Obesidade: 3 maneiras bizarras de combater esse mal

Por , em 7.08.2013

Campanhas de conscientização sobre os males da obesidade e sobre os benefícios de se manter um peso adequado, pelo visto, são ideias “convencionais demais” para alguns cidadãos de Taiwan, Dubai, Samoa e do Japão que preferiram adotar soluções mais “inovadoras” para combater os crescentes índices da condição em seus países.

Conheça, a seguir, três dessas abordagens.

Como combater a obesidade

3. Chip wi-fi que avisa seu médico quando você come demais

Implantado em um dente de um comedor descontrolado, o pequeno chip desenvolvido por pesquisadores da Universidade Nacional de Taiwan monitora a boca do cidadão – e é capaz de diferenciar uma simples conversa de uma ida ao rodízio de carnes mais próximo. Na versão final do dispositivo, os dados serão enviados ao médico encarregado de monitorar a dieta da pessoa.

O projeto ainda não foi concluído, mas já tem resultados promissores no combate à obesidade – portanto, é uma boa ideia melhorar seus hábitos alimentares antes que essa tecnologia entre na moda.

2. Recompensa em ouro para quem emagrecer

Da metade de julho à metade de agosto, o governo municipal de Dubai (Emirados Árabes) irá pagar 1g de ouro para cada 1kg que um cidadão emagrecer (contanto que emagreça no mínimo 2kg). Para evitar fraudes, a pessoa deve se pesar em balanças públicas instaladas pelo governo.

Uma solução curiosa, mas não tão inesperada: afinal, Dubai é uma cidade “rica”, e os Emirados Árabes são o quinto país com maior número de obesos no mundo.

1. Aumentar o preço de serviços de acordo com o peso da pessoa

Passageiros das linhas aéreas Samoa Air devem se pesar (junto com suas bagagens) antes de embarcar no avião. Se o peso total estiver acima do limite estabelecido, a pessoa deve pagar um valor maior pela viagem – centenas de dólares a mais, dependendo do caso.

No Japão, a empresa Lady Share House B&D, responsável por um conjunto habitacional, adotou uma estratégia parecida: para cada 1kg que o inquilino ganhe depois de começar a morar lá, o aluguel aumenta em 10 dólares (cerca de R$ 23); para cada 1kg que o inquilino perder, o aluguel fica 10 dólares mais barato.

Diante disso, uma pergunta não quer calar: leitor, se você morasse lá, seu aluguel aumentaria ou diminuiria? [Cracked]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • Filipe Freitas:

    É triste ver matérias desse naipe num site que deveria ser inteligente.

  • Lulu:

    Acho bem válido a idéia do valor do bilhete aéreo ser vinculado ao peso do passageiro ou pelo menos a cota da bagagem.
    Se isso é levado é consideração quando vou transportar minha bagagem ou o meu cão, nada mais relevante e justo.
    Eu que peso 50 kg tenho a mesma cota de bagagem que alguém que esteja transportando 150kg em peso corporal, e tenho que me contentar em levar uma malinha modesta ou pagar um valor exorbitante se quiser voltar com algo extra da viagem.

  • daniel_vieira30:

    com certeza meu aluguel diminuiria, sou um dakeles magros de ruindade, qqr coisinha q acontece comigo eu perco 3 ou 4 quilos facilmente.
    a algumas semanas eu adoeci e perdi 5 quilos em uns 4 dias, até hj n consegui recuperar nem metade.

    • Rogerio79:

      Isso mostra o quanto nos somos “livres”.

    • Roger Sudo:

      haha somos dois!

Deixe seu comentário!