Matéria escura poderia aquecer um planeta tornando-o habitável

Por , em 31.03.2011

Segundo uma nova pesquisa, a matéria escura poderia tornar planetas normalmente hostis em habitáveis.

Em áreas ricas em matéria escura, as partículas poderiam se acumular dentro de planetas que não tem estrela para aquecê-los, aquecendo-os o suficiente para manter água líquida em sua superfície.

A matéria escura é literalmente obscura. A única coisa que os astrônomos sabem é que sua atração gravitacional pode ser detectada sobre a matéria normal, por um fator de 5 a 1.

Teóricos calculam que a matéria escura pode ser gravitacionalmente capturada por planetas e estrelas. A matéria escura circunda as galáxias nos chamados halos. As partículas de matéria escura sentem a força da gravidade, e orbitam o centro de massa das galáxias.

Muitos pesquisadores acreditam que a matéria escura é feita de partículas chamadas WIMPs, que interagem fracamente com a matéria normal, mas se aniquilam em contato umas com as outras, criando um jato de partículas energéticas. Tal aniquilação poderia produzir calor, se as partículas fossem absorvidas pela matéria circundante.

Agora, os pesquisadores resolveram calcular quanto calor seria produzido dentro de planetas em diferentes ambientes de matéria escura.

Quando as partículas de matéria escura em órbita passam através de objetos, tais como planetas, ocasionalmente batem em átomos, perdendo energia e velocidade. Se elas perdessem bastante energia após as colisões, poderiam ficar presas pela gravidade do planeta, em última análise estabelecendo-se em seu núcleo. Lá, elas devem atingir outras partículas de matéria escura e se aniquilar, produzindo calor.

Estaria a aniquilação de matéria escura aquecendo a Terra? Não muito. A Terra fica a cerca de 26.000 anos luz do centro da galáxia, longe o suficiente para que a concentração de matéria escura seja demasiado reduzida para ter muito efeito.

Entretanto, mais perto do centro da galáxia a concentração de matéria escura é muito maior, de modo que este aquecimento poderia aproximar-se do calor que a Terra recebe do sol, por exemplo.

Os pesquisadores descobriram que um planeta com um peso poucas vezes a massa da Terra e dentro de aproximadamente 30 anos-luz do centro galáctico poderia ser bastante aquecido pela matéria escura para manter água líquida em sua superfície. Isso significa que todos os planetas que se afastaram de suas estrelas hospedeiras ainda podem ser habitáveis, apesar de estarem flutuando no espaço frio.

Os cientistas querem realizar experiências de detecção de matéria escura na Terra para descobrir se isso é mesmo possível. Os cálculos são baseados em candidatos a WIMPs, que interagem tão fortemente com a matéria normal quanto é permitido pelas observações atuais. Se os experimentos não conseguirem detectar a matéria escura nos próximos 5 a 10 anos, irá sugerir que ela não interage com força suficiente para produzir aquecimento planetário.

E os “loucos” de plantão já começam a visualizar cenários onde essa habilidade seria muito útil. Em um futuro distante, quando as estrelas esgotarem seu combustível nuclear e morrerem, as civilizações remanescentes podem procurar um novo lar, e a melhor opção seriam planetas aquecidos por matéria escura – provavelmente um último grito de vida.

Isso até pode ser verdade na teoria, mas os pesquisadores lembram que planetas aquecidos por matéria escura são extremamente raros. As pessoas teriam que procurar um lugar onde a densidade de matéria escura fosse 10 milhões de vezes maior que a estimativa usual (próxima a Terra), ou seja, uma pequena fração de casos são possíveis, de forma que essa ideia vai ficar mais para o acervo de ficção cientifica.

Essas áreas ricas em matéria escura são tão distantes – 26.000 anos-luz – que, mesmo que a presença de planetas pudesse ser detectada, os telescópios atuais não seriam capazes de fazer imagens, procurando sinais de água.

Os cientistas estão mais interessados em estrelas dentro de cerca de 65 ou 100 anos-luz da Terra, porque no futuro podem construir um grande telescópio que tente fotografar os planetas em torno delas. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

26 comentários

  • Tibulace:

    Pelo que sabemos, a VIDA é feita de DNA, que é uma molécula relativamente FRÁGIL.Imaginemos a cena:Um planeta errante, rochoso, com água em sua superfície, com TANTA matéria escura desintegrando-se em seu núcleo, que a temperatura superficial, fica PERMANENTEMENTE um pouco acima do ponto de solidificação da água.Esse astro, viajando sem rumo pela escuridão e frio do espaço,tem uma CROSTA similar à terrestre, má condutora de calor.Ele, irradia CONTINUADAMENTE calor para o espaço.O processo de aniquilação de matéria escura, em seu núcleo, teria que desenvolver MUITO MAIS calor, que o que é gerado nas profundezas da Terra.Acho pouco provável, que a intensidade da RADIAÇÃO existente na superfície de tal planeta, seja COMPATÍVEL com a vida.A julgarmos por nosso planeta, a vida exige ESTABILIDADE planetária, por BILHÕES de anos.Ao longo desse enorme tempo, a TEMPERATURA da água superficial, teria que permanecer constante.Quaisquer radiações energéticas, produzidas como efeito colateral da aniquilação de matéria escura,teriam que ser MUITO TÊNUES para não danificar eventuais seres vivos.É um cenário extremamente fantasioso.

  • TrueLogic:

    Quem fala muito aprende pouco.

  • Anônimo:

    A MATÉRIA ESCURA E A ENERGIA ESCURA, NÃO EXISTEM. VEJA A EXPLICAÇÃO QUE DÁ O BLOG “OLHANDO O UNIVERSO”, A RESPEITO DESTE ASSUNTO.

  • Glauco:

    PredadorXD,

    A história é bem comprida e tem a ver com dinheiro e poder. Não dá prá explicar aqui, se quiser mais informações, acesse o site do McCanney que eu passei anteriormente e ouça seus programas de rádio.

    Comece pelo programa da semana passada e ouça todos os outros do mais antigo para o mais novo. Vai ajudar a se localizar no tempo e a rever notícias antigas explicadas de forma errônea pela comunidade científica mundial.

  • PredadorXD:

    se o Modelo Científico do McCanney, é tão lindo, maravilhoso, perfeito. Pq não é aceito pela comunidade científica? Pq ninguém comenta sobre?

  • Glauco:

    Predador,
    Prá mim vc é um gavião.

  • Glauco:

    Bruno Juncklaus,
    O Modelo Científico do McCanney já foi testado e comprovado centenas de vezes desde a década de 70 sem precisar de um único retoque.

    As teorias que você segue em sites como esse se modificaram dezenas de vezes prá se adaptar às novas observações.

    Teoria por teoria, fico com o McCanney.

  • PredadorXD:

    “Professor McCanney mimimi” que cara chato esse Glauco heim…

  • Bruno Juncklaus:

    Aham. Teoria.

  • Glauco:

    Bruno,
    analise as duas teorias e descubra por si so qual eh a mais valida.eh mais simples do q vc imagina!!

  • Bruno Juncklaus:

    Concordo com você Dig’s.

    Teoria, Glauco.

  • Dig’s:

    Poxa o hype poderia colocar essas imagens do sistema solar de uma forma que dê pra baixa-las e usar de papel de parede no pc… Tem uma imagem melhor do que a outra!!!! Não concordam??
    Hein?

  • Glauco:

    e viu… discuta comigo, por favor =)!! nao se acanhe!

  • Glauco:

    meu comentario foi longo e esta aguardando moderacao. depois q vc ler, pode se perguntar: se ele esta tao certo, pq seu modelo nao eh aceito na comunidade cientifica? nao da pra explicar profundamente agora, mas isso tb se encaixou no q eu esperava como ocultista. e sempre tem a ver com dinheiro e poder…

    boa pesquisa!

  • Glauco:

    Eduardo,

    Se vc vai pesquisar o McCanney, comeca pelo programa da semana nesse link: _http://jmccsci.com/WeeklyRadioShowArchivesSubPage.HTM

    esse e o seu programa semanal de radio. deixe a mente aberta, pq vc vai perceber de cara q sem dar um “twist” na sua cabeca, nao tem como aceitar. se aceitar, use sua imaginacao, pois garanto q nesse programa tem mtas pistas importantes.

    sou ocultista desde os 5 anos, estava mto impaciente com a ciencia nos ultimos anos. juro q tenho acompanhado as noticias minuciosamente a mais de 18 anos, e a unica coisa q parecia ter sentido era o big bang… encaixava no mahavantara e com o pralaya… a coisa da expansao e contracao e tals.

    mas qdo eles estavam comecando a duvidar desse processo basico, fiquei suspeito e so esperando q alguma coisa maior – msm q duvidosa -, acontecesse pra ver se saia algo com sentido dai. a ciencia do mccanney eh totalmente compativel com o q vc aprende estudando ocultismo, entretanto o mccanney eh cientista. e essa coisa q apareceu foi akela historia irritante q virou hit nos ultimos anos, o 2012. ele foi o unico entre todos a dar uma explicacao profunda sobre o tema.

    ele compreende que existe um mecanismo inteligente agindo por tras de cada atomo, mas nao eh ocultista e parece nao seguir nenhuma religiao. isso deu ainda mais idoneidade a ele.

    ele fala calmamente e da pra entender mto bem mesmo se vc tiver um ingles mais basico. ate ajuda a treinar. espero q seu ingles esteja treinado! vicia.

  • eduardo:

    Glauco,
    Concordo com vc sobre a matéria/energia escuras não poderem ser medidas e/ou observadas. Mas lendo matérias aki mesmo no Hypscience, no Inovação Tecnológica, entre outras mídias, vimos uma incessante procura por essas “bizarrices espaciais”, principalmente pelos cientistas envolvidos com o LHC. Pq eles investiriam tanto dinheiro, tempo, e pessoas pela procura da matéria escura?
    Sim, eles podem estar enganados… mas, acho q se eles estão aspostando suas fichas nessa busca é pq há estudos sérios sobre o assunto.
    Mas de qualquer maneira, vou seguir sua sugestão e ler mais sobre as teorias desse tal Prof. McCanney.

    Ah, e não kiz ser arrogante com vc, valew… foi só pra atiçar mais comentários… kkkkk…

  • Glauco:

    Eduardo,
    Como sempre meu comentário foi prá moderação.

    A matéria q vc passou é antiga, os astrônomos estão até hoje tentando encontrar ou provar a tal da Matéria e da Energia Escura. Procure no próprio Inovacao Tecnológica q vc vai encontrar várias contradições que os cientistas tem q lidar graças a essa aberração criada por eles. Mas como pode algo que não pode ser medido, visto ou tocado ser considerado científico?

    Essa teoria foi criada pra poder explicar a estranha simetria dos braços das galáxias. Entretanto, o modelo do Universo Elétrico do prof. McCanney explica totalmente essa simetria e pode ser medido e visto, inclusive em laboratórios. Eu cansei de ler essas matérias, embora sempre leia. Se quer algo novo e que explica o funcionamento do Universo, estude o modelo do Prof. McCanney.

  • Glauco:

    Eduardo,
    Eles vêm e vão com pesquisas que dizem “provar” a energia e a matéria escura, da mesma forma que estão até hoje procurando o Elo Perdido. A matéria do Inovação Tecnológica que você mandou data de 23/08/2006. Mas essa matéria de 2010 do mesmo site coloca a Teoria da Matéria Escura em cheque, e é do ano passado:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=teoria-gravitacional-einstein&id=010130100423

    Aí tem um pessoal maluco que quer mudar a Lei da Gravidade, matéria de 2009:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=lei-gravidade-revisada-dispensar-materia-escura&id=010130091123

    Mais uma matéria que tenta derrubar essa teoria:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=radiacao-misteriosa-via-lactea-nao-gerada-pela-materia-escura&id=010130090803

    Aqui o pessoal argumenta pq a Lei da Gravidade deveria ser modificada prá derrubar a Matéria e a Energia Escuras:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=chegou-o-momento-para-uma-nova-teoria-da-gravitacao-&id=010130090508

    Ou seja, como vc pode ver, os cientistas não sabem o que fazer com uma matéria idealizada nos anos 60 e popularizada nos anos 70 que não pode ser vista, tocada ou medida, e nem reproduzida em laboratório. Você já viu QUALQUER manifestação da natureza que funcione assim? Não, pq tal coisa não existe, e está mais para metafísica do que para ciência de verdade.

    Logo te explico a verdade por trás disso.

  • eduardo:

    Tá muito entendido, hein Glauco…
    Dá uma lida: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010130060823

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u374906.shtml

    Entre outros sites…

    A matéria escura, ao que parece, existe sim. O que acontece é que faltam informações, estudos mais detalhados, e até mesmo uma observação direta do “objeto”.
    Assim como os buracos negros… até hj cientistas ainda não conseguiram uma imagem do grandalhão, nas com base em várias observações e cálculos, eles sabem que o fenômeno tá lá, que existe…

    Então, não se pode afirmar que matéria e energia escuras não existem… acho que ainda vai dar muito pano pra manga até concluírem todas essas pesquisas e teorias…

  • Glauco:

    Bruno,
    Dá uma estudada profunda no site do Prof. McCanney, ouça todos os seus programas de rádio e leia seus livros, e vc vai perceber q o q ele tem não é uma “Teoria”, é um modelo científico que substitui completamente a maioria das teorias existentes hj em dia na área espacial com muito mais simplicidade, elegância e com fatos concretos.

    A energia e a matéria escura nunca puderam ser comprovadas, seja por observações, seja por experiências em laboratório. É uma teoria malfeita que não sobrevive nem a uma Navalha de Occan.

    Já mandei o site do prof. McCanney prá Natasha, espero que ela se dedique ao seu estudo.

  • Bruno Juncklaus:

    Felipe, existe luz artificial e nós (humanos) podemos sobreviver com ela, óbvio que teríamos que nos adaptar a várias outras coisas, pois não é como sair a noite.

    Glauco, o prof. James aí, tem uma TEORIA e não uma resposta correta.

    Minha pergunta é:

    – O que/Quem são candidatos a WIMps? Se alguém souber comenta aí, até você mesmo Natasha. Valeu.

  • Glauco:

    O problema maior é que a Energia Escura e a Matéria Escura não existem.

    Prof. James McCanney possui a resposta correta prá essa falsa “falta de massa” no Universo.

  • FELIPE:

    Bom, acho que não seria possivel, pois acho que a materia escura não produz a energia precisa para tal efeito. Ela não produziria luz, e provavelmente não haveria combustivel para manter ao menos um infeliz de um ser vivo no ambiente. Uma das coisas que não entendo é a abceção dos humanos pelo espaço, sendo que ele proprio não conhece o proprio planeta.

  • Troll:

    Creio que no futuro poderemos juntar esse matéria escura e absorver sua energia térmica.

  • Elton:

    Se o planeta não tem estrela ela orbita o que?

    • John jones:

      nunca ouviu falar em planeta errante?

Deixe seu comentário!