O planeta bizarro que não deveria existir

Por , em 31.10.2013

Enigma para os astrônomos, Kepler-78b desafia as leis de formação de planetas (ao menos da forma como as conhecemos): ele está “perto demais” da estrela ao redor da qual descreve sua órbita.

“Não sabemos como ele se formou, nem como foi parar onde está hoje”, reconhece o astrônomo David Latham, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica. Em termos astronômicos, porém, sabemos que está perto de desaparecer – daqui a “apenas” 3 bilhões de anos.

Um ano em Kepler-78b dura cerca de 8h30, e sua órbita é de apenas 1,6 milhão de quilômetros (uma das menores já vistas), algo curioso, pois seu “sol” era maior quando surgiu, e o teria engolido se ele tivesse essa órbita minúscula naquela fase.

A ideia de que ele teria se formado dentro da estrela soa absurda, e, se ele tivesse se formado em outra região, mas fosse puxado pela força gravitacional da estrela, já teria sido destruído.

Embora sua origem permaneça um mistério, os pesquisadores conseguiram descobrir outras informações sobre ele: é 20% maior do que a Terra, mas tem uma densidade similar à do nosso planeta (acredita-se que seja formado principalmente por ferro e rocha), e faz parte de uma “nova” classe de planetas que orbitam suas estrelas em menos de 12h.

Sue “sol” (a estrela que orbita) está a cerca de 400 anos-luz da Terra, na constelação de Cisne. [ScienceDaily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

8 comentários

  • Dante Bravus:

    Pode ser que o planeta tenha migrado para aquela órbita ou
    pode que ele tenha akela orb. e qdo sol cresceu ficou a 1,5 M. KM

  • Jose Gabriel Garcia Marqui Marqui:

    Eu acho que esse planeta pode ter vestígios de matéria negra e repelir a gravidade do sol desse planeta

  • JOTAGAR:

    ” Kepler-78b desafia as leis de formação de planetas ”
    Estas “leis” são como tantas outras teorias que as pessoas se esforçam em dar sentido para nossa curta percepção da realidade.
    Sejamos razoáveis…temos limitações.

  • Agatha Silva:

    Alguns físicos teóricos tem o pensamento de que se o universo é realmente infinito então tudo que poderia ser “impossível” na verdade só é muito pouco provável. Porque com a infinidade do universo, em algum lugar dele algo o que seria “impossível” terá exatamente as características necessárias para poder acontecer. Então seria como se o nível de probabilidade das coisas “impossíveis” apenas tendessem à zero (em uma escala ‘infinitésima’), o que faz com que tudo seja possível em algum lugar do infinito.

    Eu adoro essa teoria, é com certeza uma das minhas preferidas. E a descoberta do Kepler-78b só confirma ela.

    (Desculpe se o texto ficou meio confuso, não sou nenhuma profissional no assunto. -Pelo menos ainda)

    • Pedro de Santi:

      eu tambem não sou especialis, mas se o universo fosse realmente infinito e unico, as leis fisicas não iriam variar , logo o que seria impossivel em um ponto tambem seria em outro, não?
      (não sei se estou falando besteira não sou especialista nem nada, so um curioso)

    • Agatha Silva:

      Pelo contrário. O universo seria tão grande, tão grande que em algum lugar do universo aquela lei não seria aplicada, por n motivos. Seria como se as leis tivessem limites, e em algum lugar do universo os limites dessas leis seriam ultrapassados. É um exemplo super fraco, mas eu vou dar mesmo assim como ideia. Por exemplo a luz: “a luz se propaga em linha reta“; sim, mas em alguns casos não. Se a curvatura do espaço tempo sofrer uma deformação, a luz irá acompanhar a deformação. Seria como se o “limite” dessa lei fosse ultrapassado nessa ocasião… É claro que nesse caso é tudo uma questão de escala, mas seria mais ou menos isso…

    • Samir Vaz:

      discordo do teu exemplo, Agatha. a luz se propaga em linha reta, mesmo em um espaço curvo. imagine que você risque uma linha reta numa folha de papel, e amasse o papel, ou enrole ele. a linha continua reta, apenas o meio em que ela está que se distorceu.
      o que nós chamamos de leis não são nada mais que observações de como coisas se comportam sob determinados parâmetros. mude os parâmetros e o resultado muda. (superfluidos e supercondutores são exemplos disso)
      500 caracteres, HS? pelo amor de…

  • João Bosco Soares:

    Um pouco mais de 4x maior que a distância Terra-Lua. Realmente impressionante.

Deixe seu comentário!