Quantas mutações genéticas você têm?

Por , em 12.07.2011

Segundo um novo estudo, quando os pais passam os genes para seus filhos, uma média de 60 alterações são introduzidas no código genético da criança.

Qualquer mutação entre essas cinco dúzias pode ser a fonte da maior parte das diferenças na aparência e no comportamento das pessoas em relação a seus pais. Essas mudanças no código genético são a força motriz para a evolução dos seres vivos.

As 60 alterações do código genético podem parecer muito, mas são menos do que os pesquisadores esperavam. Eles estimavam que os pais contribuíssem com 100 ou até 200 mutações nos genes de seus filhos. Ou seja, as mutações humanas ocorrem de maneira muito mais lenta do que era esperado.

Os pesquisadores analisaram a sequência genética completa de duas famílias, que haviam sido coletadas para o Projeto Genoma. Eles procuraram novas mutações nas crianças que não estavam presentes no genoma de seus pais, como se estivessem procurando agulha no palheiro, já que houve apenas uma mutação em cada 100 milhões de letras do DNA.

O número de mutações foi drasticamente diferente entre as duas famílias. Em uma dela, 92% das mutações derivaram do pai e na outra, 64% tiveram sua origem na mãe. Isso foi uma surpresa para os cientistas, pois como o genoma é copiado mais vezes no espermatozóide, muitas pessoas acreditavam que as mutações viriam em maior número por parte do pai.

As novas técnicas desenvolvidas para a pesquisa poderão ser utilizadas no futuro para novas pesquisas. É esperado que a partir delas seja possível descobrir, por exemplo, como a idade dos pais altera o número de alterações genéticas de seus descendentes. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

24 comentários

  • Pedro Vieira:

    muito boa a matéria

  • Shilik@:

    Os corpos ao que sei, passarão por mutações devido a fragilidade diante várias doenças. E isso, atrapalha nosso desenvolvimento na face da terra no campo moral. Agora, é aguardar e ver como essas mudanças irão ocorrer. Já tive imaginando. Será que seria por ocasião da ligação do espírito com a fecundação!

  • 3dx:

    mesmo assim ainda não vamos clonar ninguém por esses miseros 60 genes

  • Rita’s Brain:

    Permitam-me discordar com alguma desta informação, pode estar incorrecta porque pode as mutações podem não ser certas, mudam de individuo para individuo, Muitas vezes, mutações génicas que poderiam provocar uma doença genética são reparadas pelo sistema celular de reparação do DNA. Cada célula tem um certo número de vias bioquímicas através do qual enzimas reconhecem e reparam erros no DNA. Como o DNA pode ser danificado ou mutado de diversas maneiras, o processo de reparação do DNA é uma maneira importante do corpo se proteger de doenças. 😉

  • Nossa:

    Na verdade a genética do comportamento esta engatinhando, sabemos que psicopatas agem daquela forma por alguma alteração genética, eles simplesmente nascem ”ruins”. Porem dizer isso no meio cientifico abre portas para o racismo.

  • Sobral:

    hhhhmmmm… wau… que fixe. boa materia, mas vou investigar mais. obrigado Steph.

  • ANDRÉ:

    “Segundo um novo estudo, quando os pais passam os genes para seus filhos, uma média de 60 alterações são introduzidas no código genético da criança.”
    Novo estudo feito por quem? Qual instituição? Sem citações, a matéria é totalmente inválida.

    • NT:

      André, o link está no final da matéria, é só vc tirar suas dúvidas…

    • yagor ribeiro:

      Andre, vc ta certo em querer fontes, mas nao ecreva coisas sem certezas.

    • Cesar Crash:

      Ha ha! Tem a fonte na matéria, mas leva para um site em inglês que diz exatamente a mesma coisa. Não fala sobre pesquisadores ou instituições. Ou o fato do site ser em inglês garante credibilidade?

  • Bombs:

    Eu estou estupefado

  • roberto l:

    O comportamento não é herdado, o que é herdado é o DNA. A experiência com as duas famílias deram uma nova visão de como as mutações são variáveis. Com a diferença entre as duas famílias “em uma delas tevi 92% derivadas do pai e a outra 64% da mãe”. Na questão das características genéticas do indivíduo seria bom estudar os cromossomos. Boa matéria 😉

  • EltonPaes:

    Tbm não entendi.¿¿

    Em uma dela, 92% das mutações derivaram do pai e na outra, 64% tiveram sua origem na mãe. Isso foi uma surpresa para os cientistas, pois como o genoma é copiado mais vezes no espermatozóide, muitas pessoas acreditavam que as mutações viriam em maior número por parte do pai.¿¿

    Mais veio meu ow!

  • Breno:

    “O número de mutações foi drasticamente diferente entre as duas famílias. Em uma dela, 92% das mutações derivaram do pai e na outra, 64% tiveram sua origem na mãe. Isso foi uma surpresa para os cientistas, pois como o genoma é copiado mais vezes no espermatozóide, muitas pessoas acreditavam que as mutações viriam em maior número por parte do pai. ”

    Sendo 92% das mutações derivadas do pai e 64% da mãe, não é uma surpresa que a maior parte das mutações venham do pai, ao contrário do que foi afirmado, não?

    • Cesar:

      São duas famílias, em uma delas, a maior parte das mutações veio do pai, como esperado, e na outra, veio da mãe, o que não era esperado.

  • Márcio M:

    Li a matéria e só não concordo com uma coisa: a de que qualquer mutação possa influenciar no comportamento das pessoas. Na minha opinião, o comportamento está relacionado com as relações sociais que o indivíduo vivencia, e não com questões genéticas. No restante, matéria perfeita.

    • Cappucceno:

      Todos sabemos que nossos comportamentos é por culpa do nosso cérebro. Ou você acha que retardado é daquele jeito por conta de convívios?

      Mudanças comportamentais podem estar em nada relacionados com convívio pessoal.

      Do mesmo jeito com homossexuais, acreditam (eu também, e não é preconceito) que há 3 causa: pelo convívio, por um gene desconhecido ou por pela faltar de opção (uma cidade sem mulheres, ou mulheres que não lhe dão valor).

      Minha mãe costuma dar aula para 3ª-4ª série do fundamental, quando um ano ela teve que dar aula para uma 1ª série do fundamental, ela se assustou como já tinha garotinhos de 5 anos com tendências homossexuais.

    • Márcio M:

      Mas os “retardados” da qual você cita também são sociáveis. Eles possuem uma síndrome que não os impedem de aprender, do contrário, ele seria apenas um “animal selvagem” e você entraria em contradição. Nem mesmo nos casos dos homossexuais. Pra mim o homossexualismo é psicológico, pois o cérebro como você coloca, também é fruto das relações sociais. Não estou dizendo que sou dono da verdade, até porque tenho a humildade de reconhecer que posso estar desinformado, e toda informação é bem-vinda. Estou colocando um opinião pessoal, mas valeu o comentário.

    • Cesar:

      Márcio, que eu saiba, existe um componente genético no comportamento das pessoas, não é só o ambiente e as experiências anteriores que determinam como você reage.

      Posso estar errado, e de qualquer forma, a afirmação é muito vaga, não dá para concluir muita coisa, não…

    • Márcio M:

      Cesar, obrigado por opinar. Realmente, não da pra concluir muita coisa. Estudos mais aprofundados devem ser feitos.

    • Elis:

      Na verdade muita gente faz confusão sobre isso, mas é cientificamente provado que comportamento (tanto de pessoas como de animais) está diretamente relacionado à genética. É claro que o ambiente também tem suas contribuições, mas as diferenças genéticas podem explicar porque duas pessoas que crescem no mesmo ambiente podem ser tão diferentes.
      Também tem gente que põe a culpa na astrologia…

    • Márcio M:

      Por favor Elis, não estou desmentindo o que vc diz, mas poderia citar alguma fonte que diz sobre isso?? Estou curioso. Se puder, poste aqui. Grato.

    • Elis:

      Pesquisas de ecologia que trabalham com o nível de indivíduo partem desse pressuposto. A genética determina o comportamento e este atuará na “luta” da seleção natural.

  • Juninho Play:

    Parabéns Stephanie, ótima matéria que nos proporciona mais conhecimento.

Deixe seu comentário!