Primeira mulher a receber transplante de útero está grávida

Por , em 15.04.2013

A jovem Derya Sert, de 22 anos, nasceu sem útero (uma condição rara, que afeta uma a cada 5 mil mulheres) mas, graças a um transplante bem sucedido, seu caso se tornou um “milagre da medicina”: ela está grávida de duas semanas, após uma terapia de fertilização in vitro.

O transplante foi feito em agosto de 2011 no Hospital Universitário de Akdeniz (Anatólia, Turquia) e, embora seja o segundo na história (o primeiro foi feito em 2000, na Arábia Saudita, mas o órgão teve de ser retirado após alguns meses, devido a complicações graves), é o primeiro a ser bem sucedido. Outra diferença é que, desta vez, o órgão veio de uma doadora falecida.

De acordo com o médico responsável por acompanhá-la, Mustafa Unal, Sert está bem, por enquanto. Caso tudo ocorra satisfatoriamente na gestação, a criança deverá nascer por cesárea, e o útero será removido em seguida para evitar riscos à saúde de Sert.

Esse caso de sucesso traz esperança para pacientes em situações similares. Contudo, não está livre de possíveis complicações: os medicamentos imunossupressores (para evitar a rejeição do órgão) podem prejudicar mãe e filho, e a gestação deverá ser acompanhada com cuidado.[Medical Xpress, News.au]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Dinho01:

    Ah,que maravilha!Já não basta termos 7 bilhões de pessoas no mundo ainda vem os médicos querendo colocar mais gente nesse planeta superpovoado.

  • digiomni:

    Agora fica minha duvida do ponto de vista um tanto pratico e um tanto pessoal, tipo vocês também não acham que isso seria a mesma coisa que ter uma barriga de aluguel ? tipo o útero não é dela é de outra pessoa e o bebê logo vai nascer com as características dessa pessoa e do marido dela. Numa barriga de aluguel normalmente o ovulo e o espermatozoide são dos pais o que faz a barriga ser ainda mais próximo de se ter um filho verdadeiramente seu geneticamente falando… Ok ela quer passar por todas as etapas de uma gestação é algo completamente valido ao mesmo tempo que ela vai passar por um processo que pode deixá-la gorda depressiva numa gestação que pode vir a se complicar visto ser a primeira do genero e com histórico anterior desfavorável … enfim fica a duvida na minha cabeça claro que pelo lado sentimental eu apoio completamente alias se pudesse também teria meu bebe ficaria gravido e o carregaria por 9 meses bem feliz mas ficam as duvidas quanto ao lado pratico da coisa

  • grasisuperstar:

    Que bom!!!!fico feliz pela moça que vai ser mamãe…eu já fui 4 vezes com 3 gravidezes bem planejadas e outra vez fui escolhida para ser mamãe pela quarta vez só que de coração. Portanto estou pronta para doar o útero para quem precisar. Grande feito da medicina sem dúvida.

Deixe seu comentário!