Menores letras do mundo são escritas por caneta atômica

Por , em 20.10.2008

Pesquisadores da Universidade de Osaka, no Japão, estão escrevendo coisas muito pequenas com a sua recente invenção: uma ‘caneta atômica’ que pode escrever átomo por átomo.

A ‘carta’ resultante de 2 x 2 nanômetros (aproximadamente 40 mil vezes menor do que a espessura de um fio de cabelo) contém a apenas palavra “Si” de silício ou simplesmente um “sim” em espanhol. Parece o slogan de uma campanha pró-nanotecnologia.

De acordo com Masayuki Abe, um dos cientistas do projeto, eles alcançara o limite para a escrita: “Não é possível escrever menor do que isso”, ele disse.

A caneta atômica foi criada ao usar a ponta de um microscópio de força atômica, que interage com a superfície de semicondutores quando está próximo ao trocar átomos de silício. De acordo com os cientistas este é um novo passo em direção à miniaturização de chips, que finalmente nos levarão a computadores incrivelmente pequenos.

Os resultados foram publicados na edição de outubro da revista científica Science. [Pink Tentacle via Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,00 de 5)

3 comentários

  • Iris:

    hahah, interessante… mas existem tantas coisas q são um mistério e o pessoal fica se preocupando em criar as menores letras…

  • Tainan:

    Isso seria muito útil nos exames escolares com um dispositivo de leitura especial e pequeno ! rsrsrsrsrsrs

  • TONINHO , SP:

    Muito boa , assim poderemos colocar micro plaquinas nas
    beiradas , e assim não teremos mais o ploblema de saber onde esta
    colocando e no de que,
    ” assim acaba a expresão de bebo nun tem dono ”
    VOU MANDA JA ETIQUETAR O MEU .
    ASSIM QUE ENTRA JA SABE QUE E O MEU …

Deixe seu comentário!