Macrofotografia: o incrível mundo minúsculo dos cogumelos e mixomicetos

Por , em 6.01.2020

Quando você pensa em cogumelos, provavelmente imagina os champignons que costumam vir em pratos de estrogonofe ou criaturas fofas com “chapéus” vermelhos com bolinhas brancas como as que aparecem em desenhos.

O mundo desses seres é muito mais vasto e complexo, no entanto, como as macrofotografias de Alison Pollack nos permitem entrever.

A artista possui uma verdadeira fascinação por fungos e semelhantes, como os mixomicetos, um infrafilo de protistas muito peculiares. Estes organismos são geralmente muito pequenos e pouco conhecidos – e Alison se apaixonou por eles desde que fotografou o primeiro cerca de dois anos atrás.

Muitas vezes, ela volta sua lente para modelos que possuem apenas um ou dois milímetros de comprimento. Obviamente, em seu passeio costumeiro pela floresta, seu olho não irá capturar a beleza desses organismos – e é isso que torna essas imagens macro ainda mais maravilhosas.

Técnica

Para fotografar seres tão minúsculos, Alison usa lentes macro e macro extremas. “A profundidade de campo é extremamente pequena, às vezes apenas centésimos de milímetro. Utilizo uma técnica chamada empilhamento de foco, na qual tiro várias imagens em diferentes distâncias de foco e as combino para obter um resultado com detalhes nítidos. Para os modelos menores, com menos de um milímetro de altura, normalmente tiro 200 a 300 imagens”, explicou a artista.

Fazer imagens tão lindas realmente dá muito trabalho – Alison vai à floresta vários dias por semana e passa muito tempo procurando pelos melhores modelos com lentes de aumento. Quando os encontra, passa horas compondo a cena e os fotografando, o que envolve limpar os organismos com pincéis muito pequenos e pinças cirúrgicas.

Matemática por formação, seu histórico também a ajudou com a grande quantidade de processamento digital que precisa fazer depois dessa etapa desgastante.

“Muitas pessoas nunca ouviram falar de mixomicetos e também não sabem que existem tantos fungos minúsculos lindos. Eles estão por toda a floresta quando chove, mas são tão pequenos que as pessoas simplesmente não os veem. Meu objetivo é revelar sua beleza e magia”, disse ao portal The Bored Panda.

Mixomicetos

Além de belos cogumelos minúsculos, Alison tem paixão por fotografar mixomicetos, seres do infrafilo Mycetozoa encontrados por todo o globo onde haja depósito de substratos orgânicos em decomposição. Até agora, ela já registrou esses organismos em diversos estados americanos, no Peru e na Colômbia.

O corpo dos mixomicetos se assemelha ao dos fungos, mas eles são na verdade parte do filo Amoebozoa, das amebas.

“Os mixomicetos costumavam ser considerados parte do reino dos fungos. Eles têm características de fungos e amebas e agora são colocados no reino chamado protista”, explica a fotógrafa.

Apesar dessa descrição não muito atraente, são organismos geralmente fofíssimos. Confira alguns dos melhores cliques de fungos e mixomicetos feitos pela americana: [BoredPanda]

Comatricha nigra

Chlorociboria aeruginascens

Didymium squamulosum

Trichia decipiens

Didymium squamulosum

Leocarpus fragilis

Cookeina

Simocybe

Physarum viride

Arcyria helvetica

Physarum

Stemonitis

Badhamia utricularis

Willkommlangea reticulata

Dacryopinax elegans

Hemitrichia calyculata

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (26 votos, média: 4,77 de 5)

Deixe seu comentário!