O que se esconde nas sombras da lua?

Por , em 23.01.2012

Algumas das áreas mais intrigantes da lua são também as mais difíceis de ver. Esses pontos, chamados de regiões com sombras permanentes, estão sempre escuros e não refletem luz, o que impede os telescópios e satélites de capturar imagens.

Mas agora, pesquisadores estão usando métodos indiretos para enxergar essas áreas, que podem ser abundantes em água congelada.

As regiões com sombras estão localizadas nos polos e em profundas crateras. Para conseguir uma imagem, os cientistas usam luz refletida em átomos de hidrogênio que flutuam no universo. Essa luminosidade é chamada de emissões Lyman-alfa e está em comprimentos de onda baixos.

“Ao invés de usar a luz do sol refletida, partimos para uma alternativa indireta”, comenta o coautor do estudo, Kurt Retherford. “Nossa luz reflete nos átomos de hidrogênio que estão espalhados pelo sistema solar”.

O mapeamento lunar com esse tipo de luz revelou que as regiões de sombras se mostram mais escuras do que as outras partes da lua.

“Nossa melhor explicação para essa diferença é que a superfície nas regiões polares é mais porosa e macia”, afirma Retherford.

Os cientistas imaginam que a presença de água seja responsável por essas características.

Pequenas partículas de água congelada se movendo para dentro e fora podem provocar os buracos, o que dá a textura porosa.

Estudos anteriores descobriram que a terra nas latitudes mais baixas da lua, que estão expostas à luz, deve apresentar até 0,5% de água congelada.

O novo estudo acrescenta que nas regiões sem luz, a quantidade de água pode chegar até 2%.

“Você esperaria que tivesse mais nas regiões com sombras permanentes do que fora delas”, comenta Retherford.

O mapeamento está de acordo com as novas descobertas científicas sobre a lua, de que contém pequenas porções de água, ao contrário do pensamento antigo, de ser completamente seca.

“Um dia, quando uma astronauta for até essas regiões, nós poderemos entender isso melhor”, comenta Retherford. “A maioria das medições antigas de água apontam para sua presença muito abaixo da superfície. Mas a água dessas regiões parece ser mais acessível para os astronautas, no futuro”. [MSN]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

17 comentários

  • José Calasans:

    Nessa parte da lua tem mais coisa do que podemos imaginar e muita gente está escondendo.

  • Lucas:

    pelo que eu assisti, no lado negro tem uma nave dos Autobots!!!

  • Capitão Caverna:

    “Estudos anteriores descobriram que a TERRA nas latitudes mais baixas da lua…” Essa frase me deixou confuso. Mas a matéria é muito interessante.

    • UTILIDADES VIRTUAIS:

      Terra = nosso planeta
      terra = solo, chão.

      Estudos anteriores descobriram que a terra (solo) nas latitudes mais baixas da lua, que estão expostas à luz, deve apresentar até 0,5% de água congelada.

    • Emerson Brito:

      Colocando a frase numa ordem mais fácil de ser entendida:

      “Estudos anteriores descobriram que a terra (a AREIA) deve apresentar até 0,5% de água congelada, nas latitudes mais baixas da lua, que estão expostas à luz.”

    • Capitão Caverna:

      A palavra “solo” ficaria melhor.

    • Emerson Brito:

      Concordo !

      Infelizmente muitas vezes a tradução dos textos por conta dos que aqui repassam as notícias deixa muito a desejar…

    • Ezio Jose:

      Quando nós nos referimos Terra ao planeta é uma coisa e de outra forma seria o solo, o chão. Tem criança que come terra (os antigos diziam que elas estavam com lombrigas); na realidade elas comeriam solo na palavra que está em discussão. Outras crianças chupam manga e limpam a boca na manga da camisa, o que fica difícil para as lavadeira desencardir. Enquanto isso ficamos aquí só com o caroço da manga que não sabemos se caiu na terra, no chão ou no solo.

  • Douglas:

    a lua seria uma otima base de recursos naturais principalmente agua , que é a coisa mais valiosa no espaço,
    e helio 3 , e minerais, mais se for detonar a lua é melhor ir em algum asteride,q deve ter milhares de kilos de metais, e se rachar no meio nao f*** toda a terra

  • Jonatas:

    No futuro, a Lua será o nosso portão para o Universo. Na Lua, a riqueza mineral e sua fácil extração devido ao solo pouco resistente pode propiciar a construção de hangares e fábricas de veículos espaciais que cruzarão o Sistema Solar, além da decolagem ser muito mais fácil do que na Terra, a riqueza em combustível também é maior na Lua.
    Certamente existem problemas, porque na Lua a noite dura duas semanas, um problema se a principal fonte de energia for o Sol. Por isso imagino uma extensa linha de transmissão ao longo de equador lunar, para que os painéis solares da face iluminada forneça energia para a base lunar enquanto esta está nas sombras.
    Para os seres humanos, já se sabe haver água e oxigênio nas rochas lunares, entretanto um problema real é a gravidade 1/6 da terrestre, o que exigiria maratonas de exercícios e acompanhamento para evitar o enfraquecimento dos ossos e dos músculos. Sem atmosfera, nem ozônio nem campo magnético, a radiação do Sol obrigaria a habitações humanas em cavernas abaixo do solo lunar, no interior de montanhas ou crateras profundas.
    Mas nem todas as dificuldades lunares vão segurar a milionária indústria do turismo espacial do futuro, então nossos netos poderão ter a vista de uma noite de Terra cheia no horizonte estrelado do empoeirado e montanhoso mundo lunar. Uma noite de Terra Cheia na Lua seria no mínimo quarenta vezes mais brilhante que nossas noites de Lua cheia, dado a alta taxa de reflexão da atmosfera terrestre e seu volume 50 vezes maior que a Lua, portanto, o espetáculo é garantido.

    • gargwlas:

      o interesse na lua nem é tanto turistico mas sim como ponte para Marte…

      a Terra tem 5% de minerio de ferro.. em Marte são 14% e muitas vezes a flor da terra, então ja tire suas conclusões.

      sobre a energia penso que seria mais interessante Satelites Solares(fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sat%C3%A9lite_de_energia_solar)

    • Emerson Brito:

      @Jonatas “…a riqueza em combustível também é maior na Lua.”

      Que tipo de combustível ???

    • Jonatas:

      Em especial o Hélio 3, elemento químico raríssimo na Terra, mas abundante na Lua.

    • Emerson Brito:

      Fico imaginando uma Vale do Rio Doce instalada na Lua… O satélite ficaria “oco” em pouco tempo…

    • Jonatas:

      Em A máquina do Tempo, filme estrelado por Al Paccino (não sei como se escreve), ele viaja pro futuro e em 2030 a Lua está sendo fortemente colonizada. Em 2037 as implosões internas para a construção de colônias subterrâneas na Lua desestabiliza a órbita e a Lua despenca na Terra, destruindo a civilização humana.

    • Ezio Jose:

      Ainda mais com contratos vitalícios de venda do minério à preço de bananas para outros nações alienígenas.

    • wpa:

      Até lá a fonte de energia será um raro isótopo nuclear, o Hélio-3, onde é abundante na Lua. Hoje, cerca de 100 toneladas deste material seria capaz de sustentar todo o consumo mundial de energia por 1 ano. A quantidade existente na Lua é capaz de sustentar o consumo de energia da humanidade por 10 mil anos.

Deixe seu comentário!