A ponte misteriosa onde cachorros cometem suicídio: mito ou realidade?

Por , em 25.03.2014

Você já pode ter ouvido a história de uma misteriosa ponte na Escócia (talvez aqui mesmo no Hype) de onde – acredita-se – diversos cachorros inexplicavelmente já saltaram para a morte ao longo dos anos, levando à especulação de explicações sobrenaturais para a bizarra e aterrorizante tendência suicida dos cães no local.

No entanto, também especula-se que o número real de cães que se jogaram da ponte é muito exagerado. Além disso, os cientistas apresentaram uma explicação de que os cães são atraídos por um forte cheiro de vison (aquele mamífero muito visado para a produção de casacos de pele) que existe na ponte. De qualquer forma, vamos explorar mais a fundo este estranho e misterioso caso.

Existe uma bela e pitoresca ponte de pedra na cidade de West Dunbartonshire, na Escócia. Ela seria uma ponte antiga como outra qualquer se não fosse o lugar onde coisas sobrenaturais acontecem. Segundo relatos de moradores da região, uma quantidade incrível de cães, inexplicavelmente e de uma hora para a outra, pulam para a sua morte no mesmo lugar nesta ponte – e tem sido assim há várias décadas.

Eles afirmam que ao longo deste período de tempo, cerca de 50 cães da redondeza escolheram esta ponte para se suicidar ao saltar dela. Embora muitos cachorros não tenham morrido imediatamente após a queda (a distância entre a ponte e o solo abaixo dela não é particularmente grande), muitos tiveram de ser sacrificados na sequência em decorrência de seus ferimentos. Como era de se imaginar, a especulação em torno da ponte sombria tem sido intensa, e muitas pessoas querem se apegar a explicações não convencionais – em grande parte porque o desconhecido faz desta história muito mais interessante.

Mas, (in)felizmente, não há nada de particularmente estranho sobre a ponte. Um especialista em comportamento animal decidiu testar o fenômeno com seus próprios olhos para verificar o que estava acontecendo por lá. Ele contou com a ajuda de um dos cães que tinha sobrevivido à ponte maligna para explorar o local.

O especialista percebeu que o animal parecia intrigado especialmente com a parte em especial de que todos falavam nas histórias, por isso foi esta seção que recebeu mais atenção do profissional responsável pela investigação do mistério. Vários ninhos de animais foram encontrados por lá, incluindo de vison. Após uma bateria de testes, os cientistas descobriram que os cães realmente gostam do odor exalado pelos visons – mas muito mesmo. A ponto de se jogar da ponte por eles.

Ou seja, chegou-se à conclusão de que tudo que os cães queriam era caçar os animais peludinhos, só que seus pequenos cérebros de cãezinhos não eram capazes de interpretar com que tipo de queda (mortal) eles estavam lidando. Também deve ser notado que o mesmo especialista explicou que é impossível para um cão cometer suicídio, uma vez que ele não consegue premeditar suas ações desta maneira.

Além disso, os relatos da quantidade de mortes de cães no local são provavelmente muito exagerados. Depois que este especialista em animais decidiu pesquisar a história que soava como lenda urbana, a coisa inteira começou a ser desvendada. Vários jornais diferentes haviam dado versões da história tempos atrás, mas nenhum deles tinha conseguido chegar a um número específico de quantos cachorros realmente morreram ali. Os números variaram entre 5 a 50, e ninguém tinha qualquer evidência do número exato de mortes.

Por mais que gostemos de histórias sobrenaturais e de pontes antigas escocesas, a moral desta história é que cães realmente gostam do cheiro de visons e que, provavelmente, não são capazes de cometer suicídio. [Knowledge Nuts].

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!