Uma dica cientifica para parar de fumar

Por , em 23.04.2012

Você é daqueles que apesar de tudo que já foi dito de ruim sobre o tacabo, continua fumando? Aqui vai mais uma dica científica para parar de fumar: exercício. Aliás, não apenas para parar, mas para continuar sem fumar.

Um estudo realizado com 434.190 pessoas, durante 12 anos, revelou que os fumantes ativos que se exercitavam tinham 55% mais chances de parar de fumar do que os inativos. E depois tinham mais fôlego também.

Além disso, os ativos tinham 43% menos chance de ter uma recaída do que os preguiçosos.

E a atividade física, como já fomos bem informados, ajuda em diversos aspectos, incluindo a expectativa de vida. Nesse estudo, foi registrado um aumento de 3,7 anos e uma redução da mortalidade de 23% – e isso entre os ex-fumantes inativos. Entre os ativos, os números passam para 5,6 anos e 43%!

Lembrando que, no estudo, as pessoas consideradas ativas faziam pelo menos 30 minutos de exercícios diários. Hora de se mexer! [EurekAlert, Foto]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

12 comentários

  • Gilberto:

    Fumei durante 33 anos, em média 50 cigarros por dia, a minha tática de parar foi todo dia falar para mim mesmo que gostaria de parar e que consegueria parar de fumar, não escolhi nenhuma data, só esperei o dia certo e esse dia foi 04 de janeiro, portanto comece já a sua lavagem celebral, comigo deu certo, abraços..

    • Louise Tommasi:

      Comigo foi exatamente assim, Gilberto. Fui me dizendo diariamente o quando não queria o cigarro na minha vida, como fedia, como me deixava sem disposição, etc. Um dia, depois do último cigarro do maço, nunca mais fumei. Não senti vontade e não alterei nada da minha vida para compensar sua falta. Dava muitas das desculpas acima para continuar fumando. O vício não é só orgânico. É mental, emocional e espiritual! Portanto, não adianta colocar bala na boca se a cabeça continua fumando.

  • Claudio D’Amato:

    Eu sou fumante desde 1989. Já tenho, portanto, mais de metade de minha vida ocmo fumante. Corro perfeitamente corridas de resistência e gosto de caminhar. Deixo muita “geração saúde” para trás. Quem for do RJ, passe na pista Claudio Coutinho, que eu estarei lá, em geral aos domingos.

    • Luiz Carlos Porto:

      Legal, continue fumando então.

  • Marte:

    Para Carlos> A graça do cigarro é a fumaça. Cigarro sem fumaça é jardim sem flores, não tem prazer, só a dependência do vício. Se fosse um cigarro sem fedor, tudo bem… mas sem fumaça não dá.

    Para quem quer parar de fumar> Pare no estalo. É FÁCIL.
    Na pior das hipóteses, utilize o engodo da “uma hora”: force a barra para não fumar por uma hora (faça de conta que você está no cinema), com essa hora completa, adie por mais uma hora o cigarrinho, passada essa segunda hora, adie uma terceira e vá assim até a hora de dormir – cada hora vencida mostrará que parar de fumar não é tão difícil assim –. Após o terceiro dia você ficará livre do cigarro para sempre (mas a cada nove meses poderá acontecer uma grande tentação de voltar. Adie uma hora quando isso ocorrer). ACREDITE: ESSA TÉCNICA FUNCIONA.

    • Carlos:

      Marte, o vapor do ecig emula a fumaça:)
      Tem o sabor parecido, traga-se da mesma forma e dá pra sentir a mesma coisa que a fumaça do cigarro.
      Esta técnica sua eu já conhecia, não funcionou comigo. Talvez funcione com os poucos felizardos, menos de 5% dos fumantes, que não são tão dependentes.

  • Carlos:

    Quer parar de fumar? Eu sei a solução! Fumei 20 anos, tentei de tudo: parar de vez, parar aos poucos, exercício, raiz medicinal, antidepressivo, adesivo de nicotina, chiclete de nicotina… Nada funcionou.
    Olha, nunca experimentei drogas ilícitas, mas tenho certeza que na questão do vício, nada se compara ao cigarro. Se eu ficasse 30 minutos sem fumar, ficava com tremedeira, dor de cabeça e estomago, desconcentração total, sensação de sufocamento… E pior é ter que ouvir de quem nunca fumou que é só de ter vergonha na cara e parar…
    É mais fácil ficar uma semana sem comer do que uma semana sem fumar. Falo por experiência própria, pois a primeira eu dei conta, mas a segunda…
    Bem, a solução se chama ecig. Nem deveria ter este nome, pois não tem nada a ver com fumar, com fumaça ou combustão. É conhecido como cigarro eletrônico, e só produz vapor d’água, sem cheiro, sem fumaça (que queima os alvéolos pulmonares), sem fumo passivo, sem as 4.800 substâncias tóxicas do cigarro, sem o alcatrão que entope e deixa o pulmão preto e queimado.
    Ele é um vaporizador, sua composição é de água, sabor e nicotina. A nicotina já é provada que não faz mal à saúde, pelo contrário, tem estudos que a colocam como tratamento do Alzheimer, mas, ela é a responsável pelo vício.
    Assim, com o ecig vc tem a mesma sensação de fumar, só que sem fumaça. Funciona 100%. No primeiro dia que experimentei joguei fora 10 carteiras de cigarro que eu tinha estocado e nunca mais fumei, e principalmente, não senti falta. Já tem meio ano, fiz exames antes e depois, e o médico disse que estou como se nunca tivesse fumado. Próximo passo é usar no ecig líquidos sem nicotina e parar com tudo.
    Quem estiver interessado em informações, procurem no google: forum ecig brasil, com relatos de milhares de usuários que usam o ecig e pararam com o cigarro. Nenhum método no mundo conseguiu uma adesão tão grande, mais de 90% das pessoas pararam completamente com o cigarro.
    O Hypescience podia fazer uma matéria sobre o assunto.

    • Carlos:

      Obs: Se o Hypescience for fazer uma matéria sobre o assunto, sugiro que consulte o administrador do fórum supracitado, que possui dezenas de artigos científicos sobre o assunto. Porque se for procurar apenas em sites “normais”, haverá apenas material, muitos deles patrocinados pela indústria tabagista, que diz que o ecig pode fazer mal pois não há certeza de possíveis malefícios no futuro, tanto é que vários países questionam se devem ou não liberar o uso do ecig.
      Ora, uma coisa é certeza: o cigarro MATA, com suas 4.800 substâncias tóxicas. Mas este não tem problema, este é liberado, o que não pode liberar é o vaporzinho d’água, pois este não foi devidamente testado… Sendo que vapor d’água existe na atmosfera e estamos ingerindo-o agora, é até produto natural da nossa respiração, e a famigerada nicotina existe em ambos…
      Pode até ser que o ecig não seja 100% seguro, mas uma coisa é certeza: no mínimo, fará 1000 vezes menos danos que o cigarro, e não se pode privar a população de um método com quase 100% de eficiência no combate ao tabagismo.

    • Tatiane:

      Meu pai fuma a muitos anos, e sempre que ele está stressado fuma bem mais, você apoás parar de fumar ainda tem excessos de stress, gostaria de indicar o ecig para ele, se ele topar!

    • Carlos:

      Não, sem stress, com o ecig é tranquilo. O único incoveniente do ecig é ter que aprender como utilizar o equipamento, quais os melhores, etc, ao contrário do cigarro que é só acender…

    • Adriana Ribeiro:

      Carlos, vc poderia indicar onde compro o ecig??Ja visitei alguns sites mas as opções são tantas q fiquei perdida. Quero mto parar de fumar, ja tentei vários “métodos” mas sem sucesso…acredito q posso ter sucesso nessa empreitada, como vc, com o ecig.
      Se puder enviar sua resposta p meu email agradeço….purpliwitch@gmail.com

      Obrigada

  • Emerson Costa:

    Não entendo como alguém ainda fuma !

    Só se vê desgraça nas notícias relacionadas ao fumo.

    Acho que se a pessoa tiver FORÇA DE VONTADE, consegue qualquer coisa nessa vida.

    Basta realmente querer !

Deixe seu comentário!