Quantas pessoas o planeta suporta?

Por , em 13.10.2011

Uma vontade insaciável de se reproduzir e uma demanda por recursos cada vez maior podem, eventualmente, nos levar a superpovoar o planeta, acabar com seus recursos e morrer em massa?

Qual o máximo em números que empurraria o planeta a seu limite? Muitos cientistas acreditam que a Terra tem uma capacidade de carga de 9 a 10 bilhões de pessoas.

Um desses cientistas, o sociobiologista Edward O. Wilson, baseia sua estimativa em cálculos dos recursos disponíveis da Terra.

Além da limitada disponibilidade de água doce, há de fato restrições sobre a quantidade de comida que a Terra pode produzir. Mesmo no caso de máximo de eficiência, em que todos os grãos cultivados fossem dedicados aos seres humanos para alimentação (em vez de gado, que é uma maneira ineficiente de converter a energia vegetal em energia alimentar), ainda há um limite.

“Se todo mundo concordar em se tornar vegetariano, deixando pouco ou nada para o gado, os 1,4 bilhões de hectares de terras aráveis (3,5 bilhões de acres) suportariam cerca de 10 bilhões de pessoas”, escreveu Wilson.

De 3,5 bilhões de acres, poderia ser produzido cerca de 2 bilhões de toneladas de grãos anualmente. Isso é suficiente para alimentar 10 bilhões de vegetarianos, mas só iria alimentar 2,5 bilhões de onívoros americanos, por exemplo.

Assim, 10 bilhões de pessoas é o limite superior da população quando se trata de alimento. Como é extremamente improvável que todos concordem em parar de comer carne, Wilson acha que a capacidade máxima da Terra com base em recursos alimentares provavelmente ficará aquém de 10 bilhões.

De acordo com o biólogo Joel Cohen, outros fatores ambientais que limitam a capacidade de carga da Terra são o ciclo do nitrogênio, as quantidades disponíveis de fósforo, e as concentrações de carbono na atmosfera. Porém, há uma grande
quantidade de incerteza no impacto de todos estes fatores.

Felizmente, nós podemos nos poupar de entrar na fase final dos tempos da superpopulação e fome. De acordo com a Divisão de
População das Nações Unidas, a população humana atingirá 7 bilhões em ou em torno de 31 de outubro, e, se suas projeções estiverem corretas, estamos a caminho de uma população de 9 bilhões em 2050, e 10 bilhões até 2100.

No entanto, em algum lugar na estrada entre esses marcos, os cientistas pensam que nós vamos fazer uma inversão de marcha.

A ONU diz que as famílias estão ficando menores. “Os dados empíricos de 230 países desde 1950 mostra que a grande maioria tem queda de fertilidade”, disse Gerhard Heilig, chefe da seção de estimativas da população e projeções da ONU.

Globalmente, a taxa de fecundidade está caindo para o “nível de reposição” – 2,1 filhos por mulher, a taxa na qual as crianças substituem os pais (e compensam os que morrem jovens). Se a taxa de fertilidade global, de fato, atingir o nível de reposição até o final do século, em seguida, a população humana vai se estabilizar entre 9 bilhões e 10 bilhões. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

99 comentários

  • isottond:

    Só falo uma coisa, enquanto existir um país como o Brasil que incentiva o seu povo a ter filhos dando dinheiro (bolsa família, bolsa escola e outras bolsas mais), a população mundial vai continuar crescendo, ao invés de investir dinheiro para alimentar cada vez mais bocas, porque não educam aquelas que já existem!!!

  • leandro:

    MEUS AMIGOS, NÓS OS HUMANOS ESTAMOS FUDIDOS E FERRADOS, MESMO COM LEIS , ME DIGAM, COMO IMPEDIR O ALMENTO DA POPULACAO HUMANA, IMPOSSIVEL, A LONGO PRAZO ESTAREMOS A CAMINHO DE TRAGEDIAS.

    • WTF #:

      Meu amigo, caso não saibas existe uma organização chamada: Illuminati, o seu objetivo é diminuir a população para 20% entre eles estão váriaos cantores conhecidos como: Rihanna, Kanye West etc… se nunca ouviste falar na ” NWO – New World Order ” então, mata-te.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Illuminati

    • Chicxulub:

      Como eu faço para entrar para essa organização? Pois pelo jeito precisam de mais associados, dado ao fato de que nada consegue fazer o “rato” homem parar de procriar. Minha contribuição já estou dando, não tenho nem quero ter filhos.

    • Ezio Jose:

      Existem vários segmentos que se passa por Illuminatis ou Illuminatus. Difícil é saber qual é o verdadeiro, mas tem um que com certeza é o Verdadeiro e não se expõe e nem tem essas idéias publicadas, discutidas e espalahdas conforme os incautos e incultos se dizem conhecedores.
      Os Illumitis Verdadeiros não têm nada ver com a defesa dessas idéias malucas que discutem aquí e por aí afora. Vivem utopias de um mundo bem diferente e melhor para todos independente de raça, cor ou crede religiosos. Defendem a liberdade, o progresso, desenvolvimento e a cultura no sentido mais amplo dentro daquilo que a Natureza Divina nos propõe.
      Tudo isto que ouvimos ou lemos a respeito dos Illuminatis são meras fantasias, apesar que tê Organizações que usam essa denominação para fazer-se passar isto.
      Os Illuminatis ou Illuminatus como queira, são silênciosos e não esperam qualquer recompensa ou compreensão de seus atos, pensamentos ou utopias. Esperam em Deus os resultados que sonham para uma sociedade melhor e mais evoluída.

  • zébedeus:

    a solução : terceira guerra mundial!

    • Bruno:

      Hehehehe, pior que é. Nosso planeta não deveria passar dos 2 bilhões. E olhe quantas pessoas morrem todos os dias tanto de morte natural quando acidentes e homicídios e mesmo assim não para de crescer a quantidade de pessosas.

  • nml:

    Atenção, estas medidas são emergenciais e mínimas: conscientizar a todos da reciclagem. abolir sacolinhas plásticas. parar de poluir rios, mares. preservar oq temos. não se iluda com aquecimento global, é farsa, mas preocupe-se em preservar o planeta e recursos. não seja egoísta e destruidor. não seja omisso. não seja impertinente, mas haja em compaixão. perdoe e seja perdoado. transmita amor. não insista, espere outro alguém tbem conscientizar pessoas difíceis. faça sua parte. lembre-se, se você é ou pensa com intolerância a pessoas e não a atitudes, você é parte do problema. não espere o governo, exija hoje o seu planeta sustentável, o único lugar q temos para viver. ajude o próximo. não mate, não destrua.

  • MAGOADO:

    Não tô nem ai ….vou fazer 20 filhos ainda..he he he !!!

    • Chicxulub:

      É pela maioria ignorante e irresponsável como você que estamos caminhando para a extinção.

  • gloria:

    Diz a palavra de Deus q no final os homens se imflamariam de paixão pelo proprio homem, é estamos vendo isso acontecer e dentro da lei, homem casando c\ homem ,realmente ñ poderão gerar filhos, crianças pararão de nascer , então ñ será a super população q levará a terra a ruina, mas o desperdício , a ganancia, a má distribuicão de rendas, o egoísmo e a falta de instinto de preservação da espécie, os humanos serão dizimados da face da terra , por eles proprios.

    • Ezio José:

      Enquanto os “homens” se inflamariam de paixão pelo próprio “homem”, os “animais” idem.

    • Tisiu:

      Quando a bíblia refere-se à homem, refere-se aos ser humano.

    • Rômulo Mauriz:

      Só para correção:

      E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
      Romanos 1:27

      Essa parte fala do Homem no sentido literal!!!!!!!

  • gloria:

    Quando q uma vaca dá prejuízos à natureza mais q um ser humano abastado, egoísta, esbanjão , comilão,desperdiçador de energias , e desrespeitador ? Uma pessoa americana rica produz muito mais lixo , e consome as reservas da terra mutas vezes mais q um trabalhador rural humilde e pobre do sertão, Tenho certeza q a Michele, e a Dilma juntas devem custar mais q um cural de mato grosso inteiro, se forem computados todos os gastos, o gado ainda produz leite esterco, e carne, e elas, e nós humanos ñ produzimos nada em prol da recuperação da natureza q nus alimenta e nus mantem vivos,Dizem q cientistas estão salvando bichos em extinção, recuperando mananciais para o bem da natureza. Q nada os homens estão é preocupados em recuperar algo p\ terem mais lucro vendendo mais, se recuperar algo na natureza ñ lhes trouxer benefícios eles vão deixar q acabe, q morra, isso ñ lhes diz respeito, há mais propaganda q trabalho de fato.Os humanos destruiram a sua propria morada por ganancia!

    • Ezio José:

      O problema é que enquanto alguns internautas vomitam suas ignorâncias e ódios, as vacas peidam e arrotam causando danos à camada de ozônio.

  • Miguel:

    Agora que muitos países atravessam dificuldades económicas, as pessoas, se forem inteligentes, tentarão ter menos filhos… esse problema não é dificil de resolver, por exemplo, aqui em Portugal a população está a diminuir.

    • Ezio José:

      Concordo plenamente consigo. Mas já faz um bom tempo que a cultura européia se adaptou para este costume, esta cultura. Não é porque esta a occorrer esta crise.

  • Elizabeth:

    Um dia assistindo uma reportagem, vi que grupos de classe média estavam levando comida, remédios e roupas para cidadezinhas do sertão do nordeste onde a população vivia de forma precária. Quando o repórter perguntou a uma mulher grávida com vários filhos famintos e sujos o que achava das doações ela simplesmente respondeu:-É bom pq agora já tem roupas para os próximos que vierem.
    Pode um absurdo deste, passando fome e pensando em ter mais filhos. Acho que os programas de governo para evitar a pobreza ajudam, mas deixam essas mulheres acomodadas achando que sempre dá para ter mais um filho pq sempre vai ter ajuda. O dia que realmente elas passarem fome e não tiverem ajuda nenhuma elas criarão vergonha na cara e irão até um posto de saúde onde se consegue anticoncepcional de graça. Não é questão de ignorância e sim de conformismo e preguiça.

    • Miguel:

      Que parvoíce, essa mulher deve ser masoquista ou sádica, os filhos e ela própria passam fome e ela a pensar ter mais filhos! Pessoas como essas acho que só devem ser ajudadas por causa dos filhos que não têm culpa dos pais que têm!

    • eduardo:

      Vindo de uma mulher esse comentario fico ainda mais perplexo. Pobreza do nordeste esta relacionado a desvio de dinheiro publico e não super população. Existem milhares de projetos e investimento para se acabar com a pobreza no nordeste. Filha porque o rio tiete ainda é sujo, porque ainda se desmata a floreta atlantica e amazonica, porque os impostos da saude não vão para saude. Porque o rio tiete é uma mina de investimento que nunca acaba, porque o desmatamento é causado por politicos extremamente rico que ganham com a pecuaria a cana o cafe, porque se a saude melhorar o governo tem que acabar com impostos extras criados para sugar nosso dinheiro, e pra finalizar não se esqueça que a miseria do nordeste é uma forma podre de se tirar dinheiro e desviar em favor de ladrões. Exitem sim mulheres com quinze crianças, mas não existe super população no nordeste, e lembre-se somos pessoas e temos de ter o direito de ter quantos filhos desejar-mos, isso é direito. Temos familias de um unico filho da classe media alta que usa mais drogas que uma farmacia, temos tambem nesta situação adolecentes ladroes,skinhead …. pense nisso nestas familias pobres do nordeste acredito eu que na maioria dos casos le não roubam nao matam e nao se drogam nehum dos quinze.

    • eduardo:

      so pra completar sobre escrevi tenho aqui um link de uma criança sendo atropelada duas vezes na china e os passantens nem se importam, país onde o aborto é permitido, onde ha controle sevreo da população, onde a humanidade ja esta perdendo o amor ao proximo
      http://fimdostempos.net/menina-e-atropelado-varias-vezes-na-china-e-passantes-ignoram.html.

    • Elizabeth:

      Caro Eduardo, exatamente por ser uma mulher e do novo século é que me preservo. Possuo filhos, aliás uma filha só e não terei outro, pois sou pobre e o que tenho dá para sustentar apenas um filho.
      Esses problemas sociais todos que vc enumerou não acontece só no Nordeste, aqui em SP onde vivo há todo o tipo de desvio, corrupção e blá, blá, blá. Isso tudo a gente já conhece e é assunto batido.
      No Nordeste pode não haver uma superpopulação se formos comparar ao resto do mundo. Agora se lembrarmos que o Nordeste é um Estado precário em qualidade de vida e oferta de emprego, há sim um excesso principalmente de crianças, vamos lembrar tb que muitos Nordestinos anualmente saem de seu Estado de origem para procurar empregos em grandes capitais. Isso indica uma precariedade neste Estado.
      Agora concordo com vc, que podemos ter quantos filhos quisermos, mas também acho que devemos ser responsáveis com a vida. Se não temos condições é um pecado termos filhos para morrerem de fome antes do 1º ano de vida. Um exemplo de irresponsabilidade é o senhor Papa que proíbe o uso de anticoncepcional, vamos fazer assim, cada mãe que não tiver condições de criar seu filho manda para o Vaticano. Pecado não é usar anticoncepcional, pecado é deixar morrer de fome.
      E por último meu caro, drogas e marginalidade infelizmente é uma questão que está além de ser pobre ou rico. Mesmo assim eu te garanto que se vc for até a favela mais próxima que encontrar da sua casa vai perceber que há mais drogados, bandidos e traficantes que no bairro classe média. Embora na classe média tb tenha o problema de marginalidade é mais constatado numa região de classe baixa. Isso quer dizer que a miséria gera muito mais marginalidade.

    • Thiago:

      Acha que eles tem escolha ? se existisse um posto médico no nordeste seria otimo .. já que muitas pessoas que vive no sertão são analfabetas e não sabem nem oque é TECNOLOGIA… Esse povo trabalha ardualmente para se sustentar e cultivar o pouco que plantam. E para isso precisam de pessoas e filhos para ajudar! Fora o bolsa família.

  • Rabiola:

    Que conversa é essa de que as mulheres vão acabar?? Pois se em varias regiões o numero de mulheres supera o numero de homens ??Alguma coisa vai acabar acontecendo com a humanidade,so não sei ainda se vai ser pelo esgotamento dos recursos basicos pela forma irracional do seu uso ou se por alguma coisa que ainda vamos criar para dar um ‘empurrãozinho’ na destruição total.. mas pela falta de mulher que não é..so se for pela falta de homem ..

  • Glauco:

    Apóio o Eduardo. Enquanto vocês estiverem vivendo amontados na cidade atrás de valores e bens que só trazem miséria e escravidão à boa parte da população do planeta, vão viver nesse dilema de “controle de natalidade”, “pobre só devia ter dois filhos”, “A China que é exemplo”. Não vão entender que o planeta tem condições de dar ótimas condições de vida para o dobro de pessoas ou mais nesse planeta.

    Não falta água e não falta comida prá ninguém. Falta vontade e gerenciamento dos recursos naturais. O grande problema não é a “multiplicação de pobres” no planeta, é quantidade de pobres necessários para manter o estilo de vida de poucos ricos! Os ricos e poderosos que são o problema desse mundo, não os pobres!

    • eduardo:

      Valeu glauco na verdade sem modestias voce acabou escrevendo aquilo que eu gostaria de ter escrito. E concordo totalmente com voce. Eu me lembro de um filme dos anos 80-90 chamado a “fortaleza” ele é quase perfeito para mostrar a nossa tese.O filme baseava-se em um governo totalitario que manipulava a população terrestre, onde um casal foi condenado e preso tentando fugir com um filho que nasceu sem a autorizaçao do sistema. Essa realidade ja existe, acho ate que o filme possa ter sido baseado na condição da china.

  • Reynaldo Andrade:

    È só tocar no nome de Jesus, que quem tem culpa, voto contra, hé , vcs já sabém pra onde vão né…..

  • Drawph:

    kkkkkkkkkkkkk pessoal que ler isso e ficar assustado nao se assuste isso apenas é um devios temporário da natureza humana logo de pois de 5 mil anos as mulheres irao acabar e a populaçao ira dexer até seu lemite quando as mulheres voltaram isso é como se um plano do ser humano para ele mesmo

  • Ze da Feira:

    O problema não é a quantidade. Quero ver quando os indianos e os chineses começarem a consumir quinem os americanos.

  • Joabe:

    Voces ja ouviram falar em Cerebro é isso que voces tem, tanta babozeira para uma celula redonda, nao importa o que pensares o MUNDO somos nós, ja imaginaram se o PLANETA nao tivesse humanos… acreditams que fazemos alguma coisa mas é ele que nos faz.

  • Cristiano M. G.:

    Além dos problemas apontados, o desemprego será massivo no futuro…
    Com a tecnologia atual, cada vez menos se necessita de pessoas para o trabalho. Bancos on-line, lojas on-line, indústrias automatizadas…
    Já existe até os bots, computadores que predizem as melhores apostas em bolsa de valores, em tomadas de decisões em empresas… Em poucas décadas, só profissões ligadas à criatividade sobreviverão, e olhe lá…

  • Alter ego: Humano:

    Com a população beirando a 7 bilhões, o certo é que cada pessoa consuma apenas 2 hectares globais, mas há países que isso não acontece. Um americanos consome 9 hectares! Um europeu, 5 hectares!

    Nesse site você pode descobrir através de perguntas quantos hectares globais você consome.
    http://www.aprendaavalorizar.com/2011/10/o-dia-em-que-terra-chegou-no-seu-limite.html

    • Hugo:

      Interessante o site

    • Glauco:

      Caracas, eu ocupo 2.6 hectares! Deve ser por causa do meu trampo em outra cidade!

    • Ezio José:

      Eu, 2.1 hectares. O tanto que um boi de engorada bem abastado necessita de gramíneas.

    • nml:

      observem neste cálculo o seguinte, cada um consome os recursos medidos, porém multiplicando pelo número de pessoas no mundo este valor EXTRAPOLA os recursos EXISTENTES, ou seja, estamos DEPREDANDO mais rápido do que o PLANETA pode se RECUPERAR! Acordem!

  • Hummungus:

    Famílias com mais de 3 filhos é absurdo . Não há uma explicação muito coerente para essa sede de reprodução da raça humana . Embora seja clara a tendencia para o crescimento dessa população em áreas mais pobres e diminuição da quantidade de filhos nos países e ambientes mais abastados , ainda assim temos a questão do aumento da expectativa de vida cada vez maior . O problema da superpovoamento do planeta
    existe e é grave . Mesmo que no futuro haja uma reversão dos numeros , isso não será logo .
    Agora a questão : como convencer pessoas simples e sem recursos para projetarem suas vidas a não procriar nas muitas horas de ócio ??? Equação dificil.

  • Rafael:

    E daí? vai se contentar em só comer? Superpopulação não só traz excasses de comida e água, como é um baita d’um incomodo. Nem o planeta, nem muito menos a própria raça humana precisa de mais de 5% da população que existe hoje em dia.

    Quanto menos pessoas houverem, melhor será a qualidade de vida daqueles que vivem.

    • Hummungus:

      Concordo , mas como se resolve isso a essa altura ? Como se faz desaparecer 6.650.000.000 de pessoas da face da Terra ?

  • magoado:

    E “Deus disse enchei a terra e tornais vos muitos”
    gente isso está se cumprindo….
    Eu só li na bíblia não foi eu que profetizei
    Queira a ciência ,queira os incrédulos ,queira quem quer que for….vão só assistir a vontade de Deus se cumprir,pois Deus não tem que consultar humanos, meros mortais para realizar sua vontade..!!!

    • Bell:

      Aff! Para de ser bitolado! Deus disse isso pra ADÃO E EVA, numa época só havia esse casal, segundo a Bíblia. Isso não se enquadra nos dias de hoje, francamente… Santa ignorância!!!

  • ALX:

    Engraçado, acho q ninguem parou pra pensar nisso antes ne? Mais como o indice de nascimento vem caindo, acho q não corremos tantos riscos rsrs

    • Tiago Moah Weimer:

      Desde que acesso os artigos referentes á Meio Ambiente, venho respondendo a muitos comentários quanto á quantidade enorme de pessoas que vivem e que irão viver em nosso planeta dentro de alguns anos, e suas conseqüências…
      E podes ter certeza de que não sou só eu que penso nisto á muito tempo…

  • Nika Pinika:

    Superpopulação é phoda, em todo os sentidos. É como acontece com crescimento de indivíduos em ambiente fechado: depois de um tempo, declínio por falta de recursos. Do jeito que vamos, isso baterá a nossa porta logo, logo.
    Infelizmente, nosso declínio não virá antes da destruição de diversos habitats e extinção de espécies…
    Eu não sei o nicho ecológico dos humanos…
    O que só a nossa espécie pode trazer de benéfico à biota que qualquer outra espécie não seria capaz de trazer?

  • Daniela:

    Já assistiram Wall-e?
    Acho que estamos propensos a ver o planeta como está no filme.
    Um lugar onde existe somente lixo.
    Abraços.

  • Hermes:

    Deixa chegar perto dos 10 bilhões, aparece um viruzinho mortal que se espalha no ar e resolve o problema. Aí quem sabe começamos do zero: um, dois, três…

    • Ezio José:

      Ou uma guerra mundial da qual não estamos muito longe com os EUA em declínio econômico. Eles são capazes de tudo para não perder o Status de Mor.

    • Tiago Moah Weimer:

      De acordo com meus conhecimentos de reprodução, do zero tu não podes partir.
      Pelo menos uma pessoa tem que existir (caso ela faça inseminação artificial, daí só precissa ser uma pessoa mesmo)…

    • Andy:

      Se vale apelar para inseminação artificial então nem precisa de nenhum humano, basta um robô avançado para cultivar um embrião em uma encubadora avançada. E o embrião pode ser criado por engenharia genética.

    • Leonardo L.:

      é e depois a mae transa com o proprio filho pra reproduzir né?!.. espertão..

    • Leonardo L.:

      é e depois a mae transa com o proprio filho pra reproduzir né?!.. espertão..

      Ai Andy era pra este esperto aqui de cima..

    • Ezio José:

      Édipo só transou com a mãe porque ela era mulher nova, bonita e carinhosa.

  • Reynaldo Andrade:

    Com o índice de criminalidade na terra, tenho certeza, de que vai diminuir bém, mesmo porque cresce a quantidade de h….., isso deverá equilibrar um pouco à população.O próprio ser humano produz o equilíbrio, através das guerras, doenças,suicídios,drogas principalmente, e outros fatores que irão por vir naturalmente, e quando Jesus voltar, (ei vc q não acredita, preste atenção) a coisa terá seu equilíbrio na terra.

    • SENAM:

      Espera deitado

  • @lucianolee:

    Bem, acredito que essa estimativa esteja errada, na minha opinião a terra suporta muito mais que 10bi de pessoas, pois nesses último, vimos a evolução das tecnologia, métodos e processos que otimizam, a produção de alimentos, e conseguem extrair cada vez mais. projetos como a utilização de desejos industriais ainda estão precários, á um desperdício imenso, quando se trata de alimento, em quanto houver meios para otimizar isso não acredito que faltará alimento ou produtos, a engenharia não deixará …

  • nelson santos aranha filho:

    esses estudos nao consideram a taxa de fecundidade dos judeus ultra ortodoxos (7 filhos por mulher) e dos ciganos
    (3 filhos por mulher) que nao estao caindo.os primeiros dobram a sua populaçao a cada 13 anos e os segundos a cada
    40 anos. eles vao se multiplicar até o infinito.

    • Mateus:

      Mas este 2,1 filhos por mulher é média. Lá no Oriente Médio, muitas mulheres tem muitos filhos, enquanto na Europa, América e China, a maioria das mulheres tem 1, 2 ou nenhum filho… Minha mãe só teve eu…

  • Hugo:

    Por isso que sou a favor de limitar o número de filhos, como na China. Pra ter um segundo filho precisa pagar um valor de 150.000,00 yuan (cerca de R$ 45.000,00). Ou seja, precisa ter condições pra dar comida, educação, saúde, etc.

    Tem gente que mal tem dinheiro pra se alimentar, mas coloca mais 10 pequenos futuros ladrões no mundo, que ficam nos atormentando para lavar o vidro do carro nas sinaleiras…

    • eduardo:

      Hugo respeito seu comentario, porem acho que todas as familias independente do credo, raça ou origem tem o direito de ter a quantidade de filhos que tenham vontade. Problemas sociais são problemas de educação familiar e tambem seu e meu. Ficaria muito triste se um dos meus irmãos não existi-se por que o governo limita o numero de habitantes. O problema da China não é a super população, e sim o problema da propria ambição humana com todo este consumismo de exageros tecnologicos sem utilidade. Quantas pessoas vc conheçe que trocam o celular todo ano ou mes. Nos poderia-mos viver por muito menos.

    • Hugo:

      Você e muitos outros deste site me parecem pessoas bem instruidas, devem vim de uma famílias boas, que ter mais filhos só faz acrescentar ao mundo.

      O problema são os “cabeça de pinto” (como um amigo nosso disse mais pra baixo) que botam 50 ladrões no mundo.

      Não estou julgando, mas se a criança não tem dinheiro nem educação nem carinho de uma família, claro que vai virar ladrão…

    • Rafael:

      Virar ladrão é o de menos. Até pessoas instruídas demais quando em excesso se tornam um peso, imprestavel.

      Pra mim deviamos ter um plano de diminuir de geração em geração. Começando com um plano de apenas 0,5 filho por casal.

    • SENAM:

      Pra que botar mais aleijados????????

    • Lordecueca:

      O problema neste caso é a mão de obra teremos mais velhos e menos jovens. Ou seja, a mão de obra ficará escassa.
      Acredito que 2 filhos é o ideal.

    • Ezio José:

      Qualquer número de filhos implica em situações. O melhor é ter filhos quando se tem condições de mantê-los e dar pelo menos o mínimo de conforto material e o máximo de conforto espiritual (afeto, carinho e educação).

    • eduardo:

      vc ta mais preocupado com mão de obra produtiva do que com pessoas, 2 pessoas são suficientes para manter o fluxo mundial, é esta a sua matematica. Amigo não se iluda com quantidade. Faz menos de 150 anos que alguns barões brasileiros mantinham escravos em pessimas condições humanas, nem bicho conseguiria resistir aquilo,um trabalhando por dez. Tambem não se esqueça da 1° e 2 guerra mundial onde pelo menos 50 milhoes morreram na guerra e mesmo assim a ganancia de paises como os estados unidos mantinha fabricas na asia e africa em condiçoes escravas somente para manter seu crecimento e produtividade. Volto a repetir o que escrevi acima, pessoas poderiam viver mais por muito menos. Famila independente do numeros de filhos é familia. Hoje pertenço a classe media brasileira, quase passei fome quando era criança mas meu pai passou fome enquanto trabalhava para nos sustentar, mais isso so serviu de exemplo de humanidade assim como muitos deste planeta.Este texto é da wiki:
      O Banco Mundial define a pobreza extrema como viver com menos de 1 dólar por dia (PPP)e pobreza moderada como viver com entre 1 e 2 dólares por dia. Estima-se que 1 bilhão e 100 milhões de pessoas a nível mundial tenham níveis de consumo inferiores a 1 dólar por dia e que 2 bilhões e 700 milhões tenham um nível inferior a 2 dólares. Sabe oque isso significa, enquanto estamaos escrevendo no teclado, pagando a media de 100 por mega no brasil, alguem da africa não tem sustento, porem ele não rouba não mata não mente. Amigo familia não é quantidade é humanidade.

    • Cristiano M. G.:

      Não se preocupe com a mão-de-obra… Com a tecnologia atual, cada vez menos se necessita de pessoas para o trabalho. Bancos on-line, lojas on-line, indústrias automatizadas… Em poucas décadas, só profissões ligadas à criatividade sobreviverão…

    • Leonardo L.:

      pagar pra ter um filho não é a soluçao ate pq se vc tiver q dar essa grana por governo depois vc nao tem como sustentar… e ate pq pagamos mtas outras coisas por governo e eles nao fazem nada pela gente.. acho q tinha q ter gratuitamente apos 2 filho do casal, fazer cirurgia no homem e na mulher pra nao ter mais filhos..

    • Tiago Moah Weimer:

      Mas no Brasil existem as Bolsas……..
      Incentivo generalizado!!!

    • Beto:

      Estive em Portugal entre novembro e dezembro do ano passado. Lá há uma sociedade senil. Tive a oportunidade de conhecer, explorando, os costumes daquele povo. Lá existem bolsas para os portugueses legítimos casados legalmente terem filhos. Existem outros tipos diversos de bolsas, porém, a sociedade tem uma educação de berço bem formada e não fazem muito uso desses benefícios públicos. Nem as filas para idosos são reinvidicadas com arrogância como nós, brasileiros, fazemos aquí onde até alugam filhos para terem benefícios e privilégios em filas. Na Inglaterra e na França também têm bolsas diversas e a população tem comportamento igual a de onde fui.

    • Ezio:

      Olá Beto!
      Assino em baixo o que escrevestes. Estive lá em Lisboa, Cintra, Seia (onde pude visitar a Serra da Estrela quando caia neve)também entre os dias 27 de novembro e 12 de dezembro do ano passado. Confirmo e testemunho seu post. Tenho parente que mora lá há década.

    • Rafael:

      Ótimo então que importem crianças africanas famintas, ora bolas.

    • eduardo:

      Cara acho que nao entenderam seu comentario do Rafael, pesosal quando ele escreveu “que importem crianças……” ele quis dizer que todos nos temos como pessoas humanas o dever de cuidar do pequenos miseraveis. governos deveriam sim atravez desta metafora importar os problemas de miseria do mundo.

  • Nik:

    Pois é, questão complicada essa. Acho que é mais do que hora dos governos começarem (alguns já começaram aliás) a se preocupar com isso, já que não dá pra ter “quantidade” e “qualidade” ao mesmo tempo.

    A propósito… sempre achei que no planejamento de uma cidade o número de pessoas fosse levada mais em conta do que qualquer outra coisa. Por exemplo, para cada 1000 pessoas… 1 hospital, para cada 2000… 1 departamento de polícia. Lógico que esses números são só de exemplo, nem eu mesmo levaria isso a sério. 😀

  • magoado:

    È….mas esqueceram o que Deus disse ….
    “enchei a terra e tornai vos muitos”,então por que se preocupar, deixa que ele cuida disso.

    • Mochileiro:

      E Deus disse: “Crescei-vos e Multiplicai-vos” – mas faltou acrescentar – “Como Humanos, não como ratos!”

    • Leonardo L.:

      Não envolva Deus pq ele falou isso quando o planeta nao tinha nem 500 milhoes de pessoas.. Acredito em Deus acima de td.. mais oq esta a se discutir é quantidade com qualidade de vida dos futuros seres humanos.

    • Ruan:

      É né.. só porque VOCÊ não vai sentir as consequencias da superhabitação da Terra, não quer dizer que vc tem que adotar uma postura de, com o perdão da palavra, “foda-se”..

      Por isso que o mundo não vai pra frente, ninguem tenta resolver os problemas, só ficam esperando que alguem resolva ou que uma solução caia do ceu ¬¬

    • Ezio José:

      Foi Deus que disse ou alguém que escreveu dizendo que Ele disse?
      Quando esse alguém escreveu, qual era a densidade populacional desse mundo hoje agitado?

  • Fernando:

    Nao sou muito a favor mas o aborto poderia diminuir a quantidade de criancas.
    No Brazil ha milhoes de criancas abandonadas e os casais poderiam ter um filho e depois adotar um e assim por diante iria diminuir a taxa de nacencia.
    O problema que tem cada cabeca de pinto como uma materia no fantastico duas semanas atras relatando um homen de noventa anos da Paraiba que tem mais de cinquenta filhos.

    • Rock:

      Porém, um erro não justifica outro nem outro pior.Educação, conscientização resolveriam.Mas a sociedade como um todo faz justamente o contrário.Nem falo nos politicos , pois estes são meros parasitas úteis apenas a si mesmos e para dar a impressão que vivemos em uma democracia.

    • Ezio José:

      Os políticos são frutos do meio que os espermatozóides produziram. São um de nós que chegaram lá e mudaram a forma genética de pensar e agir porque foram escolados desde crianças.

    • Tiago Moah Weimer:

      Ou tu já tá no clima de Copa do Mundo e falando (escrevendo) que nem os gringos, ou tu tá loquiando por que BraSil é com S e não com Z!!!

    • leandro:

      O problema não é com os políticos, veja bem, os ricos, ou até mesmo as pessoas com alguma cultura tem geralmente 2 filhos esse estudam ficam ricos tambem(ou bem de vida), mas esse grupo mais inteligente não chega a dominar o planeta pois só se reproduzem a fim de subtituição, mas os pobres tem geralmente 6 a 7 filhos e seus filhos tem mais 6 a 7 e viram um inso e são isentivados pelo bosa família etc.

  • Daniel:

    o negocio e as pessoas paprem com essa obsessão de ter filho….

  • dayane:

    As famílias podem até estar ficando menores, no entanto, o consumismo tem falado alto o suficiente pra conseguir provocar o que chamam de falta de equilíbrio.
    É muito “lixo” acabando com tudo.

    • Elizabeth:

      “Taí” uma coisa que concordo.
      Se cada um consumisse apenas o que realmente necessita, o planeta não estaria esse caos.
      Estão acabando com os recursos do planeta para dar conta desse consumismo… estão enchendo o mundo de lixo…

      Concordo com Tim Jackson (autor do livro Prosperidade sem Crescimento: Economia para um Planeta Finito) quando diz que gastamos dinheiro que não temos em coisas das quais não precisamos para impressionar as pessoas com as quais não nos importamos.

    • Ezio José:

      Se não gastarmos não empregaremos pessoas e sem empregos as pessoas morrerão de fome. Produzir e consumir é uma rotatividade necessária para manter os seres humanos vivos.
      Se usarmos camisinhas frequentemente, haverá quem conteste mais uma típica poluição. Nas praias, de manhã cedo, já podemos ver o que tem de camisinhas jogadas na areia. Levá-las numa sacolinha até uma lixeira especial será um pouco constrangedor.
      O certo seria o controle de natalidade, porém, depara com esse obstácullo que citei.

    • SENAM:

      …Se não gastarmos não empregaremos pessoas e sem empregos as pessoas morrerão de fome. Produzir e consumir é uma rotatividade necessária para manter os seres humanos vivos…
      Até quando!?!?!?

    • Ezio José:

      A formiga só trabalha porque não sabe cantar.
      Quem não tem colírio
      Usa óculos escuro
      Quem não tem filé
      Come pão e osso duro
      Quem não tem visão
      Bate a cara contra o muro

      A formiga só trabalha
      Porque não sabe cantar…

  • Mochileiro:

    O planeta terra já tem aproximadamente 7 bilhões nos dias de hoje e, com o constante aumento da expectativa de vida humana, esse n° só tem a crescer nas proximas decadas.

    Sou a favor de um rigoroso plano de controle natalidade: uma familia não precisa de mais que dois filhos (no maximo) para passar os seus genes adiante e garantir a perpetuação da especie.

    Por isso meus amigos… façam sexo só por prazer e ajudem o mundo 😀

  • eset:

    A redução da população seria uma boa ideia, sendo que eu poderia estar nesse meio.

  • Hugo:

    10 bilhões é o limite se for tudo perfeito. Tudo plantado, tudo muito bem dividido etc.

    Do jeito que estamos, com concentração e desperdício de recursos, já atingimos este limite a muito tempo. Temos muita gente morrendo de fome neste mundo…

    • SENAM:

      Ja leu sobre o monumento de pedra da Georgia…Pesquise

  • rafael:

    Só vão conseguir estabilizar se começarem a matar em massa…

    • SENAM:

      Esse é o plano…

  • JUMENTO:

    Não é a toa que procuram Planetas ao redor da Terra para uma “possivel” habitação. Só me pergunto quanto isso custará para os “possiveis” moradores afinal, milhões ou talvez, trilhoes estão sendo gastos para isto. Há pensadores e idealistas que citam: Neste outro Planeta Habitavel, a qualidade de Vida será Inestimável… a Terra, será um Planeta produtor de Recursos para ser transportado para este novo Planeta e também, será transportado de volta, todo resíduo (lixo descartado na sobrevivencia) gerado lá.

    Eu particularmente não duvido disso, só queria estar vivo para ver isso acontecer provavelmente daqui uns 100 anos ou até menos.

    • 3dx:

      gostei, mas eu acho q não vai ser daqui a cem anos ou menos…. vai ser à + ou – 300 anos, e eu não concordo em irmos morar lá, deveríamos apenas jogar o nosso lixo lá

    • SENAM:

      Lixo deve ser todo reciclado…mas tem que ter decisão..porque tecnologia ja temos.

Deixe seu comentário!