O plástico pode te deixar doente? Parece que sim

Por , em 16.06.2008

Parece que tudo o que comemos ou bebemos está coberto em plástico. O plástico embala nossas comidas rápidas, mexe nossos ovos, guarda nossa água e alimenta nossos bebês. Mas ele é um problema para a nossa saúde? Bem, depende do tipo de plástico, o que você faz com ele e a quem você pergunta. Bisfenol-A, um ingrediente do plástico, pode estar em nossa mente por ter sua segurança questionada recentemente.

Três fatores importantes devem ser verdadeiros para que um plástico possa causas problemas. Primeiramente, ele precisa ter algum ingrediente prejudicial em sua composição. Em segundo, a substância prejudicial precisa se desprender do plástico para entrar no seu organismo. E em terceiro, é necessária quantidade suficiente desta substância para causar danos em você.

Policarbonato, um tipo de plástico, possui pelo menos dois destes três critérios danosos. Ele contém um biosfenol A, (BPA, na sigla em inglês), que recebeu bastante atenção ultimamente por causa do seu uso nas mamadeiras que nossos bebês utilizam todos os dias e os danos que potencialmente causou em animais. Estudos mostraram que o BPA pode migrar do plástico para os alimentos e bebidas e, em seguida, para o seu corpo. » Mito: Bebê com febre é um sinal de dente nascendo

BPA é a molécula que mantém os ingredientes do plástico juntos. Mas em parte do policarbonato, nem todo o BPA se liga ao plástico. É esse BPA solto que se liga aos alimentos e bebidas que estão embalados em policarbonato e penetra no seu corpo.

No corpo o BPA age como um disruptor endócrino, mascarado como um hormônio sexual similar ao estrogênio. Isso é um problema em particular para o desenvolvimento sexual, que depende de sinais hormonais precisos: Crescer agora! Desenvolver pelos! Não ter seios, você é menino! Estudos mostraram que o BPA pode prejudicar ratos em desenvolvimento, mesmo em pequenas quantidades. A questão é se ele pode prejudicar os humanos nas quantidades nas quais regularmente estamos expostos. Continua…

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • atualizar android:

    Nossa, estou muito surpreso. Vivendo e aprendendo

  • BK Maria Vicência:

    as mães precisam tomar conhecimento é muito importante e quase que ninguem sabe a respeito.

  • fernada carla:

    gostei muito e dou nota 10

  • Rosto risonho de bebê dá ‘barato’ natural na mãe | HypeScience:

    […] Os investigadores descobriram que quando as mães viam os rostos de seus próprios bebês, áreas chave do cérebro associadas com a recompensa se acendiam durante o escaneamento, sugerindo fluxo sanguíneo maior naquela área. Mamadeira de plástico pode fazer mal para o bebê? Parece que sim […]

  • Fran Tivol:

    Puxa! Se eu usar plástico vou ter seios?

Deixe seu comentário!