11 sapos com superpoderes esquisitos

Por , em 9.10.2014

Rãs e sapos podem parecer tipos de animais sem graça e inexpressivos à primeira vista, contudo, eles possuem algumas habilidades extraordinárias que não são encontradas em lugar algum na natureza. Essas criaturas viscosas que você jogava nos seus primos estão contribuindo para o avanço da medicina de muitas maneiras inesperadas. Confira:

11. Olhos chocantes

sapos 11
Se você é um sapo, a cor de sua pele é extremamente importante. Sapos venenosos usam cores chamativas para avisar os predadores de que eles têm um veneno mortal. Sapos com menos defesas tendem a se proteger se camuflando ao local onde vivem, se misturando com o fundo. A rã de olhos vermelhos (Agalychnis callidryas) é um caso que único que usa suas cores tanto para assustar os predadores quanto como camuflagem. À noite, com os olhos fechados e as pernas dobradas debaixo do corpo, estes seres somem em meio às folhas em que dormem – só o verde fica visível. Mas seus olhos escarlate esbugalhados, os pés laranjas e as faixas brilhantes azuis inferiores do seu corpo podem “destruir” os nervos ópticos de seus predadores.

Os pesquisadores acreditam que a rã de olhos vermelhos usa algo chamado de coloração de sobressalto. Caçadores noturnos têm uma visão muito sensível à noite. Se uma perereca de olhos vermelhos fica acordada, seus grandes olhos cor-de tomate abrem-se e seus pés alaranjados e suas listras laterais azuis e amarelas brilham. Acredita-se que este verdadeiro carnaval de cores é usado para “sobre-estimular” os olhos de um predador, criando uma imagem fantasma confusa.

10. Mega mofina

sapos 10
Antes da caça, os índios Matsés do Peru usam as secreções da perereca macaco de cera (Phyllomedusa sauvagii) para “sentirem-se como deuses”. Este pequeno anfíbio gorduroso produz uma substância que é 40 vezes mais potente que a morfina, o que equivale a um monte de alívio da dor. Ele também não tem nenhum dos efeitos colaterais desagradáveis ​​da morfina, como a respiração reprimida ou vício.

Os pesquisadores estão tentando transformar essa secreção em uma droga segura que poderia revolucionar a medicina. Proprietários de cavalos de corrida já estão muito à frente, no entanto. A dermorfina, ingrediente ativo nas secreções, recentemente, foi encontrada em cavalos de corrida em todos os Estados Unidos – o que é quase certamente ilegal. Isso porque um cavalo com energia ilimitada e que não é afetado pela dor, provavelmente, tem uma vantagem injusta na pista.

9. Super bexiga

sapos 9
Em 2010, pesquisadores australianos perceberam que os rastreadores que eles estavam inserindo em sapos estavam sendo empurrados para fora de alguma forma. Após extensos testes, eles descobriram que a bexiga de alguns sapos envolvia qualquer objeto estranho no corpo. O sapo de árvore verde australiano (Litoria caerulea), por exemplo, eliminava miçangas em cerca de 19 dias.

E para colocar tudo isso ainda mais em perspectiva, considere que os rastreadores eram transmissores de 2 centímetros de comprimento que foram enfiados em sapos de 8 centímetros de comprimento. Então, na verdade, é mais como empurrar uma bola de canhão para fora dele, ou qualquer outra coisa sólida e medindo cerca de 25% de sua altura. Os cientistas dizem que isto faz sentido, porque as rãs são uma espécie muito mole e desajeitada. Se elas se espetam em algo enquanto estão pulando por aí, teriam que ter uma maneira de limpar seus corpos. Atualmente, nenhum outro animal é conhecido por urinar pedras que ficam alojadas em seus corpos.

8. Língua potente

sapos 8
O sapo com chifres da América do Sul (gênero Ceratophrys) também é conhecido como o sapo Pac-man por causa de sua enorme boca. Essas coisas pequenas e coloridas são famosas por seus apetites vorazes e temperamentos difíceis. Eles comem qualquer coisa, incluindo, mas não limitado a, insetos, roedores, cobras, outros sapos, lagartos e até pequenos pássaros.

Ao usar a sua língua, o sapo com chifres agarra a presa inocente e a puxa para dentro de sua boca faminta. Este é um feito bastante impressionante quando você considera o tamanho das criaturas que são engolidas. Pesquisadores realizaram testes e descobriram que seu tentáculo assassino pode gerar forças que são cerca de 1,4 vezes maiores do que seu próprio peso corporal. É como se um humano pudesse capturar uma vaca de 180 kg com a boca. Um sapo particularmente corpulento poderia puxar uma presa com três vezes o seu próprio peso com a sua língua.

7. Sentido da terra

sapos 7
Seres humanos, a espécie mais inteligente e tecnologicamente avançada do planeta, não podem detectar um terremoto antes que ele aconteça. Muitos outros animais, por outro lado, geralmente sabem o que está acontecendo com horas de antecedência. Mas isso não é nada comparado aos sapos: eles conseguem saber que o fenômeno está vindo até cinco dias antes de acontecer.

Pesquisadores na Itália estavam estudando uma população de sapos durante a época de acasalamento. Em dado momento, porém, todos os sapos simplesmente desapareceram. O tempo estava bom e nada tinha visivelmente perturbado os animais. Eles fugiram sem motivo aparente. Alguns dias mais tarde, um forte terremoto atingiu a região.

Ninguém sabe exatamente o que os sapos sentem que lhes dá a dica, mas a NASA tem uma ideia. Antes que um terremoto aconteça, a pressão sob a superfície da Terra cria mudanças químicas que liberam íons carregados positivamente. Els podem causar dores de cabeça e náuseas em animais e humanos, além de reagirem com a água criando peróxido de hidrogênio. É possível que as rãs sintam as mudanças químicas, o que as faz fugir da água. Porém, isso ainda é apenas um palpite.

6. Mega adesivos

sapos 6
O rompimento de um ligamento é uma das lesões ortopédicas mais comuns e, infelizmente, menos de 10% pode ser reparado com as técnicas atuais, que envolvem sutura. Felizmente, os sapos podem ter uma resposta para esse problema comum humano. O sapo Santa Cruz (Notaden bennettii), da Austrália, produz a mais forte cola não tóxica do mundo.

Esta espécie vive no subsolo durante nove meses do ano. Como vivem em um deserto, estes animais só surgem quando chove – o que coincide com o momento em que os desagradáveis insetos que picam ​​saem para o ataque. Mas, com esta substância pegajosa secretada sobre toda a pele do sapo, os insetos não conseguem picá-lo e, em vez disso, se encontram presos. Mais tarde, o sapo muda de pele e come todas os insetos que ficaram presos.

Esta cola de secagem rápida pode ser a resposta a uma série de problemas para os cirurgiões. Ao remover esta meleca destes sapos, uma cirurgia no joelho pode se tornar algo rápido e fácil. A maioria das colas não pode ser usada no corpo porque são cheias de venenos, e todas as colas médicas não tóxicas que temos são muito fracas. Mas descobriu-se que as secreções do sapo Santa Cruz são tanto atóxicas quanto extremamente fortes. Elas também secam muito rapidamente, em cerca de 30 segundos ao ar livre ou debaixo d’água. Em breve, poderemos ver rãs grudentas na sala de cirurgia prontas para escorrer em você.

5. Usos medicinais

sapos 5
Uma tradição russa interessante diz que você deveria jogar um sapo em seu leite para evitar que estragasse. Em uma época antes de refrigeração, este era um pequeno preço a pagar. Então, como é que um anfíbio afogado ajuda manter o leite fresco? A pele de rã é coberta de substâncias antibacterianas milagrosas que podem curar qualquer coisa, ao que parece. O sapo australiano de olhos vermelhos (Litoria chloris, foto acima) possui peptídeos que criam buracos no vírus HIV, fazendo-o sucumbir. É isso mesmo: ele pode literalmente lavar o HIV de uma célula infectada.

O sapo de patas amarelas de sopé (Rana boylii), da Califórnia, está sendo estudado pelo seu potencial na luta contra a SARM, a superbactéria que continua a chegar aos noticiários com seus surtos em hospitais. Os pesquisadores também estão testando o lodo das costas da perereca macaco de cera para combater o câncer. Esta espécie faz um produto químico especial que inibe o crescimento de vasos sanguíneos. Tumores de câncer precisam de novos vasos sanguíneos para continuar a crescer, e este produto químico pode ajudar a privá-los disto, impedindo-os de aumentar.

A lista de usos médicos para as gosmas grudentas da pele das rãs continua indefinidamente. E, além disso, elas ainda podem manter o seu leite fresco por dias.

4. Hiper audição

sapos 4
Digamos que você está em um bar, música alta está tocando e você quer conversar com o bonitão ou bonitona que está do outro lado da sala. Se vocês dois fossem as rãs de orelhas-côncavas, você não teria que se mover. Você poderia falar com a pessoa de onde você estava, e ela te ouviria muito bem. Estas rãs incríveis (Odorrana tormota) podem sintonizar seus ouvidos para frequências específicas, da mesma forma que nós fazemos com estações de rádio – e é o único animal no planeta que conhecemos que pode fazer isso.

A maioria de nós apenas ouve uma variedade de sons. Estas rãs, no entanto, podem escolher qual parte da faixa desejam ouvir. Além disso, elas estão entre o pequeno grupo de animais no planeta que podem se comunicar em ultrassom, que corta o barulho das cachoeiras e corredeiras ruidosas das quais eles vivem próximos. A audição deste animais também é extremamente precisa. Os investigadores acreditam que eles podem até mesmo usar seus sinais ultrassônicos como os morcegos fazem, para encontrar o seu caminho no escuro.

3. Tirar água do nada

sapos 3
Se há uma coisa que todo sapo precisa, é de água (e muita). Anfíbios em geral vivem em lugares úmidos, de modo que não sequem e morram. Assim, o último lugar que você esperaria encontrar sapos é um deserto que pode passar meses sem chuva. Mas é exatamente aí que os sapos de árvore verde australianos (Litoria caerulea) vivem. Então, como eles lidam com este ambiente? Bebendo o ar.

Como no deserto faz frio durante a noite, estas rãs vivem em árvores ocas que retêm parte do calor do dia. Ao sair para o ar frio da noite e, em seguida, voltar para suas tocas quentes, eles podem fazer com que a condensação se retenha em sua pele. Em seguida, elas a bebem através de sua pele.

Animais de sangue quente não podem fazer isso porque nós mantemos uma temperatura constante. Rãs de sangue frio absorvem a temperatura de seus arredores. É como encher um copo com chá gelado e deixá-lo no sol para que transpire. Mas quanta água os sapos realmente absorvem com este método? Cientistas descobriram que eles chegam a obter 1% do seu peso corporal em água. Isso é como se um homem de 90 kg fosse coberto de quase 1 kg de suor.

2. Repelente natural

sapos 2
Os mosquitos são a perdição de todos os animais terrestres. Eles matam mais pessoas através de doenças do que qualquer outro animal na Terra. A cada ano, 725 mil pessoas morrem de doenças transmitidas por mosquitos. Até mesmo as serpentes sucumbem aos malditos insetos. Nenhum animal está a salvo de suas picadas, exceto sapos.

Sim, eles secretam repelentes que os tornam praticamente imunes aos mosquitos, o que é bom para os sapos uma vez que partilham com mosquitos muitos ambientes pantanosos úmidos. Nenhum outro vertebrado que nós conhecemos é resistente aos mosquitos.

Por isso, os pesquisadores estão testando fórmulas diferentes para ver qual funciona melhor em um repelente. Neste momento, o “suco” de sapo não é tão eficaz quanto os repelentes químicos que usamos, mas é totalmente natural e melhor para o meio ambiente. Infelizmente, o “suco” cheira mal, por isso não poderemos usá-lo em breve.

1. Bigode armado

sapos 1
Se você é do tipo que gosta de caras com bigodes e braços musculosos, prepare-se. O sapo Emei (Leptobrachium boringii), da China, pode estar escondendo o seu príncipe encantado. O seu rosto é cheio de garras e, durante a época de acasalamento, eles geram um superbigode em seu lábio superior que consiste de 10 a 16 espinhos feitos de queratina. Essa é a mesma substância da qual garras e chifres são feitos. Além disso, seus antebraços também inflam.

Então, o que eles fazem com tudo isso? Lutam, é claro. Locais de nidificação ideais são raros, e os machos grandes e bombados lutam por eles, tentando furar uns aos outros com seus bigodes afiados. Seus braços musculosos são usados ​​para levantar os seus adversários e batê-los em rochas. Por mais hardcore que isso pareça, muito poucos machos morrem com a experiência.

Contudo, talvez a coisa mais incrível sobre esses machos é o quão gentis eles são. Quando a fêmea põe seus ovos, o macho é quem fica para vigiá-los. E se um macho expulsa outro e já há ovos no ninho, ele vai cuidar desses também, ainda que não faça sentido evolucionário zelar pelos filhos de outros, especialmente o cara que você acabou de furar e espancar. [Listverse]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

Deixe seu comentário!