Por que não conseguimos nos concentrar em tudo de uma vez só?

Por , em 3.05.2011
Não, você realmente não pode prestar atenção na estrada enquanto você está tagarelando em seu telefone celular – e um novo estudo explica por quê.

Esta nova pesquisa se ​​baseia no conhecido experimento do “Gorila no Meio de Nós”. Os investigadores dizem que agora são capazes de explicar porque muitas pessoas não conseguem ver um “gorila” que inesperadamente aparece em um vídeo, quando sua atenção está focada em outra tarefa: é porque eles têm uma menor “memória de trabalho”, a capacidade de manter seu cérebro em sintonia com muitas coisas ao mesmo tempo.

No estudo, 197 estudantes de psicologia (entre 18 e 35 anos) assistiram a um vídeo de 24 segundos de seis pessoas jogando basquete. Foi-lhes pedido que contassem o número tanto de passes aéreos quanto dos quicados dados pela equipe de camisa preta.

Aos 12 segundos de vídeo, um ator vestido com uma roupa de gorila entra no meio do jogo, bate no peito ao estilo King Kong (ou “Donkey Kong” dependendo da sua idade) e vai embora. O “gorila” aparece na tela durante oito segundos.

Após o fim do filme, os pesquisadores pediram aos participantes dizer as contagens dos passes diferentes e se eles notaram algo estranho no vídeo. Pouco mais da metade dos participantes (58%) haviam observado o macaco, mas 42% deles, não.

Por que o gorila é ‘invisível’?

Os cientistas se perguntam por que cerca de metade das pessoas que assistir ao vídeo viam o monstro peludo, enquanto outros completamente deixaram escapá-lo. Os psicólogos chamam este efeito de “cegueira por desatenção”. É uma incapacidade de ver algo, geralmente um objeto inesperado, quando sua atenção está voltada para outra coisa qualquer.

“As tarefas que exigem muita atenção, concentração ou esforço mental podem ser mais suscetíveis à cegueira por desatenção”, explica Janelle Seegmiller, estudante de doutorado em psicologia na Universidade de Utah, em Salt Lake City, Estados Unidos, e principal autora do estudo.

Embora atualmente os psicólogos acreditam que a capacidade de memória de trabalho não é algo que possa ser treinada ou mudada drasticamente, você não está condenado a perder as coisas diante de seus olhos. O truque é ter “resquícios” de atenção para você notar o inesperado.

Não enxergar um gorila em um vídeo experimental é uma coisa, mas imagine o que você poderia acontecer de perigoso na vida real. “Nós encontramos resultados semelhantes com a condução e eventos inesperados, como um carro na sua frente que de repende freia”, conta Seegmiller. Ou ainda pessoas que conversam ao celular enquanto estão no volante – e não percebem a placa de “pare”. [BodyOddMSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • José Calasans:

    O pior Cesar é que,se agente analisar com lógica,a Susan tem razão.

  • eduardo:

    Eu consigo dirigir e falar no cel ao mesmo tempo… mas se estou à pé e falando ao celular, me desligo completamente, correndo até o risco de ser atropelado ao atravessar a rua…
    Acho que em situações de estresse o nosso foco de atenção fica mais apurado…
    Mas é claro, não é recomendável, de maneira nenhuma, falar ao celular dirigindo…

    • Roman:

      Eduardo, quando vc dirige e fala ao celular, vc só presta atenção ao celular e dirige “no automático”. Com sorte, isso faz vc apenas seguir o carro da frente, mantendi distência fixa, e talvez reagir automaticamente a uma pessoa no meio da rua, freando. Mas se vc tiver que executar alguma manobra de emergência, provavelmente nao vai conseguir, ou vai deixar de fazer, ou vai errar (e sem celular vc teria conseguido sem muito problema). Ou, com sorte, vc vai deixar de responder ao celular e executar a manobra, depois vai pedir ao interlucutor para repetir a última frase pois vc não prestou atenção (já que estava ocupado fazendo a manobra). Mas geralmente as pessoas ao celular apenas esquecem de acelerar e ficam retardados e lerdos no trâncito criando lentidão.

  • Cesar:

    O artigo mais perturbador que eu já li foi da Susan Blackmore, sugerindo que talvez o fluxo de consciência, aquilo que você está experimentando agora ao ler, respirar, ouvir o ruído ambiente, etc., não passa de uma ilusão. A própria consciência seria uma ilusão.

    Durma com um barulho destes…

  • Fabio Tiago:

    Há, agora eu entendi o que um amigo quiz dizer, quando disse à uma parceira sexual não provida de beleza -Tô Livre, quando na verdade queria dizer -Hã gozei.

  • Nanda:

    ahhh eu só vi o cara a pessoa do time preto sair depois q ele falou >_<

Deixe seu comentário!