Viver em cidades grandes pode fazer com que seu cérebro envelheça

Por , em 18.11.2010

Há vários motivos óbvios pelo qual as cidades que já são grandes crescem cada vez mais: conforto, variedade de serviços, empregos disponíveis, educação de qualidade, entre outros. No entanto, segundo pesquisadores da Organização Mundial da Saúde (OMS), essa comodidade pode ter um preço muito alto – viver na cidade grande aumenta o seu nível de stress e prejudica seu cérebro, fazendo com que ele “envelheça” precocemente.

De acordo com os cientistas, o problema é a atenção, ou a falta dela. Com tantas distrações diferentes – outdoors, sinaleiros, barulho do trânsito, por exemplo – o morador da cidade começa a exercer algo conhecido como “percepção controlada”, no qual controla o que prende sua atenção, apesar de, no fundo, estar ligado em tudo. E isso pode ser exaustivo.

Estudos da Universidade de Michigan comprovaram que viver em ambientes urbanos faz com que seja mais difícil manter fatos em nossa memória. Os pesquisadores dividiram voluntários em dois grupos – um passou o dia em uma cidade menor e o outro em uma grande metrópole. Os que passaram o dia na cidade grande tiveram notas menores em testes de atenção e apresentaram um humor pior.

Se você é morador de uma grande cidade, isso pode não ser nenhuma surpresa. Mas a boa notícia é que a solução para esse problema não é nada complicada – basta visitar áreas verdes de vez em quando. Passear em um parque melhora a atividade cognitiva das pessoas, de acordo com estudos.

Então a chave de planejadores urbanos para fazer com que grandes metrópoles não acabem estressando seus moradores é incluir várias áreas verdes no perímetro urbano. [CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Ester Santurion:

    Serve os terraços pq até os canteiros do meio fio são motivos de briga e discordia com minha pessoa. Viva os povos indigenas q mostram ao mundo o paraíso que o homem destrói a cada segundo.

  • davi:

    respirar ar puro ouvir os passaros e ter muito verde ao redor a isso não tem preço não, e até os indios sabian disto.

  • Carolina:

    Legal o artigo mas não acredito que exista CONFORTO nas grandes cidades, o que existe é uma grande ilusão sobre isto. Temos tudo ao alcance, tudo “funciona” a um preço muito alto que é pago com a vida. Sim, disperdiçamos vida nas grandes cidades! E apenas áreas verdes ao pé da letra não resolveria muito na minha opinião, mas é um comecinho.

  • Bruno:

    “Então a chave de planejadores urbanos para fazer com que grandes metrópoles não acabem estressando seus moradores é incluir várias áreas verdes no perímetro urbano.”

    Analisem essa conclusão, por favor.

    Sempre é assim, arrumam medidas para manter toda a modernidade aí.
    “Nosso fluxo de informação mata as pessoas.”
    “Está tudo bem, vamos colocar mais coisas verdes para as pessoas verem…”

Deixe seu comentário!