NASA tem momento paparazzi e faz fotos do Chang’e-4 no lado oculto da lua

Por , em 8.02.2019

A china comemorou o pouso da primeira missão robótica no lado distante da lua no dia 3 de janeiro, e o satélite da NASA Lunar Reconnaissance Orbiter (RLO) fotografou o robô chinês no dia 30 de janeiro. A imagem foi publicada no site na NASA nesta semana.

A fotografia comprova o sucesso do pouso e movimentação do lander que vai passar os próximos 11 meses explorando o lado da lua que nós não conseguimos ver a partir da Terra. Além do lander do tamanho de um carro, um rover do tamanho de uma mesinha chamado Yutu 2 também está circulando por lá, programado para atuar por três meses.

Os dois veículos foram equipados para aguentarem as condições difíceis do local, que a cada duas semanas tem temperaturas altíssimas e temperaturas baixíssimas.

O objetivo do lander e do rover é tirar fotos da paisagem lunar, estudar a geologia do local, procurar por gelo e escanear o céu noturno em burca de raios de rajadas de rádio.

O LRO estava a 321 km do veículo chinês quando tirou a foto. Por isso, encontrá-lo nas imagens sem zoom ou flechas indicativas é bastante difícil.

A cadeia de montanhas ao fundo da imagem abaixo é a parede oeste da cratera Von Kármán, que tem 13 km de profundidade e 2,5 mil km de diâmetro. [NASA, Forbes, Business Insider]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (28 votos, média: 4,86 de 5)

Deixe seu comentário!