Sonho de construir estação espacial lunar está mais próximo da realidade

Por , em 29.07.2010

Cientistas descobriram que a água é abundante tanto no interior quanto fora da Lua. Ou seja, segundo os especialistas, isso melhora as nossas chances de estabelecer uma presença no satélite em longo prazo.

A descoberta foi feita depois que investigadores americanos analisaram uma rocha de basalto subjacente a superfície da Lua, que se formou por fluxos de lava bilhões de anos atrás e foi trazida de volta a Terra pela missão Apollo 14 1971.

Na verdade os cientistas encontraram evidências de íons hidróxido – moléculas com carga negativa idênticas às da água – mas ainda falta um átomo de hidrogênio.

Usando um método de digitalização conhecido como espectrometria de massa de íons secundários, eles encontraram hidrogênio na forma de hidróxido, um parente químico próximo da água, em um mineral chamado apatita. Segundo os cientistas, se você aquecer a apatita, os íons vão se decompor e sair como água.

A equipe da descoberta diz que ela fornece boas evidências para a presença de água no interior da Lua, de onde algumas rochas lunares foram derivadas.

Isso demonstra uma relação química e geológica entre a Terra e a Lua maior do que a anteriormente conhecida. A presença de água na Lua poderia significar que um assentamento humano no satélite não é tão inverossímil. Atualmente, o esforço sairia muito caro – custa em torno de 50 mil reais para levar apenas um litro de água da Terra para lá.

Mas se os cientistas desenvolverem processos para recuperar facilmente esta água das rochas lunares, e transformá-la em água potável e em combustível, um assentamento humano na lua não está fora de alcance. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

11 comentários

  • Ramon De Souza Vieira:

    Alguém já viu o filme ”A máquina do tempo”? Nesse filme a lua tem um final tráico por conta disso aí kk, mas gostei dos hidróxidos…

  • Willian:

    Esses cara ai ..vão cutucar ninho de marimbondo.

  • Daniel:

    Ninguém tem que explicar que aconteceu na sua videa, Ziriguidum.

  • jair:

    o homem nunca esteve na lua.

  • jose carlos:

    chico xavier falou sobre isto no programa pinga fogo nos anos 70 ! o pessoal deu risada na epoca e agora ! quem sera que esta com a razao! a ignorancia humana é o sentimento mais idiota da humanidade!

  • Phd Ziriguidum:

    Digníssimo Phd. Ziriguidum, formado com louvor em Ciências Desnaturadas pela Escola da Vida:

    Tem jumento, ops, gente, pra tudo mesmo!!!

    Só porque um punhado de caipiras diplomados descobriram algo que eles mesmos afirmavam não existir já tem gente falando mal de religiões!!!

    O dia em que algum desses caipiras, tanto os que são diplomados quanto os que fazem os comentários, conseguir me explicar alguns “fenômenos” (já que milagre não existe pr’esses) que aconteceram comigo, talvez eu pense em mudar de opinião a respeito de religião.

  • Murilo:

    A humanidade pode ser grande algum dia. E grande será.

    A cada dia estamos mais perto de desbravar o espaço, e como Sagan defendia: É necessário uma união espiritual para uma civilização se lançar à Fronteira Final.

    Quem saiba a solução para os problemas da humanidade não esteja nas estrelas?

    Que Deus possa nos abençoar neste caminho.

    ========

    Belo texto Wesley.

  • Marcos:

    Olá Wesley !
    Concordo inteiramente com voce. A exploração do espaço interior e exterior era apenas questão de tempo. Talvez sejamos levados sómente pela curiosidade e natural desenvolvimento tecnológico mas pode ser que sejamos obrigados a emigrar para a “fronteira final” …
    E lembro que antes os cientistas diziam que “era impossível haver água na Lua” …
    Abraços

  • Wesley:

    Construir uma “Estação espacial” lunar não é um sonho, mais sim, um desafio; pois somos o Universo tentando conhecer e compreender a si mesmo.
    Se tornando consciente; sendo o responsável pela sua evolução; Decidindo o futuro da sua própria espécie; E não permitindo que o medo, os instintos ou as crendices substituam a realidade por versões mitológicas…
    Graças à engenharia genética, a nanotecnologia, as próteses, a biologia sintética e aos avanços que ainda virão; um dia a humanidade irá se alastrar e colonizar o espaço, a “Fronteira final”.
    Nisso eu tenho a mais absoluta certeza; até porque, somos uma espécie tão adaptável, tão curiosa e tão insaciável, que um dia iremos audaciosamente aonde nenhum místico jamais esteve.

  • Wesley:

    Onde estiver escrito hidróxido, leia-se hidroxila ou (OH-), um possível precursor da água H2O;

    Em 2007 o Telescópio Espacial Spitzer da NASA, já havia descoberto no espaço, moléculas de CARBONO conhecidas como “Buckyballs”. E em 2010, os cientistas do Instituto de Astrofísica das Canárias, na Espanha, e da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram no “Espaço profundo” moléculas de hidroxila (OH-), um possível precursor da água H2O; e de ANTRACENO, uma das moléculas orgânicas mais complexas já encontradas no chamado “Meio interestelar”.
    O antraceno é uma molécula formada por três anéis hexagonais de carbono, circundados por átomos de hidrogênio.
    “Dois anos atrás” foram encontradras no mesmo lugar, moléculas orgânicas de NAFTALENO, e tudo indica que se trataria de uma região de formação estelar rica em química pré-biótica.
    A descoberta em tela resolve parte do mistério astrofísico de como as moléculas orgânicas surgem.

  • Wesley:

    Audaciosamente indo aonde ninguém jamais esteve…

    Graças à engenharia genética, a nanotecnologia, as próteses, ao DNA sintético, e aos avanços que ainda virão. Um dia a humanidade irá se alastrar e colonizar o espaço, a “Fronteira final”.
    Nisso tenho a mais absoluta certeza! Até porque, somos uma espécie tão adaptável, tão curiosa e tão insaciável, que um dia iremos audaciosamente aonde nenhum outro ser jamais esteve.
    Quando esse esperado e inevitável dia chegar, seremos seres muito diferentes do que somos agora.
    E a ciência já terá reunido informações que possibilitou libertar a mente humana dos deuses virtuais que a entulhavam com “revelações” insanas.

Deixe seu comentário!