5 animais extremamente babacas que todo mundo considera super fofos

Por , em 30.04.2015

A humanidade tem uma tendência a romantizar o resto do mundo natural. Nós, seres humanos, não somos grande coisa – destruímos os recursos naturais, prejudicamos o meio ambiente e, em geral, agimos como idiotas. Mas o resto da natureza? Ah, não. Outros animais são nobres e gentis. Devemos aprender com eles. Certo?

Errado. Os animais podem ser extremamente babacas, mesmo aqueles que tradicionalmente são vistos como completamente adoráveis e fontes inesgotáveis de fofura. Abaixo estão apenas algumas das coisas mais sem noção que os mais sacanas entre eles são conhecidos por fazer.

Lontras

animais babacas 1
As lontras marinhas são horríveis. Você provavelmente já viu imagens circulando pelo Facebook, exaltando a forma como elas seguram as mãos de seus parceiros enquanto dormem para se certificar de que não vão ser separados pela correnteza. Bem, isso é verdade. Mas, em seguida, elas também estupram filhotes de focas. Como se vê, as lontras marinhas estão entre as maiores psicopatas do reino animal.

É necessário um monte de recursos para alimentar uma lontra, já que elas precisam comer cerca de 25% do seu peso corporal a cada dia – no meu caso, isso seria o equivalente a 15 quilos de batata frita e sorvete. Quando o alimento é escasso em termos de fornecimento, as coisas podem ficar feias. Alguns machos podem utilizar filhotes de lontra como reféns até que a mãe pague um resgate de alimentos.

Porém, eles não param suas ações terroristas no sequestro de recém-nascidos. As lontras também estupram filhotes de foca até a morte. Lontras machos procuram focas de porte juvenil e montam nelas, como se estivessem acasalando com uma lontra fêmea. Infelizmente, parte do processo de acasalamento envolve segurar a cabeça da fêmea sob a água, o que acaba por matar os filhotes de foca (e mais de 10% das lontras fêmeas). Por mais de uma hora e meia, a lontra macho segura o filhote de foca nesta posição, estuprando-o até que ele esteja morto. Às vezes, quando o filhote de foca morre, é apenas deixado de lado enquanto a lontra começa a se lamber. Algumas lontras, no entanto, ficam com o filhote morto e continuam estuprando seu cadáver em decomposição por até uma semana.

E as lontras marinhas não são nem as lontras mais assustadoras, acreditem ou não. Aqui na América do Sul, ainda temos as ariranhas, que não passam de lontras gigantes dos rios – elas também são conhecidas como onça d’água e lobo do rio, só para entendermos melhor o conceito da sua ferocidade. Ariranhas podem chegar a 1,80 metros de comprimento e caçam em bandos.

Golfinhos nariz-de-garrafa

animais babacas 2
Ah, não, golfinhos não! Os golfinhos são amáveis, certo? O mais amigável de todos os animais marinhos! Errado. Os golfinhos são muito idiotas. Claro, eles são incrivelmente inteligentes, sempre parecem que estão sorrindo e, ocasionalmente, resgatam nadadores perdidos – mas isso não é desculpa para o fato de que eles matam para se divertir e, como as lontras, desfrutam de estupros de vez em quando.

Uns dois anos atrás, um boto apareceu na costa na Califórnia com ferimentos e marcas de espancamento, com vários ossos quebrados. Vários avistamentos semelhantes foram feitos ao longo dos dois anos seguintes e as lesões sofridas pelos botos indicavam que eles tinham sido vítimas de um ataque de golfinhos.

Dois golfinhos foram flagrados atacando um boto; ele estava imprensado entre eles e incapaz de escapar à medida era jogado no ar e espancado repetidamente. A motivação por trás deste botocídio é desconhecida. Golfinhos e botos não competem por comida ou território, e botos não representam uma ameaça para os golfinhos. Realmente, parece que os golfinhos fazem isso apenas por diversão.

Ainda que não seja uma opinião generalizada, alguns acreditam que os golfinhos matam botos para praticar o assassinato de golfinhos bebês. Sério. Os golfinhos são outro animal que habitualmente pratica infanticídio para fazer a fêmea voltar para o cio. Isto é bastante comum no reino animal, aliás. Este comportamento já foi visto em leões, suricatos, macacos e muitos mais.

E ainda tem o estupro. Coerção sexual não é exatamente incomum no reino animal, mas os golfinhos a levam ao extremo. Golfinhos machos formam gangues, sequestram uma fêmea e depois se revezam estuprá-la. O que acontece se não há fêmeas ao redor? Bem, eles não vão procurar as focas como as lontras fazem… ao invés disso, eles apenas estupram um macho.

Pinguins-de-adélia

Adelie Penguin (Pygoscelis adeliae) group on iceberg, Antarctic Peninsula, Antarctica

“Nããão”, podemos ouvir você gritando. “Não os pinguins! Os pinguins são adoráveis! Eles se parecem com pequenas pessoas em ternos, e eles têm gingado e olha quantos filmes infantis foram feitos sobre quão doces eles são!”.

Desculpe. Os pinguins são babacas.

O naturalista George Levick foi até o Pólo Sul no período entre 1910 e 1913 com a Scott Antarctic Expedition. O seu relatório sobre os comportamentos sexuais dos pinguins-de-adélia foi considerado muito radical para ser publicado e ficou escondido por cem anos. De acordo com Douglas Russel, que analisou sua obra em 2012: “O panfleto, recusado para publicação com os relatórios oficiais da expedição Scott, comentava sobre a frequência de atividade sexual, o comportamento autoerótico e as atitudes aparentemente extravagantes de jovens ‘solteiros’ do sexo masculino e feminino, incluindo necrofilia, coerção sexual, abuso sexual e físico de filhotes e comportamento homossexual”.

Gato-maracajá

animais babacas 4
Os gatos-maracajá, às vezes conhecidos como jaguatiricas-de-árvore, são gatos noturnos que habitam do sul do México até a América do Sul, ocorrendo em quase todo o território brasileiro, exceto no nordeste.

Seu método é particularmente horrível por causa de como ele explora a natureza boa da presa. Nos últimos anos, foi descoberto que o gato-maracajá caça imitando o som de um filhote de macaco sagui em perigo. Sim, é desesperadoramente verdadeiro. Embora os cientistas tenham descrito a imitação como não sendo muito boa, ela parece ser bastante eficaz.

O gato-maracajá se esconde e depois faz um som estridente que soa como um sagui bebê que foi ferido. Um macaco adulto, procurando desesperadamente resgatar o jovem, então é comido pelo gato-maracajá. Nenhuma boa ação fica impune, especialmente na vida selvagem. Mas hey, pelo menos paramos de falar de estupro – certo?

Chimpanzés

animais babacas 5
Os chimpanzés são nossos primos mais próximos, talvez por isso, não é muito surpreendente que eles sejam incluídos nesta lista. Dito isto, os chimpanzés se envolvem em comportamentos que simplesmente não se encaixam nas sociedades humanas. Infanticídio certamente não é incomum e já foi mencionado uma ou duas vezes nesta lista.

Chimpanzés machos que desejam fazer com que a fêmea entre no cio não apenas matam o seu bebê, mas o desmembram e o comem bem na frente dela. O pior é que as chimpanzés fêmeas já foram observadas fazendo exatamente a mesma coisa com outras fêmeas, embora os motivos para isto não sejam bem compreendidos. [IFLS]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (38 votos, média: 3,18 de 5)

11 comentários

  • Souza Souza:

    eles sao seres irracionais, babacas sao os humanos dotados de inteligencia faz coisa muito pior.

  • Martinha Gonçalves:

    Continuam na vantagem em relação ao homo sapiens, pois são guiados pelo instinto. Enquanto nós tivemos nosso DNA perversamente modificado.

    • Cesar Grossmann:

      E quem foi o perverso ser que modificou nosso DNA?

    • Thiago Possan:

      Ooooii????

  • Luiz Eduardo Grassi:

    Certos animais tem comportamentos bizarros e reprováveis aos nossos olhos, mas nenhum é mais babaca que o Homo sapiens..kkk

    • Cesar Grossmann:

      Lei lá, Luiz, todos os comportamentos babacas do ser humano acontecem em outros animais da natureza. Assassinato por ganância, estupro, genocídio sem sentido. Acho que ainda não encontramos nenhum outro animal cometendo atrocidades em nome de religião, mas eu não duvidaria…

  • Jandira Furlan:

    A informação é boa. Devemos reverenciar a grandeza do mundo animal, que dispensa adjetivos deste formato.

    • Cesar Grossmann:

      Não vamos endeusar os animais.

  • Cristian Avencurt:

    Os ursos e leões também matam e devoram os filhotes para induzir as fêmeas ao cio.

  • Cesar Grossmann:

    Faltou o suricato, o que a fêmea alfa faz quando descobre que uma fêmea beta tem filhote…

  • Caio Vertigem:

    Fiquei com uma cara de bunda depois de ler isso…

Deixe seu comentário!