Impressora 3D pode servir para reconstrução óssea

Publicado em 6.12.2011

Uma impressora 3D está sendo usada para criar materiais que são como osso, e pesquisadores afirmam que ele pode ser usado para reparar machucados e lesões.

Os engenheiros afirmam que a substância pode ser adicionada a um osso natural danificado, atuando como um “andaime” no crescimento de novas células. No final, ela se dissolve, “sem efeitos colaterais aparentes”.

Eles dizem que os médicos devem poder usar a invenção nos próximos anos. “Você pode usar esse pó de cerâmica que se parece com um osso como uma tinta, fazendo o que você desenhar no computador”, comenta Susmita Bose, pesquisadora do estudo. “É mais útil para aplicações menores. Entretanto, o que estamos tentando desenvolver é a degradação controlada dessas estruturas, que se dissolvem no corpo e o osso cresce por cima”, diz.

A equipe de Bose passou quase quatro anos desenvolvendo a substância. Quando eles descobriram uma forma de dobrar a força do principal pó cerâmico – fosfato de cálcio – adicionando sílica e óxido de zinco, o material se tornou mais eficiente.

Para criar as formas, eles customizaram uma impressora que foi inicialmente fabricada para moldar objetos tridimensionais de metal. Ela vaporiza uma camada plástica em cima do pó, com espessuras menores do que a metade de um cabelo humano.

O processo é repetido camada por camada até estar completo. Então, a estrutura é seca, limpa e colocada no forno por duas horas a 1.250 graus Celsius.

Testes feitos no laboratório com células de ossos fetais imaturas mostraram que novas células começaram a crescer em cima da estrutura já na primeira semana da aplicação. Resultados promissores também vieram de testes envolvendo coelhos e ratos vivos.

“Do jeito que enxergo, em 10 ou 20 anos, cirurgiões vão poder usar essas estruturas de osso seja para fixar uma mandíbula ou uma coluna espinhal”, comenta Bose.

Essa não é a primeira vez que especialistas ortopédicos investigam o uso de impressoras 3D. No começo desse ano, um hospital na Escócia detalhou uma técnica para produzir réplicas de ossos usando a tecnologia. A sugestão foi usar imagens dos ossos danificados em uma impressora 3D e criar um modelo que possa ajudar os médicos na cirurgia. O processo custa cerca de 10% dos métodos tradicionais.[BBC]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

6 Comentários

  1. Quando essas impressoras estiverem mais aprimoradas,será possível fazer coisas que o diabo duvida.

    Thumb up 0
  2. Afffff, cada coisa… Daqui a pouco inventam algo que saira um ser humano com vida la kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Thumb up 0
    • Se eu disser a você que estão criando esperma humano…

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
entangled-diamonds
Diamantes são “entrelaçados” em processo quântico

Cientistas conseguir...

Fechar