Hackers fecham todas as trancas de hotel e exigem pagamento

Por , em 1.02.2017

Quanto mais objetos smart inserimos em nossa rotina, maior cuidado temos que tomar com ataques externos. A internet abre portas para hackers, que costumam ser criativos ao descobrir usos práticos para essas conexões. Mesmo o sistema de segurança de última geração de um hotel pode estar exposto a esses ataques.

Um hotel 4 estrelas na Austria, que cobra US$300 por diária, já foi vítima de vários cyberataques, mas nenhum como o que invadiu o sistema de geração de chaves eletrônicas para os quartos.

De uma hora para outra, funcionários do hotel não conseguiram mais criar novas chaves para os hóspedes que estavam chegando. Os hóspedes que já tinham feito check in não foram afetados, e puderam acessar os quartos normalmente. Para liberar a geração de chaves, os hackers cobraram o equivalente a US$1.600 em bitcoins, que foram pagos pelo hotel.

“A casa estava totalmente cheia, com 180 hóspedes, não tínhamos outra opção. Nem a polícia nem o seguro puderam nos ajudar neste caso”, explicou o gerente do hotel, Christoph Brandaetter.

O hotel decidiu tornar o caso público para evitar que casos semelhantes aconteçam em outras empresas. Eles também querem maior foco do governo nesse novo tipo de chantagem que está se tornando comum na indústria hoteleira.

Outra preocupação é que os hackers descubram uma forma de trancar as portas de hóspedes que já estão nos quartos, fazendo com que eles fiquem trancados para fora.

Este hotel em questão, chamado Seehotel Jaegerwirt, não tem paciência para esperar por um sistema de segurança mais atualizado. “Estamos planejando tirar as chaves eletrônicas e voltar a instalar as tradicionais trancas com chave. Da mesma forma que nossos bisavós faziam há 111 anos”, afirma o gerente. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

Deixe seu comentário!