Mar Morto pode responder dúvidas sobre eventos bíblicos

Publicado em 12.12.2011

Segundo um novo estudo, o Mar Morto quase desapareceu cerca de 120.000 anos atrás, e isso pode acontecer de novo.

Os pesquisadores perfuraram mais de 460 metros em uma das partes mais profundas do local para chegar a essa descoberta, que vem em um momento em que o Mar Morto está se encolhendo rapidamente, as nações do Oriente Médio estão lutando por direitos de água, e especialistas estão debatendo se ele poderia secar completamente nos próximos anos.

Os novos dados também estão ajudando a explicar a história geológica que corta os tempos bíblicos. As pesquisas podem oferecer oportunidades de verificar se os terremotos destruíram as cidades de Sodoma e Gomorra ou se a seca explicam porque José trouxe israelitas para o Egito para escapar da fome.

“Vemos muitas dessas histórias diferentes na Bíblia, sobre anos de vacas gordas e de vacas magras”, disse Steven Goldstein, geoquímico da Universidade de Columbia em Nova York. “Há intervalos onde parece que ele era uma terra de leite e mel, e períodos sem água, chuva e com muita fome”.

A nova pesquisa começou não como uma tentativa de investigar acontecimentos bíblicos, mas para entender a história do Mar Morto, que está secando a taxas dramáticas nas últimas décadas.

Como resultado da evaporação e intensa demanda humana por água, a superfície do mar diminuiu 23 metros de 1930 a 2000. E a taxa de encolhimento parece estar acelerando. De 2000 a 2008, os níveis caíram 8 metros, mais outros 1,5 metros em apenas 2010.

Os cientistas têm debatido por muito tempo se o mar poderia secar totalmente. Como a água é muito salgada e as moléculas de sal e água se atraem mutuamente, os estudos de modelagem têm sugerido que uma certa quantidade de água permanecerá sempre lá.

Para ver se a história poderia ajudar a resolver esse debate, uma equipe internacional de pesquisadores perfurou os sedimentos do Mar Morto em território israelense em um ponto apenas ligeiramente mais raso do que ponto mais profundo do local, que fica do outro lado da fronteira, na Jordânia. Eles analisaram sedimentos de 200 mil anos.

A um nível correspondente com 120 mil anos atrás, durante um período quente entre eras glaciais, os pesquisadores descobriram uma camada de pequenos cristais em cima de 45 metros de depósitos de sal grosso. Eles assemelham-se a rochas que normalmente aparecem nas praias do mar – o que sugere que uma das partes mais profundas do local já foi seca pelo menos uma vez no passado.

“Parece que o Mar Morto pode ter secado ou ficado muito perto da secagem sem intervenção humana”, disse o geoquímico Emi Ito.

Aquele período foi muito mais seco e quente do que hoje, com menor umidade e menos água fluindo para dentro do mar. Sendo assim, alguns especialistas duvidam que o local secará por completo, ou desaparecerá completamente no futuro, mesmo que diminua a um ritmo alarmante.

Ainda assim, não há nenhuma maneira de saber como as intervenções humanas modernas interagirão com as mudanças climáticas futuras para afetar o Mar Morto. E se o Mar Morto pode ficar seco uma vez, a preocupação é de que isso poderia acontecer novamente, aumentando a probabilidade de guerras pela água e perda de formas de vida que consigam prosperar em tais águas salinas.

Enquanto isso, historiadores e estudiosos da Bíblia acompanham as pesquisas para ver o que os próximos estágios do estudo dirão sobre o passado do local, que revela detalhes do clima e terremotos de épocas remotas.

O Livro XV da Antiguidade dos Judeus, por exemplo, descreve um terremoto que destruiu a Judéia e matou 30.000 pessoas. E o Livro de Josué conta a história de um terremoto que derrubou as muralhas de Jericó e fez o rio Jordão parar de fluir, permitindo que os israelitas passassem. Talvez o Mar Morto tenha respostas para estes mistérios antigos.[MSN]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

25 Comentários

  1. Essa resposta é para o João
    Queridão a Biblia “NÃO MENCIONA QUE A TERRA TENHA SÓ 7 MIL ANOS”
    Ela declara que a criação do ser humano remota mais ou menos a sete mil anos….Esse ensino dos criacionista é erronêo e confunde as pessoas que amam esse livro sagrado. Antes da criação dos seres humanos a terra já existia mas era inóspita sem vida.
    Vale a pena você fazer um estudo da Biblia particular e você vai entender muitas coisas que agora parecem erradas pra você. Você vai entender que a terra tem sim Milhares ou milhões de anos como milhares de fósseis encontrados evidenciam

    Thumb up 6
  2. Não é bem assim que a Bíblia conta as histórias citadas não!!!!!
    A Biblia não se refere a nenhum terremoto na época da travessia dos Israelitas ou na época de Josué. O mar se abriu de forma milagrosa. Os “homens” da ciência usa a Bìblia como um compêndio para suas pesquisas mas mudam o seu conteúdo como bem querem.
    São umas mulas!!!!!!Espero que a pesquisa fracassem e eles continuem na dúvida essas Antas.

    Thumb up 8
    • [ironia on] Conte-me mais sobre como “”homens”” da ciência” usam a bíblia como compêndio… [ironia off]

      Thumb up 0
  3. A ciencia prova atraves de estudos e pesquisas q o planeta Terra onde vivemos está sempre em mutação, nunca para, são tempestades, terremotos, explosões vulcanicas,enchentes,maremotos e muitas outras forças rxtremas q a naturaza usa p\ se modificar e se recompor de um velho sistema de coisas para uma nova vida ,na terra nada se perde ou se cria, tudo se transforma.

    Thumb up 6
  4. Os resultados das pesquisas científicas, quando não manipulados, sempre confirmam a veracidade dos relatos da Bíblia. Há muitos exemplos disso. Como nos casos citados da secagem do rio Jordão e da queda das muralhas de Jericó, que provavelmente envolvessem terremotos, Deus em muitas ocasiões usou as forças da natureza para realização de seu propósito. A profecia bíblica prediz um uso maior, em escala mundial no dia de ajuste de contas com a humanidade rebelde. Crer ou não é escolha pessoal.

    Thumb up 22
    • Claro que os jovens nus em um jardim mágico, um deus solar sincretizado com deuses antigos, a estada dos judeus em um Egito que não guarda sequer uma prova arqueológica dessa “passagem”, cobras falantes que tentam pessoas inocentes, dinossauros que não deveriam existir pela visão bíblica, a ausência de provas arqueológicas sobre qualquer personagem da Bíblia (mesmo o personagem mais famosso da história: Jesus), a contínua tentativa de se derrubar excelentes ou comprovadas teorias científicas por que “não está escrito assim na Bíblia”, a capacidade de esquecimento dos cristãos de que a Bíblia foi compilada e selecionada pelo Concílio no século 7, os 1000 anos de perseguição e destruição de inquantitável conhecimento por conta das crenças abrahâmicas, as contradições tanto de tradução quanto de registro dos relatos bíblicos, a afirmação de que a Terra era chata, a contradição de leis entre o cristianismo moderno e as leis descritas na Bíblia e reafirmadas por Jesus no Novo Testamento, a forma com que os Novos Testamentos foram selecionados e quando eles foram escritos, a ausência de relatos históricos de qualquer historiador ou de escritos da época de Jesus que denotem sua existência ou seus feitos, entre outros fatos são totalmente ignorados por pessoas como você, certo?

      Thumb up 8
    • Se deus é omnisciente e omnipotente, por que não haveria ele de impedir a tentação que levou à expulsão do éden e consequente exposição aos males e à morte de todas as futuras gerações?… isto é só um exemplo. Se você algum dia se queimou numa panela a ferver deve saber que dói bastante… agora imagine uma eternidade nas chamas do inferno. Algum deus benevolente seria capaz de tal atrocidade?… Outra coisa, estatísticamente, e pela bíblia, deus matou exponencialmente muito mais pessoas que o o vosso tão temido satanás. Já para não falar da total falta de moralidade bem expressa na bíblia, como a aceitação da escravatura e a submissão da Mulher. Fé é acreditar em algo que não se sabe se é verdadeiro ou não, mas opta-se por escolher que sim: isto faz algum sentido?… Eu pessoalmente prefiro humildade em aceitar os meus limites de ignorância do que chegar ao ponto arrogante de proclamar ter as respostas todas. Se quer um conselho, vá para a escola aprender, é a melhor coisa que deveria fazer.

      Thumb up 2
  5. Adoro ler esses artigos super inteligentes de vocês.
    Acho muito pouco provável encontrar igual na internet.Parabéns e continuem assim.Esses artigo fazem muito bem para o intelecto.abraço!

    Thumb up 6
  6. esse passagem bíblica que fala sobre as água do rio jordao secar se encontra em Josué 3:14-17 e sobre o mar vermelho ter secado e outra assunto que encontra em Êxodo 14:21-31 então não tem nada de errado no final da nota.

    Thumb up 4
  7. Os geólogos que estejam atentos à monitoração de quaisquer pequenos movimentos do leito marinho, não vá o MAR MORTO acordar e virar cratera de um SUPER VULCÃO. Afinal o anel de fogo não lhe fica muito longe.
    Como somos nós os novos DINOSSAUROS será que podemos desaparecer?
    Nota:
    Sendo que este mar é o ponto mais baixo do planeta, pergunto se um canal do mar mais próximo não seria uma forma de controlar o nível do lago mais salgado.

    Thumb up 2
    • Seria mais fácil canalizar o Mediterrâneo para o deserto do Saara e mudar o eixo da Terra assim talves o Mar Morto se aguenta-se

      Thumb up 2
  8. cientistas malucos e sem fé que escreve e ver estas coisas,pois só Deus o todo poderoso que fez o céu e a terra e quem sabe de tudo, pois ele o fez e só ele pode Testifica dessas coisas. o resto tudo e inlusão pois jamais a ciência vai se unir a Deus,porque em todo o universso não ha mais sabedoria do que a de nosso Deus. Pois só Jesus Cristo Hoje e a esperança da Humanidade

    Thumb up 7
    • Acho que para quem tem assim tanta cultura, deveria saber onde está Deus (no Céu?) e onde fica o CÉU? segundo consta na realidade o Céu está tão longe mas mesmo tão longe que……
      Continua no próximo episódio.

      Thumb up 7
    • ja nem tenho paciencia para responder a comentários baseados em fé cega e ignorancia cientifica…

      Thumb up 1
  9. Em primeiro lugar , eu gostaria de agradecer os emails que tenho recebido, sao fantasticos e de grande informacao.OBRIGADO.
    Em segundo lugar eu gostaria de perguntar se eu poderia receber TAMBEM os mesmos em ingles , pois tenho amigos em Londres, e tenho certeza que alguns artigos eles adorariam receber, mas eles entendem somente ingles ( e hebraico) alguns, e se eu usar o translate nao sera a mesma coisa, as palavras modificam.
    Eu vivo em Israel, e adoro os artigos,
    Agradecidamente
    Sara Pchepiorka

    Thumb up 5
  10. A nota é de grande importância, mas há um erro no final: não foi o Rio Jordão, mas sim o Mar Vermelho que, segundo a Bíblia, abriu-se para que os israelitas passassem, fugindo das tropas do Faraó.

    Thumb up 3
    • o jordão também. quando da entrada do povo israelense na terra prometida, sob o comando de Josué.

      Thumb up 4
  11. Mas se a biblia diz que a terra tem 6 mil anos como o mar morto por ter quase secado há 120 mil anos???

    Thumb up 8
    • Simples: a bíblia é só um livro de mitologia religiosa dos judeus e cristãos.

      Thumb up 2
  12. QUEM MATOU O MAR MORTO?! haha… ta agora podem negativar meu comentário. -.-’

    Thumb up 24
    • o mesmo que matou odete roitman

      Thumb up 4
    • Foi Satanás rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr

      Thumb up 0
  13. Deve ser muito boa a sensação de flutuar nas águas salgadas do mar morto, principalmente porque não dar para afundar!

    Thumb up 26

Envie um comentário

Leia o post anterior:
_56935169_carcrash_thinkstock
Estamos próximos de um carro à prova de acidentes?

Por que a indústria ...

Fechar