20 pessoas com traços genéticos que as tornam únicas

Por , em 18.03.2019


Super-heróis são personagens que geralmente nascem da adversidade, com características excepcionais que os fazem sobressair da multidão – assim como as pessoas da lista abaixo, compilada pelo portal The Bored Panda.

Esses indivíduos possuem traços físicos raros, como dedos extras e marcas de nascença, que os tornam únicos:

Mãe e bebê nascem com a mesma marca no cabelo

Muitos de nós têm alguma marca de nascença na pele, mas essa mãe e sua filha compartilham uma marca de nascença no cabelo. A condição é chamada de poliose e resulta na ausência de melanina (branqueamento) em qualquer parte do couro cabeludo. Este traço único pode ser herdado ou causado por uma condição autoimune das células na base do cabelo.

Íris bicolor

Essa condição é chamada de heterocromia, uma variação genética que se manifesta em olhos multicoloridos. Pode ser causada por excesso ou falta de melanina resultante de genética, doença ou lesão. O olho da foto acima é um exemplo de heterocromia setorial, que ocorre quando há duas cores diferentes na mesma íris – uma dominante, com um toque de uma segunda cor.

Seis dedos em cada mão

Esse homem é capaz de mostrar o dedo do meio em dobro para quem estiver merecendo. Polidactilia é o nome da anomalia do desenvolvimento caracterizada pela presença de um maior número de dedos do que o normal. O traço corre na família – seu filho também nasceu com 12 dedos, embora tenha sido operado quando jovem.

Síndrome de Waardenburg

Esse homem é surdo em um ouvido, tem trechos de cabelo branco e olhos de cores diferentes, tudo resultado de uma condição genética rara chamada síndrome de Waardenburg. Ela pode afetar a cor da pele, cabelo e olhos e às vezes causar perda de audição. O distúrbio congênito está ligado a mutações em pelo menos seis genes que ajudam a formar as células, principalmente os melanócitos, que ajudam a dar pigmento aos cabelos, pele e olhos, e afeta cerca de 1 em 42.000 pessoas. Não há cura, mas é administrável.

Síndrome da Mão Espelhada

A dimelia ulnar é uma deformidade congênita em que o polegar está ausente, a ulna é duplicada e há sete ou oito dedos na mão. A condição é muitas vezes referida como “síndrome da mão espelhada”. É tão rara que menos de 100 casos foram relatados na literatura médica.

Prova de paternidade

Quer gostemos ou não, somos todos uma combinação dos genes que nossos pais nos deram. Cada gene contém informações que variam desde a cor dos olhos até suscetibilidade a doenças, incluindo as características de nossos polegares. Esse garoto, por exemplo, tem um dedão que puxou para a mãe e outro para o pai.

Sem unha

A anoníquia congênita é uma condição genética que pode afetar as unhas das mãos e dos pés. Pessoas com essa anormalidade geralmente não tem nenhuma unha. Em alguns casos, chamados de hiponíquia, os afetados podem ter apenas algumas unhas, ou unhas parciais, em falta. A condição não leva a problemas de saúde.

Orelhas naturais de elfo

A orelha de Stahl é uma deformidade que resulta em uma forma pontuda, bem como uma dobra de cartilagem extra. Quando descoberta nas primeiras semanas de vida, a moldagem do ouvido é um tratamento viável.

Síndrome da Banda Amniótica

Essa síndrome é um grupo de defeitos congênitos causado pelo aprisionamento de partes fetais (geralmente um membro ou dedos) em bandas amnióticas fibrosas.

Simbraquidactilia

Nessa condição, bebês nascem com uma mão subdesenvolvida, o que faz com que tenham dedos pequenos ou, no caso da pessoa acima, ausentes. As malformações da mão são frequentemente tratadas com órteses, próteses, fisioterapia ou, em alguns casos, cirurgia.

Cicatriz no olho

Esse tecido de cicatriz que se forma na macula do olho é chamado de membrana epirretiniana macular ou pucker macular. Pessoas com a condição podem ter visão distorcida. Ela ocorre quando o vítreo do olho (uma substância gelatinosa em seu interior) se afasta da retina.

Sardas em apenas metade do rosto

O padrão raro de sardas desse homem pode parecer uma raridade única, mas ele não está sozinho. Em 2015, uma mulher da Califórnia foi ao médico querendo saber por que tinha um padrão de sardas que passava apenas de um lado do corpo dela. A resposta? Um tipo muito específico de marca de nascença. “Começa quando você é um embrião. As células pigmentares na sua crista neural, algumas delas, na verdade, desenvolvem uma mutação e, à medida que migram, afetam apenas metade do corpo. É por isso que há uma divisão tão acentuada”, explicou a dermatologista Sonia Batra.

Moicano natural graças a dois redemoinhos opostos

Um barbeiro provavelmente não conseguiria replicar esse cabelo. Um “redemoinho” é um pedaço de cabelo que cresce em uma direção circular, no sentido horário ou anti-horário. Essa anormalidade tem sido estudada por um possível elo genético entre a lateralidade e a direção do giro, mas nada absolutamente conclusivo foi encontrado.

Metade dos cílios brancos

Aconteceu da noite para o dia: quando essa pessoa tinha 11 anos, simplesmente levantou um dia de manhã com parte dos cílios brancos. A condição, camada de vitiligo, é caracterizada por manchas brancas causadas pela diminuição de células produtoras de melanina (melanócitos). Pode afetar várias partes do corpo. Ocorre quando o sistema imunológico está fraco em uma área específica, fazendo com que a pigmentação “escoe” para fora da pele ou, nesse caso, cílios.

Sindactilia

Sindactilia é uma anormalidade embriológica que resulta na união visível entre dois ou mais dedos das mãos ou dos pés. Essa mulher e sua cunhada ambas tinham a condição, e decidiram celebrar o traço com tatuagens.

Tentáculos debaixo da língua

Não, isso não é uma prótese de Halloween elaborada. A condição é chamada de plica frimbriata, ou dobras fimbriadas da língua. Abas semelhantes a tentáculos ocorrem quando as dobras que acompanham o frênulo (o tecido que conecta a língua ao fundo da boca) apresentam pequenos crescimentos. São inofensivas, mas têm o potencial de ficar presas nos dentes.

Três dedos

De todos os bebês, 10% nascem com malformações da mão. Esses defeitos congênitos ocorrem no início da gravidez e às vezes são hereditários ou um sintoma de outra condição. A pessoa nesta foto tem uma mão fissurada (também chamada de ectrodactilia ou mão dividida) que ocorre quando a parte média da mão se desenvolve anormalmente. Bebês com esta condição perdem um ou mais dedos centrais. Existem dois tipos de mãos fissuradas: típicas (em forma de V, com dedos médios geralmente ausentes); e atípicas (em forma de U, afetando geralmente apenas uma mão).

Sem ponte nasal

A ponte nasal é uma área em forma de sela que inclui a raiz nasal e as laterais do nariz. A pessoa na foto acima tem o que é conhecido como “ponte ampla nasal”. As síndromes congênitas mais comumente ligadas a este traço são displasia cleidocraniana, crianças com atraso no neurodesenvolvimento, acondroplasia, síndrome de Conradi-Hünermann-Happle, síndrome de Cornelia de Lange, osteogênese imperfeita e síndrome de Klippel-Feil.

Quando seu dedinho é o seu dedão

A macrodactilia é uma condição rara que faz com que um indivíduo tenha um ou mais dedos que são muito maiores que os outros. A causa exata é desconhecida, mas alguns acreditam que vem de um nervo ou suprimento de sangue anormal.

Cinco dedos, nenhum polegar

A pessoa na foto acima tem cinco dedos funcionais, exceto por uma peculiaridade – não há polegar. Esta malformação é referida como polegar trifalângico, na qual o dedo tem três falanges em vez de duas. Pode ser tratada com cirurgia reconstrutiva, remodelando o dedo para que ele funcione como um polegar. Estima-se que aproximadamente uma em 25.000 crianças nasça com a condição. [BoredPanda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (26 votos, média: 4,85 de 5)

Deixe seu comentário!