,

Você come em um lugar barulhento? Isso atrapalha a perda de peso

Por , em 6.12.2017

Quando pensamos em comida, a primeira coisa que vem à mente é o paladar, seguido do olfato e da visão. Assim como nós, os pesquisadores desta área não têm dado muita atenção ao sentido da audição, mas quando ela entra na equação da ingestão de alimentos, pode trazer consequências importantíssimas. Neste caso, o som que tem grande importância na nossa alimentação é o da mastigação.

“O som é tipicamente classificado como uma sensação esquecida relacionada à comida, mas se as pessoas focarem mais no som que a comida faz, podem diminuir sua ingestão”, diz o autor do estudo publicado na revista Food Quality and Preference, Ryan Elder.

Um estudo feito na Universidade Brigham Young (EUA) observou que as pessoas que comem menos são aquelas que são mais conscientes dos sons que suas comidas fazem dependendo de sua textura. Isso foi chamado de “efeito mastigação”.

Na prática, isso significa que comer em ambientes barulhentos, como em frente à televisão, com música alta ou em um restaurante movimentado pode fazer com que as pessoas não escutem sua própria mastigação e percam a noção da quantidade que já ingeriram.

“Em sua maioria, consumidores e pesquisadores ignoraram o som da comida como importante sinal da experiência alimentar”, diz outra pesquisadora envolvida no trabalho, Gina Mohr.

Os pesquisadores especificaram que o “som da comida” não envolve sons da preparação do alimento, como pipoca estourando ou um bife fritando na frigideira. Esses sons são exclusivamente aqueles que nós mesmos produzimos quando ingerimos a comida, com a mastigação e deglutição.

Só de pensar nesses sons a pessoa come menos

giphy
Um dos experimentos realizados na pesquisa mostrou que não é necessário que a pessoa se escute mastigando um alimento, mas que apenas imaginar este som já é suficiente para que ela coma menos. Outro experimento mostrou que as pessoas comem menos se o som da comida é mais intenso.

Em todos os testes, os participantes usavam fones de ouvido que tocavam músicas altas ou músicas baixinhas enquanto eles comiam salgadinhos. Quando a música era alta, as pessoas não conseguiam se escutar mastigando, e a média de consumo foi de quatro salgadinhos. Já quando o som estava baixo, eles comeram em média 2,75 deles.

“Os efeitos podem não parecer grandes – apenas um salgadinho de diferença –, mas ao passar da semana, mês ou ano, isso vai se somando”, diz Elder.

Este é mais um bom motivo para procurar um ambiente tranquilo na hora das refeições, sem distrações ou muita movimentação [Daily Mail]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!