Por que ouvir a sua voz gravada é tão estranho?

Por , em 9.03.2014

A primeira vez é sempre pior. Você ouve sua voz gravada e no primeiro segundo tem vontade de cair na gargalhada, com vergonha alheia da pessoa que está falando e sofrendo por ela ter aquela voz e não poder fazer nada para mudá-la. Aí passa aquele momento e você começa a perceber que, puxa, na verdade você conhece aquele som de algum lugar.

E no segundo seguinte, lá está a verdade gritando nos seus ouvidos, em um agudo terrível e claro como esse fato: aquela voz é sua!

Você ouviu sua voz a vida inteira e deveria saber exatamente como ela é. Até o dia que você dá uma entrevista e corre para casa para se ver na televisão. Ou sintoniza na estação de rádio e fica com um minuto de raiva achando que substituíram você por uma pessoa que falou exatamente as mesmas palavras. Você acha que conhece a verdade sobre a sua voz até o momento que fica com dó de todas as pessoas que estão a sua volta e cogita seriamente a possibilidade de fazer um voto de silêncio.

“Desde quando minha voz é tão aguda? Eu realmente soo assim para os outros?” são perguntas que costumam vagar em gravidade zero pela sua cabeça. Mas sim: você soa assim. Esse é o verdadeiro som da sua voz. Então por que ouvir sua voz gravada é tão estranho?

A resposta

A resposta para esse verdadeiro mistério do dia a dia corresponde diretamente aos diferentes caminhos que o som leva para chegar ao ouvido interno. A maioria do som é ouvido como vibrações que viajam através do ar até chegarem aos nossos ouvidos. Quando você fala, essas vibrações viajam até lá não só a partir do ar, mas também através dos ossos da cabeça, como o maxilar. Então, a maneira como você percebe a sua própria voz é uma combinação dessas duas vias, que, graças às ressonâncias da sua cabeça, é muitas vezes mais profunda do que uma gravação.

E quando você ouve a sua voz gravada, em sua mensagem de correio de voz ou em uma entrevista, você está ouvindo a sua voz apenas a partir de vibrações que viajam através do ar. Daí a diferença. [bhphotovideo]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

10 comentários

  • Antony:

    Os cantores tem sorte, a maioria tem otimas vozes

  • Danilo Restani:

    Minha voz, na minha cabeça, é muito mais bela risos…

  • Jessika Pontes:

    é decepcionante na primeira vez, na segunda, na terceira…

  • Ariela Baumart:

    Pela primeira vez? Poxa, parece que sempre que eu escuto minha voz em alguma gravação parecem vozes de pessoas diferentes em todas as vezes. É muito estranho, mesmo.

  • Eryka Marillya:

    Agora eu fiquei na dúvida. As pessoas ouvem minha voz parecida com a que é gravada ou parecida com a que eu ouço também?

    • Marcelo Ribeiro:

      Como elas não ouvem através dos ossos do seu rosto, como você ouve, elas ouvem mais próximo de como você ouve na gravação.

  • Striding:

    Eu sempre achei minha voz normal, e as vezes até nada de mais, mas quando comecei a participar de voice chats nos meus jogos, logo após eu terminar de dizer alguma coisa, surge alguém e diz: “quem é esse com voz de locutor?”
    Aí, eu fico: “será mesmo?”. E no meu smartphone eu uso um aplicativo pra gravar as ligações, e numa vez, eu queria lembrar o que uma pessoa havia dito a mim, e fui escutar a gravação… e realmente… minha voz tem realmente um tom grave.
    É de surpreender mesmo!

  • Luis Mendes:

    Não é só decepcionante ouvir a própria voz pela primeira vez, É HORRÍVEL!!
    Eu odeio a minha voz gravada, nem tenho como explicar, eu sinto vergonha toda vez que eu a escuto.
    Agora a voz que eu escuto é diferente e eu chego até a gostar dela.
    Cara, nem sei explicar, só sei que eu odeio a minha voz ¬¬

    • Joao Mendes:

      Como os cantores lidam com isso? Já pensaram?

  • Gabriel Costa:

    Realmente. É decepcionante ouvir sua voz “verdadeira” pela primeira vez!!

Deixe seu comentário!