5 atividades sobre astronomia que vão te entreter durante o isolamento

Por , em 18.03.2020

Se você está em isolamento em casa por conta do coronavírus, aproveite para experimentar essas cinco atividades de astronomia que podem ser feitas com materiais que você já tem em casa mesmo.

5. Apollo 13 em tempo real

Se diante das angústias relacionadas ao coronavírus você já se pegou desejando escapar dessa realidade por meio de uma viagem no tempo, temos aqui o mais próximo que você vai chegar da experiência de voltar 50 anos no tempo.

Em comemoração aos 50 anos de lançamento do Apollo 13, a NASA criou o Apollo in Real Time, um site em que é possível ter duas experiências diferentes: reviver o último minuto antes do lançamento do foguete ou então reviver a missão inteira, que durou sete dias.

A primeira opção já está disponível. A segunda opção será liberada apenas a partir do dia 10 de abril de 2020, e será sincronizada com cada momento que estava acontecendo em 1970. Então se você entrar no site no dia 10 de abril de 2020, às 10h05, poderá acompanhar o que estava acontecendo no dia 10 de abril de 1970, às 10h05.

Ao escolher uma delas, você ouve a comunicação entre engenheiros, cientistas e astronautas, acompanhando a transcrição do áudio. Ao lado aparecem imagens do foguete nos respectivos estágios do lançamento.

Também estão disponíveis mais de 600 fotografias, vídeos de comentários pós-missão e de coletivas de imprensa.

O que torna a experiência mais incrível é que essa é a primeira vez que todo esse material foi sincronizado. Até recentemente, a NASA tinha imagens do centro de lançamento e do interior do foguete, mas sem áudio. Outras milhares de horas de áudio estavam gravadas em filme de formato diferente das imagens. O trabalho de sincronização foi extremamente árduo, e possivelmente resultará em um documentário sobre a missão.

Spoiler de 50 anos: no dia 11 de abril de 1970 foi lançado o foguete Saturno V do Centro Espacial John F. Kennedy, um voo espacial tripulado que tinha como objetivo pousar na lua. Após dois dias de viagem o pouso foi cancelado por conta de uma explosão em um dos tanques de oxigênio. No final das contas o foguete deu uma volta na lua e retornou em segurança para a Terra, pousando no dia 17 de abril.

4. Ciência cidadã

Quer ajudar na descoberta de um novo exoplaneta, procurar por ondas gravitacionais ou identificar meteoros que estão de passagem? Você pode ajudar cientistas ao redor do mundo ao se tornar um Cientista Cidadão.

Para começar, basta entrar no site Zooniverse e escolher um projeto. Ele foi criado em 2007 como ferramenta de classificação de galáxias, e cresceu em outras áreas como línguas, literatura e medicina graças ao poder do crowd sourcing. Lá, você pode ajudar a localiza e identificar buracos negros supermassivos, encontrar asteroides em imagens captadas pelo Hubble e acompanhar tempestades solares.

3. Olhe para fora

Com exceção de quem está em quarentena e não pode sair de casa, as outras pessoas podem e até devem sair para tomar um ar fresco, contanto que obedeçam as regras de distanciamento social.

Esta pode ser uma oportunidade para estudar o espaço. Se você tem um telescópio, aproveite para usá-lo. Observe a lua e as mudanças de fase. Veja Vênus no pôr do sol. Se você acorda cedo, aproveite para observar Marte, Júpiter e Saturno logo antes do nascer do sol.

Mesmo sem telescópio, você pode observar todos estes corpos citados acima a olho nu.

2. Leia e ouça

Você pode aproveitar esse tempo preso dentro de casa para  fazer algumas leituras e curtir alguns podcasts. Confira sugestões:

1. Converse com um cientista

Agora que a maioria das escolas está fechando, os responsáveis por crianças que se viram presos em casa com elas podem estar sentindo um certo desespero sobre como mantê-las ocupadas sem poder chamar amiguinhos para brincar ou levá-las na casa dos parentes.

Você pode aproveitar este período para agendar uma conversar com um cientista. O Skype a Scientist é um projeto mantido por doações e trabalho voluntário que conecta cientistas de todas as áreas a grupos de estudantes de todos os tipos – da pré-escola a grupos de adultos.

Eles também atendem a famílias do mundo todo, basta preencher um formulário (em inglês, que é voltado para professores, mas pode ser usado por famílias também) sobre os interesses do seu grupo, incluindo uma segunda língua além do inglês. O contato é feito por e-mail e as duas partes podem combinar um encontro pelo Skype para discutir um tema pré-estabelecido, com foco na faixa etária da criança. Recentemente eles também passaram a oferecer aulas online ao vivo.

Bônus – faça um diário com seu filho

Faça um diário do isolamento. Este período que estamos vivendo não é nada comum, portanto é importante conversar com as crianças sobre a situação. Uma boa forma de fazer isso é mantendo um diário. Escreva sobre as notícias que vocês têm visto na mídia, como os seus amigos estão lidando com a situação, o que está funcionando e o que está fechado na sua vizinhança ou cidade. Descreva também sobre como você e sua família estão se mantendo ocupados. Depois fale sobre as impressões da criança para ajudá-la a digerir o que está acontecendo. [Science Alert]

Deixe seu comentário!