Misteriosas rajadas rápidas de rádio do espaço acordaram exatamente como previsto

Por , em 27.08.2020
rajadas rápidas de rádio
O círculo verde marca a origem das rajadas rápidas de rádio do FRB 121102. Crédito: Rogelio Bernal Andreo / DeepSkyColors.com

Cientistas têm observado de perto — durante os últimos cinco anos — um misterioso sinal de rádio incomum emitido do espaço profundo.

Os pesquisadores chamam estes sinais estranhos de “rajadas rápidas de rádio” ou FRBs (na sigla em inglês). São compostos por curtíssimos pulsos de ondas de rádio com a duração de frações de segundo. Até o momento não sabemos o que os causa.

Rajadas rápidas de rádio FRB 121102

A FRB 121102 é como um relógio preciso: ela surge se repetindo por 90 dias e desaparece completamente pelos 67 dias que seguem.

Pesquisadores revelaram este ciclo de aproximadamente 157 dias é repetido ininterruptamente permitindo que previssem o seu retorno.

Aqui estou!

Como a previsão mandava uma equipe de pesquisadores liderados por Marilyn Cruces, aluna sênior de doutorado na Física Fundamental de Radioastronomia do Instituto Max Planck de Radioastronomia, encontrou o FRB 121102 em atividade, conforme detalhado em um artigo científico publicado em pré-impressão no início de agosto.

“Prevemos que a fonte estará ativa de 2020-07-09 a 2020-10-14 e, posteriormente, de 2020-12-17 a 2021-03-24”, afirma o artigo.

O estranho sinal tem chamado a atenção de inúmeros pesquisadores, de acordo com o Science Alert. Uma equipe de cientistas chineses também o observou com o rádio-telescópio esférico de abertura de 500 metros no Observatório Nacional de Astronomia da China.

O que causa as rajadas rápidas de rádio?

Cientistas não estão certos o que gera esse ciclo, mas tem algumas hipóteses. As rajadas rápidas de rádio periódicas talvez sejam causadas pela oscilação do eixo de rotação de uma estrela de nêutrons extremamente magnética; o fenômeno também poderia ser causado pelo movimento da órbita de uma estrela de nêutrons em um sistema estelar binário (com duas estrelas).

Cientistas estimam que o efeito da oscilação do eixo rotacional da estrela deveria mostrar um efeito com duração de apenas semanas. O que seria parecido ao que acontece com a FRB 180916’s que possui um ciclo de apenas 16 dias. Mas a FRB 121102 demonstra um ciclo de quase 10 vezes mais tempo que isso. Cada FRB pode ter uma causa distinta causando sua periodicidade.

Mais informações:

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

Deixe seu comentário!