Quanto pesa a alma?

Por , em 22.08.2009

Em uma crença do Egito antigo, o deus da morte, Osíris, colocava o seu coração ou a alma na bandeja de uma balança, e do outro lado uma pena. Se a alma fosse livre de qualquer pecado, seria mais leve que a pena e Osíris saberia que a pessoa estaria apta a entrar no paraíso. Caso a alma fosse cheia atos ruins, seria mais pesada que a pena e logo a alma seria ofertada para um deus monstruoso que a devoraria. Sendo assim, a ideia que a alma tem peso era puramente conceitual e não física no Egito antigo.

O filme 21 Gramas, de 2003, foi baseado na premissa que a alma tem peso. 21 gramas seria o número exato e muitos concordam que este número é usado como uma licença poética para retratar a ideia de que a alma possui um peso. Já que a origem dessa história aconteceu um século antes.

Duncan MacDougall (1866-1920) foi o um médico, em Massachusetts, EUA, que surgiu com essa ideia. Ele colocou pacientes em estado terminal em uma cama enganchada em uma balança e quando os pacientes morriam, ele relatava uma perda de peso de 21 gramas.

Apesar disso, ele teve apenas a amostra de seis pacientes para chegar às suas conclusões. Um deles morreu enquanto o prato da balança não estava balanceado corretamente e outro morreu antes de ser ajustado na cama. Então, McDougall testou o experimento do peso da alma em cachorros. Quando um cachorro morria não havia nenhuma mudança de peso, e ele concluiu, obviamente, que “cachorros não tem alma”.

Cientificamente, o experimento de MacDougall não foi considerado válido. Outro ponto de interesse: Se ideia de perder 21 gramas fosse válida, perder sua alma seria uma forma ineficiente de emagrecer. [Examiner]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 3,20 de 5)

35 comentários

  • Vinícius Radiante:

    O engraçado é que 21 gramas e a exata massa de todo o DNA do nosso corpo. huehuehueuhue

  • Ana Suzuki:

    21 gramas? Muitas vezes já ouvi falar em meio quilo.

  • Afonso Do Carmo:

    Penso que não devemos nos ocupar com aquilo que não dá pra explicar racionalmente.
    O que também não se justifica afirmar o improvável como verdade ou mentira.
    Provar a existência de Deus, p. ex., é tão utópico quanto provar a sua não existência.
    Se existe alma ou vida depois da morte, talvez um dia saibamos.
    Estamos aqui para aprender.
    Aprender significa absorver conhecimentos, algo razoável, racional e perfeitamente possível.
    Apenas isso.
    Ainda há poucos momentos históricos estávamos trepados nas árvores, vagando pelo planeta, praticando o incesto e o canibalismo…

  • Fúlvio Andrade:

    O texto está errado o deus da morte era Anúbis, não Osíris! Quem pesa os corações é Anúbis!

  • Paulo Trin Junior:

    Mas e o peso do cachorro testado por Duncan MacDougall? Por que então permaneceu invariável?

  • Luckas:

    o oxigenio q tem no sangue e q tem nos pulmoes.obviamente poderia ser essas 21 gramas ja q nossa pele tem esporos nao é impermeavel entao o oxigenio consegue sai do sangue e dos pulmoes.e ngm consegue tirar todo o ar dos pulmoes pois se n eles iriam se grudar

    • Rômulo Maciel Moraes:

      Levando-se em consideração que um litro de ar pesa aproximadamente 1,3 gramas, seria necessário que o corpo expelisse mais de dezesseis litros de ar no momento da morte para que se pudessemos explicar a perda de peso com esse argumento, o que não me parece factível.
      Agora, uma coisa me deixou intrigado!!! Creio que seria muito fácil de se repetir essa experiência com o máximo rigor científico e absoluta certeza dos resultados obtidos. Então, qual a razão de se mistificar este tema? A quem poderia interessar a veemente e científica negativa dos resultados anteriormente obtidos, ou mesmo, a sua confirmação e abertura de pesquisas sérias para se encontrar as verdadeiras razões. Penso que os resultados, quaisquer que se obtivessem, não teriam o condão de negar a existência da alma (ou espírito/perispírito), mas apenas chegar-se a conclusão de que, esta existindo, não teria massa constatável no experimento; porém, confirmando-se o remoto experimento, poderiam trazer luzes para novas fronteiras do conhecimento científico.

    • Francis:

      Cara, a razão é que esses mesmos cientistas que chamam o cara de pseudo-cientista, não são cientistas de fato. Eles ignoram uma idéia somente pelo fato de considerá-la bobagem, ou por serem orgulhosos os suficientes para não admitir outra hipótese que não seja a que vá de encontra a suas vontades. Uma coisa eu digo pra vocês: JAMAIS SERÃO CIENTISTAS! Jamais! O bom cientista não ignora nenhuma tese, até que ela seja comprovada ou não. E mesmo assim, não “bate o martelo”, pois sabe que com o passar do tempo outros podem observar o que não fora observado, e tecer um julgamento mais justo da questão. Opinião pessoal é uma coisa meus amigos, fato é outra. Então não misturem isso, nem quem acredita na alma, e nem quem defende a inexistência da mesma. Mais humildade por favor!

    • Adonay Silva:

      esporos???????? nossa pele tem esporos??? nossa.

  • // hey, hey! //:

    Cientificamente, o experimento de MacDougall não foi considerado válido. Outro ponto de interesse: Se ideia de perder 21 gramas fosse válida, perder sua alma seria uma forma ineficiente de emagrecer.
    aff… sem comentários

  • Renato Bueno:

    O ar nos seus pulmões pesa cerca de 19,2g.

    2 considerações:

    1 – Não dá para tirar todo o ar de dentro dos pulmões
    2 – de onde vocês tiraram a ideia absurda de alma? como se tal coisa ridícula existisse?

    []´s

  • Cesar:

    Vida existe. Alma não existe. E esta história de 21 gramas é só um mito criado por um pseudo-pesquisador, um mau cientista.

    • Geomundo Geografia:

      Senhor mortal, você prova que a alma não existe ?

  • Vinicius 19:

    por acaso vcs q estão comentando sabem a quantidade(volume) de ar que equivale a 21 gramas? ^^

  • vinícius:

    Conclusão… aquele cara com quem vc faz um trato para enriquecer ou obter certas vantagens em troca de tua alma deve ser obeso… 😛

  • André Mendes:

    q besteira… alma tem peso… huahaua
    nosso amigo ninja esta absolutamente certo. o peso é do ar + gas carbono+ metano, etc.

    é sempre aquele velhoooo esquema.. “Quem acusa, tem q provar.”

    bjo no coração de todos e abram a mente pois somente a verdade os libertarão. Joguem a âncora da religião nas profundezes escuras do mar do esquecimento. Acreditem no que quiser… mas nunca dêm ouvidos aquilo que vem de homens que dizem o que é o correo a fazer para salvar sua alma. Nenhuma alma será salva. estamos todos fadados ao infinito da incerteza.

  • Yara:

    Parece que o homem tem medo em falar dessas coisas . E começa inventar coisas cientificas para comprovar o qe nao tem explicação ! Eu acredito em Deus , acredito qe ‘Ele’ a qual nos referimos sej uma força maior. E acredito qe essas 21 gramas seja o peso da alma siim. Mas, cada um é cada, todos tem o direito de acreditar ou descrer do que quiser.

    • Paulo Trin Junior:

      “Ele” … quem? quem é essa figura sinistra que você denomina como “Ele”?

  • ItaloXM:

    Primeiro, em quase toda religião a alma é descrita como uma energia. Não creio que a energia no corpo humano pese 21 gramas.
    Quando a pessoa morre, na maioria das vezes o musculo relaxa, então devemos pensar que, muito ar saiu da pessoa, o corpo libera quase todo o gás carbonico e etc e tal…se eu fosse um grnade entendedor disso até diria mais.
    Por outro lado…a alma não precisa ter peso pra existir, eis mais um fato que vai perturbar muitas cabecinhas pensantes (excetos as que são céticas a ponto de acreditar que não existe nem vida).

  • ThiagoSperandio:

    Já eu, acho que as almas perdemos nozes! HAUUAHuHUAH

    Tá certo… vocês querem ler algo útil ou racional numa matéria sobre “ao perder a alma, quanto peso perdemos?” (…)

    Quem quer falar de ciência, medicina e blablabla já está meio equivocado! Nem entendemos a matéria escura, muito menos a energia escura. Lembrem-se que elas mesmas ainda são mais HIPÓTESES do que TEORIAS, pois não podem ser diretamente provadas, apenas manter o seu estudo (método hipotético-científico… hipotético… tá, não vamos discutir a que se refere a origem do método, ok?!)

    Se e somente se existe alma dentro de nós, provavelmente é mais difícil saber qualquer coisa “dimensional” ou “relativa” sobre ela na nossa ainda vulgar compreensão do todo.

    Já na concepção religiosa… ora, como hoje em dia (seja no Cristianismo, Budismo, …) praticamente cada orador diz uma coisa, então nem me atrevo a direcionar o raciocínio.

    A única coisa que me atrevo a falar é que, assim como na Ciência (sobre matéria e energia “escura”), as religiões entendem que coisas espirituais não são palpáveis (veja, no geral, pois não sei o que cada orador pensa, conheço as filosofias gerais).

    Vide os anjos, as “forças do mal”, o smeshas spentas, os kami, os iluminados, os “bola de neve” xD (a lista é grande…), entre tantos outros conceitos religiosos.

    Portanto, concluo: Vamos continuar discutindo isso? hehehehe

    O Hype, como sempre, é muito engraçadinho! E tem gente que quebra o pau na discussão hehehehe

  • Carl:

    Ou não tentaram porque temiam encontrar a verdade ?

  • Deep:

    E pq será q a tal ciência, objetiva, rigorosa, inequívoca e tudo o mais nunca teve o interesse de repetir o experimento? Nem ninguém da comunidade de q a tal Ciência se compõe?

    • Dipi:

      Deep, não tentaram porque sentira um forte cheiro de perda de tempo no ar.

  • Tomasujo:

    Interessante, possivelmente plausível, msa só até o final.

    Quando alguém termina uma teoria sobre a alma dizendo algo tão estupido quanto que apenas humanos tem alma… Malditos macacos que arrogantes.

  • Clement:

    Quanto peso eu perderia?
    Todo, pois acredito que primeiramente eu sou um espírito tendo uma experiência corporal, e não o oposto.
    Eu, como trabalho com medicina energética, garanto que o eventual peso corporal que é subtraído com a morte, tem muito mais a ver com nossas ligações mundanas, que por sua vez repercutem no nosso comportamento, como por exemplo a gula, luxúria, do que com o peso na consciência, que é algo passageiro, relacionado com a culpa.

  • lucas:

    por esses posts que o hypescience é um grande site,bastante interessante….

  • Fernando:

    Certamente como criacionista que sou, acredito na existencia e na eternidade da Alma humana. Como ser racional e pensante tenho a conviccão de que essa energia realmente existe. Como cientista, entao, preciso aceitar que essa energia deve ter um equivalente em massa….Nao sei a relacao entre essa energia espiritual e a massa convencional, nem a relaçao de forças (primeira lei procurada por um físico) nos fenomenos espirituais. Mas, posso sim, supor que a relacao de Einstein entre massa e energia poderia, em principio, ser válida também nesse caso. Assim, veremos que “apenas” 21 gramas equivale a uma quantidade de energia extraordinária….
    Saudaçoes!
    Fernando

    • Nandinha:

      Fernando, só tenho uma coisa a dizer: huahuahuahuahuahuahuahuahuahahuahuahuahauhauha

  • Ninja:

    Nós possuímos um certo volume de ar que nunca sai dos pulmões, mesmo quando expiramos e esse ar só sai no momento da morte. Então os 21 gramas poderia ser desse ar.

  • Cesar:

    Um dos problemas da experiência do dr. foi que não dá para definir exatamente o momento da morte de uma pessoa. É quando o coração para de bater? Então quem é ressuscitado por massagem cardíaca realmente “voltou dos mortos” – mas e quem tem a “morte cerebral” (o corpo permanece vivo, mas a mente está danificada irremediavelmente). É quando o cérebro para de funcionar? Atualmente é o que se aceita, mas há muita controvérsia no assunto.

    E este é só um dos problemas do trabalho do dr., definir exatamente quando ocorre a morte.

    • admin:

      Cesar, o problema do trabalho foi falta de rigor e método científico.

  • Suelen Cristine Zanetti:

    Bizarro isso! =D

  • gloria:

    A alma deve de ter mesmo peso,porque quando alguém está em falta c/ seu semelhane e cheio de culpa dizemos q está c/ a consciencia pesada,Então… quando se está sem “pecado”ela é leve como uma pena!Coisa inventadas p/ fazer os humanos viverem em comunidade sem se destruírem e se mutilarem mutuamente! É sempre muito bom ser direito honesto e c/ isso ir para o céu.Ainda q muitos ñ acredite nisso respeitam seus familiares + idosos ,dizendo q acreditam e por força de hábito comentam esse fato como se fosse verdade e fingem crerem piamente no q lhes foi ensinado,

  • Sergio Lobo:

    Esta crença não é de infundada, mas vem de experimentos que para a ciencia moderna carecem de verificabilidade pois o numero de repetições foi pequeno(6).
    O relevante é o valor obtido nas seis vezes, 21 gramas. Quando a experiencia tende para um valor comum, mesmo que o numero de amostras seja pequeno, devemos dar um pouco mais de atenção. Pode haver bastante verdade por baixo. Precisamos aprender a cavar. Contestar, todo critico de cinema sabe fazer, mesmo sem saber dirigir ou roterizar nenhum filme.

  • Alberto:

    Não existe alma,espirito ou coisa parecida. Existe só matéria que vive e quando morremos voltamos ao estado anterior ao nascimento, o nada ou matéria inerte.

Deixe seu comentário!