15 passos da carreira de um fotógrafo de espíritos

Por , em 28.12.2011

Aviso: esse artigo pode conter imagens fortes, de supostos espíritos.

Por volta de 1860, na cidade de Nova Iorque (EUA), o joalheiro William abandonava sua profissão para inaugurar uma completamente nova: a de fotógrafo espiritual. O que ele fazia, em linhas gerais, era fotografar pessoas encarnadas e vivas, mas a imagem as mostraria ao lado de um espírito, fantasma, ou qualquer nome que o cliente preferisse dar.

No final do século XIX, surgia na Inglaterra o Círculo Espiritual de Crewe, uma sociedade secreta que se dedicava ao estudo de fotografias espirituais. Durante as primeiras décadas do século seguinte, coordenado pelo britânico William Hope, o Círculo de Crewe produziu dezenas de fotos em que humanos de carne e osso se confundiam com entidades espirituais. As fotos a seguir foram tiradas por esse misterioso grupo.

15 – A família e os dois espíritos

Todas estas fotografias foram encontradas em uma loja de livros usados (vulgo “sebo”), e descobriu-se que eram de autoria de William Hope. O Círculo de Crewe, conforme se acredita, era composto por seis ou mais fotógrafos espirituais. Esta primeira imagem mostra uma família de quatro pessoas, em meio à qual parecem emergir dois espíritos, envoltos por uma misteriosa névoa.

14 – Duas mulheres e o busto

A popularidade da fotografia espiritual crescia em tempos de grande mortalidade de pessoas. Logo após a Primeira Guerra Mundial, o Círculo de Crewe foi muito procurado por parentes de pessoas mortas durante o conflito, que desejavam rever de alguma forma os entes queridos. Nesta gravura, duas mulheres de meia idade aparecem acompanhadas de uma terceira, cujo busto flutua sobre elas.

13 – O homem e o ectoplasma

Nesta fotografia, um homem sozinho aparece ao lado de uma nuvem clara na qual emerge a cabeça de outro homem. Segundo especialistas em mediunidade, esta espécie de vapor esbranquiçado é definido como ectoplasma, e já foi registrado várias vezes ao longo da história.

12 – A irmã

A carreira de William Hope ganhou um impulso em 1922, quando ele se mudou para Londres e virou um “médium profissional”. O inglês não era assediado apenas por clientes, mas também por céticos investigadores de paranormais. A indicação desta foto afirma que o casal em questão são os pais da pessoa que compilou todas as fotos espirituais do álbum. O espírito mostrado, por sua vez, seria a irmã de um dos homens mais conhecidos no ramo da mediunidade, à época.

11 – O marido e a esposa falecida

Nesta gravura, está indicado que o espírito feminino em questão, produto de um ectoplasma, seria a esposa falecida do homem que posa para a foto. A foto é mais uma obra de William Hope.

10 – A foto da dúvida

Um dos céticos que tentou desacreditar William Hope foi o físico Harry Price. Ele pediu a Hope que tirasse fotos através de uma placa de vidro. Esta placa tinha uma marca que não podia ser vista a olho nu, e aparecia apenas em fotografias. Dessa forma, se Hope estivesse fazendo uma alteração na foto original, isso ficaria evidente pela ausência da marca. E a tal marca, de fato, não aparece nesta foto, que mostra dois espíritos emergindo em meio a uma família de três pessoas.

9 – O jovem e a lembrança

Um registro escrito foi guardado sobre essa fotografia, que mostra os rostos de dois homens, sobrepostos, e uma assinatura. Aparentemente, a pessoa que compilou o “álbum espiritual” tinha ligações com o ser humano que aparece retratado na foto. A imagem, que mostra o homem em companhia de um jovem envolto em um manto, teria sido dada ao fotografado como uma lembrança.

8 – A esposa que aumentou a dúvida

Crescia a polêmica que cercava as fotos de William Hope. Mais detratores se juntaram ao físico Harry Price, para tentar provar que as fotos eram montagens fraudulentas. Sir Arthur Conan Doyle, o criador de Sherlock Holmes, chegou a escrever um livro sobre fotografias espirituais. Esta foto mostra um homem encostado carinhosamente à sua falecida esposa, em espírito. Os céticos da época levantaram uma questão lógica: como o homem poderia saber que a mulher estava daquele lado?

7 – Espírito curioso

Mais uma foto com assinatura e sobre a qual foi guardado um registro escrito. No verso da foto, aparecem duas perguntas sobre temas espirituais e humanos, com letra semelhante às que se encontram em trabalhos de psicografia. As questões, supostamente, teriam sido feitas pelo espírito da jovem mulher que aparece exposto na imagem.

6 – Avó fotografada depois de morta

Dois médiuns do País de Gales teriam sido fotografados, nesta imagem, com a avó aparente entre eles. Os homens garantiram, à época, que aquele era o único registro fotográfico existente daquela mulher.

5 – Sessão espiritual

Se a gravura anterior mostrava dois médiuns apenas posando para o fotógrafo como qualquer outra pessoa, esta imagem retrata uma sessão espiritual em andamento. Sentados ao redor de uma mesa, os médiuns aparecem junto a um braço que parece surgir de uma névoa branca. Atrás dessa foto, no álbum, está escrito que a mesa está levitando.

4 – A morte que não acabou

A foto mostra uma mulher católica, o que fica indicado pela cruz ao lado da cama, chorando pelo marido, recém falecido. Segundo registros, eles passariam a acreditar em vida após a morte, já que a imagem mostra uma cabeça fantasmagórica emergindo junto ao corpo da viúva.

3 – O espírito em primeiro plano

Nem sempre a imagem de um espírito ficava muito grande ou visível nas fotos de William Hope, mas essa foto é completamente dominada por uma jovem flutuante envolta em um véu. A mulher deixa em segundo plano uma família de três pessoas encarnadas que posam para o fotógrafo.

2 – Mulher com sua irmã

As pessoas de dentro do Círculo de Crewe também foram retratadas algumas vezes. Uma famosa espiritualista britânica daquela época, Sra. Bentley, aparece nesta fotografia junto ao que seria a alma de sua falecida irmã, na parte inferior da gravura. Mais uma obra de William Hope.

1 – O padre

Esta cena foi um dos pontos altos da trajetória de William Hope, porque desafiou um dos maiores bastiões de ceticismo às fotos espirituais: a igreja. Este clérigo e sua esposa tiveram uma filha natimorta, ou seja, que perdeu a vida antes que sua mãe a desse à luz. A fotografia em questão foi tirada durante uma sessão espírita. Nela, os médiuns batizaram a menina morta de Rose, e a intenção era que ela aparecesse na fotografia. Quem acabou aparecendo foi o espírito de um velho, que teria sido o pai do padre.

Os céticos, no final das contas, estavam certos. A reputação de William Hope foi colocada em cheque em 1932, quando um dos seus ex-companheiros do Círculo de Crewe deu um discurso denunciando que o processo de fotografias espirituais era fraudulento. A maior parte das fotos que William Hope divulgava era montagens.

O britânico usava uma técnica de sobreposição de fotos na hora da revelação, para que partes do rosto e do corpo de uma pessoa, em uma foto previamente preparada, aparecessem na gravura seguinte como se fossem espíritos.

Depois da revelação, foram descobertos erros de “edição” em parte das fotos expostas naquele misterioso álbum, e o crédito do trabalho de Hope caiu por terra. Como ele morreu logo no ano seguinte, não houve muito tempo para explicações, e os especialistas debatem até hoje se alguma de todas as suas fotografias chegou a ter realmente uma manifestação espiritual. [EnvironmentalGraffiti]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

327 comentários

  • Sérgio Ricardo Gomes de Melo:

    dizem que deus é espirito voce acredita cecilia e fatima

  • Mário Abreu:

    Ref. alguns comentários postados, quero dizer que estranho é que quando se expõe estes fatos à investigadores céticos, os fenômenos desaparecem…

  • Gilmara Soares:

    eu tenho uma foto,é real fui eu que tirei ,e realmente a pessoa da foto tinha partido faziam 20 dias,e é ele na foto,nao humano,mas sim em parte luz parte humana apoiado me olhando ,é incrível.

  • Jorge Martinez:

    Pessoal, o negócio é o seguinte: eu sou muito cético, não acredito em quase nada, nem no deus que a maioria de vocês acredita eu acredito, porém, tem uma coisa que aconteceu comigo quando tinha uns 6 ou 7 anos de idade que até hoje não consigo explicar e perturba bastante a minha cabeça. Nós morávamos em uma casa bem humilde e nos iluminávamos como uma lamparina de querosene na época. Eu estava acordado, com a lamparina acesa do lado da minha cama e tinha uma cadeira bem do lado da cama com umas calças penduradas emcima. De repente, eu me lembro que apareceu uma coisinha pequena atrás da cadeira e eu fiquei olhando para ver o que era aquilo, isso a uns 50 centímetros de distância no máximo. A questão é que apareceu uma visão, aos poucos, flutuando, de parte do corpo de um ser humano (ou pelo menos era o que parecia) eu olhei durante alguns segundo e de repente me apavorei e me cobri com o cobertor até a cabeça. Depois de um certo tempo voltei olhar e nada tinha. Hoje estou com 43 anos de idade e lembro do que aconteceu como se tivesse sido ontem. Tenho plena consciência de que não estava dormindo e de que aquilo apareceu muito lentamente, o que foi precisamente que despertou a minha curiosidade. Naquela época nós não tínhamos TV, nem possibilidade de assistir filmes de terror nem coisa parecida e eu nada sabia sobre a possibilidade de fantasmas ou entidades espirituais. Até hoje me pergunto o que foi aquilo e por que aconteceu. Sou muito pé no chão, com certeza que se isso não tivesse acontecido comigo e alguém me contasse algo assim, eu nunca acreditaria. É tudo o que tenho para dizer no momento. Cada um tire a sua conclusão.

    • Rodney Brentel:

      Meu caro amigo…

      As materializações ectoplasmicas existiram e existem desde a mais remota antiguidade, e não há como negar.
      Atualmente, os Mentores diretores dos trabalhos de benemerência espiritual, não dão ênfase à este tipo de fenômeno por diversos motivos, tais como a dificuldade de se encontrar médiuns de efeitos físicos preparados e que possuam material adequado para a emanação ectoplásmica, as dificuldades de preparação do ambiente para se evitar a contaminação do ectoplasma exsudado pelo médium em trabalho de doação deste elemento formador do espírito em pauta, e a curiosidade mórbida dos convidados que apesar de estarem presentes e registrando todos os movimentos, o fazem apenas para procurar divulgar fraude ou embuste. É notório que em todas as reuniões de materializações públicas onde foram convidados médicos, pesquisadores e cientistas, só houve divulgação negativa, repercutindo para o público como um teatro mambembe onde espíritos desocupados desfilam suas mortalhas brancas e vaporosas. E a função das materializações é diametralmente oposta à exibição de picadeiro. Agora pelo seu texto, você já possui uma vidência travada, onde quando criança, percebeu um espírito e se amedrontou tanto, que hoje renega tudo e que se vitrificou na pesquisa espiritualista, ao invés de procurar na literatura especializada e nos centros honestos e idôneos, informações técnicas que o pudessem melhorar seus conhecimentos sobre os mecanismos que fazem com que um espírito consiga se materializar neste plano físico.
      Dá uma olhada nesse site bacana e cheio de informações confiáveis..quem sabe você um dia escreve contando suas novas conquistas espirituais…

      http://www.saindodamatrix.com.br/archives/2006/07/materializacao.html

      abraços

    • Italo:

      Bom,algo parecido aconteceu comigo.
      Eu estava no Playground do Edifício onde morava.As noite,e eu e uns colegas ficávamos conversando sentados no chão,ate que um dia,um de nossos colegas decide por “medo” em nos.Dizia ele esta vendo algo no vidro da sala de reunião(que também fica no play)no momento que eu me levantei,o vidro refletia para o muro da casa vizinha ao prédio,essa casa era de uma velha,que tinha uns cabelos grandes e muito branco,que ia da cabeça a cintura,todos tinha um pequeno medo dessa velha,esse muro deveria ter no minimo uns 5m de altura para casa vizinha,para o edifício,como havia um banco deveria ter uns 3m. No espelho eu vi um homem,apoiado com as duas mão no muro,deveria ter cerca de uns 50+ anos olhando para nós,olhei diretamente para o muro,não vi nada,olhei novamente para o vidro,e nada,corri em direção ao muro,subi no banco e me apoie onde tinha visto o homem,olhei pra baixo e nada,não havia uma escada para o homem se apoiar,ele só iria subir aquilo ali sem apoio se ele fosse o “Homem-Aranha” ou o “Super-Man” que pode voar,ate hoje,não sei oque era aquilo que eu vi,isso faz 3 anos,hoje eu tenho 15 anos,e não é pela minha idade que eu fantasio,ou crio um amigo imaginário.

  • Alessandro Krasota:

    Muito podre as montagens! mas para a época…
    Já vi 2 fotos reais! É um assunto muito interessante, mas difícil diferenciar os reais dos “photoshops”..

  • ja.frota:

    Para aqueles que não querem acreditar não ha agumentos que os convença! Porém este fenômeno de materialização pelo ectoplasma é bastante convicente. Tinhamos aqui em Maranguape-Ce o médium que era Cabo do Exército brasileiro renomado por ser o maior neste fenômeno de efeito físico. Muito magrinho e asmatico, que no inicio de 1900 desempenhou grande papel na divulgação da Doutrina Espírita, ajundando a que muitos se consolacem ao verem seus entes vivos no outro lado da vida, seu nome era Peixotinho. Vc encontra mais detales no youtube.

    • Moizés Montalvão:

      O problema com materializações é que nunca são adequadamente investigadas, o que se tem normalmente são relatos empolgados de quem assistiu espetáculos produzidos em ambientes mal iluminados e com frágeis controles sobre a movimentação do médium. Com Peixotinho não foi exceção: não se conhecem pesquisas satisfatórias realizadas por pessoas não comprometidas com a crença em materializações.

      O ectoplasma é outro problema. Uma substância tão importante, capaz de fomentar a materialização de espíritos só é proposta em ambientes onde a crença mediúnica se faz presente. Não se sabe de nenhum laboratório que tenha mostras de ectoplasma, ou que tenha estudado adequadamente essa imaginada matéria. Nem mesmo químicos espíritas possuem trabalhos que demonstrem a realidade do material. Ao que tudo indica, o ectoplasma não passa de fantasia. Sorry.

  • John jones:

    essas fotos foram modificadas pelo fotografo para dizer que existe espirito mas tem um detalhe:MAGIA E SEUS DERIVADOS NÃO EXISTEM PORTANTO NÃO EXISTE ESSE NEGOCIO DE FANTASMA,ESPIRITO ETC.

    • Rafael:

      Ai vai da crença de cada um né,eu nunca vi nada do tipo,e nem quero,mas uma pessoa muito séria e que não é de fazer brincadeiras,me garantiu que já viu uma vez,ele não acreditava,após o acontecimento passou a acreditar,e dou credibilidade ao que ele me disse,pois ele é até bem cético em relação a esses assuntos.
      E o que dizem:Você pode até afirmar que não exista,mas isso não quer dizer que você esteja certo.

    • Felipe Pimenta:

      Não sei se fantasmas e coisas do gênero não existem de fato, ninguém nunca provou com 100% de certeza que tudo isso é groselha, mas as foto desse post são falsas sim, pode-se ver que todos os ”fantasmas” estão em primeiro plano nas imagens isso mostra que houve dupla exposição do filme, isso era a pré história do photoshop.

  • iara lima:

    A ciência estuda sim o espiritismo, e já a fotos que comprova que somos sim espíritos.A bíblia tem sim citações sobre o assunto,muitas destas citações foram retiradas pela Igreja com qual objetivo não sei.Para a materialização de espíritos tem que ter um médium de efeito físico.Nós envolvidos por nossa vaidade achamos que Deus crio todo o universo só para o nosso deleite.Anda estamos longe de entender,mas um dia chegaremos lá,quando deixarmos de arrogantes, vaidosos e sobre tudo ignorantes.Somos espíritos,somos eternos.

    • CASTOR:

      brother … até o islamismo tem mais fundamento na Biblia do que o espiritismo

    • Caleido:

      A igrja recolheu muitas informações da biblia para não dar poder ao povo e para assim conseguir controla-lo porque conhecimento e informação é poder! 🙂

  • LUIZ C.:

    Meu deus parem de discutir qual é a religião certa ou a errada,Deus é igual para um católico e para um muçulmano(não é porque uma pessoa acredita em algo e outra pessoa em outra coisa que as opiniões serão certas e coerentes,talvez as duas opiniões estejam erradas,quem sabe?Nenhuma opinião pode mudar a verdade.)
    Como diria sócrates,só sei que nada sei!

    ABRAÇOS.

  • Ezio Jose:

    Há duas coisas com que você de se precupar: se você está bem ou se está doente. Se você está bem, não há nada com que se preocupar. Se você está doente, há duas coisas com que se preocupar: se você vai se curar ou se vai morrer. Se você vai se curar, não há nada com que se preocupar. Se você vai morrer, há duas coisas com que se preocupar: se vai para o céu ou para o inferno. Se vai para o céu, não há nadada com se preocupar. Agora, se você vai para o inferno, estará tão ocupado em cumprimentar velhos amigos que nem terá tempo de se preocupar.
    Então, para que se preocupar/

  • Germano Augusto:

    Não tenho nem provas e nem muito menos indícios de que espíritos, céu, inferno, vida após a morte ou reencarnação existem. Nunca morri (obvio, até porque senão, existiria vida após a morte) e nem tenho pressa para descobrir se essas coisas existem.

    Nunca fui “atendido” por um medium, mas proponho a qualquer um que se disponha um teste bem simples que deixaria bem claro se esse medium realmente vê ou ouve espíritos. Caso passe no meu teste, eu acreditarei piamente.

    P.S.: não pode ser um mágico profissional.

    • Magda Patalógica:

      Germano:

      Liga não, cara.
      Centenas de pessoas morrem todos os dias, sem ter a mínima idéia do que é a morte.

      Se você tem interesse de saber se a vida continua, não fique esperando que alguém venha te provar isso.
      O lance é pesquisar as obras espíritas, na base, que são as obras de Alan Kardec e André Luís.

      Por outro lado, se nós estamos vivendo o aqui e agora, temos mais é que vivermos o aqui e agora, numa boa e na moral.
      O resto vem depois e cada um vai colher o que plantou, que é a lei de causa e efeito ou do carma como dizem os indianos.

      Esse negócio de fanatismo religioso, de espíritas e de crentes cada um tentando provar suas teses é pura perda de tempo.

      Prá mim, a gente deve viver essa vida e se tiver outra, vamos encarar numa boa.

      O Silvio escreveu um texto muito legal, entitulado REENCARNAÇÃO – ORNITOFOBIA, com base científica. Dá uma lida e depois conte o que achou.

      Fui.

    • CristianoR:

      Paga Matológica, você ainda com esse papo de espiritismo, desiste desse por**! Venha para o lado da verdade bíblica enquanto é tempo…..espiritismo, magia do engano, demônios querem você…

    • Para CristianoR (R de Remelento):

      CristianoR (R de Remelento)

      Kakakakakaka.

      Cara, que tal limpar a remela acumulada na vista para tentar enxergar melhor as coisas?

      Acaso você teve a pachorra de ler o texto do Silvio, que cita um fato ocorrido na psicologia (ciência) no consultório de uma terapeuta evangélica (que antes do fato, era iludida como você)?

      Leia e conteste diretamente com o Silvio, se é que consegues discernir sobre o que é “verdade bíblica”.

      Antes de você nascer ou enquanto tu fazias cocozinho molinho na fraudinha, o Silvio se formou em Teologia e Estudo das Religiões Comparadas, sacou?

      Não tou aqui prá fazer proselitismo, nem tenho saco prá dar conselhos prá ninguém.

      É mais cômodo demonizar tudo o que não entende, do que procurar a verdade. Sá pq?

      SÓ A VERDADE LIBERTA PQ DESTRÓI AS ILUSÕES!

      Fui.

    • Egroj:

      Magda, “mandou” muito bem. Eu sou espírita kardecista.
      Quer casar comigo?

    • Magda Patalógica:

      Egroj:

      Quanto ao casório, tá meio difícer!

      Nesta encarnação, já fui prometida a um príncipe, que ainda não deu as caras.

      Na próxima, já dei entrada na papelada prá voltar como freira.
      E como toda freira que se preza, serei esposa de Jesus.

      Na seguinte, ainda não decidi. Entre na fila, como todos os demais. (rss)

      Fui

    • Rafael3:

      Magda temnte expor o livro aí para quem quiser ler na internet.
      O Racionalismo Cristão tem um site que contem vários livros que falam sobre a espiritualidade “racionalismocristao.org” ao entrar no site é só clicar no botão”biblioteca” do racionalismo cristão.

    • Caleido:

      E o que você me diz de um espirito ser visto por mais de uma pessoa (ou seja, essa pessoa nao esta maluca)?

  • Marcelo:

    Revelação bombástica! William Hope eh o pai do tio do photoshop! :O

  • pimenteira dos jardins do éden – capsaicina puríssima 100%:

    Ô doutor Rodrigo!
    Cara..pra que revolta nego…se vc não entende bulhufas de nada, vai procurar um especialista em espiritualidade num centro de Umbanda, vai bater um papinho com um preto véio pra você se acalmar, e entender que tudo isso que você renega e nega, você viveu um dia, seu tonto. Num quer, vai procurar um centro esotérico sério, vai até na maçonaria, que lá eles vão te ensinar tudo isso que vc tá desprezando…
    Véio, a vida é isso..só os revoltados e ignorantes é que dizem que tudo acaba por aqui…aprenda, se acalme, e se renove…
    Não quer nada disso? Vai dar o dízimo pro edir macedo que ele te ensina, do jeito dele como ‘funciona’ as coisas..

  • Lulu:

    Não é moralismo!

    Estamos em um espaço de discussão.
    Desde que não falte ao respeito com ninguém e sejam debatidos e ‘atacados’ comentários em vez de pessoas e indivíduos, como é o que tem ocorrido na maior parte dos comentários, não há mal algum em as pessoas expressarem suas crenças, descrenças, opiniões, experiências…
    Temos esses espaço justamente pra isso, o tema religião é pertinente ao artigo, então não vejo porquê não fazê-lo. E é importante que todos leiam e conheçam que existem opiniões e pontos de vista diferentes do que o que cada um carrega consigo.

    E claro que todo mundo aqui é cheio de razão, afinal sequer quem escreve não você acredita na idéia que defende, então melhor que nem escreva…

  • Rafael:

    Esqueci de diser algo: Feliz 2012 para todo mundo.
    Vou ficar um pouco sem respoder por algum tempo depois eu volto. Chal.

  • Renys Kenys:

    Fantasmas fotogênicos, faltou apenas o sorriso

    • Ezio Jose:

      Contaram uma piada para o fantasma da foto número nove.

      É aconselhável ler a matéria e observar detalhes antes de disparar os malditos dedos no teclado. Quando replicamos um post, nem tanto isto é necessário, já que a maioria dos assuntos científicos são comentados e desvirtuados para o lado religioso.

  • CristianoR:

    kkkkk a foto de nº. 1 (Padre), até tem um “quezinho” do Einstein com cabelos compridos, ridículo isso kkkkkk

  • CristianoR:

    Lulu, continuo te achando maravilhosa…bjs

    • Jonatas:

      Vê lá hein. A Lulu é cética quanto a bíblia. Se bem que sempre me interesso nos comentários da bela Giovana, religiosa e cristã.

    • CristianoR:

      os opostos se atraem…..hehehe

    • Lulu:

      Essa teoria só é válida para o magnetismo… não se aplica a mecânica dos corpos…

    • Ezio Jose:

      Negativo! O corpo é matéria e toda matéria tem magnetismo. Os opostso se atraem em diversas circunstâncias mesmo que veladamente.

    • Lulu:

      Agradeço a preferência :p

    • Lulu:

      Ops email errado

    • Eduardo:

      Pô, mas essa foto nova matou!
      Volta a antiga, por favor!

    • Jonatas:

      gosto mais da outra foto

    • Lulu:

      hahaha
      É pq essa está distorcida no jogo de espelho do Escher

    • Lulu:

      Mas deveria deixar essa mesma.
      Vai que algum de vcs me encontrem pela rua, e aí com a anterior iriam me reconhecer e com essa é impossível hahaha

    • Eduardo:

      Poe a outra, então, pra fazer a alegria da rapaziada, moça! Por favor. 🙂

    • Mestre Shifu:

      Ta disputada, Lulu. Quem você escolheria?
      hehehe

    • Peter:

      Lulu, escolhe eu.
      Se quiser te dou meu email particular. 🙂
      Você é linda

    • Lulu:

      Sorry

      O processo seletivo não está aberto haha

    • JHR:

      Parece o fantasma do Michael Jackson no espelho…

    • Lulu:

      Parece mesmo, era a intenção.

    • CristianoR:

      se tiver uma de corpo inteiro aíiiiii simmmm…..hehehehe bjs

    • Lulu:

      Vcs estão querendo demais.
      Atenham-se ao artigo!!

    • Peter:

      Na boa: Eu nunca, nunca, nunca mesmo vi uma mulher tão linda!

    • Magda Patalógica:

      Lulu, querida:

      Posso lhe dar um conselho de mulher prá mulher?

      Fique alerta. Começa assim, com elogios e brincadeirinhas. Depois, não se sabe onde se pode chegar.

      Eu já vi esse filme antes.
      A garota saiu ofendida, com o coração ferido e os caras ficaram tirando o maior sarro com a cara dela, dizendo que ela era ingênua e insegura.

      Cê que sabe.

      Fui

    • CristianoR:

      liga não Lulu, essa tal Maga tá com inveja…..amigas assim é pior que inimiga…kkkkkk bj

    • Lulu:

      Magda,

      Agradeço o conselho.
      Agora a brincadeira acabou.
      No more photos. Meu rostinho não vai mais dar o ar da graça por aqui.

    • Para CristianoR (R de Rocinante):

      Meu Caro R de Rocinante

      (se é que sabes o que isso significa)

      Você é um pentelhudo engraçado e acaba fazendo a gente rir.

      Andei criticando suas idéias (não a sua pessoa), mas no fundo eu gosto das suas maluquices.

      Fui

    • Lulu:

      Por via das dúvidas vou deixar a minha versão Mangá, a Sailor Júpiter!

    • CASTOR:

      deve ser fake … na verdade é moh baranga

    • Lulu:

      Hahahaha
      Castor,
      Ache o que quiser, eu não vou te provar o contrário rs

    • Lulu:

      Castor

      Mas se vc tiver sorte vai achar em alguns comentários soltos por aí o endereço para minha página social. Mas como sei que vc não tem tanta sorte se contente, então, com a sua dedução. 🙂

    • CASTOR:

      rs … até parece que vou perder tempo procurando
      ¬¬

    • Lulu:

      Então por que perde tempo opinando sobre uma informação que vc não tem? 🙂

  • Pablo Nunes:

    Bom, nessas fotos, parece que há um padrão de “imagens sobrenaturais”. Percebam que as imagens fazem exatamente o mesmo tipo de pose das pessoas fotografadas da época.
    Acredito fortemente em espíritos, até porque sou espírita, mas não sei até que ponto uma máquina de fotografias poderia captá-los.
    Os espíritos existem em outro plano, em uma dimensão não sensível ou não inteligível ao ser humano… Mas a radiação eletromagnética (e a luz) emitida por eles talvez seja passível de ser identificada por um instrumento que consiga projetar essa emissão radioativa para uma que o homem possa entender, mas não sei se essas máquinas são capazes disso.
    Ainda sobre as fotos, creio mais em uma superposição de imagens (intencional ou por falha da câmera) do que espíritos propriamente ditos.

  • CristianoR:

    Tá então vamos lá: Quem acredita na reencarnação, teria que lembrar de todos os pormenores de vidas anteriores, para não cometer os mesmos erros, já que pregam que eles têem que reencarnar para “evoluírem”, vocês lembram? Isso seria necessário para a pessoa corrigir seus erros anteriores e se tornar uma pessoa melhor, não é isso que vemos, ou melhor, vemos: mais violência, retorno de doenças que já tinham sido erradicadas, guerras etc…Se a cada 70 anos, mais ou menos, esquecêssemos tudo o que aprendemos, seríamos ajudados a melhorar nossa situação? Por que, então as condições do mundo têm continuado a piorar? Se nasce mais pessoas do que morre, então Deus tem que criar mais espíritos novos para estas pessoas, então por que ele não cria espíritos já com um grau superior, precisa ainda voltar à Terra para “evoluir”? Reflitam isso… Qual a função então da ressurreição? Se vocês não crêem que Jesus foi levantado pela ressurreição, então ninguém mais será!…

    • Ezio Jose:

      Não sou religioso. Não sou espírita e tão pouco sigo qualquer sectarismo.
      Frequentei por curiosidade muitas Igrejas Evangélicas de diversas denominações e as duas vertentes da Igreja Católica (meu filho é batizado na Católica Ortodoxa quando lá eu frequentava – e na Igreja Católica Romana até formei um coral – já toquei em banda de rock gospel de Igreja Evangélica). Já frequentei terreiro de Umbanda, Quimbanda, Candomble e Sessão Espiritas. Ví de perto tudo que é sacanagem e mesmo entre essas sacanagens ainda pingavam alguns caldos que dava entender a palavra Compaixão.

      As conclusões que tirei disso tudo é mais para meu entendimento e às vezes até deixo escapar algumas coisas por aquí e isso me dá muito arrependimento depois.

      Mas quanto ao que você questiona, Cristiano, baseado no que aprendí nesse meu “currículum religare” posso lhe afirmar que a reencarnação é uma “oportunidade” para corrigir os erros e purificar a alma. Não é uma obrigação já que predomina o livre arbítrio e cada um sabe o diâmetro que aguenta.
      Isto poderíamos exemplificar como aquele aluno que repete todos os anos. À ele é dado a oportunidade de corrigir-se e aprender o suficiente para passar de ano letivo. Isto não significa que ele terá obrigação de passar. Pode esforçar-se o máximo mas se for cabeça dura irá repetir continuadamente.

    • JHR:

      Caro
      Você é a prova de que a afirmação do Slogan deste site não é verdadeira…!

    • Magda Patalógica:

      Para CristianoR e Templário

      Caras, vocês já provaram que estão aqui, mais é prá zoar.

      É claro que vocês jamais vão ter a pachorra de pesquisarem diretamente nas obras de Kardec e André Luís.
      E sabem por que?

      1. Não possuem o hábito da leitura.
      2. Vão dizer que não tempo prá perder com espiritismo.
      3. Têm um puta medo de se encontrarem cara-a-cara com a verdade que destrói as ilusões.
      4. Conhecendo a verdade sobre o espiritismo, não terão mais chance de pentelhar.
      5. Melhor então, é pentelhar, tipo adolescente imaturo.

      Fui.

    • CristianoR:

      Pata Matológica,
      Se eu gostasse de mentiras e ilusões, teria casado com uma kkkkk!
      Mais vc parece que gosta de ser enganada e iludida, então faça bom aproveito dessa enganação!kkkkk prá vc é “enganassão” kkkkk

    • Rafael:

      Você desconhece como os éspíritos surgem. Eles são sentelhas do Criador que cupa vários corpos até chegar a fase humana, é um processo longo que começa como força e não espírito que vem desde do grão de areia que pertence ao reino mineral, depois ela ainda passará por doi reinos o vegetal até chegar o animal. Apartir deste a força poderá ser vários animais irracionais que conhecemos, até chegar a última fase animal que é o ser rácional, (os seres humanos);apartir daí é espírito, e este aprende a cada dia e através das rencarnações a viver pela razão e não pelo estinto como os animais irracionais.
      A questão do espírito de se lembrar o que foi na encarnação anterior não é permetida, pois o corpo é uma forma de passar uma borracha no passado e este iniciar uma nova vida até ele conceguir ser um espírito de luz.
      Só é possivel relembrar o que foi na vida anterior através de uma terapia regreciva, onde tem uma pessoa especialisada nisto, que hoje em dia está sendo só usada para corrigir problemas de saúde e não para curiósos.
      O nosso planeta é um dos pontos do universo que o Criador fabrica espíritos.
      Agora, o que não pode acontecer, é mandar na vontade de Deus.

    • Isis:

      Reflita vc. Se vc não sabe de nenhuma dessas respostas é porq não busca informação, essa é a prova. Vá ler sobre o assunto, veja q as explicações todas existem, aí depois fale sobre o assunto, tá?
      Porq falar sem saber de nada, sendo totalmente desinformado desse jeito, só dá nisso. Fica no meio de um monte de gente q já leu, sem entender nada e achando q os outros são loucos.
      Vá ler, meu bem, não é uma crítica não é um conselho, tá? porq te ensinar as coisas aki ó.. é o mesmo q tentar ensinar psicologia a um macaco.

    • Leilah:

      O esquecimento é a misericórdia Divina atuando a nosso favor, pois se pudéssemos lembrar desse nosso passado, na grande maioria escabroso, não conseguiríamos dar um passo a frente. O peso da culpa nos manteria incapacitados de evoluir. E o objetivo maior é a Evolução! De preferência com AMOR, respeitando a diversidade, apesar de nem sempre concordar.

    • Caleido:

      Primeiro, ressureição é diferente de reencarnação e segundo, imagine se vc reencarnace como filho do cara que te matou na sua encarnação anterior pra vc aprender a amar ele (como pai no caso) e lembrasse de tudo o que ele te fez.
      Você continua com a sua “historia existencial” ao longo das encarnações dentro de você mas a cada nova vida você (se não tem a habilidade de se recordar de algumas coisas, pois existem pessoas que tem)nasce sem se lembrar de nada para poder se relacionar com aqueles que te feriram ou os quais você feriu para aprender a ama-las e vc se lembra de tudo, ou quase tudo quando retorna para o mundo espiritual.
      Muitas pessoas conseguem ter apenas sensações de “lembranças”, como achar que já conhece tal pessoa de algum lugar nunca tendo a visto de fato ou uma forte identificação e simpatia por alguma cultura a qual você não pertence nessa encarnação.

      O que você acha dessa teoria?

  • Isis:

    Li uma pesquisa científica em q fizeram testes com médiuns, pra medir a sanidade deles e descobriu-se q eles eram até mais sanos q pessoas normais q não eram médiuns.
    De uma coisa eu sei, se chico xavier fosse um caluniador ou louco, ou qualquer coisa dessas q vcs tão falando, o mundo seria maravilhoso se todos tivessem esse tipo de loucura.
    Seria a solução pra muitas coisas, porq fazer oq ele fez pelas outras pessoas não é pouco não. E não falo só de psicografias, falo de todo tipo de caridade, ajuda aos pobres e etc.
    Ele teve o melhor tipo de loucura possível, melhor do q a sanidade então.

    • Ezio Jose:

      Verdade! Concordo contigo.
      Mas o povo prefere os tipos Pedir Maiscedo e outros charlatões que nada ajudam aos miseráveis; vivem numa vida boa cheia de confortos e pregandomentiras tentando imitar os Centros de Umbanda que, pelo menos não levam lucros dos outros.
      Chico Xavier sempre foi pobre e morreu pobre. Não tinha jatinhos de milhões de dólares, não tinha mansões com torneiras de outo, não morava nos EUA e levantava cedo lá para em poucas horas estar aquí no avião particular para pegar a colheita que a tal PALAVRA rende.

    • CristianoR:

      Pois o velho Chico, não fez mais do que sua obrigação como ser humano, o que é inaceitável, é o povo ficar idolatrando uma pessoa como foi ele.

    • Isis:

      E tu, faz a tua obrigação? Aposto q não… se não faz o bem q ele fez, então tbm não critique.
      Chico Xavier nunca pediu pra idolatrarem ele. Se as pessoas fizeram ou fazem isso é porq ele é amado e não é a toa, porq deu um grande exemplo pra todos nós.
      Pelo menos tenha a DECÊNCIA de reconhecer que ele foi um grande homem.
      As pessoas idolatram cantores, atrizes, o escambau e ninguém fala nada(é questão de gosto). Aí quando existe uma pessoa q merece o carinho das pessoas porq fez uma coisa q realmente é pra poucos, aí vem com essa histórinha de não querer admitir? ahhh me poupe, né!

    • Caleido:

      Quero saber então que VECÊ idolatra? Quem você adimira e segue como exemplo? Estou curioso.

  • 12345:

    eu já vi ‘exorcismos’, ‘manifestações’, seja oq for. pessoas conhecidas o suficiente para saber q não era algo ‘teatral’ (e acontece tbem). todos casos para coisas malignas. querendo brigar, bater, matar. nenhum ‘bonzinho’ ou ‘neutro’. não era loucura ou desorientação posto q ocorreu mesmo ‘expulsão’ e pessoas ficaram livres ‘daquilo’. tbém muitos casos de ‘vozes imitadoras’ de pessoas conhecidas. ou seja, a enganação corre solta mesmo. sair acreditando ou duvidando de tudo é o maior perigo.

  • Fist of God:

    Falaram muito, nos comentários, sobre Chico Xavier. Sei q não convencerei ninguém que acredita de verdade nos ensinamentos dele e até sugiro que sigam mesmo seus ideais de amor e caridade. Entretanto, tirando esta faceta benevolente de seus ensinamentos, o resto é pura má fé. No início de sua carreira (procurem no Google e acharão) aparecem fotos dele com “espíritos”, normalmente mulheres envoltas em véus brancos, das quais apenas o “médiuns” poderiam se aproximar. Vendo as imagens fica claro que é pura malandragem, tão groseira que ele acabou parando com esta “vertente mediúnica”. A doutrina espírita é, aparentemente, muito bela, mas no fim, ela acaba desviando as pessoas do verdadeiro caminho ensinado por Cristo, como inclusive explicou muito bem o “Walter, o Cavaleiro de Cristo”. Pronto, agora já podem me esculachar rsrsrs…:)

  • Silvio: REENCARNAÇÃO – ORNITOFOBIA:

    Diante da diversidade de opiniões sobre o tema “Espiritismo”, contribuo com este artigo, para a apreciação dos debatedors.
    —————————————————-

    REENCARNAÇÃO – ORNITOFOBIA

    Nota do autor:

    Este artigo faz parte do livro que publicarei brevemente.
    Como espiritualista independente e reencarnacionista convicto, escrevo com a intenção de estimular meus leitores à reflexão e pesquisa, com isenção de qualquer proposta proselitista ou que venha suscitar discussões intermináveis e inúteis.

    Um padre da cidade de Lyon, após ler este artigo, enviou-me e-mail informando que na França, em alguns conventos de monjas contemplativas (Irmãs Carmelitas), são realizadas seções espíritas onde freiras médiuns psicografam mensagens ditadas por religiosas falecidas, como fazia Chico Xavier
    ——————————————————-

    A RAZÃO E A CRENÇA:
    Se a razão não origina a crença, ela, a razão, pode ao menos discuti-la e descobrir os seus aspectos errôneos, porque a crença é tão forte, que consegue impor-se a despeito das mais claras demonstrações da razão e da ciência.

    UM FATO VERÍDICO – ORNITOFOBIA

    Desde pequeno, um garoto americano sofria de Ornitofobia (medo mórbido de pássaros). Seus pais não conseguiam entender aquelas expressões de terror diante de um viveiro ou mesmo uma simples gaiola contendo um único pássaro. Acreditavam que tudo passaria quando ele crescesse. Mas isso não se deu, pois ao atingir a adolescência, seu medo persistiu, como veremos adiante.

    Foram passar as férias no litoral e quando estavam na praia, aproximou-se um barco pesqueiro. Um bando de gaivotas surgiu em revoada, grasnando sobre o barco e a praia, fazendo com que o jovem começasse a gritar desesperadamente por socorro. Tomado de imenso pavor, acabou desmaiando.
    Levado a uma clínica de primeiros socorros, foi medicado com sedativos, mas acordava debatendo-se aos gritos, fazendo com que seus pais desistissem das férias e voltassem para Nova York.

    Levaram-no a uma psicóloga que à princípio, utilizou-se de alguns métodos clássicos na tentativa de identificar os motivos daquele medo aparentemente infundado.
    Após algumas sessões infrutíferas e sem encontrar a causa, a psicóloga decidiu iniciar o trabalho de regressão.

    Foram regredindo até a fase intra-uterina, porém sem nenhum sucesso. Percebendo que o rapaz insistia em regredir mais, a terapeuta concordou, embora fosse membro da Igreja Batista e obviamente não acreditasse em vidas passadas.

    O rapaz iniciou a narração, dizendo que se via em sua encarnação anterior, como soldado acampado numa região desértica durante a segunda guerra mundial ,onde houve um intenso bombardeio. Muitos morreram e ele foi gravemente atingido pelas explosões. Amontoaram os corpos uns sobre os outros e ele, semi consciente, dado como morto, foi colocado sobre a pilha de cadáveres. O batalhão seguiu em frente, pois logo passariam os caminhões recolhendo os corpos.

    Ali ficou agonizando, quando vieram os abutres em revoada e começaram a dilacerar seu corpo. Foi nessa circunstância desesperadora e traumática que ele veio a falecer.

    Acredito que diante desta revelação, você poderá tirar suas conclusões.

    O lado positivo da estória é que esse experimento abalou as estruturas acadêmicas, as convicções religiosas e as crenças daquela psicóloga, que a partir de então, decidiu aprofundar-se no estudo da reencarnação. O relato dessa vivência fez parte de sua tese de doutorado, chegando até nós através da AME – Associação Médico Espírita.

    REFLEXÃO:
    “Há muito mais coisas entre o céu e a terra,
    do que supõe nossa vã filosofia”
    Willian Shakespeare

    Abraços:
    Silvio Ribeiro
    São Paulo

    Divulgação autorizada desde que mantidos os créditos ao autor.

    • JHR:

      Ok! Avise quando o livro sair! O tema é realmente interessante. Atualmente estou lendo o livro “A Personalidade Humana” de Frederic Mayers e gostaria de me aprofundar neste assunto.

    • Magda Patalógica:

      Silviooooooooo

      Amei sua definição:
      ———————————————————–
      A RAZÃO E A CRENÇA
      Se a razão não origina a crença, ela, a razão, pode ao menos discutí-la e descobrir os seus aspectos errôneos, porque a crença é tão forte, que consegue impor-se a despeito das mais claras demonstrações da razão e da ciência.
      ————————————————————

      Certíssimo. A crença é tão forte que acaba enferrujando a capacidade das pessoas tentarem outros raciocínios.
      Ou de irem um pouco mais além.

      Meu velho e sábio padrinho mineiro que vive na roça, diz pode soltar o burro prá pastar, que ele só anda em linha reta.
      E o boi anda em qualquer direção e acaba encontrando mais grama verdinha.

      O relato do rapaz, fez a psicóloga dar uma “P” trombada com suas próprias crenças religiosas. Faz a gente pensar.

      Silvio, escreva sempre pq você além de escrever muito bem, é muito lúcido.

      Beijos da
      Magda.

  • marcos:

    é possível mas na minha opinião ta dificil identificar qual desses feios e o fantasma ou são tds…

  • Walter, o Cavaleiro de Cristo:

    Allan Kardec declarou que recebeu a visita de Jesus Cristo! (Assim como outros mentirosos do passado e até contemporâneos).

    No livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo VI-5, Kardec registrou a palavra de um “espírito”, que diz ser Jesus, nos seguintes termos:

    Venho, como outrora aos transviados filhos de Israel, trazer-vos a verdade e dissipar as trevas. Escutai-me. O Espiritismo, como o fez antigamente a minha palavra, tem de lembrar aos incrédulos que acima deles reina a imutável verdade: o Deus bom, o Deus grande, que faz germinem as plantas e se levantem as ondas. Revelei a doutrina divinal… Mas, ingratos, os homens afastaram-se do caminho reto e largo que conduz ao reino de meu Pai e enveredaram pelas ásperas sendas da impiedade. Meu Pai não quer aniquilar a raça humana; quer que, ajudando-vos uns aos outros, mortos e vivos, isto é, mortos segundo a carne, porquanto não existe a morte, vos socorrais mutuamente, e que se faça ouvir não mais a voz dos profetas e dos apóstolos, mas a dos que já não vivem na Terra, a clamar: Orai e crede! Pois que A MORTE É A RESSURREIÇÃO, sendo a vida a prova buscada e durante a qual as virtudes que houverdes cultivado crescerão e se desenvolverão como o cedro… Espíritas! Amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. No Cristianismo encontram-se todas as verdades; são de origem humana os erros que nele se enraizaram. Eis que do além-túmulo, que julgáveis o nada, vozes vos clamam: (O Espírito de Verdade – Paris, 1860)”.

    Esse “Jesus” do espiritismo trouxe uma palavra um tanto diferente do Jesus bíblico. Você é capaz de encontrar as diferenças?

    1) Jesus nos ensinou na história do rico e Lázaro que os mortos não podem ajudar os vivos (Lucas 16:19-31). O “Jesus” de Kardec coloca mortos e vivos a uma mútua ajuda.

    Lucas – cap. 16:

    Lucas 16:19 Ora, havia certo homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo e que, todos os dias, se regalava esplendidamente.
    Lucas 16:20 Havia também certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas, que jazia à porta daquele;
    Lucas 16:21 e desejava alimentar-se das migalhas que caíam da mesa do rico; e até os cães vinham lamber-lhe as úlceras.
    Lucas 16:22 Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado.
    Lucas 16:23 No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão e Lázaro no seu seio.
    Lucas 16:24 Então, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
    Lucas 16:25 Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro igualmente, os males; agora, porém, aqui, ele está consolado; tu, em tormentos.
    Lucas 16:26 E, além de tudo, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que querem passar daqui para vós outros não podem, nem os de lá passar para nós.
    Lucas 16:27 Então, replicou: Pai, eu te imploro que o mandes à minha casa paterna,
    Lucas 16:28 porque tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de não virem também para este lugar de tormento.
    Lucas 16:29 Respondeu Abraão: Eles têm Moisés e os Profetas; ouçam-nos.
    Lucas 16:30 Mas ele insistiu: Não, pai Abraão; se alguém dentre os mortos for ter com eles, arrepender-se-ão.
    Lucas 16:31 Abraão, porém, lhe respondeu: Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco se deixarão persuadir, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.

    2) O “Jesus” de Kardec conclama a todos para não mais ouvirem a voz dos profetas e dos apóstolos, e sim a voz dos mortos. O Jesus bíblico, pela história de rico e Lázaro, ensina que devemos ouvir Moisés e os profetas, ou seja, a Palavra (Lucas 16:29).

    Lucas 16:29 Mas Abraão respondeu: “Os seus irmãos têm a Lei de Moisés e os livros dos profetas para os avisar. Que eles os escutem!”

    3) O “Jesus” de Kardec declara que a morte é a ressurreição, tentando com isso afirmar que “com a morte do corpo, o Espírito liberta-se para o plano espiritual”, o que significaria uma ressurreição. Jesus bíblico afirmou que a verdadeira ressurreição dar-se-á num momento futuro, e não logo após a morte: “Pois vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua [a de Jesus] voz e sairão” (Jo 5.28). Aqui Jesus fala de ressurreição corporal, idêntica à dEle. Ressurreição não é, como entende os espíritas, a libertação do espírito. Assim fosse, cada um teria sua ressurreição individual. Jesus afirmou que haverá um dia determinado para a ressurreição (Jo 5:25; 6:44-54; 1 Ts 4:16-17).

    4) O “Jesus” de Kardec falou de dois mandamentos: (a) Os espíritas deverão amar uns aos outros; e (b) todos devem adquirir conhecimento. O Jesus bíblico citou mandamentos diferentes:

    “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento; amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:37-40).

    5) O “Jesus” de Kardec disse que o caminho que conduz ao reino de Deus é “reto e largo”. O Jesus da Bíblia disse que “estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida” (Mateus 7:14). É evidente que o caminho indicado pelo Espiritismo é largo, folgado, sem dificuldades: sem pecado, sem inferno, sem juízo final, sem necessidade de perdão, todos atingirão a plenitude, o clímax, a perfeição, mediante sucessivas reencarnações.

    • Roberto:

      Assim está escrito na carta Paulina: se descer um anjo do céu e te apresentar um Evangelho diferente do que vos anunciei, seja anátema. No meu entendimento só existem quatro Evangelhos;01 de Jesus Cristo anunciado por Mateus, de Jesus Cristo anunciado por Marcos, de Jesus Cristo anunciado por Lucas e de Jesus Cristo anunciado por João.

    • Silvio:

      Roberto:

      BOA NOVA é um dos significados para evangelho.

      Qualquer evangelho no absoluto sentido de Boa Mensagem é bem vindo, desde que seu conteúdo esteja afinado com o amor, a moral e o bem da humanidade.

      O Evangelho segundo Ramakrishna é um livro fantástico, contendo ensinamentos da milenar sabedoria da Índia em forma de parábulas.

      O Evangelho segundo o Espiritismo trata da sabedoria de Jesus, de forma comentada.

      A missão de Paulo foi de propagar o chamado cristianismo primitivo e certamente combater o paganismo e a idolatria.
      Tanto em suas pregações como em seus escritos, à luz dos ensinamentos de Jesus.

      Naquela época já haviam muitos evangelhos, que mais tarde foram considerados apócrifos, impregnados por idéias pagãs, fantasiosas e até pela mitologia.

      Então, nada mais certo d’ele canalizar os ensinamentos de Jesus para uma única só vertente, condenado e anatematizando quaisquer escritos contraditórios.

      Paulo nasceu no ano 5 e morreu no ano 67 da nossa era.
      O evangelho de Marcos, considerado o mais antigo, foi escrito em meados do ano 70.

      Não fosse a firmeza e a coragem do grande Paulo de Tarso, a mensagem de Jesus tornar-se-ia um “samba do crioulo doido”, diluída em sua essência.

      Paulo, que não fez parte dos 12 apóstolos durante o ministério de Jesus, é considerado com todo respeito, o maior dos apóstolos.

      Ufa.. me empolguei!

      Abs:
      Silvio

    • Ezio Jose:

      Quando um fato acaba de ocorrer e o narramos através da escrita ele fica cheio de evidências somado às nossas perspectivas. Guando-o, sem mais lê-lo, e passado algumas décadas ao tentarmos descrevê-lo verbalmente daremos outra visão à ele. Visão totalmente diferente, deformada e distorcida da realidade que outrara escrevera. O tempo adciona algumas idéias e esconde outras e a verdade nunca será a realidade dos fatos ocorridos.
      Isto é uma prova de que nem tudo que está escrito nos evangelhos aconteceu como de fato aconteceu.

    • 12345:

      do ponto de vista da razão são realmente 2 discursos inegavelmente diferentes.

  • CASTOR:

    uma coisa agente não pode negar … os espiritas são as pessoas de mais bom coração que eu ja conheci, caridosos e sempre dispostos a ajudar
    mais por outro lado … se a Biblia condena não é atoa … deve existir algum tipo de interação sim
    mais acredito que é com demonios fazendo gracinha… com os mortos não

    • Isis:

      Poucos entendem a bíblia e ela sempre foi interpretada da maneira q quisessem. O q tá escrito na bíblia tá acima do entendimento de muita gente, por isso vc tbm não entende.
      A palavra demônio é usada como uma palavra metafórica, aliás a bíblia toda fala em uma linguagem bem metafórica, adequada às pessoas da época, mas já tá na hora de evoluir, já se passaram muitos anos….
      Demônios no caso se referia a espíritos ruins

  • Templário:

    Sobre as doutrinas do espiritismo, a única conclusão que posso chegar é a de que Satanás ilude as pessoas, fazendo com que essas se desviem dos ensinamentos do Cristianismo, acreditando em coisas que não existem. Conheço espíritas que falam o nome de Jesus, mas desmentem o que está escrito na Bíblia conforme a conveniência. É justamente isso que o Diabo quer!

    • CristianoR:

      Bommmmm, até que enfim outra pessoa sensata! Ele (ChicoX) foi iludido e iludiu todos os que nele acreditava…….até Satanás crê em Deus, quem diria um réles mortal, que não fez mais que a obrigação de humano, aqui na Terra, e ficam “idolatrando”, “endeusando” essa pessoa, outra coisa que é errado.

  • Templário:

    A minha tia avó, falecida em 1989, era adepta do espiritismo. Alguns anos antes de morrer, ela prometera à minha avó (irmã desta minha tia) que, se morresse primeiro, voltaria numa seção espírita ou de algum outro modo para dizer como era o outro lado e se realmente existia alguma coisa após a morte. Pois bem, minha avó falaceu em 2006 e, minha tia avó jamais deu qualquer sinal, mesmo tendo prometido quando era viva. Sou bastante objetivo em minhas observações e, posso afirmar com 100% de certeza de que é impossível a comunicação com aqueles que partiram. Quem por ventura não concordar, procure um médium de confiança, escreva alguma coisa num pedaço de papel, coloque-lo por trás de suas costas e peça para que ele lhe diga o que escreveste nele. Tenho a plena certeza de que ele se recusará a fazer tal teste, pois sabe que espíritos não se comunicam com os vivos.

    • CristianoR:

      Karaka, essa foi realmente uma resposta a altura, PARABÉNS.
      Na sepultura não existe mais dor, pensamento, trabalho ou qualquer coisa que exista quando a pessoa vive. Esta pessoa está apenas esperando o julgamento final.
      Você já pensou no “inferno” que seria se todos os mortos comunicassem com os vivos, que desgraceira seria? Bem por isso, essa coisa de psicografia, falar com os mortos, não passa de charlatanice, não sejam engodados por esses demônios que querem isso mesmo, que creiam no espiritismo……(magia do engano).

    • Rafael:

      A mediunidade da incorporação é um dom perigoso que só deve ser praticado com conhecimento da vida espiritual e sobre as correntes de espíritos evoluídos.
      Essa esperiencia a qual voce cita é boa para comprovar a esistencia dos espírtos porem é perigosa pois este precisa de um espírito que o médio despreparado não sabe qual é, que leia a carta e diga a ele para que possa ser reveldada pelo mesmo.
      Nas casas que há comunicação de espìritos como o Racionalismo Cristão, só falam os espíritos escolhidos pelas forças superiores, para que o presidente (palestrante)esclareça para os acistentes como que é a vida fora do corpo.
      Como são muitos, não tem como todos falarem, isso pode levar uma eternidade. Hesiste espíritos devido ao seu bom carater durante vfida física quando desencarna acende logo para o seu mundo de luz e este não dar comunicação.

  • marcia:

    SÓ ACREDITO VENDO UM DOS MEUS EM ALGUMA FOTO MINHA CASO CONTRÁRIO NÃO ACREDITO.

  • eEUcomISSO [tassio bruno]:

    bom, fiquei com pouco de duvida.
    1 – todas sao do mesmo fotografo?
    1a – senao, acho q elas deveriam ser melhor separadas HS. falo isso como fã do site, q sempre visito, e sei como da trab ter um blog/site na internet brasileira — brasileiros geralmente sao TROLLS
    2 – algumas fotos parecem realmente fraudes.
    3 – a 4 parece espantosamente verídica.

    abraços e bom ano de 2012!
    Quetzacolti…

  • Henrique:

    Perdi 10 minutos vendo esta bobagem.

    • 12345:

      vc demorou 10 minutos pra perceber que não tava gostando??

  • Magda Patalógica:

    Para: CristianoR (R de rato):

    Sobre Chico, você escreveu:
    “ele era um charlatão…”

    Eu digo:
    Se NÃO conseguires provar por A+B que Chico Xavier foi realmente um charlatão,

    então você deve ser considerado:

    ESCOLHA UMA DAS OPÇOES:

    1. Alienado
    2. Difamador
    3. Injuriador
    4. Desinformado
    5. Excepcional (prá baixo)
    6. Cego-que-não-quer-ver
    7. Non sense
    8. Caluniador
    9. Todas as anteriores

    Fui.

    • Templário:

      Chico Xavier era apenas uma vítima de suas próprias crenças, ou seja, um tipo de fanático que foi enganado a vida inteira pelo próprio cérebro.

    • Spiritual:

      Prezado Senhor,

      Este nome de Templário que o sr. usou foi usado indevidamente por alguém que nem imagina de longe ser um Templário.
      O senhor é um mal informado, um infeliz caluniador e detrator das pessoas honestas e santificadas pelo Exemplo de bondade e caridade em sua maior expressão.
      Seu texto é uma afronta aos princípios do Amor, da Paz e da Caridade.
      Este seu texto lhe cabe por inteiro.

    • Templário:

      Você já parou para pensar no motivo pelo qual ninguém até hoje diz ter recebido mensagens do além por parte do falecido Chico Xavier? Sabe por que isso não aconteceu? Simples: Isso é impossível!!!

    • Walter, o Cavaleiro de Cristo:

      Vídeo que fala das falsas psicografias de Chico Xavier:

      http://www.youtube.com/watch?v=7YJXSSlSHgo&feature=player_embedded#!

      http://www.youtube.com/watch?v=tkBMFm3fPr0&feature=related

    • CristianoR:

      Posso ser todas as alternativas, porém não trouxa, para acreditar no espiritismo(magia do engano).
      Quando eu era pequeno (8 ou 9 anos), minha mãe frequentava centros espíritas, falo isso por experiência própria, e desde que ela começo a frequentar esse lugar de demônios, nossa família só descambou, foi pais separados, etc…que nem me atrevo a descrever aqui, só trouxe desgraça prá minha família, portanto, não trouxe benefício algum, é como erva daninha, te destroem depois te jogam fora!…

    • Luiz Carlos:

      O sr seria capaz de mandar queimar galileu pelo que ele disse. Mesmo assim, hoje, ainda não teria reconhecido que enganou-se. Luiz.

    • Lena:

      CristianoR

      Concordo com você, de alguma forma.

      Minha irmã começou a frequentar centros de macumba para fazer com que meu cunhado (que tinha esfriado nas relações sexuais com ela) a “procurasse”.

      Durante anos ela foi iludida e gastou uma grana alta com “trabalhos” que o pai de santo recomendava.

      Meu cunhado acabou desconfiando com o cheiro de bebida que o pai de santo mandava colocar no assento do carro e charutos que encontrou debaixo da cama.

      Resultado: Ele pegou nojo dela, passou a dormir no sofá da sala, arrumou uma amante e foi morar com ela.
      Tudo por causa desse espiritismo do mal.

      Faltou você informar, que tipo de espiritismo sua família frequentava.

      Há uma erorme diferença entre o espiritismo cristão e as religiões africanas, como o candomblé, a umbanda e outras ainda piores, como a quimbanda, que sacrifica animais e até crianças inocentes.

      Não sou kardecista, mas de vez em quando assisto suas palestras e já li muitos livros de Chico Xavier e de Zibia Gaspareto.
      Posso afirmar que não li nada que induza ao mal nessas leituras e o bem e a justiça são sempre enaltecidos.

      Para mim, o melhor caminho é o do bem, da caridade e do amor ao próximo, independente de qualquer religião.

      Lena

    • CristianoR:

      Pois é, Maga, assim como você, quem não tem argumentos, procura “ridicularizar” os outros como estas alternativas que você escreveu aí, fique com seu “espiritismo” que você vai entrar bem (bem mal)

    • Magda Patalógica:

      CristianoR (R de ruminante)

      Sem rótulos prá mim.
      Sem argumentos prá ti.
      Sem chance procê.

      XÔ… Seu tempo acabou, cara!

      Fui

  • sd:

    must be potoshoped

  • JHR:

    A ciência moderna é construída sob um pé limiar entre o ceticismo e a credulidade.
    Uma conseqüência disso é que vários cientistas através da história, ao apresentarem suas idéias, foram inicialmente recebidos com alegações de fraude por colegas que não desejavam ou não eram capazes de aceitar algo que requereria uma mudança em seus pontos de vista estabelecidos. Michael Faraday foi chamado de charlatão por seus contemporâneos quando disse que podia gerar uma corrente elétrica simplesmente movendo um ímã por uma bobina de fio.
    Uma vez que o ceticismo adequadamente se refere à dúvida ao invés da negação – descrédito ao invés de crença – críticos que assumem uma posição negativa ao invés de uma posição agnóstica ou neutra, mas ainda assim se auto-intitulam “céticos” são, na verdade, por definição “pseudo-céticos” como segue:
    – A tendência de negar, ao invés de duvidar.
    – Utilização de padrões de rigor acima do razoável na avaliação do objeto de sua crítica.
    – A realização de julgamentos sem uma investigação completa e conclusiva.
    – Tendência ao descrédito, ao invés da investigação.
    – Uso do ridículo ou de ataques pessoais.
    – A apresentação de evidências insuficientes.
    – A tentativa de desqualificar proponentes de novas idéias taxando-os pejorativamente de ‘pseudo-cientistas’, ‘promotores’ ou ‘praticantes de ciência patológica’.
    – Partir do pressuposto de que suas críticas não tem o ônus da prova, e que suas argumentações não precisam estar suportadas por evidências.
    – A apresentação de contra-provas não fundamentadas ou baseadas apenas em plausibilidade, ao invés de se basearem em evidências empíricas.
    – A sugestão de que evidências inconvincentes são suficientes para se assumir que uma teoria é falsa.
    – A tendência de desqualificar ‘toda e qualquer’ evidência.

    • Templário:

      Meu caro, não misture ciência com misticismo, pois a ciência verdadeira é aquela que se pode fazer testes e, sobretudo provar sua existência. Espiritismo é baseado apenas na crença de quem o pratica. As origens de tal misticismo se deram no Século XIX, através das safadas irmãs Fox que, durante muitos anos, sustentaram uma fraude que elas próprias criaram. Quanto Alan Kardec, não passava de uma espécie de Edir Macedo de épocas passadas.

    • Silvio: E GALILEU ESTAVA CERTO.:

      Olá, JHR:

      Concordo com suas lúcidas colocações.

      Após desenvolver o telescópio, Galileu aprofundou-se nas teorias de Copérnico e trouxe ao mundo da época, sua bombástica revelação de que a terra gira em torno do sol.

      Pagou um alto preço por isso. Foi contestado pelos estudiosos contemporâneos, pelo povo e pela Igreja.
      Esta o combateu no tribunal da inquisição, com base na bíblia, usando o argumento do livro de Josué, que levantou o braço e ordenou que o sol se detivesse. O sol se deteve (segundo a Bíblia) e o exército de Josué continuou a batalha em plena luz do dia.

      Obrigado a abjurar de sua descoberta, Galileu ajoelhou-se diante dos inquisidores e negou todos os resultados de suas pesquisas. Mesmo assim foi condenado pela à prisão perpétua em 1632 e somente absolvido em 1992, mais de três séculos depois.

      Acredito que ele assim o fez, pois sabia que a humanidade da época ainda não estava preparada para tanto e que no futuro, seus estudos seriam absorvidos de forma incontestável.

      Conclusão:

      O velho testamento contém afirmações que não devem ser aceitas “ao pé da letra”, como se fossem “A palavra de Deus”.

      Bendita ciência, que aos poucos vai encontrando respostas desmistificadoras das crenças ortodoxas e arraigadas no pensamento coletivo.

      Um dos exemplos é a TVP – Terapia de vidas passadas – em franca utilização por psicólogos modernos, trazendo resultados surpreendentes para seus diagnósticos.

      Abs:
      Silvio

  • ratatouli:

    exposição dupla. obviamente é tudo fraude, qualquer pessoa com um mínimo de pensamento lógico e bom senso sabe, mas não deixa de ser um ótimo trabalho artístico

  • Reginaldo Ferrão:

    Tudo fraude. Se a câmera, que é um sistema que capta a luz, pode captar, então porque o olho humano que é muito mais avançado não vê?
    Tudo fraude.

    • Ezio Jose:

      O que os olhos vêem muitas vezes são ilusões também. Existem uma porção de figuras geométricas que confundem a visão com a realidade. Não quero discutir que algumas fotos ou todas possam ter fraudes.
      As cameras fotográficas registram os contrastes entre luz e sombras. Algumas vezes, em virtude de um foco ajustado sem profundidade de campo pela abertura excessiva e velocidade rápida do diafragma, podem surgir imagens fantasmas.
      Muitos efeitos pode-se conseguir com a fotografia e que podem ser aprendidos com a prática ou acontecer n’alguns casos involuntariamente pela inexperiência. O campo da óptica é muito extenso para entender tudo e dar explicações, mas é maravilhoso se aprofundar nele.

    • Rafael:

      Gostei do seu comentário, mas fico perplexo.
      Como uma máquina concegue registrar o que os olhos humanos não vê? Será que elas são mediúnicas?
      Eu tenho uma tia que é cardecista, ela dis que os espíritos utilisa de ectoplasma para demostrar sua imagem, eu não entendo nada disso pois no Racionalismo Cristão não esiste nenhum assunto sobre isso, isto é do Cardecismo.
      Vou perguntar isso a ela e voutarei com uma resposta melhor.

    • Spiritual:

      Caro Reginaldo,

      Existem fraudes sim, e sempre feitas por gente mal intencionada com o objetivo ou da notoriedade ou da vantagem financeira. Tem de tudo nesse mundo, coisas verdadeiras mescladas com a falsidade, porém, a Verdade não se mistura com a impostura e tampouco com os impostores.

      Com toda certeza, você é uma pessoa que não tem conhecimentos técnicos sobre os mecanismos espirituais e de como os espíritos em alguns centros espíritas de materialização fazem para que o fenômeno ocorra de forma segura. Os espíritos sérios e comprometidos com a Verdade, evitam a todo custo a exibição pública de materializações espirituais, pois o ambiente em que estes fenômenos acontecem, tem de ser previamente limpos no campo das energias etéricas. Pessoas que possam estar presentes no local com desejos apenas de confirmar, ver e duvidar, achando que isso é um truque, emitem vibrações mentais que colocam em risco os trabalhos de materialização, pois o ectoplasma é um material que se for contaminado, coloca em risco a vida do médium que o está liberando em forma de um tipo de nuvem ou véu, mais parecido com uma fumaça branca que se expande, que é parte da essência do duplo etérico do médium. É por isso que sempre que alguém que duvida e quer confirmar através de fotografias ou filmagem, quando publica ou expõe o que filmou ou fotografou, sempre terá alguém vai colocar em dúvida, rir ou caçoar disso.
      É sempre assim, e os espíritos que não gostam de circo, evitam atualmente a materialização, por despender grande tempo em limpeza áurica dos assistentes, limpeza etérica do ambiente, proteção contra quiumbas invasores, para um fenômeno que para eles pouco acrescenta, e que gera um grande debate inócuo, sem proveito, onde todos querem confirmar para criticar e não para se renovar e se melhorar.
      Agora, quem participa de uma sessão séria de materialização, vê, toca, segura, e sente o pulsar do coração do materializado…e as máquinas modernas de fotografias e filmagem, captam as imagens fielmente, pois o espírito através do ectoplasma se tornou temporariamente material.
      Espero ter ajudado.

    • Templário:

      Meu caro, espiritismo não existe, pois ao homem é impossível alcançar o mundo espiritual. A Bíblia condena o uso da magia, astrologia e consulta aos mortos, pois essas coisas afastam o homem da verdade.

    • Silvio:

      Caro Templário:

      Você escreveu:
      “espiritismo não existe…A Bíblia condena… consulta aos mortos”

      Se espiritismo não existe, Moisés não perderia seu tempo em proibir.

      Moisés não proibiu o povo de comer caco de vidro nem areia do deserto, nem cocô de camelo, pois isso NÃO EXISTE.

      Se ele proibiu seu povo de consultar os espíritos é porque havia o costume de consultar oráculos no Egito.

      Faça uma breve pesquisa no Evangelho Segundo o Espiritismo de Kardec, que foi ditado por espíritos cristãos iluminados e veja se encontra barbaridades demoníacas no seu conteúdo.

      Depois volte sa escrever e tenho certeza de que mudará um pouco seu modo de interpretar o assunto.

      Até o rei Saul consultou uma médium para falar com Samuel, que havia falecido. E Samuel falou com ele aatravés da médium. Está tudo lá, na Bíblia.

      Posso concordar com você, caso se refira ao hábito das pessoas procurarem macumbeiros que fazem o mal, magia negra, com sacrifício de animais e até de crianças.

      Consultam espíritos ignorantes, sofredores, materialistas e melévolos, da mais baixa estirpe.
      Deve ser essa a interpretação da proibição de Moisés.

      Tente se aprofundar mais no assunto para conhecer as diferenças.

      Vamos deixar que a ciência moderna prove tudo. A psicologia já utiliza a terapia de vidas passadas, como apoio aos diagnósticos.

      “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

      Abs:
      Silvio

    • Templário:

      Meu caro, os Evangelhos não fazem qualquer menção ao espiritismo, ou melhor, apenas o condena, nada mais!

    • Y.:

      Você cita a biblía, mas não lê!
      Na própria biblía, está escrito que quem apareceu com a imagem de Samuel era Satanás!
      A consequência dessa consulta foi a morte de Saul em combate.
      Você cita João 8:32,mas a qual verdade você conhece?
      Você sabe a qual verdade a biblía se refere?
      Amigo, se você se interessa em assuntos espirituais como percebi, procure estudar e conhecer a verdade sozinho.

    • Magda Patalógica:

      Para Y (Y de Yap)

      Cara, você escreveu:
      ——————————–
      “Na própria biblía, está escrito que quem apareceu com a imagem de Samuel era Satanás!”
      ——————————–

      Como boa pesquisadora, fui conferir em Samuel 1 – Cap. 28.
      Não há nenhuma menção sobre satanás, my dear.

      Que MENTIRA GROSSA foi a sua, só prá tentar reforçar a sua tese furada.

      A Bíblia não precisa da sua ajuda venenosa prá provar nada.

      Ou então, escreva outra Bíblia.

      Quanto a “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”,

      cada um entende como quer, como pode ou como consegue.

      Fui… ocupar minha mente com assuntos mais edificantes.

    • Para: Templágio… digo Templário:

      Cara:

      A Bíblia é o livro mais mediúnico que existe.

      Ela não fala do àtomo e da molécula, que vc nunca viu, mas acredita.

      Não fala de galáxias, do polo sul, da teoria da relatividade, da velocidade da luz e do som, da fotosíntese e uma pá de coisas.

      Nem por isso elas deixam de existir.

      Fui.

    • Lena:

      Prezado(a) Y

      Suas abobrinhas e mentiras podem ser facilmente desmascaradas.
      Vamos a elas:

      A – Você cita a biblía, mas não lê!
      Pelos escritos do Silvio neste espaço, notei que ele conhece a Bíblia muito melhor do que você. Basta ler o que ele escreve.

      B – Na própria biblía, está escrito que quem apareceu com a imagem de Samuel era Satanás!
      Não há nenhuma citação de que satanás apareceu na imagem de Samuel.

      Imagem? A que imagem você se refere? O profeta não foi visto e sim descrito pela médium e Samuel percebeu que pela descrição, se tratava do próprio Samuel.

      Pelo que se percebe no relato bíblico, o que ocorreu foi um efeito de incorporação. O espírito de Samuel falou com Saul através da boca da médium.
      (No filme Ghost o espírito de San – Patrick Swayze – se incorpora no corpo da médium Oda Mae – Whoopi Goldberg – e dança com sua namorada Molly – Demi Moore. Isto não foi mostrado na cena, mas fisicamente Molly dançou com Oda, incorporada pelo espírito de Sam.

      C – A consequência dessa consulta foi a morte de Saul em combate.
      A Bíblia não fala de consequência nenhuma. Samuel apenas profetizou, ou seja, revelou o que estava previsto para acontecer e tudo aconteceu como Samuel revelou.
      Se fosse satanás no lugar de Saul, acho o demo diria: “Vai tranquilo, meu rei, que a vitória será sua e terás uma vida longa”

      D – Amigo, se você se interessa em assuntos espirituais como percebi, procure estudar e conhecer a verdade sozinho.
      Quem precisa estudar mais é você, garota, Estudar e deixar de escrever mentiras e insinuações, para um senhor que tem idade para ser seu avô e já demonstrou aqui que conhece muito sobre esses assuntos.

      Eu só não entendi com que finalidade você mentiu e inventou sobre os trechos da Bíblia Sagrada,

      Acaso acredita que todo mundo por aqui é tão alienado como você pensa?

      Lena

    • Lena – ERRATA:

      Onde se lê:

      Samuel percebeu que pela descrição, se tratava do próprio Samuel

      Leia-se

      SAUL percebeu que pela descrição, se tratava do próprio Samuel

    • Ezio Jose:

      Bom! De Templário o nome não tem nada a ver. Os Templários invocam a presença dos Espíritos de seus Mestres Invisíveis. A Bíbilia pode condenar qualquer coisa, porém, quando de repente deparamos com o mesmo problemas condenado onde ela aprova o uso em suas histórias ou, aliás, estórias.
      O que afasta o homem da verdade é, ao invés, de procurar respostas em si mesmo ficar ouvindo lorotas de fanáticos religiosos que neme sabem por que estão aquí, de onde vieram e pra onde vão.

    • Templário:

      Meu caro, Satanás quer justamente isso, ou seja, que sigamos doutrinas que a Bíblia condena claramente, tais como a consulta aos mortos, o que é impossível ao homem. Já tem gente negando a própria Bíblia e o Cristianismo, de modo a dizer que o Espiritismo é Cristão.

    • Y.:

      Se você procura as respostas para perguntas como:
      “Por que me sinto tão vazio e sozinho ás vezes?”
      “Por que sinto que falta algo em minha vida, mesmo tendo tudo o que preciso?”

      Ou outras perguntas que tenho certeza que você faz ás vezes pra si mesmo. Você não vai encontrar sozinho.
      Não use “fanáticos religiosos”, é um termo preconceituoso, assim como outros tipos de preconceitos.
      Eu não sou fanática religiosa, acredito em Deus, sei de onde vim, porque estou aqui e pra onde vou.
      Jamais eu tentaria converter alguém para simplismente “escravizar” ou “ter essa pessoa no meu time”, não é um questão de política, é uma questão de compartilhamento, se eu sinto liberdade e uma paz que não encontro nesse mundo, eu seria egoísta em não compartilhar com alguém?

    • Magda Patalógica:

      Para Templário.

      Você escreveu:
      ————————–
      “Meu caro, Satanás quer justamente isso…!
      ————————–
      Se você está afirmando, é porque ele te contou.

      Não sabia que você conversa com o belzebú ou troca e-mails com ele.

      Cruis credo, sô!

      Fui… tomar uma golada de àgua benta.

    • Rafael:

      Muito bom.

    • Henrique:

      Não existe comprovação científica disso que o sr. falou.

    • Tisiu:

      Templário que não tem nada ver com o nick. Quando Jesus, pouco antes de ser preso, foi ao Monte das Oliveiras e pediu aos seus preguiçosos discípulos para fazer algumas tendas, apareceu uns “fantasamas” por lá. Não apareceu? Ou eram Espíritos daqueles que há muito tinha partido deste planeta? Hoje em dia até na Universal do Reino (que não é ) de Deus a gente vê dessas coisas, apesar de alí ser puro teatro para arrecadar dinheiro que em muitas vezes são colocados em cima do Livro Sagradado, a Bíblia.

    • Walter, o Cavaleiro de Cristo:

      Esses tais “fantasmas” dos quais você fala, eram apenas Satanás e sua legião de demônios, tentando a Jesus e a seus discípulos.

      Acorde meu velho, estamos no Século XXI, e você ainda acredita nessas bobagens!!!!

    • Y.:

      Lucas 22:43
      Quem aparece para Jesus não é um fantasma, e sim um anjo que o confortava.
      Leia.

  • rbk:

    Como “a maioria” não são todas, então se alguma dessas fotos é real meu palpite é que sejam as de número 4 e 5.

  • Clara Telis:

    Me deu medo ,mas é bastante legal !

  • Jarbas:

    Alguém já parou para pensar que todos os que veem espíritos, falam com espíritos e que tem contato com o mundo espiritual são taxados de loucos?
    A ‘ciência’ e os ‘cientistas’ de plantão sempre estão prontos para refutar tudo que não conseguem dissecar e pesar. Qualquer um que diga que vê espírito é taxado de esquizofrênico. Que seria de Jesus Cristo se voltasse… Os ‘cientologistas’ de plantão com certeza iriam interna-Lo num manicômio.
    Se alguém quiser ver um espírito, que olhe num espelho, pois somos todos seres espirituais numa aventura física.

    • Lulu:

      Jarbas,

      São taxados de louco porque, apesar da comunicação com espíritos não ser comprovada, a esquizofrenia, essa sim, é real e acomete muitas pessoas!!

    • Rafael:

      Esse é um problema que tem que ser superado. Antigamente as pessoas confundia os males da alma que se cura com esclarecimento sobre a vida espiritual e e limpesa piciquica que é a retirada das forças do mal com orações. Na quela época os médicos queriam resolver esta situação com remédio e choque elétrico que deixava a pessoa um bagasso e não resolvia nada continuava na mesma.
      Exemplo disso é o filme “Uma mente Brilhante” um professor que sofre abeça com os tratamentos do médico, a parte mis chocante é a cena do professor em uma cama do ospital com uma placa de metal dentro da sua boca ligada por um fio e nos pé dois fio terra, o médico liga o aprelho e o paciente pula na cama devido a corrente elétrica que passa pelo seu corpo.
      Lulu, você deveria assistir este filme, verar que o tratamento não vale nada, a solução é aprender a viver com isto através dos estudos da vida espiritual e limpesa piciquica.

    • Jarbas:

      Cara LuLu,
      Existem muitos casos que o diagnóstico de esquizofrenia é dado para pessoas que possuem uma mediunidade não controlada, justamente pela falta de estudo sério do espírito.
      Quanto à comunicação com os irmãos que já deixaram o corpo físico (para os quais apenas o corpo físico morreu) já foi mais que comprovada, inclusive por meio de equipamentos de áudio e de vídeo.
      Portanto não é mais uma questão de acreditar ou não, é uma simples questão de aceitar, da mesma maneira de que existem pessoas que não acreditam em viagem à Lua, e isso não quer dizer que a viagem não existiu.

    • Germano Augusto:

      Só acredito vendo.

  • Vanessa:

    (Jonatas, gostei da dica). Li a matéria, não creio, mas tbm não desrespeito as pessoas que acreditam e trabalham no assunto. Mas qto às fotos parecem ser montagens mesmo. Um próspero 2012 à todos!

  • Mestre Shifu:

    O mundo espiritual existe. Mas a única forma de ascender até ele é por meditação e mediunidade verídica, nenhuma máquina fotográfica poderá detectá-lo. Não basta ser médium, senão ficará maluco vendo coisas. É preciso desenvolver o mais alto grau de concentração, e encontrar a paz interior.

  • Jonatas:

    “Duelando com o Fantasma” – Esse era o título de uma reportagem da superinteressante de um efeito que dois ventiladores de uma laboratório antigo criavam “fantasmas”, a sensação de corpos se movendo sem serem vistos, que assustaram muitas pessoas antes de serem revelados. “Eu senti até a respiração, vinha como se estivesse flutuando, porque não ouvi passos. Quando me virei pra ver o que era, não havia nada ali.” Afirma um dos especialistas que desvendaram a assombração. Se alguem tiver mais informações agradeço, li isso numa edição dos anos noventa.

  • jmn:

    este site não aceita critica…..

  • De Silvio – Para Glória:

    Glória, querida:

    Concordo com vc em muitas partes de sua opinião, abrangendo as crendices populares.

    Quanto ás fotos da aura, dê uma pesquisada em fotografia Kirlian:
    Muito estudada na Rússia, não só sobre seres humanos, como em vegetais e minerais.

    Segundo os estudiosos, a “energia” colorida captada pelas câmeras Kirlian, poderá servir para diagnosticar distúrbios fisiológicos e mentais.

    A comunidade científica internacional ainda não absorveu esses estudos (ainda embrionários), mas os respeitam.
    Vamos ver no que isso vai dar.

    Vale uma espiada em:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Kirliangrafia

    Abs:
    Silvio

  • Arissa Yuka:

    Espíritos usam roupas, véus, são atraídos pela gravidade e são presos pelo tempo como nós ( nessa dimensão!!). Tem membros, boca, nariz, etc. Façam-me o favor. Se existe algo após a morte ninguém sabe, e se alguém disser que sabe está mentindo.

  • Miguel:

    Ateísmo blá,blá,blá….

  • JHR:

    Passaram-se exatos 72 anos entre o início da fraude (1860) e a revelação da fraude (1932) para que os geniais céticos, incluindo respeitaveis físicos da época, se convencessem, através do discurso de um suposto ex-companheiro (o nome foi omitido no texto) o qual afirmou que a “maior parte” das fotos eram montagens. Considerando que a maior parte não é o todo, podemos entender que algumas fotos são reais ou não tiveram explicação cientifica. Logo isto não invalida o trabalho de Hope.
    ” A mediunidade é uma energia peculiar a todos, em maior ou menor grau de exteriorização, energia essa que se encontra subordinada aos princípios de direção e à lei do uso, tanto quanto a enxada que pode ser mobilizada para servir ou ferir, conforme o impulso que a orienta, melhorando sempre, quando em serviço metódico, ou revestindo-se de ferrugem asfixiante e destrutiva, quando em constante repouso”

    • Cesar:

      Todas as fotos parecem ser dupla exposição. Em alguns casos, parece ser uma foto de uma foto (o sujeito pega duas fotos, recorta, cola, e fotografa o resultado, apresentando como se fosse a foto originalmente feita). Enquanto não for possível descartar estas duas hipóteses simples, não tem por que investigar fenômenos mais complexos e que inserem mais complicação ao problema (a famosa Navalha de Occam).

  • Rafael:

    Não fique pensando em espírito, pois poderá fazer mal.
    Caso queira saber sobre os espírito de uma forma segura, procure o Racionalismo Cristão. É de graça, não paga nada.
    Esta doutrina funciona para o publico as segunda, quarta e sesta feiras das Hs 19:15 as 21:00

  • Milton Pereira de Alencar:

    Chama-se fotografia espírita (spirit photography, em inglês) a toda uma série de fenômenos, sejam eles claramente fraudulentos ou possivelmente autênticos, que remontam a poucas décadas após o surgimento da fotografia, e se caracteriza pela presença de vultos, espectros e formas estranhas em imagens de natureza fotográfica. Se, na atualidade, o avanço das técnicas de fotografia, em especial com o advento da fotografia digital, criou possibilidades quase infinitas de falseamento nas imagens fotográficas, em meados do século XIX as técnicas mais aprimoradas de fotografia, que recorriam ao daguerreótipo e ao colóide, ofereciam margem significativamente mais estreita à fraude e ao charlatanismo. A primeira fotografia espírita a que se costuma fazer referência data de 1861, feita manualmente pelo gravurista estadunidense William Mumler, em Boston, capital do estado de Massachusetts (EUA)). Trata-se de um auto-retrato em que um “duplo” de Mumler, ou seja, sua própria imagem, só que translúcida e sobre ele, aparece. Após essa ocorrência, Mumler entrou em contato com outros fotógrafos, que sugeriram a repetição da experiência em condições diversificadas, a fim de que ele melhor pudesse se certificar da natureza dos fenômenos que testemunhava. Após convencer-se de que se tratavam de fenômenos autênticos, largou sua profissão para dedicar-se exclusivamente à fotografia (Spiritual Magazine, 1869, pg. 256/257). Os primeiros relatos dessas fotografias saíram no Herald of Progress de 1º de novembro de 1862 e no Banner of light de sete dias mais tarde. Com a difusão da notícia para além dos limites massachusetts e em face do crescente interesse público pelo assunto, o editor do Herald, J. A. Davis, enviou um fotógrafo de sua confiança, com dez anos de experiência no ofício (Aksakof, 1956, pg. 93), para investigar in loco os trabalhos de Mumler. O seguinte trecho, publicado no Banner de 29 de novembro daquele ano, um resumo de longa carta publicada no mesmo dia no Herald, sintetiza as conclusões do enviado: Não me opondo o Sr. Mumler dificuldade alguma, eu mesmo fiz, na chapa escolhida para o meu retrato, todas as operações de banhos, viragem e montagem. Durante todo esse tempo, não perdi de vista a chapa, não deixei aproximar-se dela o Sr. Mumler, senão depois de terminada a operação. Em seguida, submeti a minuciosa inspeção o gabinete escuro, o caixilho, o tubo, o interior da cubas, etc. E, apesar de tudo, obtive, com grande admiração, a minha fotografia acompanhada por uma outra imagem. Tendo continuado depois as minhas pesquisas, (…) vi-me obrigado, com toda a sinceridade, a reconhecer sua autenticidade. (grifos do autor)…

    • Cesar:

      ofereciam margem significativamente mais estreita à fraude e ao charlatanismo.

      Muita ingenuidade sua pensar isto… Nos primórdios da fotografia, a emulsão, a revelação, a fixação, tudo era feito pelo próprio fotógrafo. As oportunidades para fraude eram imensas, assim como as possibilidades de erros de manipulação. Prova disso é justamente estas fotos aí em cima…

  • carlos:

    parabéns!!! a maioria não entende nada… ler uma matéria e não chegar ao final é muito triste.. bateram na mesma tecla sem saber que tudo não passava de uma farsa.. que falta de atenção!! se não sabem o que comentar, é melhor não abrir a boca!! ou melhor;não teclar asneiras…

  • Miguel:

    Numa noite chuvosa no interior paulista, um medico prepara-se para dormir, eis que batem á porta, debaixo de chuva um menino de uma 12 anos, descalço, molhado pede socorro ao medico dizendo que sua mãe esta num dificil trabalho de parto, o medico cansado sai com o menino debaixo de chuva numa carroça, ao chegarem num distante sítio, por causa do riacho, o medico desceu e foi o resto do caminho a pé, na porta da humilde casinha estava um homem, e o medico ja foi entrando e providenciando o parto. Pela manhã a mãe já com o recem nascido no colo, perguntou, como o senhor chegou aqui? Seu filho me trouxe. Como, ele morreu a + de quatro anos. . .

    • Magda Patalógica:

      Miguel

      Não tenho dúvidas de que sua estória é naturalmente possível de acontecer, sim.

      Não sou evangélica, mas conheço uma pá de coisas da Bíblia.
      Nela encontramos um fato semelhante, na estória de Tobias.
      O “anjo” se materializou e acompanhou Tobias em sua viagem. É uma estória linda, que daria um filmão, se é que já não foi feito.

      Veja o que aconteceu na minha família no dia de natal:

      Minha sobrinha de 3 anos não conheceu o avô paterno. Ele morreu 5 meses antes dela nascer.

      Na ceia, ela se levantou e disse que queria fazer xixi.
      Foi ao banheiro, mas votou muito rápido.
      Minha irmã perguntou se ela tinha feito xixi e ela respondeu que não, pois havia um homem velho dentro do banheiro.

      Minha irmã desconfiou e perguntou se ela falou com ele.
      A menina contou que o velho disse que ela estava muito birrenta e precisava obedecer mais sua mãe.

      No dia seguinte, almoçamos na casa de minha avó e de tarde ela pegou uma caixa com muitas fotos da família, para vermos.
      Minha sobrinha pegou uma foto do meu avô e identificou que era ele o velho que estava no banheiro e falou com ela na noite anterior.

      Todos ficamos emocionados… e não era papai noel, não.

      O que chamamos “sobrenatural” é apenas e tão somente NATURAL.

      Fui

    • Cesar:

      Obviamente, a história não tem nenhuma testemunha… nem nome do médico, nem data em que o parto aconteceu, nenhum registro confiável para corroborar a narrativa… É interessante que todas estas histórias parecem sempre com uma variação do “era uma vez, em um reino muito distante, muito tempo atrás…”

    • Jonatas:

      Muitas têm. O caso de dois policiais que receberam um homem que trazia dois meninos no colo e os entregou, afirmando ter salvo dum acidente. Logo depois o rconheceram na foto do pai dos meninos, falecido algum tempo antes. Passou na band, vi a entrevista dos policiais, pareciam impressionados, e a mãe dos meninos, que ficou no carro quando o acidente aconteceu e os dois meninos sumiram de dentro do veículo, também falou. Agora, se é sensacionalismo midiático com atores pagos, é outro ponto de vista que não descarto. Os policiais estão lá, trabalhando no mesmo batalhão.

    • Miguel:

      O Mêdico é atualmente orientador espiritual na Federação Espirita do Estado de São Paulo, na ocasião dos fatos era ateu e atoa, estudou os fatos que lhe deixaram muito impressionado, espiritualizou-se, e acredita que estes fatos ocorreram com único intuíto, de orienta-lo para tarefas mais elevadas para o futuro.
      Fora da caridade não há salvação.

  • Eronides Muniz De Freitas:

    Uma coisa eu lhe digo,para pessoas incredo-los,entre o cèu e a terra tem muitos misterios,se não acreditam um dia vão acreditar,pode esperar.

  • diamon:

    e muito fácil fazer fotos fantasma com uma câmera de filme e só tira volta o filme e tirar nova foto por cima kkkkk não dar tanto trapalho com o photoshop e não tem problema se a sobreposições não fico boa, que mais mim choco e que o cara ganhou dinheiro com isso, eu dor um duro danado para ganha com boas fotos que muitas fezes me dar um trabalhão,,, vo combra uma maquina com filme e fazer o mesmo, é ainda mais vo fica com fama….

    • João:

      O que mais MIM CHOCOU foi seu comentário ter sido aceito. Realmente não DAR pra acreditar nisso. Só duas perguntas:

      Você FALAR como escreve?

      E é sério que troca ‘F por ‘V?

    • Magda: Mim morreu de rir.:

      Para Marco André

      O Diamon deve ser indígena.
      ————————————
      “…e não tem problema se a sobreposições não fico boa, que mais mim choco e que o cara…”
      ————————————
      Eu lhe digo: Mim morreu de rir.

      Já que o Dianon é fotógrafo, poderia tentar fotografar a alma da assassinada Dona Gramática. (rss)

      Mim fui.

    • Lulu:

      E eu não tenho dúvidas que ” muitas fezes me dar um trabalhão”. Espero que ele seja melhor fotógrafo do que usuário do idioma português…
      Mim não entender quase nada! E olha que sou poliglota rsrs

  • Mirantesul:

    Grande coisa. Aqui em Santa Catarina qualquer um consegue fotografar um monte de funcionários fantasmas, todos gerados pelo ectoplasma da Assembléia Legislativa. Agora, na temporada, são comuns as ocorrências desses fantasmas nas praias, no cinema, nas baladas e até mesmo em competições esportivas. Aliás, nesse caso, inclusive, foi fotografado e filmado um fantasma maratonista, aposentado por invalidez, recebendo benefícios há vários anos. Inquirido sobre sua invalidez o fantasma, com aquela típica voz cavernosa, respondeu à repórter: E você queria que eu corresse de bengala? Baita espírito de porco…

    • Magda Patalógica:

      Mirantesul:

      Minha Santa Caratina!!!

      Quer dizer que o fantasma maratonista é aposentado por invalidez e ainda criativo em respostas cabeludas…

      Muito boa, essa!

      Mas convenhamos que numa maratona, a bengala só iria prejudicar a alta performance do dito cujo. Colocaria em risco a segurança dos outros maratonistas, podendo causar gravíssimos acidentes. (rss)

      Só nos resta deduzir que:
      O lugar mais apropriado para a “bengala” desse cidadão, é em outra “repartição”.

      Fui

    • Jessica:

      auhauaha BOA!!!

    • Lulu:

      Melhor prova da existência da sobrenaturalidade não há de existir!!!!

  • gloria:

    Sem tecnologia espertalhões aproveitavam da ignorancia e enganam os incautos, com a invencão da luz eletiica as cerndices acabaram, ainda vemos isso nas igrejas pentencostais com hipinotismo e auto sugestães de q o diabo está dentro delas, , ou litaurica, fotos da aura das pessoas, acreditam em ceu, inferno,e em religiões cheias de espertalhoes.Acreditavam em lubisomem,mula sem cabeça,saci, caipora, iara e outros folclores!

  • Jonatas:

    Recomendo ao pessoal do hypescience, quando for essas reportagens do tipo Superlistas com muitas imagens grandes, usarem um recurso de script, ou flash, ou flex, que exibe todas em uma mesma janela, de forma que o leitor possa navegar entre elas com clicks, preview e next. Isso evitaria a cansativa barra de rolagem do navegador web, já meio ultrapassada.

    • Dumbo:

      Preguiça detect!

    • Jonatas:

      Não, é melhoria visual e usabilidade, coisa de programador e desenvolvedor web.

    • Lulu:

      Também trabalho numas empresa de T.I. e desenvolvimento de softwares 😀

    • Mestre Shifu:

      A criatividade é a luz da praticidade e do progresso. Todo o analista e programador é um inventor, ao descobrir sismtemas métodos de melhorias nos sistemas, cada vez mais usados hoje em dia.

    • Jonatas:

      Você trabalha o ano todo, em projeto e pesquisa, passa noites sem durmir programando na frente do computador com uma taça de café a cada meia hora… E quando da uma simples dica de melhoria pra um site vem um e te chama de preguiçoso, e mais cinco e aprovam isso. Que momento.

    • Mestre Shifu:

      Você parece se deixar encomodar por coisas pequenas, como uma critica insignificante diante da grandeza do teu talento. Você precisa desenvolver mais a paciência e a abstração, é uma das etapas para alcançar a paz interior.

    • LorD FeniX (Marthins):

      Não se chama preguiça e sim aproveitamento racional do espaço da tela.

    • Jessica:

      * estou morrendo de rir destes papo

    • Rafael:

      Você conhece o Racionalismo Cristão?
      Caso interesse saber sobre espíritos de forma segura e sem misticismo, visite uma casa Racionalista Cristã.
      As segunda, quarta e sesta feiras apartir das Hs 19:12 a 21:00 ou o site Racionalismo Cristão ou http://www.tvarazao.com.br

    • Mauricio Pereira:

      Complementando, o pessoal do hypescience podia imprimir as reportagens em papel couche, com fotos em 3D, depois enviar pelo correio para os internautas, juntamente com um óculos 3d, um saquinho de pipoca e um refri gelado.

    • Mestre Shifu:

      Perdeu uma grande oportunidade de ficar quieto.

  • vilma maria:

    como eram feios

  • MARUF:

    gostaria muito que neste site alguém postasse um artigo sobre “transcomunicação”
    Fenômenos espirituais não são novidade, porém eles caem em descrença devido ao grande número de espertalhões que tentam ganhar algum dinheiro explorando a credibilidade alheia.
    Tenho muitas e muitas evidências da vida após a morte, mas prefiro guardá- las para o momento oportuno. Temos os fenômenos paranormais e os fenômenos mediúnicos, uma corrente não impede a existência da outra, já que a mente humana é a mesma.
    Para quem estuda parapsicologia eu recomendo que estude também o espiritismo, baseado nas obras básicas de Alan Kardec. Eu já li sobre ambos acreditem, uma vertente não impossibilita a outra.

  • Parapsicologo:

    Alguns dos efeitos causados pela Telergia:

    Fantasmogenese- O inconsciente pode moldar em rarissimas ocasioes, imagens em forma de uma pessoa inteira.(esse das fotos)

    Telecinesia – Movimento espontaneo de objetos sem intervencao de forças observaveis.(fenomeno das “casas mal assombradas” ou poltergeists)

    Psicofonia- Sons ou vozes realizadas pela telergia. (mais um de “casas mal assombradas”)

    esses fenomenos parapsicologicos sao espontaneos e nao podem ser controlados pela mente consciente, por isso nao esqueça de dizer sempre aos charlatoes de plantao.. isso non ecziste!

    • Jonatas:

      E telepatia está inclusa nessa tese?

    • Cesar:

      E alucinações dos sentidos, causadas por campos eletromagnéticos fortes, ou ruídos de baixa frequência, não contam?

    • Jonatas:

      Aí é que está a questão. A questão é que o espírita ou simpatizante tenderá a colocar logo de cara a explicação espiritual.

    • Lulu:

      E as doooorrgassss, mano? Também estão inclusas?

    • Rafael:

      As drogas pertence a matéria, ela poderá ocasionar algumas alucinações, devido ao defeito físico que é ocasionado levando ao enfraquecimento do corpo e a perda de racicínio e o controle de si mesmo; onde os espíritos adoram por tornarem presas fáces de dominar. Daí o cara ver tudo.

    • Parapsicologo:

      “E telepatia está inclusa nessa tese?”
      sim. a telepatia tb esta incluida na teoria da telergia.

      “E alucinações dos sentidos, causadas por campos eletromagnéticos fortes, ou ruídos de baixa frequência, não contam?”
      essas possibilidades sao as primeiras a serem descartadas pelos estudiosos em parapsicologia, só entao o fenomeno passa a ser estudado com base paranormal. (lembrando que a grande maioria dos eventos nao passam da primeira fase do estudo, a base fisica, eletricidade, mecanica, etc..)

      “Aí é que está a questão. A questão é que o espírita ou simpatizante tenderá a colocar logo de cara a explicação espiritual.”
      Lembrando jonatas, que a telergia nao é espiritual, é de natureza fisica caso contrario nao seria possivel esses fenomenos.(extremanete dificil de ser estudada, o fenomenos sao raros e acontecem muito rapido)

      “E as doooorrgassss, mano? Também estão inclusas?”
      lulu, esse comentario diz muito sobre voce…

    • MariannaGoret:

      tão assistindo muito supernatural.

    • Doidão:

      perdeu a chance de ficar em silencio marianna

  • CASTOR:

    a irmã de um brother meu via, e chorava direto por causa disso
    … eles moravam no 4º andar e tinha grade no apartamento todo por medo dela se jogar
    hoje em dia ela não ve mais

    chico xavier escutava nego morto

    essa parada deve rolar mesmo

    eu nunca vi nada … ja senti de alguma forma, uma força maligna … algo estranho que é dificio explicar
    ja acordei de madrugada totalmente despertado
    como se alguem tivesse me batido pra acordar

    mais ver eu nunca vi

    • Cesar:

      Castor, existem fenômenos acontecendo o tempo todo, e existem explicações para estes fenômenos. Algumas explicações estão mais erradas que outras, não tem por que aceitar de cara a explicação espírita.

    • Jonatas:

      Aí é que está a questão. A questão é que o espírita ou simpatizante estará sujeito a colocar logo de cara a explicação espiritual. Muitas, mas muitas mesmo, outras possibilidade reais e naturais devem ser levadas em consideração antes de se considerar um fenômeno do além. A mente humana pode pregar peças incríveis, porque o funcionamente do cérebro é superior ao nosso consciente. É sabido que o cérebro, por uma questão de sobrevivência, pode até nos iludir e criar alucinações, se elas nos fizerem sentir bem. É porisso que pessoas que perderam seus entes queridos estão sujeitas a isso, é algo que querem tanto ver que acabam vendo. Eu não duvido do mundo espiritual, mas sou da razão e não da fé, só considero algo assim depois que todas as explicações físicas cabíveis foram subjulgadas. Porisso a explicação espiritual será sempre a última que considerarei, é uma questão lógica, tenho certeza ds métodos científicos de estudo, os conheço, porisso eles vêm sempre na frente.

    • Jonatas:

      jonatas isso e a mais pura verdade.

      pessoas de fe tendem a ignorar fatos e provas e acreditam apenas naquilo que as fazem sentir melhor.

      pessoas de ciencia tendem a ignorar informaçao nova. especialmente se a informaçao o desagrada.

    • Mestre Shifu:

      Isso acontece porque mais de 90 % das pessoas do mundo passam toda a vida sem conhecer a si mesmas a fundo, sem conhecerem como sua mente funciona. Estão porpensas a acreditar em seres fantásticos como bruxas, demônios e alienígenas quando ocorre algo que aqui no oriente um pesquisador do sono revelou: A paralizia do sono. Nossa mente nos prega peças, as vezes são questões inconcientes pra tirar dúvidas, angustias e sofrimentos, outras vezes são falhas no sexto sentido, o pensamento, o sentido pelo qual cada um constrói, consciente e inconscientemente, a realidade a sua volta.

  • ALX:

    Confesso que não acredito nessas bobagens… Pq em todos os casos os tais “espiritos” estão olhando direto para a camera como se quizessem sair nas fotos? Aquelas cameras antigas eram campeãs de sair coisas estranhas nas fotos. Quero ver nas cameras de hoje em dia e principalmente aquelas que imprimem direto, sem uso de filmes ou algo que influenciem isso!

    • Germano Augusto:

      No final da matéria, o autor explica que a fraude do William Hope foi descoberta e o que aconteceu, dá uma lida lá.

      Concordo com você. Essa parada de espíritos, inclusive o que dizem que eu tenho, pra mim é tudo bobagem e medo de deixar de existir.

      Por exemplo, quando se está viajando de carro e no trajeto você atropela centenas de mariposas e borboletas, dezenas de sapos e lagartos, e alguns pequenos mamíferos, ninguém se preocupa em saber para onde vão os espíritos desses animais.

      E mais, Todo mundo fica irado porque o vidro do carro ficou todo sujo. 🙂

    • Ezio Jose:

      As câmeras atuais podem, sim, produzir alguns efeitos. Isto, muitas vezes independe do conhecimento ou da vontade do fotógrafo. N’alguns casos um reflexo alheio à focagem na lente da máquina pode aparecer no registro. Daí criam-se polêmicas.

    • Jonatas:

      Não são bobagens, são fenômenos que acontecem e alguns estudiosos pesquisam. A própria reportagem se encarregou de informar que essas fotos são sim produto de charlatanismo. Independente disso, eexistindo ou não um mundo espiritual, a pesquisa com seriedade será a chave da solução de enigmas que ainda não tiveram explicação, e não são poucos.

    • André Luiz Monteiro:

      A questão é justamente essa, temos praticamente 2 séculos de pesquisas sobre este tal “mundo espiritual”. E todos que alegaram métodos para comprovar tal existência eram charlatões e/ou pessoas com problemas psiquiatricos graves.

      Porém, isso não impediu que religiões fosse criadas em torno dessas “charlatanisses”. Um exemplo é o tal Chico Xavier, cria da propaganda militar e do programa do Gugu. Ninguém que quer ter fé no tal X—-pirita comenta sobre as reportagens da revista cruzeiro que desmascararam a tal “irmã Josefa”. Aliás, basta a minima atividade no neocortex para olhar para uma foto da tal aparição e ver que aquele “ectoplasma” é um pedaço de pano branco muito tosco.
      Ai que esta a questão, quem acredita no Chico Xavier não só se dispõe a ser enganado, como quer e deseja ser enganado do fundo do seu coração. Olhar para a irma Josefa e acreditar que um pedaço de pano é ectoplasma extrapola qualquer pretensão de ser considerada uma pessoa minimamente digna de ser chamada de racional.

    • Gilberto M.:

      Pegou um pouco pesado no final do comentário, mas tudo indica que Chico Xavier era mesmo um charlatão. Por favor, não se ofendam os kardecistas, tenho muito respeito por sua religião, ou, como os kadercistas preferem, por seu sistema filosófico.

    • CristianoR:

      parabéns….pelo menos alguém sensato nesse site! abraço

    • Jonatas:

      Assim como há espiritas pesquisando o assunto, sujeitos a tirarem conclusões mais aceitáveis ao que acreditam, também há céticos pesquisando, e isso é importante. Quantas pessoas esse cara da reportagem teria iludido se não fosse o trabalho dos cientistas céticos? O ceticismo é sim importante, e é atraves dele que descobrimos verdade. Não faz muito tempo foi descoberto os efeitos benéficos da meditação oriental, por exemplo. Graças aos céticos que a testaram.

    • Cesar:

      É só olhar para os comentários aqui mesmo nesta página para ver que os espíritas detestam céticos. Você não pode cometer pecado maior do que duvidar. Eles dizem também que cada um tem sua fé, mas ai de ti se tu não tiver fé.

      Muita, muita hipocrisia. Entre as fraudes do espiritismo podemos somar à materialização de Irmã Josefa a levitação do aclamado médium Mirabelli. E tem mais ainda, muito mais.

      Os médiuns gostam também de apontar “estudos” feito por cientistas, mas fazem vista grossa às críticas feitas pelos céticos à estes estudos, que entre eles incluem controles frouxos. Mas as piores críticas são as de que o cientista realmente não foi cético, mas crédulo. É como na sessão espírita anedótica, que o médium diz “estou sentindo uma presença, um homem velho” e a pessoa diz “é meu pai, que morreu de câncer à dois anos”, aí o médium diz “é isto mesmo, ele está me dizendo que desencarnou há dois anos por causa de um câncer”. Aí o consulente sai dali dizendo “ela adivinhou coisas que eu não havia dito para ela, como que meu pai havia morrido de câncer faz dois anos, como é que você explica isto, em seu ateu de coração de pedra?”

    • Jonatas:

      Os médiuns gostam também de apontar “estudos” feito por cientistas, mas fazem vista grossa às críticas feitas pelos céticos à estes estudos, que entre eles incluem controles frouxos.

      Por essa razão não me tornei espírita, só simpatizante de algumas passagens, parei por aí, ainda carece de metodologia científica avançada.

    • Germano Augusto:

      Bem, tem um teste bem simples que contestaria qualquer “mediunidade” ou contato com espíritos.

      – Chame uma pessoa que diz conversar com os espíritos. – Pergunte a essa pessoa se os espíritos vêem o que nós vemos (ele vai dizer que sim, claro. Senão, não conversaria com seu amigo).
      – Peça a seu amigo para pedir que o espírito o acompanhe ate um cômodo diferente.
      – Desenhe alguma coisa e mostre ao “espírito”.
      – Volte e pergunte ao seu amigo o que você desenhou para o amigo imaginário dele.

      O mais difícil disso: conseguir algum “medium” que tope o teste.

      Não tenho nenhuma prova de que eles existem, mas várias evidências de não passa de uma vontade coletiva de que exista vida após a morte.

    • Jonatas:

      Isso não basta. Pelas teses, espíritos tem sua própria vontade e só se manifestam quando julgam necessário. Se quiser testa-los, é sinal de estar em dúvida se existem ou não, porque se tiver certeza de que existem ou não não irá querer testa-los. Apenas testes laboratoriais poderão confirmar ao mundo a verdade a cerca deles. Se forem reais, o espiritismo se tornará ciência reconhecida, assim como a antiga alquimia se tornou, na forma de Química.

    • Rafael:

      A mediunidade da incorporação é um dom perigoso que só deve ser praticado com conhecimento da vida espiritual e sobre as correntes de espíritos evoluídos.
      Essa experiência a qual você cita é boa para comprovar a existência dos espíritos porem é perigosa pois este precisa de um espírito que o médio despreparado não sabe qual é, que leia a carta e diga a ele para que possa ser revelada pelo mesmo.
      Nas casas que há comunicação de espíritos como o Racionalismo Cristão, só falam os espíritos escolhidos pelas forças superiores, para que o presidente (palestrante)esclareça para os assistentes como que é a vida fora do corpo.
      Como são muitos, não tem como todos falarem, isso pode levar uma eternidade. Existe espíritos devido ao seu bom caráter durante vida física quando desencarna acende logo para o seu mundo de luz e este não dar comunicação.

    • Rafael:

      Jonatas, esta resposta foi feita para Templares a repeito da experiencia de usar uma carta nas costa de um médium e este adivinhar que está escrito atravéis do aviso de um espirito.
      Eu enviei esta resposta a você para ter a sua opinião da resposta a Templares.

    • Germano Augusto:

      Acho que isso é o que as pessoas dizem para que você acredite cegamente nas coisas.

  • Spiritual:

    Quanto ceticismo e desinformação geral. Pessoas que passam pela vida e não sabem nada, não se informam, não pesquisam e consomem in natura essas bobagens criadas por estes ‘experts’ parapsicólogos que definem novos nomes para aquilo que foi denominado por Allan Kardek em em 1857.

    Você sabe quem são os especialistas em espíritos e materializações espirituais? São os pesquisadores espíritas honestos e totalmente desinteressados de fama e louvor que através de contatos com espíritos (pessoas) desencarnadas em locais previamente preparados pelo Plano Espiritual, com médiuns que possuem a faculdade de materialização, geram um material etérico chamado de ectoplasma, que é esta nuvem branca, que é o meio para a materialização do espírito comunicante. Você sabia que ao finalizar esta sua etapa de vida material aqui na terra, você também será um desencarnado, morto, ou o que você quiser denominar e de forma nenhuma, você que adora contestar tudo, fazer piadinhas, gracejos e babaquices, e replicar usando as asneiras dos céticos, terá como contestar que um dia você vai deixar este palco chamado vida e entrar em outra peça, vestido como outro personagem…mas sempre é você mesmo…usando outros trajes, em outro enredo, outra peça, outro palco… Isso é reencarnação.
    Para quem quiser mais informações sobre a vida espiritual, consulte os livros de Allan Kardek, Ramatis, Blavatsky, Leadbeater, e tantos outros, aprendam como funciona o espírito, e parem de falar abobrinhas…

    • Magda – NEM TUDO É FRAUDE:

      Cara, disse tudo.

      Estou fazendo um estudo sobre as obras de Kardec e Andre Luiz.
      Ja li Helena Blavatsky e aprendi muito. E olha que ela não e’ kardecista.

      Quem escreve criticando sem aprofundamento no assunto e’ um pobre babaca. Nada mais.

      Que nesse campo tem fraudes, isso tem.
      Mas nem tudo e’ fraude e as pessoas que realmente estudam esses fenômenos, não estão interessadas em discurir em vão.

      Chico Xavier dizia:
      “A ignorância é atrevida”.

      Fui

    • André Luiz Monteiro:

      De honesto essa quadrilha de charlatões não tem é nada.
      Primeira desonestidade é ficarem falando que espiritismo é ciência, deviam ser presos por isso!
      Ciência depende do método, e vai num centro espirita com um projeto de provar que espíritos existem. Afinal de contas, deve ser bem fácil, já que nos tais senáculos mediúnicos eles escrevem, brilham que nem neon, movimentam objetos, etc. Logo eles interagem previsivelmente, todas as quintas e sextas (ou em outro dia da semana onde os tais “trabalhos mediúnicos” ocorrem no seu centro).

      Pois então, chegue no presidente do seu centro e peça para fazer um experimento científico, alias, se é o espiritismo é ciência, como alegam seus praticantes, é natural que deem “a cara a tapa” para qualquer outro pesquisador. Ciência é feita de questionamentos e repetições de experimentos, não é verdade?

      Pois bem, chegue no presidente do seu centro Kardecista, ungido pela luz das tais obras básicas do tal pedagogo francês (expulso da Sorbonne por prática de charlatanismo), e peça para fazer um simples experimento. Ficara sozinho numa sala com uma cartolina onde estará escrito um número aleatório… e basta que depois do senáculo alguém venha com a informação de qual é o número.
      Pois não levaria 30 segundos para algum espírito ir até a sala e olhasse o numero, retornasse ou… como dizia o tal Rivail, vulgo Kardec, irradiar metafisicamente a informação para algum médium…. Não importa a mediunidade, não importa se vai ser psicografado, escutado, visto em ectoplasma colorido brilhante por todos… o que importa é o número ser o mesmo.

      Basta isso, simples e não vai tomar o tempo do “importantíssimo trabalho”…
      Você acha que o presidente vai deixar?
      Será que ele não deixa por que? Será que é medo de ser desmascarado? Ou será que é por que “o tempo das provas ja passaram”, como alguns dizem em tom misterioso….?

    • CristianoR:

      bravooooooooooooooooo !!!! apoiado, fácil, fácil desmascarar esta corja!

    • Jonatas:

      Pelo que sei ciência não confirma nada da bíblia também, então até aí estão quites.

    • Gilberto M.:

      Com todo o respeito, não há nenhuma evidência de vida após a morte. Infelizmente.

    • Peter:

      Que história é essa de palco, peça teatral? Eu não me considero ator, nem quero ser e nem pedir pra ser um. Eu não acredito nisso, mas claro, respeito quem acredita. No entanto, se eu estiver errado, quando for pros bastidores desse teatro, vou falar pro diretor que não tô mais fim de representar nada.

      Já me basta uma vida.
      Tô de saco cheio dela, faz tempo.

  • CristianoR:

    Nunca vi tamanha idiotice, isso não existe, no mínimo é algum truque. Se fosse assim, todo mundo via “espíritos”, “almas” ou sei lá o que, porém, só algumas pessoas vê. Charlatanismo!!!

    • Jonatas:

      “I/d/i/o/t/i/c/e”, que expressão forçada.

      Por acaso há provas de cobra falante em paraízo, mares que se abrem e água virando sangue? claro que não.
      É uma questão de acreditar ou não, só sei que em apenas um século o espiritismo apresentou mais resultados do que a catolicismo em dois milênios, e não cometeu nenhum genocídio.

    • Peter:

      Olha, agora eu vou se obrigado a concordar com você. Mas suas observações oportunas apontam, para mim, uma outra direção. Mas vou parar por aqui. 🙂

    • Lulu:

      É pq o espiritismo evoca o delírio coletivo rsrs
      Vc já foi em um terreiro? É ainda mais interessante do que uma “mesa branca” !! As pessoas entram em completo transe!!!

    • Jonatas:

      Já fui, não senti nada sobrenatural, mas foi divertido. Principalmente o passe, quase ri…

    • CristianoR:

      você quer dizer, resultados forjados né? como nestas fotos falsas ou falsificadas, por acaso você já viu algum espírito, alma ou sei lá o que? para atestar que também não houve o você escreveu aí?

    • Jonatas:

      Forjados? muitos são. Mas não todos, bem longe disso. Até na bíblia que tanto acredita manifesta-se a presença de espíritos.

  • Eddy:

    Existem estados da matéria que são subeditados pela mente.
    Mais além do fato de que no mundo quântico o observador modifica o experimento e que o SPIN, ou giro dos elétrons seguem ao observador… já existem tecnologias que são “guiadas” pela mente, pensamento ou manifestação elétriconeural, seja como vocês entendam.
    Certas manifestações podem acontecer como fruto da energia mental sobre este plano de ilusões, perdão, matéria.
    Que o cara dessa matéria tenha feito manipulações no revelado ou dupla exposições não é nem sequer difícil. Acho que o tema mais importante é considerar o extenso trabalho, principalmente dos russos, sobre o registro dessa influencia mental sobre o que chamamos de matéria.
    Agora Jonatas, uma pergunta, se nessa fórmula de viver para sempre reencarnando você adiciona o fato de que vais perder a memória cada vez que reencarna, você ainda consideraria atrativo? Por lógica nessa linha de pensamento (seguramente a uns quantos vai doer a palavra lógica nesse contexto 🙂 )… Se não reencarna, para onde iria esse Ser? Lá ele perderia a memória? Por qual razão perdemos a memória? Esse “pacote de memória” (putz isso sim é reducionismo, reduzi a alma a um pacote) esse pacote de memória pode alterar o que chamamos de matéria? Será que as milhares de experiências onde indicam ações de “fantasmas” sobre a matéria, indicam que as partículas de prata de um filme também podem ser alteradas?
    E no mundo digital, aquelas esferas que aparecem nas fotos, serão uma forma mental de manifestação nos pixels dessa atividade mental? Serão o que alguns chamam de Merkabah’s projetadas nesse plano de experienciação (outra palavra inventada)?
    Se alguém tem pareceres sensatos, acho que uma matéria poderia ser realizada sobre o tema. Também vale avacalhar tudo com máximas pseudocientíficas.

    • Magda Patalógica:

      Eddy:

      Se você se der ao trabalho de estudar a obra de Andre Luis, psicografada por Chico Xavier, encontrará respostas para muitas de suas dúvidas sobre o assunto.

      Principalmente no livro “Missionarios da Luz” que trata dos mecanismos de reencarnação, com muita clareza.

      Você irá conhecer que a “perda” temporária da memória de outras vidas é um processo oportuno e tem suas finalidades.
      Saiba mais, lendo o livro, pois não discuto esses assuntos com quem ainda nada sabe sobre!

      A não ser que aches que Chico Xavier foi um grande charlatão.

      Fui

    • André Luiz Monteiro:

      Se você ler as publicações a cerca do fenômeno irmã Josefa, vai poder ler as contundentes provas da gravidade do charlatanismo que cerca Xico Xavier e sua obra.
      Agora qual seria fruto da imaginação e ficção? A reportagem da revista Cruzeiro, uma revista jornalistica respeitada à época,ou um livro que fala de mundos místicos, pessoas mortas flutuando, Karmas punitivos, “duplos etéricos” magicamente imateriais etc?
      P.S.: Vale lembrar que “duplo etérico” é uma terminologia criada na época em que ainda se acreditava na existência do éter luminífero, coisa que não existe, como comprovou a ciência. Logo, notemos a tal sabedoria superior do “espíritos” e, mais que qualquer coisa, a atualidade da tal “ciência espirita”…. mas vamos relevar, só faz pouco mais de UM SÉCULO, sim um século, que a Ciência sabe que não existe éter luminífero. Será quem esta errado? Todos os físicos sérios do planeta, cujos trabalhos permitiram entre outras coisas o surgimento da internet, ou o tal x-pirita que “materializava” a irmã Josefa?

    • Silvio: Para os detratores de Chico:

      (Texto um pouco longo, mas vale ser lido)

      Para os detratores de Chico.

      Não sou espírita praticante, nem tenho a procuração de Chico para defendê-lo, mas simpatizo muito com a doutrina espírita.

      Tenho lido aqui, muita coisa contra Chico Xavier; algumas sem pé nem cabeça.

      Não conheço a fundo do citado caso de Josefa nem a data que isso ocorreu e como ocorreu. (acho que foi na década de 1960)
      Se alguém tiver o link com a íntegra da reportagem original, indique, pois ficar falando por falar, não ajuda nem nos prós nem nos contras.

      Meu falecido pai era assinante da Revista O Cruzeiro e dizia que David Nasser era seu jornalista mais famoso. Ele conduziu a matéria sobre o Chico, com a finalidade de desmascará-lo, com total apoio dos padres.

      Dizia meu pai, que essa revista era de variedades, jornalismo, moda, carnaval, esportes e suas manchetes eram para serem lidas com cuidado.

      Ela apoiava a Igreja, fazia apologia do Papa Pio XII (hoje conhecido como “O Papa de Hitler”) e tinha uma página inteira para a coluna do Arcebispo Dom Helder Câmara.

      Eram constantes as reportagens sobre os santuários de Lourdes, Fátima, Guadalupe e Aparecida do Norte, com ênfase nos milagres e induzindo à peregrinação.

      Combatia Fidel Castro, Guevara, os russos e tentava intimidar os leitores brasileiros sobre o perigo da implantação do regime comunista no Brasil e na América Latina, bem a gosto dos interesses do governo americano.

      Apoiou a permanência da França invasora na Argélia, que com a chegada de mais de 500 mil soldados franceses, causou o famoso genocídio argelino.

      David Nasser era um jornalista criativo, polêmico e sensacionalista que inseria dramaticidade novelesca em suas matérias.

      Publicava reportagens como “Finalmente descoberta a cura do câncer”.

      “Homem deu a luz a um bebê” e no finalzinho da reportagem informava que se tratava de uma lésbica que fora estrupada.

      “Aparição de um disco voador no sertão do Nordeste”, com fotos em close (depois descobriram que a equipe atirava no ar uma calota cromada de Chevrolet importado e o fotógrafo clicava). Essa eu cheguei a ver.

      Fez escola e seu estilo jornalístico foi transposto para a TV, tendo como discípulos, Jacinto Figueira Junior (O Homem do Sapato Branco) e os mais recentes, como Datena, Sonia Abrão, Ratinho, entre outros.

      Concluindo:

      Chico teve uma vida íntegra, morreu pobre, escreveu 418 livros e foi um exemplo de humildade e caridade.
      Não me ocorre a idéia de charlatanice, pois ele estaria muito rico se cobrasse pelas consultas e vivesse de direitos autorais.(todos doados às instituições de caridade)

      Conheci o caso de uma senhora judia que perdera o filho jovem. Através da mediunidade de Chico, o espírito do rapaz escreveu uma carta em hebraico, (da direita para a esquerda).
      Sabemos que o médium estudou apenas até o quarto ano primário e não deveria conhecer hebraico.

      Devemos pesquisar muito, antes de sairmos por aí, denegrindo e sem muita base, pois como se sabe, a missão mediúnica de Chico Xavier, nunca foi de efeitos físicos, mas sim, de psicografia.

      Abs:
      Silvio

    • Eddy:

      Querida Magda
      Ainda que reconheço a essa “pata lógica” pela qual você claramente está “sendo guiada”, normalmente não respondo a esse tom de comentário.
      Mais acho que um pouco de sua “magma patada lógica” provêm de uma sincera paixão pela verdade.
      Por isso só tenho uma observação. Chico Xavier parece-me um ser fantástico, até hoje, e ele mesmo está por revisar o fato de que as experiências no plano anímico ao qual ele e outros da teosofia tiveram acesso… ele por meio de amor (coisa que não aconteceu com Blavatsky)… ainda que são muito mais amplas que as experiências de um ser preso na relação tempo/espaço são limitadas e limitantes para quem quer seguir adiante na senda infinita.
      Entretanto estas experiências possuem, o que desde outro nível de experienciação fora do tempo/espaço seriam consideradas, possibilidades limitadas para a compreensão de vários outros ‘porquês’ de como por exemplo, porque perde-se a memória ou porque alguns seres confundem os planos de experienciação e sem corpos, tratam de experimentar aqui.
      Friso que a palavra limitada, não é a correta, porque a experiência anímica da alma que cresce dentro do tempo/espaço serve para quem está naquele/nesse nível. Porém a palavra ‘limitada’ cabe para amenizar a patada lógica que essa declaração que faço aqui. Patada já seja para quem ‘usa’ ou é usado pelas formas pensamento do espiritismo e afins, como para quem rechaça com a pseudo ciência esse nível de experienciação (palavra inventada).
      Lembrem-se, o universo maior e em maioria não está dentro do tempo/espaço. Está livre dessa prisão.

  • Marcelo G. Batista:

    As fotos são muito antigas, quando não havia câmera digital.Gostaria de ver fotos com a tecnologia digital.

    • Lulu:

      Veja aqui
      http://www.youtube.com/watch?v=4UmP4IBsaok&feature=related

    • CristianoR:

      Lulu…vc é lindaaaaaaaaaaa

    • Jonatas:

      Em fim concordamos em algo. feliz e próspero 2012

    • CristianoR:

      Prá você e todos do site..FELIZ 2012!!!

    • marco:

      Parabéns pela reportagem. No Brasil existe a pesquisadora de renome internacional nesta área, a Sonia Rinaldi. Ela tem um centro de pesquisa incluindo fotos e filmes. vale a pena pesquisar e ver o trabalho dela.

    • marco:

      veja as fotos digitais e filmes no site da sonia rinaldi.

  • Fábio cavalcanti:

    Foto shop é mais antigo que se imaginava. rsrsrsrss
    Foto Espiritum Shop

    • Ezio Jose:

      Verdade! Naqueles quartinhos apertados, só com luz vermelha quente e forte, nitrato de prata pra deixar o artista meio doidão e otras cositas mas como uma Parker a Nankin, pinças, estiletes e pincéis, alguma coisa estranha poderia brotar na cabeça do solitário escondido. Depois, era só pegar o negativo e fazer a impressão alí mesmo, lógico. Que trabalhão! Hoje alguns clics e tudo está em poucos minutos do jeito que o diabo gosta e o povo aplaude.

    • Jessica:

      auhauahuah
      legal agora agente sabe q fantasmas gostam d usar véis branco

    • Magda Pataógica:

      Jessica:
      Tu escreveste:
      ————————————
      “fantasmas gostam de usar véis branco”
      ————————————
      Acho que vai depender do fantasma.
      Se for um fantasma gay, vai aparecer com um véu pink chocante. (rss)

      Fui.

    • Ezio Jose:

      Fantasmas gostam de “véias” morenas também!

  • marco:

    Parabéns pela reportagem. No Brasil temos a pesquisadora Sonia Rinaldi, do http://www.ipati.org hoje além das transfotos também tem filmes.

  • luciano:

    Acredito que trata-se de evolução humana através deste assunto,onde o ponto culminate é o mestre Chico Xavier,não se faz necessário comentários sobre a sua vida e seu trabalho,apenas basta refletir…….

  • EDNAN:

    O melhor de tudo, é que os espiritos da época gostavam de usar véu, e tinham um jeitão de defunto. Acredito nos espiritos, mais tem muita gente que usam isso como forma de ganhar dinheiro facil, essas fotos photoshopadas antes mesmo de inventarem o photoshop são provas disso, as imagens adicionadas nas fotos tinha um jeitão tenebroso exatamente para explorar o medo da época, no passado a Igreja Catolica transformou qualquer coisa que não fosse pregado por ela em frutos do mal, coisas do demo, bruxaria, feiticaria, etc., as pessoas acreditavam e temiam, mais quem disse que os espiritos tem que ser assombrosos?

    • Ezio Jose:

      No passado a Igreja Católica fazia isto mesmo e usava da ignorância humana quando as informações eram limitadas à alguns poucos privilegiados. Incrível que ela deixou de fazer isto e a sacanagem agora continua com as Igrejas Evangélicas num mundo tão mais aberto ao conhecimento.

    • Magda Patalógica:

      Concordo, Ezio.

      Mas convenhamos que conhecimento, informação e erudição não são sinônimos de SABEDORIA.

      Um dia chegaremos lá. Espero!

      Fui

    • Peter:

      hahahaha… 🙂
      Devia ser a última moda no mundo do além.

  • Oi:

    Como esse maluko ganhava a vida assim .-. vou comerçar minha carreira ainda hoje heuheuheuheuhuehuehuehuehueh

    • Ezio Jose:

      Competitividade hoje não compensa. A tecnologia dividiu, também aos extremos, os grupos em espertos e idiotas. Só se fizer isto para divulgar nos jornalecos da IURD.

  • curioso:

    Eu só sou completamente incrédulo aos que angariam riquezas materiais com suas atividades “paranormais”.
    Ora, se é certo que a “realidade” está em outra vida, porque um humano “especial” iria valorizar justamente a matéria deste mundo, se tudo isso é apenas passageiro?

    Eu ja ouvi falar em uma senhora daqui de minha cidade que recebe espíritos para ajudar as pessoas, ela é humilde e completamente desapegada à riquezas. É com esse tipo de gente que um cético deve ir atrás, para saber se tudo aquilo é realmente sabedoria ou loucura.

    • André Luiz Monteiro:

      Infelizmente charlatanismo não é sinônimo de pobreza ou ganância, tem gente que simplesmente gosta da fama ou de outros ganhos secundários.

    • Cesar:

      Com certeza. Existem os estelionatários que fazem seus golpes apenas para posarem de grandes almas caridosas. Ganham prestígio e fama de bondosos.

  • Cesar:

    Tem muita gente que fez fotos com máquinas fotográficas de filme, e achou que transportou o filme para o próximo frame, e não o fez, acabando por criar uma foto com dupla exposição. Quando são duas paisagens diferentes eles dizem “droga, duas fotos em cima do mesmo negativo”, mas quando uma das fotos é de um rosto em um local com pouca iluminação, eles dizem “olha só, fotografei um fantasma”.

    Por que a máquina fotográfica, que registra a luz usando uma reação química, “veria” algo que o olho não vê, que também registra a luz usando uma reação química? Tirando, é claro, os filmes infravermelhos e ultravioletas. Não tem lógica isto de falarem em fotos de espíritos…

    • Ezio Jose:

      Depende de que época. Logo após a “popularização” das máquinas fotográficas, elas foram equipadas com trava para não ocorrer dupla exposição.

    • Peter:

      E daí? Era só tirar a trava. 🙂

    • Cesar:

      Verdade, Ezio, mas ainda existem máquinas com defeito de fabricação, e gente tentando transportar um filme que está já na última pose, espichado contra o carretel, e não anda mais um milímetro.

      A tecnologia melhorou muito com as máquinas fotográficas de filme, já havia até um filme “inteligente”, que permitia você rebobinar ele, e trocar, e depois voltar na mesma posição de antes. Mas mesmo a melhor tecnologia não é à prova de defeitos de fabricação e da conspiração das forças do Universo que tendem a se manifestar naquela terrível lei chamada “Lei de Murphy”.

      A tecnologia digital não tem este problema, mas mesmo assim ainda temos “fotografias de espíritos”. Só que agora são coisas triviais, como reflexos na lente ou nos componentes internos da máquina, ou então objetos luminosos (como mosquitos) passando muito próximos da lente (e, portanto, fora de foco), e coisas do tipo.

  • Jonatas:

    Barbariade. Ele conseguia sem photoshop, devia ter seguido a carreira de artista fotográfico, assim não acabaria a vida desacreditado. É assim, pode se acertar dez vezes sem ser reconhecido, mas se errar uma vez tu estás lascado. O mundo espiritual se refere a vida humana extradimensional, é uma idéia agradável, quem não gostaria de viver pra sempre, reencarnando e voltando à Terra? Mas isso não é o tipo de coisa que detectaríamos por lentes fotográficas, segundo o Budismo, não se pode ver com nossos olhos tridimensionais fenômenos que ocorrem em dimensões acima, não podemos ver, por exemplo, o tempo fluindo. Mas podemos senti-lo pelo sexto sentido, o pensamento, que no Budismo é considerado o primeiro sentido da percepção extrasensorial, e o sexto sentido que temos.

    • CASTOR:

      não sei nada sobre budismo … mais parece ser intrigante
      eles não tem um Deus ?
      porque pelo pouco que sei … buda não era um Deus
      certo ?

    • Jonatas:

      Não, nem deus e nem messias, apenas um homem. Buda era um prícipe riquíssimo, mas quando se deu conta que ter tudo não lhe deixava feliz, fugiu de tudo e de todos, tentando se descobrir comungando com a natureza e vivendo daquilo que ela oferecia. Fez uma grnade jornada de autodescoberta, tornando-se um grande sábio. A meditação lhe fez perceber que existe o Universo inteiro dentro de cada ser, como se houvesse um “campo unificado” na forma de ligação entre todos os seres vivos e o universo. O estado de Buda é a iluminação, quando está em paz consigo mesmo e com o mundo, paz interior te liga ao Universo, e você estará pleno.

    • Mestre Shifu:

      Muito bem. É isso mesmo.

    • Jonatas:

      resposta na moderação. um abraço

    • Lulu:

      Castor,
      budismo é uma religião ‘ateísta'(assimo como Jainismo, na Índia) que não prega a crença em deuses ou seres sobrenaturais…

    • Jonatas:

      As vezes chamam de religião, mas eu prefiro chamar de filosofia. Buda era um sábio, avançado em meditação e paz interior.

    • moimoi:

      Essa não entendi: o tópico é sobre foto de espiritos e aparece questão a respeito do budismo!

    • Jonatas:

      Apenas apresentei o ponto de vista a partir do budismo, uma filosofia oriental milenar com traços de semelhança com o espiritismo, e duas pessoas comentaram sobre o tema. O que vc não entendeu?

    • Peter:

      Eles eram azuis também?

    • Ezio Jose:

      Nem Buda, nem Zoroastro, nem Jesus e Etc foi Deus. Eles foram Avatares que vieram para trazer uma mensagem de Deus para a humanidade.

    • Jonatas:

      quem sabe..

    • Mestre Shifu:

      Você parece estar a poucos passos de se tornar um mestre kungfu, continue treinando a meditação pra encontrar a paz interior, essa será sua última lição, gafanhoto.

  • Walter, o Cavaleiro de Cristo:

    Não tenho a menor dúvida de que tudo isso é uma farsa. Acredito na existência do espírito, pois o próprio Cristo na cruz, disse a um dos ladrões que havia se arrependido: “Ainda hoje, estarás comigo no paraíso”. Há uma diferença muito grande em acreditar no espírito e no espiritismo. O espiritismo não existe, pois é impossível ao homem alcançar o mundo espiritual, que só pode ser alcançado pelo próprio Deus.

  • Espectro:

    Sopre fumaça de cigarro e tire uma foto e… voi lá… um exemplar magnífico de ectoplasma!
    Não existe evidência comprovadamente verdadeira de qualquer manifestação desta crendice popular.
    Existe um prêmio de 1 milhão de dólares para quem comprovar qualquer fenômeno sobrenatural e, adivinhe, não tem fila na porta da instituição. Para mim esta é a maior evidência de que tudo não passa de fraude!

  • jose prado:

    Tenho em minha familia, uma fotografia de meus avós onde aparece ao fundo uma parente deles, morta há muitos anos. Recentemente, em Ouro Preto, vi uma foto, tirada em um muro, onde aparecem rostos de pessoas que moraram na casa. É um fenômeno ainda sem explicação, mas que um dia será estudado com mais profundidade.

    • Walter, o Cavaleiro de Cristo:

      Por que você não coloca essas fotos na Internet?

    • Ezio Jose:

      Pode ocorrer de uma imagem ser criada com a força do pensamento ou sintonia do mesmo através de energias. Toda matéria nada mais é do que energias condensadas (átomos, prótons e elétrons).

  • CASTOR:

    … deve ter ficado rico sobrepondo fotos

    • Eduardo:

      Com certeza.
      E no fim, ainda deu calote no cara que o denunciou.

    • AridelsonRSA:

      Fato#

  • Gilberto M.:

    Me reservo o direito de ser um descrente, mas conheço muita gente boa que acredita nessas coisas de espírito e é em nome dessas pessoas que digo que pessoas como este fotógrafo farsante é mais prejudicial aos que tem fé do que os descrentes.

  • LorD FeniX (Marthins):

    Todas me parecem farsas, até grosseiras para os padrões atuais.

    Já existia manipulação fotográfica nessa época. Se usava dupla exposição (bater duas fotos no mesmo quadro do filme) ou colagem (se recortava as fotos, montava em um quadro com as partes coladas e então se batia uma foto do quadro pronto). E em uma foto preto e branco e infinitamente mais fácil camuflar emendas de uma montagem.

    Algumas fotos de fantasmas comentadas:
    http://casafantasma.hd1.com.br/fotos/fotospsiquicas.htm

    http://casafantasma.hd1.com.br/Fotos.htm

    http://www.ceticismoaberto.com/arquivo/galeria/fotos-de-fantasmas/

  • junior:

    irrelevando o fato de eu achar veridico ou não.

    Se tais espiritos sãop poderosos o bastante para recriar sua imagem em uma fotografia, porque simplismente não passam diretamente as menssagens q gostariam de pssar?

    Acaso todos eles tinham sonhos secretos de serem modelos quando vivos?

    e dá um certo medo mesmo… e olha que me considero bastante destemido. Imagina por exemplo agora você lendo essa menssagem e um fantasma como esses lendo ao sue lado.

    • junior:

      desculpem meus erros, o teclado está estragado.

  • Ligyane:

    Mesmo sabendo que é tudo falso deu uma medo da p…

    • Hugo Chagas:

      A mim também. Já sabem o que eu passo quando vou assistir filmes de terror no cinema.
      ^^

    • Ezio Jose:

      Liberte-se. As piegas da mente nasceram de onde todos n´so sabemos…

  • Jumento:

    essa é a famosa telergia, a energia misteriosa que sai dos seres humanos e suportamente é capaz de materializar espiritos e objetos.
    talvez algumas dessas fotos sejam recentes fraudes mas a telergia e os fenomenos paranormais que ela causam sao definitivamente reais e ja foram presenciados por varios parapsicologos embora ninguem possa explicar nenhum deles.

    • André Luiz Monteiro:

      Releia esta parte:
      “Os céticos, no final das contas, estavam certos. A reputação de William Hope foi colocada em cheque em 1932, quando um dos seus ex-companheiros do Círculo de Crewe deu um discurso denunciando que o processo de fotografias espirituais era fraudulento. A maior parte das fotos que William Hope divulgava era montagens.
      O britânico usava uma técnica de sobreposição de fotos na hora da revelação, para que partes do rosto e do corpo de uma pessoa, em uma foto previamente preparada, aparecessem na gravura seguinte como se fossem espíritos.”

      Qual a dificuldade de se entender que isso é a, nem tão famosa assim, fraude?

    • Espectro:

      Ô Jumento… sopre fumaça de cigarro e tire uma foto e… voi lá… um exemplar magnífico de ectoplasma!
      Não existe evidência comprovadamente verdadeira de qualquer manifestação desta crendice popular.
      Existe um prêmio de 1 milhão de dólares para quem comprovar qualquer fenômeno sobrenatural e, adivinhe, não tem fila na porta da instituição. Para mim esta é a maior evidência de que tudo não passa de F-R-A-U-D-E!

    • Espectro:

      parapsicologia não é crendice popular, ou seja, você está falando de algo que você nem conhece. sem mais…

    • Peter:

      É real? Cadê as provas?
      Dizer que já foi presenciado por vários “parapsicologos” pra mim não adianta de nada. Também conheço um rapaz que jura de pé junto que o pastor dele ressuscitou um morto.

      Volto a pergunta inicial: “Cadê as provas”?

    • Jonatas:

      Hora, procure qualquer prova de que as cartas psicografadas de Chico Xavier eram forjadas. Se acreditas, até em julgamento á foram usadas como provas relevantes. Chico Xavier morreu pobre, recusando todas as riquesas que podia ter tido, e sem nenhuma contestação que tenha abalado sua credibilidade. Isso sim é um médium, o resto são pessoas tentando ser, outras achando que são.

    • moimoi:

      As cartas psicografadas por Chico Xavier são frutos da criatividade de Francisco. Nada de espiritualidade. Quer comprovar? Pegue as milhares de epístolas por ele produzidas e avalie o estilo: tudo igualzinho, muitas palavras são comuns em praticamente todas as missivas: “paizinho”, “mãezinha”, “nosso querido fulano”, “lágrimas de saudade”, “estou me recuperando”, “vovô fulano está comigo”, etc. Como se no além todos passassem a escrever do mesmo modo. Isso claramente indica fonte única desses escritos, ou seja, o talento redativo do homem Chico.

      As cartas usadas em julgamento foram documentos subsidiários, que apenas reforçaram as evidências contidas nos autos, e mesmo assim foram acatadas por juízes espíritas ou simpatizantes. Uma sentença baseada exclusivamente em material psicografado seria passível de anulação. Mesmo por que nada impediria que um candomblista, por exemplo, igualmente recebesse de seu preto-velho acusação contra o réu absolvido pela psicografia espírita. Imagine a confusão?

    • Peter:

      Fantástico!
      Não precisamos dizer mais nada.

    • Jonatas:

      Vai além disso. O conteúdo das cartas inclui informações que os familiares reconhecem imediatamente e identificam o ente querido, até mesmo pela grafia. Não haveria pra CX nenhum outro objetivo pra forjar algo, visto que não tinha interesse em bens materiais. Uma pessoa tão boa e sofrida não brincaria com a fé e com a tristeza de tantos que iam até ele. Se houvesse criação, não daria sempre certo com todas as pessoas que o vizitaram. Alguém perceberia.

    • CristianoR:

      fora espiritismo…… fora!!!

    • Mestre Shifu:

      Sinto em você uma grande dor, estás revoltado com algo que lhe aconteceu. A aceitação e autoaceitação é o caminho, assim poderá ter pelos outros o que te recusaram a algum tempo: Aceitação das diferenças.

    • Peter:

      Respeito toda e qualquer religião, mas me desculpem. Um juiz permitir que se usem cartas de um religioso como provas contundentes tem que entregar o cargo. Se é com um cliente meu, eu detono o juiz.

    • André Luiz Monteiro:

      Justamente, é um absurdo um magistrado se dar a esse papel ridículo! E outra, magistratura não é ciência, usar um pedaço de papel que um cara disse ser uma carta de um espírito falecido não é evidência de nada mais do que a ignorância titânica do juri e do tal magistrado.

    • Peter:

      detona naaaada velho! a galerinha hj em dia tudo tem essa mentalidade
      principalmente os playbas.. “ah eu detonei o cara velho!”
      goma! pura goma! pura conversa pra boi dormir!

    • Mestre Shifu:

      Chico Xavier sempre foi médium, e seu sofrimento lhe permitiu superar todos os carmas e alcançar a paz interior, assim pode usufluir de sua capacidade especial para ajudar os outros.

    • CristianoR:

      ele era um charlatão…

    • Peter:

      estude parapsicologia e saberá as provas rapaz

    • Peter:

      Não, obrigado.
      Se eu fosse estudar sobre qualquer crendice dos que me mandam estudar, eu já tinha morrido de estafa, ou de birutice.

    • Jonatas:

      cada um lê sobre o que lhe é mais interessante, porque cada um tem seu jeito de ver as coisas. Alguem com tendencia a ser espirita vai achar Kardec o máximo. Alguém sem essa tendência não verá nenhum sentido e parará nas primeiras páginas. Porisso não recomendo obra nenhuma, a quem não se interessaria no assunto. Cada um saberá achar as obras que lhe serão mais úteis, temos inteligência para isso.

    • Peter:

      “Não, obrigado.
      Se eu fosse estudar sobre qualquer crendice dos que me mandam estudar, eu já tinha morrido de estafa, ou de birutice.”

      voce acabou de afirmar que nunca estudou o assunto e nunca vai estudar, entretanto insiste em comentar a respeito.

      desnecessario falar mais…

    • Jumento:

      “Não, obrigado.
      Se eu fosse estudar sobre qualquer crendice dos que me mandam estudar, eu já tinha morrido de estafa, ou de birutice.”

      voce acabou de afirmar que nao estudou o assunto e nao vai estudar, mas ainda sim insiste em comentar sobre o mesmo.
      sem mais…

    • moimoi:

      Telergia? Ou telefantasia? Esse negócio de “energia misteriosa” serve bem para explicar coisas que não têm explicação ou que simplesmente são frutos de boas imaginações. Onde encontramos estudos replicáveis a respeito dessa “força”? Deixe que respondo: em lugar nenhum!

    • Chico:

      verdade jonatas nao se pode esquecer do chico xavier que vivia uma vida infernal apenas para provar sua causa e o fato que nenhum cientista que o estudou conseguiu provar que ele era uma fraude.

    • Rodolfo:

      Chico nunca foi desmentido? opinião essa no mínimo controversa. na condição de filósofo não desmereço por completo a crença dos espíritas, mas quanto a um certo ser humano a quem se atribui mediunidade e os mais empolgados o título de reencarnação de Cardec (nem sei se era assim que se escrevia), continuo achando suspeita qualquer tentativa de endeusar algum humano. só pra citar, ainda que a origem seja controvertida, deem umaolhada no blog protestante Genizah, pois eles enumeram algumas razões para dar descrédito a Chico, com alguns apontamentos teoricamente sobre a vida deste homem, agora se são verídicos ou não sabe se lá, mas mesmo sendo uma briga de dois grupos religiosos distintos acho que vale a pena dar uma olhada.
      ps. não deixarei a url por receio de ser considerado spamer, mas caso busquem genizah no google não será dificil achar.

    • Jonatas:

      Falar que alguém é médium não é endeusa-lo, é só ve-lo como alguem especial com uma capacidade especial, assim como existe capacidade especial pra compôr, pra desenhar, pra interpretar, em fim. Esse Genizah conheço, é um dos muitos que tentaram em vão provar a inficiência da mediunidade de CX, é um grande pesquisador e tem boas pesquisas sobre o assunto, mas não conseguiu provar nada de forma contundente.

    • Jonatas:

      “ineficiência”, perdão.

    • Peter:

      Não, concordo que atribuir mediunidade a alguém não é endeusar. Mas todo o resto o é. Dizer que o CX era pobre e que por isso só falava a verdade, é um exemplo. É quase querer comparar com Jesus, né, não?

      Sinceramente, como eu disse ontem, respeito toda crença. Mas que tem muito espertinho tirando proveito do povo, tem. Não estou dizendo que seja o caso do renomado CX. Mas não ficaria nada surpreso se amanhã ou depois ele (e tantos outros de TODAS as religiões) fossem jogados pra escanteio por terem seus métodos de manipulação descobertos.

    • Rodolfo:

      não devo ter me feito entender muito bem. por “endeusar” me referi a tendência humana de dobrar os joelhos para Bento XVI, Chicos ou qualquer ser que seja formado de dois terços de água, essa mania de devoção tão marcante em solo brasileiro. para que me faça entender melhor desta vez, afirmo que alguns espíritas disseram que eu era “médium” e nem por isso acabei achando que fosse algo mais que homem, da mesma forma, não creio que qualquer que seja ou não “médium” o seja, mas dentre os “médiuns” ou não, há alguns humanos que são faticamente idolatrados, e é isso que chamei de endeusar Chico Xavier, simples assim. logo que ele faleceu apareceram pessoas dizendo que viram uma luz no lugar que ele estava, do jeitinho que faziam quando um imperador romano morria, com a diferença que em Roma se pagava pra que alguém contasse sua suposta visão.
      aliás, Chico é tão endeusado que alguns beatos ou beatas de sua paróquia virão negativar meu comentário, sem sequer eu dizer que mediunidade não existe, nem ter feito acusações pessoais ao famoso mineiro.
      Por fim, acrescento que respeito você ou qualquer que seja que pratique uma fé em sua honestidade, e continuo desdenhando de quem quer que seja que pratique qualquer fé sem reflexão ou oportunidade para interrogações.

  • Jasiel:

    Tive sorte, estou acessando pelo celular e a net caiu e não apareceu nehuma imagem! kkk Mas só pela legenda fiquei com medo. BU!

  • taina:

    hausahsahauhsaas nem precisava ler a conclusao neh . só o fato do teste do cético (o teste com o vidro no item 10) der dado certo ,era a prova da fraude . mas os caras foram bem espertos,isso tenho q admitir.,sobreposiçao de fotos era algo nao usual naqela época 😛

  • topwandg:

    Eu não sou especialista para dizer que isso é verdsade ou mentira,mas algumas são bem suspeitas,aquelas fotos das mulheres de amntos da foto 10,8,7,6e 3 parecem bem a mesma né.

  • Bruna:

    Espíritos não existem, provavelmente esses fotógrafos descobriram mesmo um jeito de inserir fotos dentro de outras.
    Até porque, se existissem, não poderiam se materializar para aparecer em fotos, isso é inviável. Impossível.

    • Magda Pataógica:

      Bruninha, lindnha.

      Kakakakakakakaka.

      Sua afirmação de que espíritos não existem é a maior pérola que li nessa paróquia.

      Partindo do princípio de que somos espíritos imortais e temos um corpo, se espírito não existe, então a Bruninha também não existe ou é apenas um corpo inerte e vegetativo.

      Obrigada por me fazer rir um pouco.

      “Eu quero ser,
      essa metamorfose ambulante.
      Do que ter aquela velha opinião
      formada sobre tudo” (saca aí, meu)

      Fui

  • Chuck Norris®:

    Dá medo essas fotos. : O

    • César:

      Chuck Norris ri disto….

    • eduardo:

      Logo vc Chuck Norris?… com medo de uns fantasminhas!!!… dá um super roundkick nesses buchas sem corpos…

    • Lulu:

      Dá nada… muito mal feitas essas sobreposiçoes (certamente não estou levando em consideração as técnicas que podiam ser empregadas na época…)

      Essas fotos parecem daquele filme “Os outros” com a Nicole Kidman…

    • CristianoR:

      Lu eu te amoooooooooooooooo!

    • Carlos:

      Essa foi boa, Chuck Norris com medo…

  • Maycon anderle:

    Minha opinião, talves nessa época especialistas em imagens houvessem descoberto um meio de inserir imagens em imagens como hj é feita pelo photoshop.

Deixe seu comentário!