Internet: uso de tecnologias afeta nossa memória

Por , em 17.07.2011

Um novo estudo confirmou o que provavelmente não era surpresa para os amantes da tecnologia: que a internet afeta nossa memória.

Quantos números de telefone você sabe de cor? Talvez antes da invenção do celular você soubesse alguns, mas agora mal sabe o seu, não é mesmo? É um fenômeno comum: as informações hoje são mais fáceis de acessar e são armazenadas por nós em outros lugares, em geral tecnologias, assim nossos cérebros não são obrigados a guardá-las por conta própria.

O novo estudo psicológico confirmou cientificamente esse fenômeno. A pesquisa, liderada pela professora de psicologia Betsy Sparrow, definiu se as pessoas seriam mais ou menos propensas a recordar algo que sabiam que poderiam encontrar em um computador.

Quatro experimentos foram encenados. Em um deles, os participantes digitaram 40 fatos em um computador. Metade deles ouviu que essas informações seriam salvas, enquanto a outra metade ficou sabendo que elas seriam apagadas.

Como os pesquisadores esperavam, a metade que sabia que as informações seriam apagadas foi significativamente mais propensa a lembrar delas do que o grupo que sabia que estariam salvas.

Em outro experimento, os participantes foram convidados a relembrar não só os fatos, mas cinco pastas de cores diferentes que estavam em algum local no desktop de um computador.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas eram capazes de recordar as pastas muito facilmente. Nessa experiência, foi explorado um conceito conhecido como “memória transacional”, uma teoria relativamente recente que propõe que os grupos codificam, armazenam e recuperam o conhecimento coletivamente.

Para entender mais fácil, os cientistas explicam desta forma: imagine que você ame futebol. Mas você sabe que seu namorado sabe tudo sobre as regras, então, quando você quer saber algo, você pergunta pra ele, e não se preocupa em lembrar da informação.

Conclusão: o ser humano é um bicho preguiçoso, não?[Gawker]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

13 comentários

  • Fernando Dharma:

    Uso de tecnologias afeta a memória? Título sem sentido. Para que vou sobrecarregar minha memória com números de telefone se posso direcioná-la para outras coisas que me interessam (aprendizado de línguas por exemplo)? Antes recordávamos de números de telefone pela falta de um instrumento onde pudéssemos ter acesso fácil aos mesmos. A memória seletiva do ser humano sempre foi assim, com ou sem tecnologia. O que há de novo nisso?

  • felipe:

    kkkkkkk teoria mais nada vê hoje em dia quantas informações armazenamos maxina um computador tem quantas pastas eu pelo menos consigo me lembra de todas ou maioria teoria sem pe nem cabeça e tambem pra que lembra os numero se agente celular e varais outra coisas que armazenam pra gente

  • Márcio M:

    Essa matéria da a entender que, afeta nossa memória de tal maneira que nos prejudique. Não é o caso. Apenas “relaxamos” nossa memória. É como comparar alguém que não tem o hábito de ler com alguém que lê. Podemos desenvolver nossa leitura apenas mudando o hábito e praticando-o. Mesma coisa a memória!

  • Daniel Rodrigo:

    Bem fraquinha essa teoria!! A necessidade de guardar a informação é que vai exigir do cérebro em armazená-la e outra, antes eramos obrigados a digitar o número da pessoa para telefonar, depois de ligar 10X pra mesma pessoa é óbvio que vou decorar, hoje armazeno o número e ligo a partir do nome, então nem sei o número mesmo. Bem furada essa teoriazinha.
    Abraços.

  • Roberto:

    Há algo muito errado com esta pesquisa e conclusão. Suponho que seja tendenciosa no sentido de condenar a Internet por antecipação. E isto se dá historicamente toda vez que um novo processo informativo acontece. Foi o caso da escrita, foi o caso do papel, dos livros, da bíblia fora do latim, dos jornais e revistas, dos gibis, foi o caso da caneta bic, foi o caso da calculadora, foi a TV, foram os computadores, os games, e agora… a Internet.O desinteresse, as drogas jamais foram citados.

  • Alins:

    Galera…. é claro que estamos ficando vulnerávéis! Da mesma forma que não podemos viver sem Energia elétrica e até de supermercados para comprar arroz e feijão! Ou seja somos dependentes… O problema é aonde estamos armazenando a nossa base de dados…. Acho que estas empresas não são confiávéis…. Eu guardava tudo no meu smartphone.. perdi ele e me ferrei….

  • NERDÃO:

    OU SEJA: ESTAMOS CADA VEZ MAIS ALIENADOS!

  • Hugo:

    Acho que assim você pode se preocupar com outras coisas, já que a tecnologia cuidará de gravar informações. Assim, podemos ser mais produtivos.

  • felipe:

    A Natasha é muito linda e fofa…

  • rodolfo:

    Imagine a seguinte situação: no experimento ao invés de digitarem no computador eles deveriam escrever em cadernos com 5 cores diferentes. Metade poderia consultá-los em caso de necessidade e a outra metade não poderia. O elemento ‘tecnologia’ saiu do experimento e ainda assim os resultados provavelmente seriam os mesmos.
    Concordo com a conclusão: a preguiça e falta de interesse do ser humano afeta a memoria, não a tecnologia.

  • rodolfo:

    moderação de novo? risivel.

  • Leandro R. da Silva:

    No meu caso me ajuda… 🙂

  • rodolfo:

    Imagine a seguinte situação: no experimento ao invés de digitarem no computador eles deveriam escrever em cadernos com 5 cores diferentes. Metade poderia consultá-los em caso de necessidade e a outra metade não poderia. O elemento ‘tecnologia’ saiu do experimento e ainda assim os resultados provavelmente seriam os mesmos.
    Concordo com a conclusão: a preguiça e falta de interesse do ser humano afeta a memoria, não a tecnologia.

Deixe seu comentário!