Profissão bizarra – pescador de defuntos

Por , em 10.12.2010

Acredite ou não, pescar defuntos em rios é uma prática comum na China. Antigamente, pescadores recuperavam os corpos e, cordialmente, os devolviam para as famílias. Mas, como todos os sabem, nos dias de hoje a China está um pouco mais capitalista.

Atualmente, pescar os corpos é uma atividade lucrativa para a maior parte dos pescadores do Rio Amarelo. Hoje eles cobram resgate de cada corpo que recuperam.

Eles até conhecem a área de com as maiores taxas de “aparições” fica a uns trinta quilômetros de Lanzhou, a capital da província de Gansu, no noroeste da China. Os corpos se acumulam lá porque há uma represa de uma hidrelétrica.

Cada pescador diz recuperar de 80 a 100 corpos por ano – eles os recolhem e os mantém preservados para que os parentes possam reconhecê-los (e pagar por eles) posteriormente. Segundo eles, a maior parte de corpos que não são “reclamados” pertencem a mulheres migrantes que são assassinadas. [OddityCentral]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

38 comentários

  • Marcos:

    Na Índia, existem os limpadores do Ganghis também…
    Países de porcos… A Índia também é essa nojeira, e ainda é “sinal de respeito” jogar um corpo para apodrecer por lá, no rio Ganghis…

  • Pluie Sharlee:

    Aqui se enquadra a típica frase: “alguém deve fazer o trabalho sujo”.

    Escalpelar a China, remitindo as futilidades e atividades inumanas que são realizadas ainda no ocidente trata-se de uma análise concisa demasiado.

    Ver a China como terrível e carnífice é um pensamento implantado pelo sistema norte-americano, inimigo potencial de tal nação.

    Logo é inconcebível que critiquemos tais questões, uma vez que ainda em nosso continente haja problemas bem mais eloquentes que a caça de corpos em rios.

    Já referente ao trabalho escravo chinês, vocês esquecem-se de que no Brasil há as precárias condições de bóias-frias, explorados incomensurável e cruelmente, olvidados pelo governo e pela população restante.

    Compreendam: a realidade brasileira estende-se além de casas de classe média, Senhores!

    Há miséria no Brasil, há pedofilia, há isso, há aquilo e ainda nos içamos nos esteios do “faz de conta”…

    “A China é a vilã”… E quanto às carnificinas e guerras sem propósito feitas por países do continente americano?…
    Por favor, não romantizem!

    O inferno não tem só um diabo… E certamente ele não é somente chinês *girando olhos*

    • LISMAR VILELA:

      COMENTÁRIO MUITO MUITO INTELIGENTE.PARABÉNS.

  • daniela rodrigues:

    É nojento, mas existem pessoas capazes de tudo. Se eu precisasse muito ganhar uma grana e não tivesse oportunidades de emprego, também seria uma pescadora de defuntos, ou como o Joner disse: Sequestradora de Corpos. E tem mais,em um país tão cruel como a China, que não respeita os direitos humanos, o que estes pescadores ou sequestradores fazem é uma atitude “louvavel”, mesmo sendo remunerados, pois se as “autoridades” não estam nem ai, então, de alguma forma, o cidadão comum deve agir e isto vale para o Brasil também ( aqui não temos muitos corpos em rios, mas temos o “forno-microondas”, os cemiterios clandestinos…)Esta é a minha opnião, talvez não agrade a todos, mas é assim que eu penso!!

  • Evem:

    heheheeh pra quem gosta de pescar esta ai outro hobby mais esse da dinheiro LoL

  • Rhuan:

    Asquerozo. Ta na cara que os corpos provem de crimes, Isso Prova o descaso com os direitos humanos.

  • Douglas:

    Com o aquecimento global o nível dos mares, as tempestades e inundações devem almentar, essa com certeza é uma das profições do futuro! XD

  • jhenifer:

    mas porque fizeram isso com os corpos,matar depois jogar no rio
    muito ruin fazer isso com os corpos coitados

  • Simon Abilio:

    Gostei da matéria mas e meio Nojento! ate eu poderia trabalhar, dependendo de quanto pagam! rsrsrsrsrs

  • Ana Claudia correia:

    Que nojo…

  • henrique:

    os peixes agradecem…

  • Emily:

    Noossa!!Devia ter essa profissão na Índia já que o rio Ganges é cheio de mortos!!!Credo…ñ quero nem pensar no cheiro desse rio!!

  • claudemir da silva:

    pra mim essas pessoas na maioria são assassinas e jogadas no rio afogamento devem ser poucos pra nter um grande numero de corpos assim

  • Anderson:

    O que vocês estão reclamando sobre a China? É um país toitalmente alheio às condições humanas… SE UM PAÍS QUE TEM REGIME DE TRABALHO ESCRAVO NÃO FAZ NADA PARA MUDAR ISSO, IMAGINA LUTAR POR “BOAS CONDIÇÕES DE VIDA”… É PIADA NÉ, FALA A VERDADE…

    UM PAÍS QUE REPRIME O SEU POVO, PRENDE QUEM DIZ PARA MUDAR O SISTEMA DE GOVERNO, MATA, OPRIME, ESCONDE SUJEIRAS…

    Assim caminha a humanidade! não me assustei com a reportagem…

  • Beth Oliveira:

    Nussga!!! Tem gente que faz cada coisa para ganhar um trocado, se no Brasil existisse isso o caso Mercia teria se resolvido mais rapido… foram mais de 2 semanas só para encontrar o carro dela…

  • Luiza Madeira:

    Pelo pouco que conheço sobre o mundo, o sitema na China me parece o mais cruel.
    O rio está lá, de todo mundo, alguém acha um corpo que tragicamente se encontra ali, e ainda cobra dinheiro pra ter de volta… Pra ter de volta o filho morto que se jogou no rio.
    É uma maldade quase tarantiniana…

  • luciana:

    Isso não é caso de policia? Que descaso com a vida humana. Não dá para entender como um país cogitado para ser a maior economia do planeta não garante a dignidade da pessoa antes e depois da morte.

  • MARCOS:

    nao estranho não onde moro quem pescar no rio tá arriscado pescar 1 cadaver e isso é em varios lugares do br..

  • Orlando:

    Fala serio!!! …e o governo nao faz nada para prever tantos acidentes letais nesse rio, sabendo a “zona” onde ocorrem? E ainda ficam “mostrando” se (mostrando o que?) para o mundo com bombas atomicas, cacas de combate; mas nao tem cuidados das pessoas. Fala serio mesmo!!!

  • Orlando:

    Fala serio!!! …e o governo nao faz nada para prever tantos acidentes letais nesse rio sabendo a “zona” onde ocorrem? E ainda facam se “mostrando” (mostrando o que?) para o mundo com bombas atomicas, cacas de combate; mas nao tem cuodados das pessoas. Fala serio de novo!!!

  • Ananias:

    Primeiro no meu ver isso éra pra ser serviço da policia!!! Estamos tratando de seres humanos!!!
    Segundo o que eles fazem com os corpos que não reclamam???
    Minhas hipóteses jogam de novo pro rio, segunda hipótese fazem comida pros cachorros que depois vendem para fazer espetinho de gato opa espetinho de cachorro, terçeira fazem churrasco do própio corpo que foi pescado e vendem!!!
    Vai um churrasquinho de “peixe” do rio amarelo ae?????????

  • Genivaldo:

    São coisas de doido!

  • Rodrigo Santos:

    Ta esqueceram d dize como os corpos vão parar no rio

  • criancinha:

    Clássico do cinema: “Eu vejo gente morta!”

  • criancinha:

    Tem trabalho pior!!

    TEM GENTE QUE PESCA PESSOAS VIVAS, E SÓ DEVOLVEM SE RECEBEREM PELO RESGATE QUE ESTIPULAM!!!

  • davi:

    pow so filee esse docimentario pow deveria ter mais sobre esses casos blz davi barros

  • José Gonzaga Fabregat:

    É uma profissão de dar dó.
    Mas se alguem tem que fazer isso, que seja lá na China.
    Por aqui continua-se catando papelões e latinhas

  • liliane:

    nossa tem louco pra tudo nessa vida….qual sera o intuito de tanta besteira….

  • gordo:

    a agua desse rio deve ser bem limpa…

  • Akemi:

    O que mais me intrigou nisso tudo é porque tantos corpos vão parar nesse rio?

    Eu também não teria coragem de comer os peixes pescados lá, imagina, comer uma peixe sabendo que ele pode ter comido restos humanos. Ai credo!

    Eu hein, tem gente pra tudo mesmo…

  • Pedrö:

    Caraca! Muito maneiro!

  • clarice:

    credo…cada uma…

  • Mauro:

    Precisamos trazer esses cara aqui para o Brasil. Mais precisamente para o Rio de Janeiro.

  • ana paula camoesas:

    O que será que eles fazem com os corpos que não são reclamados? Ainda bem que não gosto de comida chinesa!

  • Richard Fontana:

    Simplesmente chocante!
    E este será o país líder mundial daqui a cerca de duas décadas …

  • Joner Vonus Yantufocker:

    Isso tambem poderia se chamar “Sequestradores de Corpos”, depois os caras cobram o resgate.

  • Espedito:

    Sinistro!!!

  • Antonio Tacito de Souza e Silva:

    É lamentável que isso ocorra, mas…
    Aqui no Brasil, alguns anos atrás, daria para ganhar dinheiro
    também, quando a prática de jogar mendigos no Rio de Guarda
    era comum.

Deixe seu comentário!