10 fatos estranhos – mas naturais – sobre a humanidade

Por , em 21.05.2016

Você sabe tudo sobre o seu corpo e sobre seus comportamentos, certo? Confira esta lista e surpreenda-se com alguns fatos que ninguém gostaria de admitir que são verdadeiros.

10. Você não para de soltar pum no avião

gases aviao
Seu corpo é uma máquina de pum. Uma pessoa libera esse gás, em média, 10 vezes por dia. Se pudéssemos juntar todo essa flatulência, reuniríamos o volume de até um litro.

Mas existe um lugar que potencializa esse nosso superpoder: o avião. Se você voa com frequência, já deve ter notado um certo desconforto abdominal quando está em grandes altitudes. Isso acontece porque a pressão do ar é alterada.

As garrafas de água também ficam estufadas em altitude de cruzeiro e voltam a ficar mais “murchas” depois que o avião volta ao solo. O mesmo acontece com a sua barriga.

Por isso, os aparelhos de ar-condicionado dos aviões contam com um potente filtro de carvão para dar uma segurada nesse futum todo. Uma possibilidade que está sendo estudada, aliás, é mudar o material dos próprios assentos, para agir diretamente na fonte do problema.

Pense nisso antes de comer aquele pratão de feijão acompanhado de refrigerante antes de embarcar no próximo voo.

9. Você provavelmente é um cutucador de nariz

giphy
Aquela paixão das crianças pequenas de passar o dia todo com o dedo no nariz não desaparece quando crescemos, de acordo com uma pesquisa. Em 1995, dois pesquisadores dos EUA decidiram estudar este hábito entre adultos.

Eles constataram que 91% dos 1.000 voluntários cutucam o nariz pelo menos algumas vezes por dia. Dois deles eram tão dedicados a esta tarefa que este hábito socialmente inaceitável estava atrapalhando a vida profissional deles.

Outros estudos mostraram resultados semelhantes. Um deles analisou o comportamento de 200 adolescentes de uma escola de Bangalore (Índia), e pegou 100% deles limpando o salão com frequência.

Se você está lendo isso com o dedo dentro da narina, saiba que você provavelmente não está sozinho. Limpe o dedo antes de contaminar seu mouse ou touchscreen.

8. Você sente atração por pessoas com o rosto semelhante ao seu

10 fatos bizarros humanidade rosto
Lembra de Narciso, aquele grego que se apaixonou por sua própria reflexão e acabou se afogando? Todos nós somos como ele.

Pesquisadores já observaram que tendemos a sentir atração por pessoas parecidas conosco. Existe até um fenômeno na comunidade homossexual conhecido como “twinning”, em que um casal se forma com duas pessoas muito parecidas fisicamente.

Em 1999, um grupo de pesquisadores decidiu estudar como essa atração por nós mesmos funciona. Eles pediram a homens e mulheres que classificassem rapidamente o nível de atratividade de rostos que apareciam em uma tela na frente deles. Sem que eles soubessem, um dos rostos pertencia a eles mesmos, com algumas alterações digitais para parecer do sexo oposto.

Adivinhe o que aconteceu. Quase todos eles disseram que seu próprio rosto era o mais atrativo entre todos.

7. Você curte cheirar o suor do seu amigo

10 fatos bizarros corpo suor
Quando estamos com outras pessoas, inconscientemente as farejamos para tentar detectar suor. Isso acontece porque a transpiração carrega substâncias químicas que mostram o motivo do suor.

Podemos suar por medo, por estresse, por dor ou nervosismo diante da pessoa amada. A composição dele muda conforme o motivo, e pesquisadores acreditam que os diferentes odores ajudam na comunicação não verbal.

6. Você bebe copos de catarro todos os dias

10 fatos bizarros corpo beber muco
Ao mesmo tempo em que achamos qualquer fluido corporal alheio nojento, não parecemos nos importar tanto com o nosso próprio catarro. Todo santo dia nós engolimos cerca de um litro de muco. Sim, ranho.

O trato respiratório produz cerca de um litro desse fluido todos os dias, e todo essa meleca tem que ir para algum lugar. Dentro do nariz existem pequenos cílios que empurram o muco para o fundo da garganta. Junto com ele vai toda a partícula de poeira e microrganismos do ar, para que esses corpos estranhos não atinjam o pulmão. Do fundo da garganta nós engolimos esse muco.

5. Você tem fantasias sexuais estranhas

10 fatos bizarros corpo sexo
Uma pesquisa de 2014 no Canadá envolveu 1500 adultos para descobrir quais são as verdadeiras fantasias sexuais deles – além aquelas sem graça que a maioria costuma afirmar, como “loiras peitudas”.

O resultado é interessante: 80% deles sonham acordados em fazer sexo em um lugar diferente. Mais da metade das mulheres e dois terços dos homens têm fantasias com sexo em público, enquanto mais da metade dos dois gêneros sonha em serem dominados. Entendeu por que “Cinquenta tons de cinza” fez tanto sucesso?

Quase dois terços dos homens se entusiasmou com a ideia de ver um desconhecido tirando a roupa sem saber que está sendo observado – este é o famoso voyeurismo. Quase metade das mulheres gostou da ideia de fazer sexo com mais de três pessoas ao mesmo tempo.

Calma que nem chegamos nas revelações mais fortes. Quase 45% dos homens já se imaginaram em relações sexuais com outros homens, apesar de apenas 3.6% deles se identificarem como homossexuais. Quase 25% deles sentiram atração pela ideia de mostrar seus órgãos genitais em um local público.

Por outro lado, 33% das mulheres do estudo se sentiram atraídas pela ideia de serem forçadas a fazerem sexo, e 41% gostariam de amarrar alguém para sentir prazer sexual.

Resumindo, você provavelmente tem ideias muito estranhas passando pela sua cabeça, assim como a maioria das pessoas ao seu redor.

4. Você provavelmente odeia alguns “amigos”

10 fatos bizarros amigos
Estudos mostram que ter fortes laços sociais com pessoas além da sua família pode ser melhor para a saúde do que parar de fumar. Uma coisa estranha sobre a humanidade, porém, é que também gostamos de ter por perto aquela pessoa que odiamos. Em outras palavras, amamos odiar.

Eles são chamados de “relacionamentos ambivalentes”. De acordo com Julianne Holt-Lunstad, da Universidade Bringham Young, em Utah (EUA), cerca de 50% de nossas rede de contatos consiste de pessoas que amamos e odiamos ao mesmo tempo. “É raro encontrar uma pessoa que não tenha pelo menos um relacionamento ambivalente”, diz ela.

O problema é que a convivência com esses “inimigos” traz problemas para a nossa saúde, como aumento no nível de estresse e pressão alta.

3. Você já deve ter roído sua unha

10 fatos bizarros corpo roer unha
Uma pesquisa mostrou que 50% dos adolescentes roem unha, e que a maioria de nós já teve esse hábito pelo menos por um período de nossas vidas.

Em geral, crianças e adolescentes tendem a ter mais comportamentos compulsivos que os adultos. Um estudo da década de 1990 mostrou que 33% das crianças roem unha.

Esse hábito pode até se espalhar. Crianças que convivem com adultos que fazem isso têm mais chance de roer as unhas também. Outros especialistas acreditam que as crianças fazem isso quando percebem que são muito grandes para chupar o dedo, mas ainda não estão prontas para largar o conforto de ter algo perto dos lábios.

2. Você dura menos na cama do que gostaria

casalcamabrig
Qual é o tempo ideal para um bom sexo? Duas horas? 45 minutos? Este é o tempo que a maioria das pessoas gostaria de dedicar à esta atividade, mas uma rotina puxada e corpos sedentários não permitem essa maratona. Em média, o sexo dura apenas 15 minutos.

Isso se aplica para casais homo ou heterossexuais. Pesquisadores investigaram o desempenho de 800 voluntários e perceberam que quase nenhum deles superou a marca de uma hora, e a maioria só saracoteou na cama por 15 minutos.

1. Um parasita pode estar te controlando

10 fatos bizarros corpo humano 1
Como você se sentiria se um dia descobrisse que durante sua vida toda não estava em controle das suas decisões? Improvável, não é? Pense novamente. Um estudo sugere que 33% dos seres humanos podem ter um parasita que influencia o nosso humor.

Parasitas que controlam seus hospedeiros são conhecidos no mundo animal, como o “verme de crina de cavalo”, que faz com que seu hospedeiro, o louva-a-deus, procure água e se afogue para que o parasita saia dele.

Mas o mesmo poderia acontecer com outros parasitas nos seres humanos. Um estudo de 2006 mostra que o Toxoplasma gondii pode alterar nossa sensação de culpa e até afeto – partes importantes da personalidade de uma pessoa. Ratos infectados por ele mostraram perda de medo.

O Toxoplasma gondii é unicelular e pode ser encontrado no solo, carne estragada e fezes de gatos. Mas calma, não há motivo para achar que tudo está perdido. O autor sugere que esse parasita ajudou a formar a cultura humana através dos séculos. [Listverse, BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

Deixe seu comentário!