NASA diz que nuvens da Terra estão “murchando”

Por , em 26.02.2012

As nuvens da Terra ficaram um pouco menores – cerca de 1%, em média – durante a primeira década deste século, segundo um estudo financiado pela NASA com base em dados do satélite da instituição. Os resultados têm implicações potenciais para o clima global no futuro.

Cientistas da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, analisaram os primeiros 10 anos de medições globais da altura dos topos das nuvens (a partir de março de 2000 a fevereiro de 2010). O estudo revela uma tendência geral de diminuição da altura da nuvem. A altura média global da nuvem diminuiu cerca de 1% ao longo da década, ou seja, cerca de 30 a 40 metros. A maior parte da redução foi devido a menos nuvens que ocorrem em altitudes elevadas.

O pesquisador Roger Davies disse que, por enquanto, o registro é muito curto para ser definitivo, e fornece um indício de que algo de muito importante pode estar acontecendo. Um acompanhamento de longo prazo será necessário para determinar a importância da observação para as temperaturas globais.

Uma redução consistente na altura da nuvem permitiria a Terra arrefecer até o espaço de forma mais eficiente, reduzindo a temperatura da superfície do planeta e retardando potencialmente os efeitos do aquecimento global. Isto pode representar um mecanismo de “retorno negativo” – uma mudança causada pelo aquecimento global que trabalha para combatê-la. “Nós não sabemos exatamente o que faz com que as alturas das nuvens diminuam”, diz Davies. “Mas isso deve ser devido a uma mudança nos padrões de circulação que dão origem a formação de nuvens em grande altitude”.

A nave espacial Terra, da NASA, está programada para continuar coletando dados até o final desta década. Os cientistas continuarão acompanhando os dados de perto para ver se esta tendência terá continuação.

Outra missão da NASA que estuda as nuvens é o CloudSat, lançado em 2006. O CloudSat é o primeiro satélite que utiliza um radar avançado que “fatia” através das nuvens para ver sua estrutura vertical, proporcionando uma capacidade totalmente nova de observação do espaço. O principal objetivo CloudSat é fornecer dados necessários para avaliar e melhorar a forma como as nuvens são representadas em modelos globais, contribuindo assim para melhores previsões de nuvens e, portanto, seu papel mal compreendido na mudança climática e o feedback nuvem-clima. [ScienceDaily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

19 comentários

  • leno maiki giacomini:

    Sera que isso diminuiria as enchentes

  • Roberto:

    Orçamentos andam murchando mais que as núvens na NASA.

  • Jorge Luiz:

    A NASA só não divulga que esta nova “Mini Era Glacial” já começou e que vai durar cerca de 2 séculos, a isto chamaremos de ciclo das águas terrestres ou algo parecido já comentei isto no passado em meu twitter @jorgeluizsgomes

    https://twitter.com/#!/jorgeluizsgomes/status/19828208710979584

    Como já havia dito antes “divirtam-se”…

  • Mr Honor:

    Não é curioso que uma corrente de pensamento sobre o planeta Terra ser um organismo vivo “Gaia Ciência”, (NÃO QUERO AQUI DEFENDER NADA PARECIDO, APENAS QUERO FAZER PARARELOS)preconize em muitos de seus escritos algo que eu percebi aqui nesta matéria? Se as nuvens estão “murchando”, termo que me pareceu indevido, ou a se formarem mais baixas na atmosfera gerando nissto um arrefecimento possivel do clima, leva-me a pensar no processo respiratório, por exemplo, dos mamíferos terrestes; a homeoternia ou endotermia é um processo que permite manter a temperatura corporal estável para a manutenção da qualidade da vida do ser. Estou viajando? o planeta Terra está compensando-se, diante do aquecimento, as nuvens mais baixas esfriariam e esquilibrariam seu “sistema vivo”? Podemos ver isso igualmente também como um processo natural, ainda que parece para muitos esquisito que o planeta possa mesmo ser mais do que uma simples massa de terra, água, gases, um corpo apenas girando em torno do sol por razões mecânicas celestes. Sei lá, fiquei intrigado com isso…

  • Antônio Gomez:

    Caros em outras palavras, a NASA quis dizer é que vai haver arrefecimento global.”FRIO”, SOL EM MÍNIMO, NUVENS DESCENDO, MUDANÇA NA POLARIDADE DA TERRA, CAMPO MAGNÉTICO CADA VEZ MAIS FRACO, INCIDÊNCIA CADA VEZ MAIOR DE RAIOS CÔSMICOS GERANDO MAIS NUVENS NA TERRA. JUNTA TUDO E VEREMOS UMA NOVA ERA GLACIAL.

  • mariangela:

    Eu ja havia percebido que ultimamente so tem nuvens baixas, foi chocante constatar q não é minha imaginação ,agora qto a essa percentagem , n acredito .

  • Jonatas:

    Isso são ciclos. Não será surpresa se daqui a dez anos a Nasa não der notícia de aumentos nos tamanhos das nuvens. Aquecimento Global é natural, já aconteceu antes, e vai acontecer de novo. O mais fantástico é que dedicamos vastos poderes de processamento computacional para entender o Clima terrestre, e mesmo assim ele continua essencialmente imprevisível.

  • DREIKE:

    BOM SE QUEREM SABER OQUE VAI ACONTECER COM A TERRA!!
    PAREM DE PESQUISAR E LEIAM O LIVROS DOS ESPIRITOS!
    O MUNDO ESTA MUDANDO,E ISSO A MUITO TEMPO!
    O VERÃO ESTÁ CADA VEZ MAIS QUENTE,O INVERNO ESTÁ CADA VEZ MAIS FRIO!
    EXISTE UMA ESTRELA CHAMADA DE CINTURÃO DE FÓSTON QUE SE APROXIMA DA TERRA A CADA ANOS MAIS,NELE EXISTE ESPIRITOS EVOLUIDOS QUE POR CAUSA DESSA APROXIMAÇÃO ESTÃO ENCARNANDO NA TERRA DESDE 1998.
    ESSES ESPIRITOS CHAMADOS DE INDIGOS,SAO INTELIGENTES DEMAIS.
    POR ISSO AS CRIANÇAS DE HOJE SÃO INTELIGENTES DEMAIS!!!!!!
    A TAMBEM UM METEORO QUE ESTA PARA SE CHOCAR COM A TERRA,
    NÃO SABE-SE O ANO,NEM DIA,NEM HORA E NEM LOCAL.
    SABE-SE APENAS QUE VAI CAIR.
    VAMOS COMEÇAR A PENSAR NA NOSSA EXISTÊNCIA,PEDI PERDÃO PELOS ERROS.
    NÃO TENTEM SALVAR A MATÉRIA,POIS O IMPORTANTE É O ESPIRÍTO!!!
    FICA A DICA

  • André Luis:

    Talvez seja puro reflexo das mudanças climáticas, se realmente for assim como descrevem.

  • Glauco Mega_X:

    A NASA tem hora q só fala besteira, começaram a analisar a 10 anos e notaram uma diminuição. Não sabem nem se isso é um ciclo ou se sempre foi assim, já juntam a merda do assunto de aquecimento global para dar impacto a uma pesquisa inútil.

    • Deco:

      A NASA faz o estudo e divulga o resultado, quem transforma isso em notícias especulativas não é ela…

    • Anonimo:

      Pesquisa inutil.Falou o representante do mais importante pais em ciencias da terra.Quem precisa fazer estudo, o brasileiro julga a utilidade deles só lendo um noticia…

    • CASTOR:

      concordo …
      o objetivo da nasa é botar medo na população e tornar o povo americano com medo e totalmente dependente do governo … depois que implantaram a lei marcial a nasa vem botando muito terror na população americana
      mandando eles se previnirem contra possiveis catastrofes e avisando que o governo ta usando de tudo para protejelos
      p#### nenhuma … não sei o plano deles não mais tem algo errado ae
      só que os americanos com sonhos futeis e estupidos não enchergam isso
      a S.O.P.A. e a P.I.P.A vai rolar dinovo … acabando de tirar a liberdade de expreção deles e dificultando um possivel protesto do povo

    • Giovane:

      Bom, pra mim todo e qualquer estudo sempre será útil.

  • Paulo Eduardo:

    O aquecimento global está alterando demais o ar na atmosfera e as consequências disso retarda o processo de condesaçaõ das nuvens diminuindo frequêntemente.

    • Paulo Eduardo:

      Contudo não acho que 1% por década seje algo preocupante.

    • Deco:

      É, espero que não seje mesmo………

    • matheus:

      Nesse momento não é preocupante, mas dentro de 10 anos isso aumenta em torno 2,5%. De imediato não faz muita diferença e se lembrarem que as transformações ocorrem gradativamente ao longo do tempo provavelmente a temperatura da Terra poderá cair drasticamente, pois a diminuição dos raios refletidos pela nuvens de volta a superficie da Terra.

  • jhully nathally:

    eu tenho medo dessas coisas

Deixe seu comentário!