Sinal de rádio misterioso que se repete é detectado no espaço profundo

Por , em 10.01.2019

Astrônomos detectaram 13 sinais de rádio misteriosos emanando de uma galáxia distante, captados por um telescópio no Canadá.

Conhecidas como “rajadas rápidas de rádio” (FRB, na sigla em inglês), a natureza precisa e origem dessas explosões de ondas de rádio ainda não são desconhecidas.

Entre as 13 FRBs, havia um sinal repetitivo muito incomum, vindo da mesma fonte a cerca de 1,5 bilhão de anos-luz de distância.

Algo semelhante a esse “repetidor” só foi relatado uma vez antes.

FRBs

O observatório CHIME, localizado na Colúmbia Britânica, possui quatro antenas semicilíndricas de 100 metros de comprimento que examinam todo o céu norte todos os dias. Seu telescópio só funcionou ano passado, detectando as 13 FRBs quase imediatamente, incluindo o sinal repetidor.

FRBs são flashes curtos e brilhantes de ondas de rádio que parecem estar vindo de quase metade do universo.

Até agora, os cientistas detectaram cerca de 60 dessas rajadas no espaço profundo, sendo que somente duas se repetem.

“Descobrimos um segundo repetidor e suas propriedades são muito semelhantes ao primeiro”, disse Shriharsh Tendulkar, da Universidade McGill (Canadá). “Isso nos diz mais sobre as propriedades dos repetidores”.

De onde vêm?

Os astrônomos acreditam que pode haver até mil FRBs no céu todos os dias.

Existem várias teorias sobre o que poderia causá-los, incluindo uma estrela de nêutrons com um campo magnético muito forte girando muito rapidamente, duas estrelas de nêutrons se fundindo e até alguma forma de espaçonave alienígena.

Um artigo detalhando as últimas FRBs detectadas foi publicado na prestigiada revista científica Nature. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (41 votos, média: 4,59 de 5)

Deixe seu comentário!