“Árvore milagrosa” produz água potável e barata

Publicado em 1.03.2012

Uma substância natural obtida a partir de sementes da “árvore milagrosa” pode purificar e clarear a água de forma barata e sustentável nos países em desenvolvimento, onde mais de 1 bilhão de pessoas não têm acesso à água potável.

Segundo os pesquisadores, o estudo sobre essa forma potencial de tratamento de água requer apenas um processo envolvendo sementes da árvore e areia.

Remover micróbios causadores de doenças e sedimentos da água potável demanda tecnologia nem sempre disponível em áreas rurais de países em desenvolvimento.

Como uma abordagem alternativa, cientistas analisaram a Moringa oleifera, também chamada de “árvore milagrosa”, uma planta cultivada em regiões equatoriais para alimento, remédios tradicionais e biocombustíveis.

“Pesquisas anteriores mostraram que uma proteína nas sementes da árvore podia limpar a água. Um dos estudos criou água que não podia ser armazenada e outro método era muito caro e complicado. Queríamos desenvolver uma forma mais simples e menos cara de utilizar o poder dessas sementes”, disse Stephanie B. Velegol, pesquisadora chefe do estudo, da Universidade Estadual da Pensilvânia, EUA.

Para isso, os cientistas acrescentaram um extrato da semente que contém a carga positiva da proteína da árvore, que se liga ao sedimento e mata os micróbios, e areia carregada negativamente.

“A areia resultante, ‘funcionalizada’, ou ‘f-areia’, mostrou-se eficaz na captura de E. coli cultivada em laboratório. Também foi capaz de remover os sedimentos a partir de amostras de água. Os resultados abrem a possibilidade de que a f-areia proporcione um processo simples e localmente sustentável para a produção de água potável armazenável”, conclui Velegol.[ACS, Foto]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

16 Comentários

  1. Olá colegas.
    O que tenho a dizer é simples.
    Toda a pesquisa feita por universidades e pelo governo,
    vão parar nas mãos da iniciativa privada ou seja os famosos
    lobs. Vocês acham realmente que tudo o que se descobre vem para
    ajudar o povo???
    Não!!! Primeiro é manipulado para se saber o custo beneficio
    e se der muito lucro e puder ser sintetizado, ai sim é vendido para nós pobres, por um custo que muitas vezes não conseguimos arcar.
    Depois é novamente manipulado, mas como se fosse um conhecimento novo e é divulgado pelos “Institutos de Pesquisa” e mídia com o nome do “fulano de tal” o ter descoberto. E é curioso como vendem um conhecimento que é antigo,disfarçando ele como novo e nem pagam royalts para os índios ou populações que os tem como cultura popular a muito tempo!
    Aí fabricam o produto industrializado, maravilha da tecnoroubalheira moderna!
    Não quero pixar ninguém, mas a pura verdade é que ninguém
    descobriu nada, senão nossos ancestrais!!!
    Gostaria que a ética fosse posta em prática tanto na ciência como no governo e que todos estes processos e remédios antigos que estão “descobrindo agora” fossem creditados a quem de direito(índios, cultura popular, etc…) e fabricados pelo nosso Pais. Sendo distribuidos gratuitamente para todos!!!

    um abraço a todos!!!!

    Thumb up 3
    • Quando você desenvolve algo legal nas Universidades brasileiras, como uma tese ou um projeto interessante para a conclusão do seu curso, você apenas se forma, mas a patente e os direitos sobre ficam apenas na universidade – e é assim em todo o mundo, está simplesmente tudo errado.
      Cientistas são pessoas, muitas pessoas são boas, muitas pessoas querem desenvolver algo que seja bom pra toda a humanidade, um sonho que acredito ainda que ciente do quanto é distante. Mas cientistas fazem pesquisas, mas pesquisas exigem recursos, recursos exigem dinheiro, quem tem dinheiro não quer desenvolvimento sustentável e igualdade e paz humana e ambiental, quem tem dinheiro quer mais dinheiro – pesquisas positivas não ganham recursos, pesquisas rentáveis ganham recursos – resultado: desenvolvimento da humanidade anos atrás do que deveria estar no século XXI, população pobre e urbanizada, sustentando oligarquias de poucos que tem em sua posse muitíssimo mais do que um ser humano precisa pra viver com conforto.

      Thumb up 3
  2. COMO FAÇO PRA RECEBER ALGUMAS SEMENTES ??? TRABALHO NUM LABORATÓRIO COM PROFESSORES LIGADOS A ESSA ÁREA E GOSTARIAMOS DE FZER ALGUMAS PESQUISAS.

    Thumb up 2
  3. Conheço a planta há vários anos, e sem precisar que o gringo estude e faça suas descoberta, pessoas do BRASIL de 80 anos 70 anos já sabem disto e muito mais, consegui a semente a muitos anos , realmente é um sucesso , as flores , as folhas, as sementes, e muitos mais , os nossos antepassados conhecem bem!!!!

    Thumb up 5
    • Oi Azenate Gomes, pelo q sei todos os remédios ou quase todos, originou-se de pesquisas baseadas na sabedoria popular. Várias universidades do Brasil estão fazendo pesquisas de plantas q o povo já usa há séculos, e estão comprovando q realmente funciona conforme a sabedoria popular. E é por isso q muitos países estão de olho no nosso país, q tem uma natureza tão pródiga. Precisamos de mais pesquisadores, e q lutem p/ convencer o governo a investir mais em pesquisas.

      Muita Luz!

      Thumb up 3
  4. Copiei o endereço da faculdade onde dão as sementes de Moringa mandei p\ eles, me mandaram 10 sementes, eu as plantei, ñ nasceu uma, acho q alguem dentro do projeto está sabotando o trabalho da faculdade, essa reportagem mostra q minhas desconfianças tem fundamentos, as sementes de araça q ganhei nasceram, estam carregas de flores,é o terceiro ano q dá frutos.Porque de uma vingou e da outra ñ?Alguem está esterizando as sementes p\ q ñ nascer.

    Thumb up 0
    • Algumas sementes precisam sofrer um processo para vencer a dormência. Verifique se não é esse o caso.

      Thumb up 2
    • Bovidino ,fiz como mandava a faculdade , eu as deixei 2 dias na geladeira as plantei bem de manhã num dia q o sol iria esquentar bastante esperei p\ 20 dias elas ñ brotaram ,então eu abri uma das covas onde coloquei a semente ,ela estava podre, aí desenterrei as outras, todas estavam podres.Mandei um email p\ faculdade até agora ñ tive respostas.

      Thumb up 1
    • Gloria, pode me mandar o endereço para que eu posso pedir as sementes, também? Obrigada.

      Thumb up 1
  5. Temos de agradecer é a persistência dos cientistas em conhecer tudo a nossa volta por terem descoberto tal proteína nas sementes dessa planta!
    Se isso tivesse sido obra de algum deus, estaria escrito na bíblia ou no alcorão. Ou quem sabe em alguma mitologia pré-histórica??

    Thumb up 1
  6. É muito importante que descobertas como essa (natural) seja posta em prática.E melhor ainda é saber que nem tudo no mundo está perdido, ainda existe pessoas trabalhando para lado do bem! Graças a DEUS.

    Thumb up 3
  7. Pois é… mais uma planta nacional que os gringos ladrões vem roubar aqui, patentear e nos vender pelo triplo do preço que vendem em seus países…

    Isso acontece desde o ano de 1.500… ou antes…

    Brasil, País colonizado e explorado até hoje!!!

    Thumb up 8
  8. Essa planta e esse processo são bastante conhecidos no nordeste brasileiro. Já vão os caras querer patentear.

    Thumb up 8
    • mas e como é mesmo a utilização dessa tal areia negativada para capturar e. coli? quantas vezes essa areia pode ser reutilizada para esse fim? digo isso por causa do assoreamento dos rios…

      Eu não sabia que já faziam isso no Brasil! Como é feito aqui? Aqui também isola a proteína ou ferve ou algo do tipo? Como faz aqui no Brasil a própria população? Por favor, você pode esclarecer? Sinceramente no aguardo, dblordes.

      Thumb up 0
  9. Não conheço essa planta,esse tipo de pesquisa precisa ser incentivada e financiada por que pode e tem interesse no bem estar do povo,principalmente os menos favorecidos.Tomara que as pessoas envolvidas nessa pesquisa,consigam efetivamente tornar essa técnica acessível as pessoas que vivem afastadas e não tem acesso a água tratada.Gostei da matéria,Natasha,faltou você mencionar se podemos encontrar essa planta aqui e onde.

    Thumb up 9

Envie um comentário

Leia o post anterior:
120228203847-large
Qual foi a mordida mais forte do mundo animal?

Cientistas britânico...

Fechar