Jaulas mudam o cérebro de ratos de laboratório

Por , em 19.07.2010

É possível que as pesquisas feitas com o cérebro dos ratos criados em laboratório não sejam confiáveis. Segundo um novo estudo, o tipo da jaula em que eles são mantidos poderiam afetar sua estrutura cerebral.

Segundo Diego Restrepo, responsável pela pesquisa e diretor do programa de neurociência da Universidade de Colorado, quando você troca um rato de gaiola, você muda o cérebro do bicho e isso pode afetar o resultado de uma pesquisa.

Os cérebros de ratos são extremamente sensíveis. Se ele fica em uma gaiola menor, por exemplo, seu olfato fica menos apurado, logo a parte responsável pelo sentido no rato encolhe. Além disso, os níveis de agressividade podem mudar dependendo da gaiola.

Os ratos são os mamíferos mais usados para estudos em laboratório – e as pesquisas podem variar de genética, câncer e até neurociência. Mas não era levado em consideração a sensibilidade do roedor em relação ao seu ambiente externo. Uma das possíveis soluções é não confiar em apenas um estudo para estabelecer um resultado e sim comparar várias pesquisas feitas em diferentes lugares, com diferentes tipos de ratos (criados em gaiolas diferentes também).

Isso pode explicar por que alguns estudos replicados em um laboratório diferente não apresentou os mesmos resultados que seu original. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

Deixe seu comentário!