No litoral de Portugal, a crosta da Terra pode estar descascando

Por , em 9.05.2019

Em 1969, um grande terremoto sacudiu o litoral de Portugal, iniciando um tsunami que matou mais de dez pessoas. Muito antes disso, no século XVIII, um terremoto muito pior atingiu a mesma área, matando cerca de 100 mil pessoas e destruindo a cidade de Lisboa.

Dois terremotos em 200 anos não é uma frequência alarmante, mas o que deixou cientistas intrigados é que eles aconteceram em uma região em que o chão do oceano é liso, sem falhas ou rachaduras.

Placas tectônicas

Normalmente os terremotos acontecem em regiões em que as placas tectônicas se encontram. Então o que estaria causando esses terremotos?

Uma das hipóteses é que a placa tectônica estaria se descascando em duas camadas, uma abaixo da outra. Este fenômeno nunca foi observado antes, dizem cientistas que relataram o caso na Assembleia Geral da União Europeia de Geociências, que aconteceu em Viena.

Essa descamação pode estar criando uma nova zona de liberação de energia entre essas duas camadas. A divisão provavelmente está acontecendo por causa de uma camada absorvente de água no centro da placa, de acordo com a National Geographic. Essa camada pode passar por um processo geológico chamado serpentinização, em que minerais são convertidos em serpentina.

Esse processo acontece quando a água que se infiltra pelas rachaduras fazem o a camada se transformar em minerais verdes macios. E isso pode estar causando a divisão das camadas. Esses cientistas não são os primeiros a propor essa ideia, mas são os primeiros a trazerem alguns dados que dão suporte à hipótese.

Eles testaram a ideia com dois modelos 2D, e seus resultados preliminares mostraram que esse tipo de atividade é realmente possível, mas que ainda necessita de mais estudo para ser comprovado. A pesquisa ainda não foi publicada em uma revista revisada pela comunidade científica. [Live Science]

A África está se dividindo em duas partes, e aqui está a prova

10 verdades chocantes sobre a Terra

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (30 votos, média: 4,97 de 5)

Deixe seu comentário!