Porque devemos temer uma invasão de robôs

Por , em 19.05.2009

O ficcional “Exterminador do Futuro” certamente tem nome mais amedrontador do que robôs reais como Roomba e Asimo. Mas, levando em consideração de que Roomba é um aspirador de pó automático manufaturado pelo mesmo criador de robôs armados para o exército estadunidense, o iRobot e Asimo é apenas um de muitos que estão sendo criados para agir como seres humanos, eles não parecem ser tão inofensivos assim.

Os asiáticos do Japão e Coréia planejam desenvolver robôs de aspecto humano para cuidar de idosos e os EUA já têm um moderno campo de matalha com guerreiros robôs. Além disso, pessoas já estão aumentando a tecnologia de seus corpos, o que as aproxima de robôs.

O futuro robótico está se aproximando de maneira muito rápida, por isso, não é errado temer a invasão dos robôs em nosso mundo. Apesar de a probabilidade de esses seres aniquilarem e dominarem a raça humana ser remota¸ eles podem ter outros meios.

Se os robôs conseguirem chegar aos corações dos humanos, eles não precisariam tomar o controle usando a força. A fraqueza emocional é uma vantagem deles sobre nós. Os seres mecânicos também podem atrair as pessoas usando métodos sexuais. Isso não parece ser tão absurdo se considerarmos que hoje em dia muitas pessoas têm relacionamentos pela internet. Outra maneira de entrarem nas nossas vidas é tomando os nossos empregos. Pois fazem tudo melhor e mais barato, sem falha, sem se cansar, sem sindicato e de maneira eficiente. [Live Science]

Assista o vídeo e clique aqui para saber mais sobre esta bizarra criança robótica humanóide.

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Chico Lobo:

    ainda haverá o dia em que osandroides nos chamarão de Deus Criador, rezarão por nos e oferecerão sacrifícios em nosso nome

  • r.o:

    robots sem falhas tecnicas já não acredito muito 🙂
    eles são fabricados por humanos, e mais cedo ou mais tarde aparecem anomalias técnicas, bugs no software etc..
    vejam por exemplo os carros com pequeno computador de bordo, costumam ter anomalias

Deixe seu comentário!