Mergulhador quase é engolido por baleia-de-bryde de 15 metros [vídeo]

Por , em 21.05.2014

Esta baleia-de-bryde de 15 metros de comprimento chegou perto de engolir, embora acidentalmente, o mergulhador Rainer Schimpf em Port Elizabeth, na África do Sul.

A baleia apareceu bem debaixo de Rainer, nadando a toda velocidade com a boca aberta para pegar tantos peixes quanto podia.

O mergulhador estava debaixo d’água assistindo exatamente a corrida das sardinhas, um evento natural que envolve milhares de milhões de sardinhas que se deslocam de um lugar para outro por conta da sua época reprodutiva.

Inesperadamente, a baleia apareceu do fundo do oceano, e desviou no último momento para evitar se chocar diretamente com Rainer. No entanto, sendo um mamífero gigante, deslocou tanta água que o mergulhador foi lançado para longe.

Na verdade, dizer que o animal apareceu “inesperadamente” é meio errado. De fato, a baleia-de-bryde é uma espécie muito “caseira” de baleia, que quase não migra e passa o ano todo em águas tropicais e subtropicais nos oceanos Índico, Atlântico e Pacífico. Seu nome é uma homenagem a Johan Bryde, construtor do primeiro porto baleeiro da África do Sul, em 1909, de fato que estar em Port Elizabeth é uma aposta segura de encontrar uma. A baleia-de-bryde já até foi fotografada anteriormente se alimentando de grandes cardumes de sardinha.

Moral da história: não mergulhe em áreas onde animais enormes que costumam se alimentar da comida nadante ao seu redor possam aparecer e acidentalmente lhe comer.

Caso não tenha ficado claro, isso não serve só para baleias-de-bryde. Em outro episódio assustador, dois mergulhadores que estavam flutuando na tentativa de captar algumas imagens das baleias-jubarte se alimentando também quase foram engolidos quando um enorme cardume de pequenos peixinhos apareceu próximo a eles.

Claro que não queremos dizer que as baleias vão certamente lhe comer, afinal, não somos o lanchinho preferido delas, e é por isso que a palavra “acidentalmente” apareceu tantas vezes.

Aliás, elas podem ser bem amigáveis. Assim como essa baleia desviou de Rainer, em 2009, a mergulhadora Yang Yun foi amparada por uma baleia-branca chamada Mila, quando suas pernas paralisaram no meio do oceano por causa do frio congelante. O animal mordeu seu membro e a levou de volta para a superfície. Para a sorte da nadadora, os dentes dessas baleias são pequenos, e Yang não se machucou – pelo contrário, foi salva. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!