere Relatórios demográficos (encontrados na Central de relatórios) para guiar os seus lances para determinados grupos. Esses relatórios podem mostrar as métricas de desempenho da sua campanha (inclusive impressões, cliques, CTR e dados de conversão) pela idade e pelo sexo dos usuários que vêem o seu anúncio.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,00 de 5)

Deixe seu comentário!