Mito ou realidade: mulheres preferem homens com traços mais viris?

Por , em 30.10.2012

Em 1999, um estudo mostrou que, durante a primeira metade do ciclo menstrual (quando as chances de engravidar são maiores), as mulheres se sentem mais atraídas por homens com traços mais masculinos (com o rosto mais quadrado, por exemplo) e que, na segunda metade do ciclo, não havia tanta “preferência” por essas características.

Desde então, a ideia de que as mulheres no começo da evolução humana buscavam homens com mais testosterona ganhou força. Seguindo essa lógica, muita gente acredita que esses homens teriam “melhor material genético”, mas ao mesmo tempo estariam mais propensos a ser infiéis; assim, as mulheres buscariam homens mais “viris”, mas os trocariam por aqueles com menos testosterona, supostamente mais fiéis.

De acordo com pesquisa recente, contudo, o ciclo menstrual não afeta as preferências das mulheres. Ao replicar o estudo de 1999, a pesquisadora Christine Harris, da Universidade da Califórnia (EUA), não encontrou qualquer efeito do ciclo nessa preferência por traços mais fortes. E acrescenta: a teoria básica de que homens mais “masculinos” seriam mais atraentes ainda não foi comprovada por estudos. “Eles precisam mostrar que homens com rostos mais masculinos realmente têm bons genes”, aponta.

Ainda assim, o estudo de Harris foi questionado por não ter levado em conta que diversos outros tiveram resultados similares aos de 1999. “Estranhamente, ela parecia não saber que 15 dos 20 artigos publicados depois de 1999 tiveram o mesmo resultado”, diz Lisa DeBruine, da Universidade de Glasgow (Reino Unido). Harris, por sua vez, lembra que várias pesquisas usaram definições diferentes para o “período fértil”, o que poderia levar os autores a interpretar erroneamente os resultados e ver efeitos que, na verdade, não existem.

E vocês, leitoras? O que acham dessa ideia de “preferência genética”?[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 3,33 de 5)

13 comentários

  • Oswaldo Junior:

    Acho q a mulher q tem boa inteligência só precisa entender a diferença entre um namorado/cônjuge e um papai ou vovô (os que só cuidam)

  • Oswaldo Junior:

    Quanto menos as pessoas mentirem, mais chances teremos de tomar bons conhecimentos – conhecimento da realidade, gostemos ou não.

  • Jorginho:

    Bem, grande parte delas… basta ter algo que possa mantê-las sustentável; tipo um “quinhão”!
    Nesse caso, pode ser careca, feio, barrigudo, vesgos…
    Falei bobagem!?
    Oh, mentes poluídas!!!!

    • Oswaldo Junior:

      Muito provavelmente falou bobagem. Esse tipo de cara q citou frequentemente é um grande corno.

  • Carlos Eduardo Pascini:

    Tudo esta relacionado a “presença sexual”, ou seja, os traços mais rústicos simbolizam um homem que esta prestes a fecundar e passa a mensagem no subconsciente das mulheres que eles tem experiencia para cuidar delas, já que, eles já são mais velhos ( isso elas vão reparar na aparência deles). Pessoas com menos traços, dar-se a impressão que são meninos, uma vez que essa é uma característica física de criança, então, subconscientemente elas julgam como se ele fosse um “filho” e passa a aderir um sentimento de “mãe” (sentimento materno) ao mesmo tempo que concilia ( se houver atração) com um sentimento sexual.

    • Leonardo Marques de Souza:

      Err… fontes?

    • Oswaldo Junior:

      Eu meio que concordei. E é justamente dessa forma aí q vi muitas mocinhas ignorantes cometendo suas gafes na hora de escolher um homem.

  • Clara Telis:

    O problema dessas pesquisas é levantar a questão :mito ou verdade?

    E eu levanto resposta : Mulheres não são psicológicamente iguais a fêmeas de outras espécies e nem os homens ,isso quer dizer que cada pessoa tem seus próprios gostos.

    Mas que coisa chata…

  • Cristina Coelho:

    Realidade…

  • Edmar Junior:

    Tentam explicar o inexplicável …

    • Daniel Caparros:

      Não existe inexplicável para a ciência

    • Edmar Junior:

      É tudo bem diferente quando se trata de sentimentos .. e de mulheres ..

    • Vinicius Dantas:

      Continua sendo hormônios e interações químicas.

Deixe seu comentário!