4 dicas para deixar de amar alguém

Publicado em 27.02.2013

original

O amor é lindo, só que nem sempre. Não sei se existe um estudo científico sobre isso, mas algumas pessoas concordariam que parecem existir mais amores não correspondidos do que finais felizes no mundo.

Em vez de intimidade, parceria e carinho, o que nos resta é rejeição e sofrimento. O que fazer nesses momentos?

Embora não exista nenhuma cura rápida para coração partido, especialistas dizem que é possível se “desapaixonar”. Confira as melhores maneiras de parar de amar alguém:

Largando o vício

Você pode sentir que o amor é algo além de seu controle, mas pesquisas psicológicas mostram que há, na verdade, formas de domar esse sentimento selvagem. A antropóloga Helen Fisher, da Universidade Rutgers (EUA), por exemplo, trabalhou com neurocientistas para produzir imagens do cérebro das pessoas enquanto elas estão apaixonadas, e descobriu que os sentimentos de amor intenso ativam a uma região do cérebro (núcleo accumbens) associada com recompensas e vícios.

Ou seja, o amor ativa as partes do nosso cérebro que também são ativadas no cérebro de viciados em cocaína e cigarro quando eles antecipam a sensação de se drogar ou fumar. Por conta disso, Fisher recomenda tratar seu amor do jeito que você trataria um vício: jogando fora cartões e cartas, ou escondendo-os em um armário. “Se você está tentando parar de ingerir álcool, você não deixa uísque em sua mesa”, explica. Idealmente, você quer parar de pensar na pessoa totalmente, então precisa se livrar de objetos que a lembrem.

Também é necessário não procurar seu ex, seja na internet ou na vida real, permanecendo o mais distante possível.

Mudando de pensamento

É fácil jogar suas memórias em uma caixa e tentar não abri-la. Evitar de pensar na pessoa, entretanto, é bem mais difícil.

Porém, segundo o psicólogo Robert Sternberg, da Universidade Estadual de Oklahoma (EUA) e autor de “A Teoria Triangular do Amor”, existem algumas coisas que você pode fazer para tornar a tarefa mais acessível.

Uma delas é refletir sobre o fato de que relações nunca podem funcionar a menos que ambas as pessoas estejam dispostas a fazê-las funcionar. Ou seja, você e a pessoa que você quer esquecer nunca teriam dado certo.

Outra coisa superimportante é manter-se ocupado. Não se dê tempo de pensar na pessoa: vá fazer algo melhor do seu dia. Estude, leia, saia, conheça outras pessoas, etc.

Encontrar alguém também ajuda a evitar que você pense no seu amor antigo. No entanto, Sternberg alerta para o risco de que parceiros transitórios geralmente não acabam sendo parceiros permanentes (aquelas pessoas que você conhece entre um relacionamento e outro).

Por fim, caso se veja pensando sobre a pessoa, seja rápido em enfatizar suas características negativas. Assim, você deve perceber, a longo prazo, que teve sorte em ter saído desse relacionamento.

Se nada disso adiantar, aguarde pela “pílula do desamor”…

O psiquiatria Thomas Lewis, da Universidade de São Francisco (EUA) e coautor do livro “Uma Teoria Geral do Amor”, suspeita que não há nada que uma pessoa possa fazer para se “desapaixonar” por alguém, da mesma forma que não há nada que uma pessoa bêbada possa fazer para ficar sóbria.

“Apaixonar-se é um estado semelhante de intoxicação, e é bem possível demonstrar, em estudos de neuroimagem, que áreas do cérebro que controlam julgamento crítico e processam emoções negativas são suprimidas durante o estado da paixão. Assim, em geral, nenhuma quantidade de raciocínio, e nenhuma quantidade de evidências sobre quão nociva a outra pessoa realmente é acabam penetrando na cabeça de alguém que está apaixonado”, sugere.

Basta pensar na famosa frase “O amor é cego” para saber que Lewis está certo. Mas nem tudo está perdido.

“Eu disse que não há nada que a pessoa possa fazer, por si só, para parar de amar. Mas acho que é possível que medicamentos modernos que alteram neurotransmissores, inclusive alguns que provavelmente não foram inventados ainda, possam interromper o estado de se apaixonar”, opina.

Lewis cita a recente descoberta de uma molécula (dihydromyricetin, em inglês) que, quando administrada, impede ratos de ficarem intoxicados quando bebem álcool. Eles podem beber o quanto quiserem, mas praticamente nada acontece a sua função cerebral (embora algo possa acontecer a seus fígados).

“Se é possível evitar que o álcool seja inebriante, então eu suspeito que é, pelo menos teoricamente possível, impedir que o amor seja inebriante, embora também suspeite que o amor possa ser mais complexo do que a embriaguez habitual”, diz.

Ou seja, o amor poderia exigir mais ajustes em neurotransmissores, além de alterações nos sistemas de dopamina, opioide endógeno e ocitocina.

Pode ser interessante pensar em uma “pílula” para se desapaixonar, mas essa solução certamente está no futuro – se é que vai chegar ao mercado um dia.

…ou aposte na única cura confiável: o tempo

Por menos romântico que isso possa soar, é verdade: o amor não dura. Cada um dos especialistas que opinou neste artigo notou que raramente param para pensar em como se “desapaixonar”. Em vez disso, eles geralmente se perguntam como duas pessoas podem permanecer apaixonadas ao longo do tempo.

Esta é uma boa notícia para os que querem afastar a sensação dolorosa da rejeição. Geralmente, a intensidade apaixonada do amor não dura. Claro, pode se aprofundar em um relacionamento duradouro ou casamento, mas nunca vai permanecer tão intensa quanto é durante o começo da relação.

Fisher explica que há verdade no velho ditado de que o tempo cura, mesmo em um nível neurológico. Ela e sua equipe descobriram que as pessoas que haviam sido rejeitadas mostravam atividade reduzida ao longo do tempo no paládio vental, uma área do cérebro associada com sentimentos de apego.

Para ajudar o seu cérebro com esse “desapego”, faça bastante exercício físico para liberar hormônios como a dopamina. E abrace muito seus amigos: o toque é uma maneira de circular ocitocina em seu sistema, hormônio que poderia ajudá-lo a se sentir mais calmo.

“Para melhor ou para pior, a fase apaixonada não dura para sempre, não importa se queremos isso ou não. Portanto, se você se vê preso ao fardo de estar apaixonado pela pessoa errada, pode encontrar algum consolo no fato de que, algum dia no futuro relativamente próximo, você estará livre”, comenta Lewis.[io9]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

21 Comentários

  1. so em eu ler as histórias e opiniões de vocês ja estou me sentindo melhor … espero que isso passe … porque estou sofrendo muito por AMOR da até ironia com isto … pois como se diz é a vida

    Thumb up 0
  2. Eu não sei se o que sinto é amor e/ou paixão.Nós terminamos de uma forma drástica ele rapidamente me trocou por outra pessoa e me evitou.Depois ele voltou dizendo que tinha dançado e que tudo que eu havia sofrido por ele,ele também sofreu só que não por mim.Ele estava sendo frio e mesmo assim eu o acolhi e depois ele me disse coisas terríveis e me deu adeus de novo.Acabo esquecendo todas as coisas ruins e continuo sofrendo por ele depois de 1 ano.Queria esquecer como ele mas ñ consigo, me ajudem

    Thumb up 0
  3. Nunca devemos deixar de amar ,é bom amar é oque lutamos pra alcançar, temos de chegar ao ponto de dizer. Amo ao meu proximo como à mi mesmo.
    O amor nesce lentamente e se for para acabar, acaba lentamente (pois pode acontecer que não acabe).
    A paixão nasce rápido e acaba rapidamente.
    O amor preocupa-se com pessoa e não sofre obssessão.
    Com a paixão, sofre-se a obssessão e por ela sofre-se também (pois ela é quase uma patologia) mas por meio dela pode nascer o amor quando satisfeita.
    Mas o amor…

    Thumb up 3
  4. Estou apaixonado por uma garota,todos os dias eu choro e sofro por isso, não quero mais isso como eu posso parar de sentir a dor no peito que não tem cura cientifica

    Não aguento mais pf respondam

    Thumb up 15
    • Eu estou numa situação parecida com a tua, Leonardo. Pelo menos a dor parece a mesma. Ontem fez 1 mês que meu namorado me deixou, com a justificativa de que não me amava e que tinha deixado de gostar de mim (depois de 2 anos e meio de namoro, dizendo que me amava todos os dias). Eu acreditei no amor dele e sou muito apaixonada por ele. É difícil fazer o cérebro entender que acabou, parece mesmo um vício. Eu sofro todos os dias e mesmo quando acho que vou melhorar eu percebo que nada mudou!

      Thumb up 20
  5. Minha vida está em um momento surreal. Mudei de cidade, larguei tudo para trás em São Paulo para viver ao lado de minha mulher em sua cidade de origem, ao lado da família dela e nossos filhos. Tudo para salvar meu casamento. Conflitos constantes, brigas e ciúmes descabidos faziam eu não entender o porque dela agir assim. Depois de anos, ela foi diagnosticada com bipolaridade, e simplesmente as nossas vidas haviam se tornado um caos. Hoje, ela me abandonou, abandonou os filhos, vive em uma realidade paralela inexistente, comete as mais absurdas atitudes… e eu enfim, estou recomeçando do zero minha vida. Luto na justiça pela guarda dos filhos, conheci uma mulher que me trouxe a esperança de ser feliz, me deu um novo rumo na vida..Já se passaram 01 ano, e por mais que me dedico e gosto desta nova companheira, penso em minha ex mulher todos os dias, todas as horas.. e por mais que tenha consciencia de que acabou, ainda tento entender o que acontece em minha mente. Não há quero mais por tudo que sofri e ainda sofro ….mas penso todos os dias nela e sei que ela pensa muito em mim ainda. Acho q só saberei q deixei de ama-la quando a gente conseguir dialogar com tranquilidade, equilíbrio, por causa dos filhos.. Hoje isso é impossível, ela não consegue focar as conversas nos filhos, ela sempre acaba discutindo sobre o relacionamento, então sei que ainda ela não desapegou…mas sei q é doente e acaba sendo mais visceral nas conversas, eu evito ao máximo discutir relação, mas tenho vontade…nosso casamento acabou de forma extremamente traumática…enfim, o tempo tá demorando demais para colocar as coisas no lugar, enquanto isso, vivo um dia após o outro..

    Thumb up 20
  6. quem foi o retardado que escreveu esse artigo? parei no inicio.

    a pessoa que escreveu acha que amor e paixão são a mesma coisa, paixão é o mesmo que desejo, amor não tem nada a ver com desejo, mesmo quando já deixamos de sentir desejo por alguem, se agente ama essa pessoa não tem como deixar de amar, agente vai ficar preocupado, vai lembrar dessa pessoa diariamente, etc, não há nada possivel pra evitar isso além de drogas daquele tipo que fazem as pessoas esquecerem até quem elas mesmas são, e olhe lá, ainda assim acho que a pessoa vai saber que se esqueceu de alguem importante e vai sofrer por causa disso.

    amor é a coisa mais poderosa que existe, simplesmente nada consegue destruir isso, quem falar o oposto é um babaca que não entende nada de vida.

    o unico modo de evitar sofrer por amor é você se afastar do mundo ou evitar contatos longos ao menos, eu me afastei do mundo, vivo dentro de casa e mesmo assim pela internet conheci alguem e passei a amar essa pessoa, eu dancei, to sofrendo, mas eu não sabia que era possivel amar alguem pela internet, eu não esperava por isso e não tomei cuidado.

    Thumb up 36
  7. Se você ‘gostou’ de alguém pode ter certeza que aos poucos vai parar de pensar nela, mesmo que no começo seja difícil… Sei lá, muitas pessoas pensam diferente, mas se é AMOR, não tem como esquecer, vai ser pra sempre!

    Thumb up 12
  8. O amor dura quando e verdadeiro assim é pra sempre quem nunca teve uma decepção quem nunca precisou cair por alguem,quem nunca matou o orgulho e fico sem razão das coisas quem nunca sofreu,por alguem capaz de fazer tudo isso e talvez nem saber porque e a verdade ha coisas que não podem ser ditas e nem sentidas mais feitas na pratica e sem perda de tempo porque a vida passa e os dias voao ninguem sabe o dia de de amanha entao faça o que tem que ser feito pra que n se arrependam de nada o nome disso e vida e é pra ser vivida! Melhor a ser feito é viver cometer erros,ter decepçoes,perdas,apaixonar-se,se triste,feliz a gente é assim e assim que tem que ser entao não esqueça essa pessoa so deixe de ama-la,deixe de dar valor a mais do que ela precisa,quando lembrar dela lembre so das coisas boas,procure por pessoas que não tenham os defeitos que ela tinha esqueça as musicas por favor! Não ouça musicas da Taylor swuift tip:Begin again ou Colbie Caillat i nevar toud you,ou fearless ok?
    Finalizando seja paciente,não faça nd que nao va se arrepender,nao haja com raiva o essencial nunca,nunca troque o o pudor pelo orgulho.

    Thumb up 12
  9. Uma dica que funcionou comigo: escrever sobre um pedaço de papel, alguns defeitos da pessoa “amada a descartar” e reler algumas vezes durante três a cinco dias. O efeito sempre foi positivo depois de (no máximo) cinco dias. É um método que uso,geralmente, para me livrar da tensão que me causa algum problema que preciso resolver a sangue frio.

    Thumb up 34
  10. As pessoas se apaixonarem por certo momento pode ser até bom, porque quando estamos doido por alguém nos sentimos mais vivos. Mas o que me deixa perplexo são pessoas já até passaram dos 50 e não conseguiram se desapegar de amores antigos.
    Isso é uma doença grave.

    Thumb up 13
  11. É muito pouco provável que a “Pílula Desapaixonante” um dia existirá, mas se vier a acontecer, não poderá ser usada até que consigam provar que seu efeito também não atinja os laços amorosos que temos com parentes, pais e amigos.

    Thumb up 7
  12. sete mulher para cada homem e sete homem para cada mulher…niguêm mais sofre por falta de amor . É muita “adrenalina” não tem tempo para sofrer

    Thumb up 6
    • muito boa cara é isso mesmo

      gostei???????

      Thumb up 0
  13. Amor dura no momento que tem dois para sustenta-lo igual essas pessoas casadas a 50, 60, 70 e até mesmo 80 anos! Quando um para de se doar, a parada inevitavelmente acaba!

    Thumb up 35
    • Thel Martins, Disse tudo o que devia ser dito.

      Thumb up 6
  14. Tem que separar amor de paixão. Se lerem o significado de amor filosoficamente e espiritualmennte falando, o significado real do amor não tem nada a ver com esse artigo. Por que alguém gostaria de acabar com um sentimento bom como esse? Que no final das contas não pode trazer dor porque amar é se doar sem receber nada em troca. E no amor vc pode incluir amigos, família, esposa, filhos, até inimigos. Quando falta sutilza na ciência pra entender certas coisas é bom entender a filosofia da vida e das coisas que fazem sentido.

    Thumb up 54
  15. È meio complicado abandonar tudo do amor que não deu certo, o cérebro precisa daquilo e faz de tudo pra ter novamente ,sempre você pensa que faltou algo pra dar certo, e cai novamente na tentação, é realmente um vício.

    Thumb up 16

Envie um comentário

Leia o post anterior:
escovar dentes quantas vezes
Mito ou realidade: é preciso escovar o dente três vezes por dia?

Embora poucas pessoa...

Fechar