Químico encontrado na bile de ursos pode se tornar remédio para o coração

Por , em 2.08.2011

O ácido ursodesoxicólico (um químico encontrado na bile do urso) já é usado para reduzir a produção de colesterol, e dissolver cálculos biliares. Agora, um estudo inglês mostrou que também pode tratar ritmos cardíacos anormais, potencialmente perigosos.

A pesquisa recente provou que o ácido pode impedir o ritmo cardíaco anormal, ou arritmia, tanto em pessoas que tiveram um ataque cardíaco quanto em fetos, porque altera as propriedades elétricas das células chamadas miofibroblastos, presentes no coração fetal e em pacientes que sofreram ataque cardíaco.

O estudo descobriu que os miofibroblastos interrompem a transmissão de sinais elétricos que controlam o ritmo do coração. O ácido pode ajudar o músculo cardíaco a conduzir sinais elétricos mais normalmente.

O ácido já é usado para tratar a colestase obstétrica, uma condição que afeta uma em cada 200 mulheres grávidas no Reino Unido e está ligada a um maior risco de arritmia e morte súbita para o feto.

O produto químico reduz os níveis de ácidos biliares prejudiciais que causam a doença, e que podem passar para o bebê através da placenta.

Agora, os pesquisadores esperam que um ensaio clínico demonstre se os resultados da nova pesquisa se traduzem em pacientes com insuficiência cardíaca.

A bile de urso é usada em muitos medicamentos tradicionais chineses, mas seus críticos dizem que a maneira como é coletada é cruel.[BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

18 comentários

  • Juliano Zennaro:

    Esse acido bibiar e sintetizado em laboratório. O nome comercial dele é Ursacor. Ninguém precisa matar urso e ter o trabalho de extrair a bile do bicho pra isso. essa medicação é utilizada no mundo todo. Imaginem o tanto dd ursos que iriam para a vala se isso fose verdade? Os ursos ja teriam sido extintos se esse fosse o caso

    • Rosana Messias:

      Juliano, milhares de ursos são torturados e mortos todos os anos na China, e só não foram extintos pq eles induzem a gestação. Os ursos passam cerca de 20 anos presos em uma gaiola quase menor que ele próprio, onde não podem nem se mexer. Muitos ursos , tendo a oportunidade cometem suicídio, para poder escapar da lenta tortura em que são submetidos. Eles sentem dores alucinantes, fora o desespero e depressão que sentem. Muitos se mutilam, enfim, jamais usem qualquer produto que contenha Bile!!!

  • willam:

    desgracados!!!e’ terrivel a forma como tiram a biles dos ursos!!!tem q ser proibido logo!!!!nao comprem estes produtos nem apoiem esses estudos crueis!!

  • Melissa:

    VOCES TEM NOÇÃO DA EXTREMA CRUELDADE E MARTIRIO A QUE SAO SUBMETIDOS ESSES ANIMAIS?SÃO ENJAULADOS EM JAULAS TAO PEQUENAS QUE MAL PODEM SE MOVIMENTAR, OS CHINESES ENFIAM UM TUBO CIRURGICAMENTE, SEM ANESTESIA MESMO, NA REGIAO DO FIGADO PARA OBTEREM A BILE E O ANIMAL URRA DE DOR A PONTO DE MORDER A PROPRIA PATA E FICAM LA ABANDONADOS, COMO SE ESTIVESSEM NO INFERNO, MUITOS ENLOUQUECEM!!! HA APROXIMADAMENTE 75 ENTRE ERVAS E SINTETICOS QUE PODEM SER USADA AO INVES DA BILE DESSE ANIMAL!PELO AMOR DE DEUS, VAMOS TER MAIS COMPAIXAO PELOS ANIMAIS NADA, DIGO, NADA JUSTIFICA ESSA BARBARIE!!!!!

    • Juliano Zennaro:

      Antes de ficar gritando na net para demonstrar toda sua indignação, por favor informe-se mais. O ácido ursodesoxicolico (C24H40O4) é produzido em laboratório, sendo que os seguintes laboratórios farmaceuticos, produzem essa substância:
      Watson pharmaceuticals inc
      Corepharma llc
      Epic pharma llc
      Lannett holdings inc
      Mylan pharmaceuticals inc
      Teva pharmaceuticals usa
      Axcan pharma us inc
      Como produzir o acido urso desoxicolico em laboratório:
      http://www.freepatentsonline.com/4579819.html
      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC242181/
      Pronto!
      Agora você pode dormir em paz, sabendo que o ursinho Ted está tranquilo no habitat dele.

  • José Calasans.:

    Concordo que submeter os animais a tratamentos cruéis como esses,é realmente um crime.Tatiane falou de fazendas de ursos,nunca vi,mas imagino como a coisa funciona pois vi uns vídeos sobre o comportamento cruel dos ditos seres humanos com os animais,acaba sendo repugnante.O abate dos golfinhos na japão,a retirada de peles de alguns animais que são esfolados vivos p/ não danificar e desvalorizar a pele isso na China,a coisa é triste o animal fica totalmente desprotegido deve ser uma morte lenta e dolorosa,fora outros casos por ai.No caso dos ursos,como o Fábio Lucas citou,o ideal é que essa substância seja sintetizada em laboratório.

  • Tatiane:

    Um avanço na medicina, mas um retrocesso para a humanidade.

    O ser humano precisa aprender que não é o rei absoluto do mundo. Alguém aqui já parou pra ver foto das fazendas de urso, para retirada da sua bile?
    Me desculpem, mas acho que quem pensa que o ser humano precise abusar das outras espécies para sobreviver é um ser extremamente egoísta! Como Paul Watson uma vez falou, se você medir inteligência como a capacidade de viver em harmonia com o meio ambiente, as baleias são muito mais inteligentes do que nós. E eu estendo o comentário dele não só para baleias, mas para todos os outros seres.
    O ser humano ainda não percebeu que destruindo o mundo e os outros seres, só faz mal pra si mesmo.

  • Fábio Lucas:

    E também não é assim. O fato da substância ser encontrada na bile do urso não significa que teremos que matar milhares de ursos pra salvar a humanidade. Após uma boa caracterização e determinação de sua estrutura, parte-se para as pesquisas e tentativas de síntese em laboratório, sem NENHUM material de origem biológica.

    O ácido acetilsalicílico, uma das substâncias mais utilizadas na indústria farmacêutica, possui seu principal ingrediente, o ácido salicílico, originado das folhas e cascas do salgueiro, uma árvore. E quem derruba salgueiro hoje para fazer aspirina? Ninguém! O ácido salicílico e o acetilsalicílico são feitos industrialmente. Isso por que eu só lembrei agora dessa substância, mas boa parte dos fármacos que tiveram origem animal são produzidos sinteticamente ou através de bactérias geneticamente modificadas (como a insulina, que antes era extraída de porcos e hoje é feita por bactérias).

    Ah sim, eu sou químico e nunca fui extraído da bile de nenhum animal! hahaha

    • Rosana Messias:

      Fábio Lucas, você concorda que o tema desse texto está super mal colocado? As pessoas tem toda razão de acharem que estão se referindo a bile do urso….

  • Fábio Lucas:

    tradução tão mal feita. Não dá pra estudante de jornalismo falar sobre ciência, eles não sabem de nada.

  • >;:

    Engraçado, pensei que algum químico (pessoa) tivesse sido achado na bile do bicho rsrsrs

  • idpol:

    É cruel, mas a sobreviviencia de uma espécie exige o sacrifício de outra.

    • jhgj:

      Como?? Sacrifício é o cacete, o ser humano só sabe dizimar as espécies tanto de animais quanto de plantas desse planeta, eles não perguntam aos animais se esses querem se sacrificar para esse ser imundo, egoísta e fútil continuar a existir nesse mundo para poder arrancar todos seus recursos. Por favor amigo, não defeque pelos dedos.

  • anon:

    Não sei ao certo onde é feita a retirada da bile de alguns ursos, acho que é na China, os animais ficam enclausurados em gaiolas minúsculas com algum tubo ou algo do tipo enfiado na barriga deles retirando a bile, eles sofrem tanto que mordem suas patas para tentar aliviar a mesma, sofrem de problemas na coluna também por não poderem se mover, são escravizados e torturados, bando de, desculpem o termo, desgraçados que só querem destruir a natureza e acham que tem o direito de decidir o que será feito com a vida dos animais, o mais incrível é que ninguém faz nada, incrível o ser humano, o animal mais irracional que existe.

  • AZTECA:

    Pobres ursos,cujos poucos remanescentes serão imolados
    em nome da Ciência dos auto-denominados Reis da Criação….

  • Wilian:

    Engraçado, antes de ler a matéria por completo. O título sugeria que existia uma pessoa na bile do urso….

  • Gabriel:

    Matar um urso para salvar uma pessoa.

  • Bató:

    Eu não queria ser um urso depois dessa descoberta.

Deixe seu comentário!